Rastreamento Câncer de Mana. Clodoaldo Ribeiro

Na primeira hora de atendimento gratuito do Programa Estadual de Rastreamento de Câncer de Mama – Estratégia Itinerante, iniciado hoje (17) em Ilhéus, 70 mulheres foram assistidas por equipes médicas e de enfermagem que estão atuando no evento. Dona Rosilene Oliveiras Santos, de 50 anos, chegou cedo ao estacionamento do Centro de Convenções de Ilhéus, onde o QG foi montado. Veio de uma fazenda na rodovia Ilhéus-Uruçuca fazer o exame que há dois anos não consegue executar. Ela elogiou o atendimento e a organização do programa. “Tudo certinho”. Dona Maria de Lourdes Nascimento, de 63 anos, fez o último exame em 2015. “A gente não pode estar pagando, tem que aproveitar as oportunidades como esta, para saber se a saúde está em dia”, afirmou.

O Programa Estadual de Rastreamento de Câncer de Mama – Estratégia Itinerante permanece em Ilhéus até o dia 2 de setembro, quando estima-se chegar a 3 mil exames realizados. Para ter direito ao atendimento, mulheres com idade entre 50 e 69 anos devem procurar o posto de Saúde mais próximo à sua residência para agendar os exames. Onde não há postos, as mulheres devem procurar a sede da Secretaria de Saúde, na avenida Vereador Marcus Paiva, Cidade Nova, levando o cartão SUS, RG e Comprovante de Residência.

Três etapas

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, o programa é desenvolvido em três etapas. Na primeira, o de agora, os exames. Após os laudos, que serão emitidos no prazo máximo de 30 dias, serão encaminhados para a Policlínica, na Conquista, os casos que necessitem de exames complementares. Em caso de necessidade de tratamentos cirúrgicos, as mulheres serão encaminhadas para Salvador, em vaga zero, ou seja, de imediato para o procedimento.

Hoje pela manhã, ao participar do lançamento do programa, o vice-prefeito José Nazal destacou a importância da iniciativa. “Tudo que for feito em prol da saúde da população, sobretudo no aspecto da prevenção, é importante”, afirmou. “O câncer de mama é um problema grave e o esforço que o governo tem feito para melhorar a saúde pública vai ser visto. Não é um problema que se resolva da noite para o dia. São problemas e vícios que estão sendo encarados de frente”, afirmou. Também participaram da solenidade, a secretária de Saúde, Elizângela Oliveira; o secretário de Relações Institucionais, Sérgio Souza; e o vereador Gil Gomes.

Parceria – O programa Programa Estadual de Rastreamento de Câncer de Mama – Estratégia Itinerante, que faz parte do projeto “Saúde sem fronteiras”, conta com o acompanhamento técnico da Diretoria de Projetos Estratégicos das Ações e Serviços de Saúde, órgão vinculado à secretaria estadual de Saúde (Sesab). O exame significa a ação de rastreamento para diagnóstico precoce, já que no Brasil o câncer de mama é a maior causa de óbito entre as mulheres, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).