WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  






:: 13/dez/2018 . 15:41

Comitiva visita Biofábrica de Cacau e destaca qualidade da produção de mudas

A Prefeitura de Ilhéus participou de comitiva liderada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, em visita, na quarta-feira (12), de avaliação e balanceamento à unidade de produção de mudas do Instituto Biofábrica de Cacau (IBC), situada à Rodovia BA-262, Ilhéus/Uruçuca, no distrito de Banco do Pedro. Representaram o município, o superintendente de Ações Regionais, Angelito Dias, e o diretor de Fomento e Promoção da Secretaria Municipal de Turismo, Gerson Marques.

Estiveram presentes também o diretor-presidente do IBC, Lanns Almeida, o chefe de gabinete da secretaria estadual, Jeandro Laytyher, e líderes políticos dos municípios de Ilhéus, Itabuna, Camacan, Pau Brasil, Santa Luzia e Ibicaraí, além de representantes da Ceplac, universidades, agricultores e produtores. O secretário Jerônimo Rodrigues destacou balanço positivo do convênio entre o Governo do Estado e o IBC, para a produção de mudas destinadas à agricultura familiar.

Convênio – “Compreendemos o posicionamento da Biofábrica diante da cultura e cadeia produtiva do cacau na região, e isso gera credibilidade e confiança no convênio entre Governo do Estado e o Instituto Biofábrica de Cacau, pois sabemos que está sendo beneficiado quem realmente precisa”, enfatiza. O secretário adiantou que o convênio estará em vigor por mais quatro anos, a fim de garantir o replantio de mudas certificadas, não só de cacau, mas demais produtos pertencentes à região cacaueira e outros biomas do estado, tais como abacaxi vitória, açaí, cupuaçu, mandioca, entre outros.

Para Gerson Marques, a Biofábrica tem um papel fundamental na soma de diversas instituições para pavimentar o novo cenário da cacauicultura regional, que embarca um olhar mais amplo e muito mais tecnológico do que antes. “Fico sempre animado, pois acompanho o trabalho da Biofábrica desde o início, e é visível o ganho de produtividade e qualidade da instituição”, ressalva Gerson.

O pesquisador da Ceplac e conselheiro do IBC, José Marques Pereira, também salientou a importância dessa unidade de produção para a lavoura cacaueira. “Discutimos aspectos importantes a fim de tornar viável um plano de desenvolvimento para lavoura cacaueira da região, através dos progressos da Biofábrica, não somente no contexto do cacau, mas também diversificando em outros produtos”, salienta.

Instituto Biofábrica de Cacau – É uma Organização Social vinculada ao Governo do Estado da Bahia, que tem como missão produzir, multiplicar e distribuir aos agricultores materiais genéticos de mudas de alto valor agronômico. Possui uma área total de 63 hectares, com 20 vinte viveiros de mudas, sendo a maior área de viveiros em campo aberto do mundo. A capacidade de produção é de até 12 milhões de mudas ao ano.

 

ILHÉUS: A DERROTA DE ALISSON MENDONÇA APITADA POR JAILSON NASCIMENTO

Quem acompanha a política ilheense sabe, que estava dada como certa a vitória do vereador Paulo Carqueja como presidente da Câmara de Vereadores. Sabe-se também que o maior articulador para essa candidatura era o atual Secretário de Desenvolvimento Sustentável, o Alisson Mendonça.

As más línguas dizem que contra a vontade do prefeito Mário Alexandre, que queria como presidente da Câmara Jerberson Moraes e nos últimos dias por Jerberson e Carqueja serem do mesmo partido (o PSD) do prefeito e deles próprios, houve reunião que definiu um consenso entre as duas candidaturas: A de Alisson Mendonça (que articulava como presidente da Câmara o Paulo Carqueija) e a do prefeito Mário Alexandre (que articulava como presidente da Câmara o Jerberson Moraes).

Moral da história… Nem um nem outro.

No momento exato de colocar as candidaturas surge o imprevisível. O Jerberson (inicialmente candidato do prefeito), após retirar sua candidatura horas antes, e dado como certo apenas a candidatura única de Paulo Carqueija (inicialmente candidato de Alisson Mendonça) são surpreendidos com a candidatura de César Porto.

As boas línguas dizem que com uma articulação relâmpago de Jailson Nascimento, Tarcísio Paixão e Thadeu Muniz, com onze votos, elegem os vereadores César Porto, Escuta, Fabrício Nascimento e Juarez para a presidência da câmara de vereadores. Derrotando a candidatura de Paulo Carqueija como era esperado pelo secretário de marão, Alisson Mendonça.

Realmente política é um jogo que só sabemos o resultado após o último apito. E nessa quarta feira, 12 de Dezembro, o apito mais alto foi o de Jailson Nascimento e o de Alisson Mendonça tornou-se um apito mudo na Câmara de Vereadores de Ilhéus.

MP-BA realiza operação para combater entrada de drogas e celulares em presídios

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) deflagrou uma operação na manhã desta quinta-feira (13) para reprimir a entrada de drogas e aparelhos celulares por visitantes em presídios do estado. Denominada “Operação Metatheria”, a ação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (GAECO), em conjunto com a Coordenação de Monitoramento e Avaliação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap).   No total, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão nos estabelecimentos prisionais de Salvador e cinco mulheres foram presas temporariamente. Elas atuavam a serviço de uma facção criminosa com atuação no estado.  Os mandados de busca e apreensão e de prisão temporária foram expedidos pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organizações Criminosas e Lavagem de Dinheiro da Capital. Os alvos foram detentos dos presídios de Salvador e Lauro de Freitas e de mulheres cadastradas como visitantes que atuavam para a facção criminosa. Elas levavam drogas e celulares nas partes íntimas do próprio corpo para adentrar os presídios.     Segundo o Gaeco, o objetivo do grupo com essas ações ilícitas era facilitar a comunicação de lideranças da organização criminosa com seus comandados e aumentar seus ganhos financeiros por meio de um rentável comércio de drogas dentro dos presídios. Os mandados foram cumpridos nas residências das visitantes e nas celas ocupadas pelos detentos. Foram apreendidos drogas, armas, celulares, chips e escritos relacionados aos crimes investigados. Participaram da operação sete promotores de Justiça e 12 agentes policiais do MP-BA, 11 agentes da Coordenação de Monitoramento e Avaliação e oito agentes do Grupo Especial de Operações Prisionais da SEAP, além de 78 policiais militares.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia