Cada vez mais, os blocos de rua ganham força nos bairros, através da iniciativa dos próprios moradores de promover sua folia, como aconteceu neste fim de semana. Mesmo com o sol escaldante do sábado (23), a galera que foi prestigiar o bloco tradicional “As Muringuetes” no Pontal não desanimou.

Por volta das 12 horas, o Pontal já recebia uma multidão de pessoas para desfilar ao som do cantor Abdias (banda Chupeta de Ganso). O bloco sem cordas arrastou uma grande quantidade de homens travestidos de mulheres, levando alegria e descontração por onde passavam. Os foliões acompanharam o cortejo pelas principais ruas do bairro, que só terminou às 22 horas.

O carnaval alternativo do bairro Hernani Sá manteve a tradição, com desfiles de blocos para todos os públicos. No sábado (23), a banda Lê Bandê agitou a comunidade cantando os clássicos do axé, pelo bloco da família, que desfilou no circuito Sylvio Silva (eixo principal). Neste dia, as marchinhas tiveram espaço também na folia.

Família – No domingo (24), o destaque foi para o bloco Pirulito, que animou a criançada, acompanhadas pelos seus pais. Segundo o Presidente da Associação de Moradores do bairro Hernani Sá, Adilson Conceição, a maior parte dos blocos eram da comunidade. A folia recebeu uma média de quatro mil pessoas por dia, incluindo moradores e visitantes. “A comunidade faz toda a diferença, o carnaval é feito para a família, com atrações que atendem desde o público infantil até a terceira idade”, disse.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, fez questão de participar da manifestação momesca. Presente todos os anos no bloco Os Caretas, o prefeito destacou o resgate do carnaval de outros tempos. “A criatividade e a alegria do nosso povo enfeitaram o carnaval em diversos bairros de Ilhéus. Faço questão de prestigiar as agremiações carnavalescas, visitar os amigos e, sobretudo, celebrar a paz e o amor com muita alegria e descontração, afinal Carnaval é isso”, declarou.

Sobre a não realização do carnaval oficial, o prefeito enfatizou que o município precisa conter despesas neste momento, mas que a avenida Soares Lopes será ocupada de forma espontânea pelos foliões, no sábado e domingo do feriadão, dias 2 e 3 de março. A Prefeitura irá garantir os serviços essências de saúde, trânsito e segurança.

POR SECOM