WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  






:: 19/out/2018 . 15:23

Pai e filho são resgatados de trabalho escravo em fazenda

Operação com participação de auditores fiscais do Ministério do Trabalho encontrou irregularidades em propriedade rural do pai de um ex-deputado preso na Lava-Jato

Auditores fiscais do Ministério do Trabalho resgataram nesta semana um homem que era mantido em condições análogas às de escravidão com seu filho, na Fazenda Riachão, em Entre Rios (BA), durante uma operação da Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae-BA). A propriedade rural pertence a Manoelito Argôlo dos Santos, ex-prefeito de Entre Rios, dono de diversas fazendas de gado e pai do ex-deputado federal Luiz Argôlo, que cumpre pena de 11 anos e 11 meses em regime fechado após condenação na Operação Lava-Jato.

A equipe de fiscalização encontrou diversas irregularidades trabalhistas e o trabalhador que vivia com o filho em um alojamento com péssimas condições de saúde e higiene, sem água potável. Nenhum empregado das fazendas tinha carteira de trabalho assinada.

Além da fazenda Riachão, a equipe foi ao Rancho Alegre, também em Entre Rios, e não encontrou o proprietário – que foi visto na região, mas não apareceu para falar com os agentes públicos. Ao fiscalizar os locais e entrevistar os 15 empregados, os auditores detectaram diversos ilícitos, que resultarão em autos de infração, com aplicação de multas. Os trabalhadores não tinham equipamentos de proteção, ninguém fazia exames médicos ocupacionais e alguns recebiam menos do que um salário mínimo. Também não era feito o recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e ninguém tirava férias. Os relatos dos trabalhadores falam de até 30 anos nessas condições de trabalho.

Morcegos – Pai e filho encontrados em condições análogas à de escravidão estavam dentro de um casebre sem água, com gambiarras elétricas, manchas de fezes de morcegos nas paredes e banheiro contendo apenas um vaso sanitário sem descarga. Não havia local para armazenar alimentos, o que obrigava os dois moradores a usar arames para pendurar a comida em sacos, de modo a protegê-la de roedores. O empregado teve que levar colchões e roupas de cama próprios, pois o empregador não os fornecia. Além disso, eles tinham que usar a água suja de um poço, armazenada em vasilhames de óleo reaproveitados.

Outro fato que chamou a atenção dos fiscais foi que havia centenas de filtros de água de barro amontoados na varanda de uma casa da fazenda. Alguns estavam quebrados, mas muitos permaneciam dentro de caixas. A equipe documentou o fato e comunicou o Ministério Público do Estado da Bahia para que sejam apurados a origem e o destino do material encontrado.

As propriedades têm pista de pouso e hangar para aviões. Ao lado da casa da família na sede da fazenda Rancho Alegre há um grande parque de exposições, que leva o nome de seu proprietário, político influente na região e que se notabilizou pelas festas e os leilões de gado.

Pagamento – O valor total devido aos empregados pela fazenda supera os R$ 150 mil. Uma reunião foi realizada ao fim da tarde dessa quinta-feira (18) com os representantes do empregador, que se recusou a regularizar os vínculos e realizar o pagamento dos trabalhadores. Será ajuizada ação civil pública em face do empregador e ele também deverá ser responsabilizado por meio de ação penal.

Além dos auditores da Superintendência Regional do Trabalho, a força-tarefa contou com a participação do Ministério Público do Trabalho, da Polícia Rodoviária Federal e da Secretaria Estadual de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.

 

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE

1) OS CANDIDATOS QUE JOSÉ LEITE APOIOU NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES (PARTE 2).

2) LOJA MAÇÔNICA REGENERAÇÃO SUL BAIANA COMEMORANDO SEUS 35 ANOS.

3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

PSICOMUNDO <> LOUCURAS DOS POLITICOS EM NOSSO TEMPO <>

Bastante impressionantes certas delações premiadas e a postura da nossa população, sobretudo desconhecendo os modelos dessas artimanhas de muitos indivíduos para não irem residir nas celas dos presídios, locais escolhidos por eles mesmos. São tantos golpes premeditados contra a Nação Brasileira que não dá para entender quanta morosidade a nossa população enfrenta buscando as urgentes reações e legais da Justiça. Os brasileiros não encontram as cabíveis soluções para corrigirem as insuperáveis anarquias que mexem profundamente com os seus legítimos direitos de cidadão. São tantos os desmandos que surgem diariamente e dessa forma vem provocando a falta de confiança nos julgamentos dos poderes judiciais, tornando a nossa sociedade realmente promovida a ré.

