O prazer de romper o Ano e iniciar o Ano Novo através de abraços, desejos de felicidades, de congratulações, fogos, festas e muitas “alegrias”, virou COSTUME praticamente irreversível…Tudo bem, isso é bom, é importante. Mas, o ideal mesmo é que todo DIA SEJA também festejado – não só através do zap, do facebook, do instagram, do twitter, do telefone ou outros meios de comunicações – mas que as pessoas se congratulem, abracem-se, reúnam-se e se encontrem de forma alegre e respeitosa, no seio familiar, nas escolas, no trabalho, nas ruas das cidades, no trânsito, nos bares, nos restaurantes e em outros lugares, até mesmo nos momentos de tristezas. Isso é o ideal para o viver e conviver em sociedade, pois “DEUS CRIOU O MUNDO E CONFIOU AOS HOMENS”… NAMASTÊ