WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031






:: 11/ago/2019 . 19:23

A FAMÍLIA R2CPRESS TE DESEJA UM FELIZ DIA DOS PAIS

Bahia Faz Ciência – Cientista baiana cria nova vacina para alergias

Quando concluído, o trabalho promete revolucionar o tratamento de doenças alérgicas   
A ciência ainda não tinha criado um tratamento para alergias de maneira eficaz e sem efeitos colaterais, até surgirem os primeiros estudos de biologia molecular. Agora, um grupo de pesquisadores da Bahia, liderado pela professora Neuza Alcântara Neves, decidiu desenvolver uma nova forma de combater as doenças alérgicas, a partir desta técnica. O projeto, que é produzido simultaneamente em Salvador e na Europa, traz a recombinação dos agentes causadores da reação alérgica no organismo do indivíduo com o intuito de curar a alergia ao ácaro, a mais comum entre a população baiana.
De acordo com a cientista, o trabalho teve início há mais de 10 anos no laboratório de Alergia e Acarologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde, junto a um grupo de pesquisa, ela presta serviços para a empresa Alergolatina, ao mesmo tempo em que realiza estudos sobre alergia e asma com a população de Salvador em colaboração com os professores Maurício Barreto, Camila Figueiredo e Álvaro Cruz da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Ufba. “Através deste trabalho, mostramos que as alergias são muito prevalentes na capital baiana e resultam em grande custo financeiro por parte da saúde pública para disponibilizar tratamento”, sinalizou.
A diferença em relação às vacinas que já existem está na quantidade de efeitos colaterais. “Em vez de utilizar o próprio organismo que causa alergia para gerar imunidade no paciente, nesta nova vacina, o gene que codifica a proteína causadora da reação alérgica no indivíduo é colocado em uma bactéria que faz ela produzir grandes quantidades desta proteína. Este processo diminui para quase zero a possibilidade de a vacina gerar efeitos adversos como sintomas de alergia comuns em vacinas de extratos”, explicou.
Vale ressaltar que, a princípio, o trabalho está destinado à alergia ao ácaro, conhecida como Blomia Tropicalis, que é uma das mais comuns entre a população baiana. Segundo Neuza Alcântara, se o projeto for concluído abrirá portas para que sejam criadas outras vacinas a partir deste modelo. E quando se trata de conclusão, esta é uma etapa que exige atenção, pois de acordo com a pesquisadora, a iniciativa precisa de financiamento para poder avançar. “Assim como qualquer imunização, esta vacina precisa passar por testes antes de ser comercializada. Por se tratar de biologia molecular, é necessário um laboratório que produza as moléculas com boas práticas e um biotério registrado na Anvisa. Chineses se mostraram interessados”, afirmou.
Atualmente, há uma preocupação latente em deixar que uma descoberta tão importante para o cenário da saúde seja reconhecida como uma realização da comunidade acadêmica brasileira. Conforme Neuza, o grupo iniciou uma nova forma de arrecadar recursos. “Não levamos a proposta da China adiante, pois o país não costuma respeitar as patentes estrangeiras, por isso contatamos o Instituto de apoio à pesquisa e inovação de Minas Gerais (Biominas) que poderá nos ajudar a encontrar investidores interessados em comercializar esses produtos, que já estão patenteados”, ressaltou.
Quando o trabalho for concluído, a vacina tem potencial para fornecer ao Brasil, e outros países, um tratamento mais eficaz e moderno, com baixo custo e mais acessível, com destaque para América do Sul e Ásia, locais com predominância de alergia a ácaros da poeira. O grupo de pesquisa ainda recebeu apoio da professora Fátima Briza, da Universidade de Salzburg, na Áustria, onde foram realizados os testes das primeiras moléculas hipoalergênicas.
Os professores da Ufba, Carina Pinheiro e Luís Pacheco, e o pesquisador Eduardo Silva Costa, junto a diversos estudantes de graduação e pós-graduação, também contribuíram para o desenvolvimento do produto e na busca por obter novas vacinas. “Nossos estudos nos levam a próxima molécula que se trata do Dermatophagoides peteronyssinus, o ácaro mais alergizante e presente a nível mundial”, finalizou.
Bahia Faz Ciência
A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail [email protected]

PSICOMUNDO <> CEGOS, SURDOS E MUDOS COMANDAM DESTRUIÇÃO HUMANA <>

Ninguém jamais poderá continuar a enganar o povo. A sua voz é soberana e quando for necessário o uso da hora da verdade, os que usam a malandragem para gozar de benefícios próprios serão agraciados pela perca da sua dignidade e todos continuarão dando enormes berros: como os políticos são desonestos e corruptos! Isso é o caso do antes e do depois, sendo uma verdadeira falta de compostura e cumprimento da palavra de honra empenhada para com eleitores pobres, trabalhadores e sendo abusados da sua confiança. E, no entanto, não sabemos até quando vai perdurar esse estado de coisa! Esperamos que os eleitores observem a carruagem já com os príncipes encantados de todas as qualidades de partidos, prometendo que vão salvar o Brasil e tirar Ilhéus desse marasmo. São coversas de tantos inusitados e falsos profetas. É uma tempestade de indivíduos na busca do jogo do poder.

Queria entender mais de política para poder saber por que certos indivíduos quando não comungam os mesmos descréditos, se desfazem, e fica um odiando o outro? Coisa que deixa muita curiosidade também é a existência de determinado partido que quando seus componentes saem ou pedem para se afastar para seguir outro rumo, ficam no mínimo intrigados entre si. Outro assunto que deixa muito o eleitor pensativo é o fato de que quando existem estranhos acontecimentos sobre falta de ética, corrupção e outras mazelas criadas por elementos gananciosos querendo enriquecer de um dia para outro, não encontramos autoridades competes para punir de forma imediata os chamados delicadamente de colarinhos branco! Somos a favor de que ladrão do erário público não precisa ficar preso para evitar prejuízos com despesas de manutenção dessa espécie, gastar energia elétrica para que, oferecer acomodações de luxo de forma geral, basta tomar todo o dinheiro subtraído por eles dos cofres públicos e aplicar novamente em coisas sérias nesse país. E presidiários políticos brasileiros custam caro em nosso país.

Vem aquela pergunta: se não existe união dentro da sua base partidária, os políticos aproveitadores de plantão estão querendo mesmo assumir o que? Como por exemplo, seria uma prefeitura, uma câmara de vereadores, transformando-se em supostos representantes de uma cidade formada por uma comunidade, com associações de classes, que por sua vez, tem uma vasta necessidade de organização social e política! Achamos que falta o grande compromisso político com qualidade para o Brasil. Os eleitores precisam urgentemente ficar de olhos bem arregalados para todas as direções, e os ouvidos para verificar as conversas de bastidores dessa gente, observando se têm a responsabilidade para serviços administrativos tão carentes para a nossa população. Todos têm o recíproco dever de saber como imagina um político e a turma que ele comanda, fazendo apologia e sua propaganda, na maioria das vezes enganosa, dizendo que esse ou aquele é melhor e vai salvar a todos, e se ele for eleito à felicidade das pessoas da nossa Pátria vai voltar a crescer com homens dignos e honestos.

Posição determinante para alcançar o êxito da ética, seria acabar qualquer organização perniciosa formada por indivíduos que tramam metas para beneficiamento dos seus próprios interesses. O certo é que sempre quando existem jogos de interesses que determinado grupo que busca vantagens, farinha pouca meu pirão primeiro, dando início a uma guerra partidária interna. Em outra análise, é assim que falam quando políticos sabidos demais querem comer o filé sozinho, e deixar os ossos para quem quiser ficar com a parte magra e sem nenhum valor nutritivo. Nessa onda de falcatruas, tem elementos disfarçados de autoridades, usando sua arte desprezível do exercício da pratica do crime do falso testemunho e busca o que lhe faz bem. Incrível, mas, tem autoridades públicas em relevantes cargos ou funções que metem, por quê? Não sabem que o uso do cumprimento da verdade é uma questão de justiça de Deus e dos homens?

Lembrando a exuberância da capacidade de Ruy Barbosa, ele deixou escrito: “Há tantos homens burros mandando em homens inteligentes que às vezes fico pensando que a burrice é uma ciência.” “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se da justiça, e ter vergonha de ser honesto.” A população é obrigada

analisar minuciosamente a escolha dos seus representantes. Evitar trocas de favores e recebimentos de bens para sufragar o seu voto na urna. É a consciência humana que está em jogo em benefício de uma comunidade, e não uma vantagem individualizada. :: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia