WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia


Abril 2019
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  






:: 5/abr/2019 . 15:25

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.

1) DE PAI PARA FILHO

2) SERÁ PRECISO MAIS 20 ANOS?

3) CDL DE ILHÉUS AVANÇANDO PARA O FUTURO.

4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

Município de Ilhéus está em alerta contra a Dengue e Chikungunya

Por Secom

Segundo dados obtidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o número de casos de Dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, cresceu 301,4% em 2019 na Bahia. O município de Ilhéus ainda não apresentou aumento significativo nos números de caso, porém o índice de infestação predial (IIP) do mosquito transmissor está em 10%. O Ministério da Saúde preconiza meta de 1%.

A combinação de altas temperaturas e chuvas, características do período de primavera/verão, aumentam as chances de proliferação do vetor transmissor, já que os moradores acabam descuidando da limpeza dos quintais. O mosquito procria-se até mesmo em depósitos pequenos com água parada como tampinhas de garrafas e folhas secas.

Considerando o alto IIP e o período de chuvas, a secretaria municipal de Saúde (Sesau), através da Vigilância em Saúde, está intensificando as ações de controle das arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya) realizando vistoria de rotina nos imóveis, bloqueio focal e perifocal de criadouros em situações de casos suspeitos e confirmados, pesquisa larvária em 1/3 dos imóveis e vistorias aos pontos estratégicos de 15 em 15 dias.

Além das ações de rotina, o Programa de Controle às Endemias conta com uma equipe de Educação em Saúde que realiza palestras principalmente nas escolas da rede pública e privada. De acordo com a Vigilância, não basta apenas um pequeno grupo combater a Dengue, precisa que cada morador se torne o agente de saúde da própria casa, identificando e eliminando os possíveis focos do mosquito.

 

Ilhéus sedia a 7ª Conferência Municipal de Saúde em abril

Nos dias 25 e 26 de abril, Ilhéus sedia a 7ª Conferência Municipal de Saúde, que este ano discute o tema “Democracia e Saúde”. Organizada pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) com o suporte da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a conferência vai reunir centenas de pessoas de todo o município, para traçar de forma democrática as diretrizes para as políticas públicas de saúde no município.

Até o dia da Conferências Central, entidades ligadas à área da saúde, gestores e prestadores de serviços do setor, sociedade civil organizada e usuários ganham legitimidade para ocupar esses espaços com a participação nas pré-Conferências, que acontecerão em vários bairros do município, inclusive nas localidades rurais. Este será um esforço para fazer valer a democracia popular e a gestão participativa do SUS.

As deliberações discutidas na conferência são resultantes dos debates ocorridos nos bairros, através das pré-conferências. É esta representatividade local que garante a legitimidade do evento como instância colegiada dos vários segmentos representados. Serão debatidos ainda nos em eixos temáticos, Saúde como direito, Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e financiamento.

Considerado o maior evento de participação social no município, as conferências proporcionaram transformações históricas para a gestão da saúde no Brasil, como no caso da 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986, cujo relatório final serviu de base para a elaboração do capítulo sobre saúde da Constituição Federal de 1988, resultando na criação do SUS.

POR SECOM

ILHÉUS RECEBE ESPETÁCULO INSPIRADO NA POESIA DE MÁRIO QUINTANA

No dia 17 de abril, uma quarta-feira, o Teatro Municipal de Ilhéus vai ser o palco do Crianceiras. O espetáculo mistura linguagens cênicas e musicais com obras de grandes poetas brasileiros. Com dois álbuns lançados e sete anos na estrada, o grupo homenageou o poeta Manoel de Barros no primeiro trabalho. O atual é inspirado na poesia de Mário Quintana.

Além de dar forma musical aos
poemas de Quintana, a apresentação traz ao palco elementos do teatro de papel e
de brinquedo, com cenografia do designer e artista plástico Carlo Giovani.

A Villa Verde produz a apresentação em Ilhéus. De acordo com a direção da escola, a dinâmica lúdica do espetáculo aproxima a poesia do universo infantil. No enredo, o personagem vive numa pequena cidade, que, com o tempo, passa a ser habitada por pessoas e formas de viver de outros lugares. É assim que a diversidade da existência – suas cores, valores e sons – desvela-se para o artista e a plateia. Em cena, a presença dos outros, do novo e a celebração da multiplicidade são alegorias da chegada da primavera e do próprio movimento da vida.

A equipe da escola usa poemas musicados pelo Crianceiras nas suas atividades. Por isso, no ano passado, quando a trupe se apresentou em Salvador, a Villa Verde levou suas turmas para assistir ao espetáculo. Dessa vez, o colégio aproveitou a nova vinda do grupo à Bahia e conseguiu um espaço para Ilhéus na turnê. :: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia