Pescadores e adeptos festejam, em cortejo marítimo e terrestre, a tradicional homenagem a Iemanjá, em Ilhéus, no próximo dia 2 de fevereiro. Dois grandes eventos estão programados para homenagear a “Rainha das Águas”. Um acontece no bairro do Malhado, outro na praia de Nova Brasília, no Pontal. Iemanjá é a padroeira dos pescadores. Também é considerada como a “Afrodite brasileira”, a deusa do amor a quem recorrem os apaixonados em casos de desafetos amorosos. Em ambas as manifestações, é esperada a presença de representantes dos principais terreiros de candomblé de diversos municípios circunvizinhos.

Além do aspecto religioso, os festejos também integram o Calendário Turístico da cidade e contam com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo e Esporte (Setur). No Malhado, uma extensa programação já foi divulgada sob a coordenação do Terreiro da Mãe de Santo Carmosina. Às 5 horas haverá alvorada de fogos. Às 8h30, na estrutura de “barracão” montada da Pedra da Sereia, litorânea norte, haverá benção aos visitantes.

No período da tarde, às 14 horas, está prevista a saída da procissão do Terreiro Sutão das Matas, com a imagem centenária de Iemanjá. Em seguida, de acordo com a programação, será feita a entrega dos presentes (oferendas) com procissão marítima realizada por pescadores da Colônia Z34. Às 16 horas, estão previstos festejos de rua.

Segundo os organizadores, esta é uma das maiores manifestações públicas culturais e religiosas do candomblé no município e que após todos esses anos, continua ganhando mais adeptos e devotos do candomblé, da umbanda e do catolicismo. Este ano, o apoio da Prefeitura é considerado como fundamental para o fortalecimento da festa e resgate das tradições culturais e religiosa das comemorações.

fonte: jornal do radialista