Estamos perdendo a oportunidade de sair às ruas a fim de dar um basta em tantos golpes generalizados e neles estão os políticos mais famosos em denegrir a imagem do nosso País. Quando imaginamos as loucuras do Mensalão, do Petrolão, do Caixa 2 com as famigeradas empreiteiras que assaltaram o nosso país, das bilionárias campanhas políticas, da pedalada fiscal e vindo depois as inescrupulosas queixas de golpes contra a pobre democracia brasileira, tudo isso por conta de tantas reclamações em favor da moralidade. Não se pode esconder que são fúnebres manobras contra nossos direitos, e pagamos afinal tantos impostos que viram propinas para enriquecimentos ilícitos de criminosos burlando as leis do Brasil. São verificadas muitas notícias, alertando a opinião pública sobre as enfermidades do corpo político numa demonstração da urgente necessidade de mudanças das pessoas que dirigem o nosso país. São desconhecidas coisas visando melhorar aquilo que a razão diz que deve ser evidenciado sempre no respeito a todas as pessoas espalhadas em nossa nação.

Atualmente em todas as eleições em que os eleitores precisam analisar as escolhas dos seus representantes políticos, não se encontra projetos visando organização social e política num regime ético e sério. Estamos verificando mudanças escandalosas em todas as camadas sociais e não encontramos mais escolhas positivas em correntes políticas de direita e esquerda, que possam criar a transformação de nosso país o qual vive em rumo direcionado com imponderáveis atitudes desleais em todas as camadas sociais e normas políticas sempre envergonhando a todos nós. Escândalos: Mensalão, Petrobras, BNDES, JBS e outros, numa grande proporção de atos criminosos contra a economia brasileira, tendo como maior inimigo do Brasil a corrupção monstruosa, prejudicando os brasileiros, destruindo a situação financeira e acelerando demissões de trabalhadores com desemprego em massa. :: LEIA MAIS »

AGRISSÊNIOR NOTICIAS – Edição 690– ANO XV – Nº 14 – Outubro de 2018

UM NOVO BRASIL para o bem do seu povo

Luiz Ferreira da Silva

O problema do país não está só na questão política e, tampouco, no sistema em si. O atual, o distrital, o misto, ou o que for não tem a mínima importância, pois o buraco é mais embaixo: corrupção, nepotismo, malandragem, sinecuras, assessores de porra nenhuma, má administração, ignorância na aplicação dos recursos públicos e gerências incompetentes. Enfim; custo estratosférico para a sociedade. Isso abrange não só a Câmara Federal, o Senado e as Assembleias Legislativas, mas os demais poderes. Urge uma reforma global, pois, a ser enfrentada com coragem e destemor.

Como é possível sermos a oitava economia do mundo e, ao mesmo tempo, subdesenvolvidos, com mais de 50 milhões de brasileiros abaixo da linha da pobreza?! E produzirmos mais de 220 milhões de toneladas de grãos em contraste com a fome endêmica, consubstanciando-se um paradoxo cruel?!

Imaginemos 5.570 municípios com Prefeitos, Vereadores, parentes, aderentes, sugando o dinheiro público, ou com má fé ou por incompetência administrativa, incluindo obras desnecessárias e a falta de planejamento!

Mas isso não acontece no Legislativo. No Executivo e, com aspectos diferencias, no Judiciário, também. É um pool de Instituições pesadas, caras e pouco produtivas. São ralos que já não podem ficar mais abertos, razão fundamental das injustiças e da miséria de milhões de brasileiros, tapeados pelas bolsas e pelas cotas.

Que pontos deveriam ser atacados?

  1. Com respeito à estrutura política, o mote é economizar, evitar desperdícios, alijar os corruptos e selecionar pessoas competentes.

Algumas ideias:

(1) As cidades com menos de 100 mil habitantes não teriam Prefeitos e nem Vereadores. Imaginemos o quanto o país economizaria com tantos inaptos e ineptos!

O governo federal formaria gestores públicos, com treinamentos na FGV, que administrariam esses Municípios, com base em um programa articulado pela União com a participação do governo estadual.

(2) Uma reformulação radical na Câmara Federal e no Senado é urgente, reduzindo os exageros, pois é inconcebível se sangrar os cofres públicos para pagamento de mordomias a uma turma privilegiada, dominada por incompetentes e preguiçosos políticos, sem quaisquer retornos à Nação.

Eles passariam à condição de servidor público, seguindo os seus estatutos e tabela salarial. O Senador se enquadraria no teto: R$ 33.700,00; e o Deputado, 90% deste. Para ambos, uma ajuda de custo de 20% para cobrir aluguel e outras despesas por estarem fora de seu domicílio. Somente isso e mais nada.

Por outro lado, nada de assessores, carro oficial privativo, passagens de avião, telefone e gabinetes suntuosos. Assim, como o governo formou gestores públicos, disporia de um pool de competentes consultores, aos quais os Senadores e Deputados poderiam recorrer em auxílio quando da elaboração de seus projetos.

O gabinete seria uma sala de, no máximo 16,00 m2, com uma secretária apenas. Só, somente só! Com o tempo, depois de um freio de arrumação, apenas os competentes e comprometidos com a causa pública sobreviveriam.

Imaginemos a economia, quando hoje um deputado custa anualmente R$ 2.150.000,00 e convivendo numa estrutura de alto luxo!. Isso sem se contar com os altíssimos salários do excessivo número de servidores!.

(3) Quanto às Assembleias Legislativas e Câmara de Vereadores, a mesma vassourada, sem pena e nem dó. Que dinheirama não sobraria para os Estados e Municípios?

  1. Também o Poder Executivo entraria nessa nova concepção de Estado competente, apesar de ser o primo pobre com menos ralos, pois há certo gerenciamento e formação de jovens competentes com a criação das chamadas carreiras do Estado. O gargalo maior está nos cargos comissionados, preenchidos por políticos incompetentes que causam elevados ônus ao país.

:: LEIA MAIS »

NOTÍCIAS DA AVEP

CAPITÃES RENATINHO DOS LEAIS E MARCONI GANHAM NA 18ª RODADA

Dia 14 (domingo passado) a Associação dos Veteranos de Esporte Praiano –AVEP, entidade de “babas de praia” quase centenária em atividade de Ilhéus, dando sequência à sua Programação 2018, realizou a 18ª rodada desta modalidade esportiva onde, no Campo Grimaldo o Capitão Renatinho dos Leais abateu a equipe do Capitão Alvinho pelo escore de 4 a 1 com gols do próprio Renatinho dos Leais, Crispa da Galera do Fla(2) e Alex de Moises; para a perdedora conferiu o volante Podão. No Campo Martial o quadro do Capitão Marconi venceu o do Capitão Luís Eduardo por 4 a 2, marcando para o vencedor o próprio Marconi(2), Nilton do BB e Duda Pantera; para o perdedor fizeram os gols Paulô da Bitway e Ismar Landgol. Como de praxe a rodada aconteceu na praia da Av. Soares Lopes, imediações do espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Arbitraram os ‘babas’ os juízes Wilson Salviano (Campo Martial) e Vinicius Silva. Ambos pertencentes à Associação de Árbitros de Futebol de Campo de Ilhéus – AAFCI e atuaram, conforme os olheiros de árbitros, de maneira satisfatória. Levaram Cartão Amarelo os indisciplinados e meios indisciplinados atletas avepianos: Elindro Picolé, Zugaib da Ceplac, Marconi e Ismar Landgol.

Equipes no Campo Grimaldo

(Cap. Renatinho dos Leais): Goleiro Marcelo(Rodrigo entrou no intervalo), Djalma Peludo, Robertão(Pescador entrou no intervalo), Passos de Uruçuca e Gutemberg Trator; Adauto Negocinho, Eliandro Picolé, Passos de Uruçuca, Renatinho dos Leais, Alex de Moises, Paulo Carqueija(Luís Humberto entrou no intervalo) e Crispa da Galera do Fla

(Cap. Alvinho): Goleiro Rosivaldo, Gilson, Udson da Civil(Mario Filho entrou no intervalo), Alvinho, Vado do Bradesco(Cesar II entrou no intervalo) e Haroldo(Silvio Reis entrou no intervalo); Souza da Polícia, Podão, Daniel Murta, Zezinho da Baixa Fria e Garrancho 100 Anos de Praia(Melgaço entrou no intervalo e Sena entrou em seu lugar aos 10’ da 2ª etapa)

Equipes no Campo Martial :: LEIA MAIS »

SambaDELAS


O projeto SambaDELAS, foi criado pelo Coletivo CEARABUCANAIAR, reúne seis das maiores artistas da região, que fazem um samba com protagonismo feminino.
Eloah Monteiro, Laís Marques, Jacque Barreto, Ticiana Belmonte , Gabriela Maja e Luana Karla (que nesse infelizmente não vai poder participar), tem um repertório diversificado entre sambas conhecidos e músicas autorais.
O SambaDELAS é garantia de um grande espetáculo com muita animação, alegria e descontração, mostrando, além disso, a importância da atuação feminina no samba. Esse, além dessas lindezas, vai ser num cantinho especial da cidade, uma oportunidade de fomentar um dos mais belos cartões postais: Mirante da Piqueira. Entrada gratuita !
O evento é uma promoção da Secretaria de Cultura de Ilhéus, por meio do qual foi ganhador do Edital Cultura Livre, na categoria Música.
Cola lá!!!
Local: Pikeira
Horário: 16:00 horas
Marília Arruda





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia