No dia 28 dezembro do ano passado, completei MEUS 68 anos de idade e durante toda minha vida sempre tive amizades com pessoas com mais idade, isso me proporcionou mais experiência e amadurecimento.

Fui agraciado com amizades do quilate de Sá Barreto que foi meu segundo pai, e muito me ensinou a viver a vida com amadurecimento, cautela e muito humor. Lembro-me que ele sempre dizia “que a velhice era a ressaca da juventude”. Quando a pessoa queria ultrapassar os limites ele exclamava: “Quer passar de pato a ganso”? . Sá Barreto não gostava de ser considerado velho, pois ele tinha muitos planos a realizar no futuro.

A propósito, certo dia li uma história muito especial de uma senhora de 87 anos, que resolveu voltar a estudar, pois sempre sonhou em ter um estudo universitário. Na solenidade da formatura, ela fora escolhida pelos colegas para ser a oradora oficial, e ao aproximar do pódio, ela iniciou seu discurso dizendo: “Nós não paramos de amar porque ficamos velhos; nós nos tornamos velhos porque paramos de amar. Existem somente quatro segredos para continuarmos jovem, feliz e conseguirmos sucesso. Você precisa rir e encontrar humor em cada dia. Você precisa ter um sonho. Quando você perde seus sonhos, você morre. Nós temos tantas pessoas caminhando por ai que estão mortas e nem desconfiam! Há uma enorme diferença entre ficar velho e crescer. Se você tem dezenove anos de idade e ficar deitado na cama por um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficara com vinte anos. Se eu tenho oitenta sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer

coisa alguma, eu ficarei com oitenta e oito anos. Qualquer um consegue ficar mais velho. Isso não exige talento nem habilidade. A idéia é crescer através de sempre encontrar oportunidade na novidade. Isso não precisa nenhum talento ou habilidade. A idéia é crescer sempre encontrando a oportunidade de mudar. Não tenha remorso. Os velhos geralmente não se arrependem daquilo que fizeram, mas sim por aquelas coisas que deveriam ter feito. As únicas pessoas que tem medo da morte são aquelas que tem remorso ”. Ela concluiu seu discurso cantando corajosamente “A Rosa” e desafiou a cada um a estudar a poesia e vivê-la na vida diária.

Uma semana depois da formatura, Rosa morreu tranquilamente em seu sono. Mais de dois mil alunos da faculdade foram no seu funeral, em tributo à maravilhosa mulher que ensinou, através de exemplo, que nunca é tarde demais para ser tudo aquilo que você pode provavelmente ser, pois na verdade ficar velho é obrigatório, crescer é opcional.

Leia esta mensagem com o coração e ficará mais sábio, porém se ler somente com a mente estará apenas mais velho.

Colaboração de Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa