Representantes da Prefeitura de Ilhéus, Embasa e de moradores do bairro Teotônio Vilela, zona oeste de Ilhéus, reuniram-se na manhã desta segunda-feira (16), no Centro Administrativo da Conquista, para pontuar as dificuldades encontradas nas ruas Belo Horizonte e Padre João Borges, duas das principais vias de acesso ao Colégio Fábio Araripe e ao Residencial Vilela. A comunidade busca soluções para os transtornos causados pelas chuvas que caíram sobre a cidade nos últimos dias e que resultaram em diversos alagamentos no bairro.

A reunião foi mediada pelo Secretário de Governo, Alisson Mendonça, que esteve acompanhado do Secretário de Serviços Urbanos e Infraestrutura, Hermano Fahning; do Superintendente de Obras, Átila Docio; vereador Abrahão Oliveira; Leopoldo Pimentel (Engenheiro da Embasa); parcela da comunidade do bairro Teotônio Vilela e do Presidente da Associação de Moradores do Residencial Vilela, Sputnik.

Para Alisson Mendonça, o Teotônio Vilela por ser um bairro nascido em áreas de mangue, sofre com problemas da falta de drenagem. “São áreas encharcadas que sofreram ainda mais com as recorrentes chuvas dos últimos dias. No encontro ficou decidido que na próxima quinta-feira (19), técnicos da Prefeitura e Embasa, estarão no local para a identificação dos bloqueios que causam os alagamentos. 

Na avaliação do vereador Abrahão Oliveira, a reunião foi proveitosa e elogiou o fato de a população pode ser atendida pelo governo, expondo suas dificuldades. “Emergencialmente será desobstruído o valetão e, em seguida, será feito o encascalhamento das ruas Belo Horizonte e Padre João Borges”, antecipou o vereador o pleito feito ao governo municipal.