WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  








LUIZ FERREIRA / NOVO LIVRO

MANEJO DOS SOLOS DE TABULEIROS

 DA MATA ATLÂNTICA DO SUL DA BAHIA

LF

Acabei de concluir este livro, com 120 páginas (A-4) que preenche uma lacuna de conhecimentos de uma região, sobretudo neste momento em que despontam grandes projetos agropecuários que, certamente, vão promover o desenvolvimento rural equilibrado, bem diferente da região do cacau – monocultura – por se tratar de cultivos diversificados.

Sempre pugnamos pela diversificação da economia do cacau com os olhos voltados para os mais de 2 milhões de hectares de solos de tabuleiros, antevendo uma agricultura com alta tecnologia, pela sua topografia plana a suave ondulada, a exemplo do que aconteceu com os cerrados.

Procuramos colocar o solo no contexto da Mata Atlântica, abrangendo aspectos pedológicos, ecológicos, fitotécnicos e Manejo, de modo a satisfazer vários interesses – Pesquisadores, Técnicos, Professores, Empreendedores Rurais, Estudantes.

Insiro o sumário e tópicos (contracapa) para dar  uma ideia do conteúdo do livro:

 

SUMÁRIO

 POR QUE E PARA QUEM ESCREVI ESTE LIVRO?

ǀ. VISÃO DIVERSIFICADA DA MONOCULTURA DO CACAU

  1. CONSIDERAÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE

– CLIMA

– RELEVO

– VEGETAÇÃO

– MATERIAL DE ORIGEM

– HIDROLOGIA

III. CLASSES DOS SOLOS DE TABULEIROS

  1. ASPECTOS RELACIONADOS Á INTERAÇÃO GEO-PEDOGÊNESE
  2. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA, QUÍMICA E MINERALÓGICA.
  3. ALTERAÇÕES ECOLÓGICAS NO DESBRAVAMENTO E NO USO AGRÍCOLA.

VII. DESMATAMENTO E MAU USO DO ECOSSISTEMA DA MATA ATLÂNTICA

VIII. INTERAÇÃO SOLO-VEGETAÇÃO NO ECOSSISTEMA DOS SOLOS DE TABULEIROS

  1. PESQUISAS PIONEIRAS EM SOLOS DE TABUELIRO
  2. APTIDÃO AGRÍCOLA DOS SOLOS DE TABULEIROS
  3. POLOS AGROPECUÁRIOS DE DESENVOLVIMENTO RURAL.

XII. MANEJO E USO SUSTENTÁVEL DOS SOLOS DE TABULEIROS

XIII. COMO UTILIZAR SEM DEGRADAR OS SOLOS DE TABULEIRO?

XIV. CONCLUSÕES.

  1. LITERATURA CITADA

GLOSSÁRIO

OBRAS DO AUTOR.

 

TÓPICOS (CONTRACAPA)

 

Ѻ. Tratava-se das famosas terras avistadas por Cabral e que mereceu empolgação do Pero Vaz de Caminha, quando escreveu: – “aqui, em se plantando tudo dá”. Então, dois a acreditar no potencial daquelas terras, praticamente em desuso, agredidas pelo desmatamento e pela implantação de pastagens sem o devido manejo, deteriorando o solo. (Capítulo I)

 

Ѻ. O ecossistema dominante é o da denominada mata atlântica que, pela sua exuberância florestal e diversos extratos fisionômicos e biodiversidade, atua como repositório de matéria orgânica para o solo e como carreadora de nutrientes das capas inferiores para as superiores, sendo importante na formação dos solos. (Capítulo II)

 

Ѻ.  No Sul da Bahia, os tabuleiros se estendem da linha da costa até cerca de 150 km a oeste, apresentando variações de clima, altitude, relevo e vegetação. (Capítulo III)

 

Ѻ. Em condições naturais, como se verificou em perfis sob a floresta, são solos bem drenados, mesmo os de elevado gradiente textural,  porosos, permeáveis, podendo apresentar impedimentos físicos – presença de laterita – compactos ou soltos – dentro do perfil, sobretudo em posições de contato com outras formações geológicas. (Capítulo V).

 

Ѻ. A mata atlântica, no Sul da Bahia, sofreu um processo de deterioração do seu ecossistema, motivado pelo desmatamento indiscriminado, queima e inadequado manejo agrícola, afetando não só o acervo genético de suas espécies, mas a fisiografia, de um modo geral e, particularmente, o recurso-solo. Calcula-se que, nessa região, apenas 5% da cobertura vegetal permanece (Capítulo VII)

Ѻ. Que mistérios existem no ecossistema tropical que fazem as plantas crescerem em solos ácidos e inférteis? E por que ainda não foram desenvolvidos sistemas de agricultura sustentável, assemelhados à floresta? (Capítulo IX).

 

Ѻ. Em síntese, o Extremo Sul da Bahia possui vocação para a implantação de polos de desenvolvimento rural, de cunho empresarial, sem se alijar a pequena produção que, no caso, estaria configurada em núcleos associativos. (Capítulo XI).

 

______________________

 

AQUISIÇÃO

 

O livro deve estar sendo disponibilizado em início de outubro pela VIA LITERARUM. Estamos vendendo “pré-print” ao preço de R$30,00 (incluindo porte registrado), para angariar fundos face aos custos de impressão. Os interessados (pré-print) devem transferir para minha conta (BB): Ag. 1864-3; cc: 23245-9 (CPF. 002754685-34), comunicando-me a transação ([email protected]).

 

Luiz Ferreira da Silva

Whatsapper: 5582993131030

[email protected]

1 resposta para “LUIZ FERREIRA / NOVO LIVRO”

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia