WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  






:: 19/fev/2018 . 16:45

Biometria TRE: Eleitores com títulos cancelados podem regularizar situação a partir de 5 de março

Eleitores que não fizeram o recadastramento biométrico e tiveram seus títulos cancelados poderão comparecer a um dos postos de atendimento, a partir do dia 5 de março, para regularizar a situação. A data foi anunciada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano.

Segundo release da prórpia TRE-Ba, a regularização deverá ser feita até o dia 9 de maio, quando ocorre o fechamento do cadastro eleitoral. Além do recadastramento biométrico, os serviços obrigatórios que vão até a data limite são: alistamento eleitoral (emissão do 1º título), alteração de dados, regularização de título cancelado e transferência de domicílio eleitoral.

De acordo com o desembargador Rotondano ainda estão sendo definidos os postos de atendimento na capital que estarão disponíveis para a realização dos serviços e se atenderão por agendamento, ordem de chegada ou mediante distribuição de senhas. Em Ilhéus, não se sabe se abrirão novos postos de atendimento como foi feito anteriormente, ou se só será feito na unidade da Avenida Esperança.

Números

Encerrado o procedimento biométrico em Salvador e mais 54 municípios, a Bahia contabilizou o total de 3.494.866 eleitores biometrizados (77,30%). Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, 1.026.339 cidadãos tiveram seus títulos cancelados.

Em Salvador, maior colégio eleitoral do Estado, 1.586.230 eleitores passaram pela identificação biométrica (77,94%), restando ainda biometrizar 448.982 cidadãos.

Ilhéus sedia segunda edição do II Festival de Cultura Popular

Ilhéus sedia de 22 a 24 deste mês, o II Festival de Cultura Popular em quatro espaços distintos: Teatro Municipal, Praça do Teatro, Academia de Letras e no Ponto de Cultura Literatura de Cordel (Casar), situado no bairro do Pontal. Os shows vão contar com a participação de diversos artistas do nordeste, a exemplo de Carlos Silva, Geruza Guedes, Teo Guedes e Domingos Santeiro. O evento será encerrado por Bule-Bule, que é sambador, repentista, cordelista e considerado um dos mestres da cultura popular nordestina do Brasil.

Durante os três dias a programação será aberta gratuitamente ao público que poderá conhecer ainda mais a cultura viva do município. Já para assistir ao show ‘‘A casa é sua’’, de Bule-Bule e convidados, no dia 24, às 20 horas, no Teatro Municipal, o ingresso pode ser adquirido antecipadamente no Ponto de Cultura Casar e na bilheteria do teatro, a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Na programação constam oficinas, palestras, exposições, desfile de figurinos e apresentação de mais de 30 manifestações culturais como literatura de cordel, xilogravura, teatro de rua, dança, circo, capoeira, maculelê, samba de roda, mamulengo, repente, estandartes, feira de artesanato, quadrilha junina, bumba meu boi, estátua, ventríloquo, violeiros, artes plásticas, bloco afro, ciranda, folia de reis, samba de coco, poesia, dança indígena, tiraneiro, música popular, forró, xaxado, xula, xote e baião.

O II Festival de Cultura Popular de Ilhéus tem apoio o financeiro do governo da Bahia, através da Secretaria de Cultura, sendo parte da ação prioritária da Prefeitura de Ilhéus, dos Pontos de Cultura, Programa Cultura Viva, iniciativa do Ministério da Cultura, do Sebrae e da Raça Produções. Este ano o evento conta com o lançamento do ‘Vale Cordel’, iniciativa que possibilitará aos estudantes de escolas públicas a adquirir exemplares de literatura de cordel de mais de 20 cordelistas de Ilhéus, da região e de várias partes do país.

NOVOS SERVIÇOS E MAIS UMA UTI SERÃO ABERTAS NO HOSPITAL COSTA DO CACAU

Um dia depois de anunciar um investimento de 15 milhões de reais na reestruturação da saúde básica de Ilhéus, o secretário estadual Fábio Vilas-Boas e o prefeito Mario Alexandre visitaram neste domingo (18), o Hospital Regional da Costa do Cacau. Juntos, anunciaram para os próximos dias, a inauguração da terceira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, com mais 10 leitos, e o funcionamento de serviços especializados de endoscopia e hemodiálise. Novos equipamentos para a unidade chegarão ainda essa semana, segundo o secretário Fábio Vilas-Boas.

Inaugurado há 60 dias, o hospital já reduziu filas para cirurgias, inaugurou recentemente serviços de hemodinâmica passando a ser a primeira unidade da rede pública de saúde da região sul da Bahia a realizar a coronariografia e, em breve, duplicará o número de cirurgias cardíacas na região, com capacidade de realizar mais de 20 procedimentos por mês.

Além do prefeito e do secretário estadual de Saúde, participaram da visita o secretário Municipal de Governo, Alisson Mendonça; o deputado federal, Paulo Magalhães e representantes do Conselho Municipal de Saúde, acompanhados pelo diretor técnico da unidade, Cláudio Moura Costa. O secretário estadual salientou que a visita teve um olhar mais técnico, um processo importante para os setores da unidade hospitalar e para os usuários que utilizam os serviços públicos de saúde.

“Alguns ajustes serão feitos com a equipe gestora da unidade para otimizar o atendimento prestado à população. Contudo o hospital está funcionando dentro do padrão de qualidade que nós esperávamos”, avaliou Fábio Vilas-Boas. “As áreas onde tem paciente internados teve avaliação positiva pelos usuários”, assegura.

O prefeito Mário Alexandre ressaltou como positiva a vistoria realizada que, demonstra, segundo ele, demonstra o cuidado que o Estado está tendo com os usuários. “Interessa ao governo do estado manter o Hospital Regional Costa do Cacau como reverência de Saúde. Estamos focados para melhorar a saúde para a população de Ilhéus e a presença do secretário Fábio Vilas-Boas demonstra a nossa preocupação e a busca de solução com ações imediatas que já foram anunciadas na coletiva de sábado”, destacou.

ILHÉUS: TRABALHADORES ABRAÇAM PRÉDIO DO INSS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Na manhã desta segunda-feira, 19, ocorreu em todo o país, protestos contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo Michel Temer. Em Ilhéus, trabalhadores da cidade e do campo, estudantes e diversos movimentos realizaram, na manhã desta segunda-feira, uma Assembleia Popular no auditório do Sindicato dos Bancários, oportunidade em que foram explanados vários pontos danosos aos trabalhadores, como o aumento do tempo da contribuição mínima de 15 para 25 anos, o fim do acumulo entre aposentadoria e pensão por morte (no caso do falecimento do parceiro), além da exigência de contribuição oficial de no mínimo 15 anos para aposentadoria dos trabalhadores do campo.

Após a Assembleia Popular, os manifestantes saíram em caminhada até o Prédio da Previdência Social, no Calçadão Marques de Paranaguá, no centro da cidade, oportunidade em que vários representantes de movimentos falaram para a população presente. Logo após as falas, ocorreu um ato simbólico, que foi um abraço humano em volta na Sede da Previdência, com a execução no hino nacional.

“A reforma da previdência, da maneira que se apresenta, é um ataque contra os trabalhadores, por parte de um governo que não tem legitimidade popular, já que foi eleito vice em uma chapa que foi eleita defendendo outro programa, e através de maneira nada democrática, tomou o poder para implementar um projeto derrotado nas urnas”, destacou o vereador Makrisi, presente no ato.

PSICOMUNDO <> EDUCAR É MELHOR QUE A PUNIÇÃO DA JUSTIÇA <>

Muito embora, permanecem as inúmeras dificuldades do cultivo da civilização mais coerente para a nossa caminhada na face da terra, podemos salientar que o melhor investimento humano ainda continua sendo a educação. Educar para as praticas do bem é o investimento que pode traduz a obtenção da ética e da moral. Tudo vai mal para nosso país com tantos desmandos administrativos. Estão deixando de lado o importante conceito social e humano na obtenção de pessoas sérias para a criação de um futuro de paz. Por outro lado, é bom lembrar que devemos ter consciência dos limites educacionais aliados aos conhecimentos, porque educação é cultura, e a cultura é uma arma de dois gumes, tanto edifica como destrói.

Tudo isso porque vivemos num mundo de intensas opções. Com o advento da pílula até nascer é uma opção. Há milhões de boas ou más opções hoje em dia. Transformaram as pessoas que estão nascendo, e pouco se sabe se com opção de amor, em figuras decorativas, frágeis seres opcionais com dependência econômica em seu futuro. O amor, a verdade, trabalho, a dignidade, as atitudes comportamentais, os meios para a corrida do ouro, o bombardeio sexual desmedindo idades, as baixas inclinações para o enriquecimento ilícito é mais triste das opções que algumas pessoas atualmente buscam, porém, fazem parte das inúmeras fórmulas opcionais da existência humana.

Mas, o que estamos comentando não é uma opção propriamente dita, é de uma alteração, uma alternação. Em muitos casos até a educação moderna dos liberalistas é uma opção, contudo, busca educar para a banalidade, a vulgaridade, mediocridade; informa, deforma e conforma, e nunca forma nem reforma. E assim, ficamos pensativos quando ouvimos ou lemos afirmações lacônicas de que “agora é tempo de construir”. Mas, se educar faz parte integrante da construção humana, porque não fazer muito mais para que os jovens entendam que pegando na enxada ou na caneta ele está ajudando no progresso de um país ou mundo melhor. É dizer a todos indistintamente que devemos deixar a natureza envolver a nossa tranquilidade, porque desta simbiose nasce à harmonia do equilíbrio da personalidade. :: LEIA MAIS »























WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia