Nazal e chefes de cartórios eleitorais em Ilhéus                                         Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

Uma avaliação do trabalho realizado até o momento e detalhes da logística para esta reta final do Cadastramento Biométrico em Ilhéus, que se encerra no final deste mês, foram debatidos hoje (11) pela manhã entre o vice-prefeito de Ilhéus e secretário municipal de Planejamento e Sustentabilidade, José Nazal Soub, e os responsáveis pela 25º e 26º Cartórios Eleitorais do Município, respectivamente, Sayonara Silva Barbero e Ariston Silveira.

Nos últimos dias, aumentou consideravelmente a procura pelo cadastramento, o que tem gerado filas maiores e a necessidade de uma estratégia especial para atender a atual demanda. Em Ilhéus, dos 138 mil eleitores cadastrados pelo TRE, cerca de 60 mil já regularizaram a situação. Além do serviço de Horário Agendado no SAC, estão sendo disponibilizados atendimentos na Biblioteca Pública, no Centro; na sede do TRE, na avenida Governador Roberto Santos; e na Faculdade de Ilhéus, no Pontal.

Durante o encontro, o responsável pela 26ª Zona Eleitoral destacou o apoio fundamental ofertado pela Prefeitura para a realização do cadastramento biométrico na cidade. Além de disponibilizar espaço físico, ofereceu o apoio de mais de 30 estagiários que estão atuando na operação. O TRE também contratou mais 20 pessoas e colocou toda a sua equipe de servidores à disposição do cadastramento.

José Nazal destacou também o trabalho realizado pela Prefeitura – e autorizado pelo Tribunal Regional Eleitoral – de contribuir com a logística para que os eleitores da zona rural do município, pudessem efetivar o cadastramento na zona urbana.

Sayonara Barbero alerta que encerra no final deste mês o prazo dado pelo TRE para efetivar o cadastramento. Quem não fizer, terá o título eleitoral cancelado e fica sem o direito de votar. No entanto, entre 31 de janeiro e 9 de maio, o Tribunal Eleitoral ainda dará um novo – e definitivo – prazo para a regularização. Em Ilhéus, estão sendo efetuados, em média, 500 cadastramentos por dia, segundo levantamento apresentado durante a reunião. No entanto, em função da proximidade do prazo final, os pontos de atendimento têm registrado sobrecarga no sistema, que está mais lento, aumentando de 15 até 25 minutos o tempo médio de cada atendimento.