WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


Fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829






:: fev/2020

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE

1) 60 ANOS DE JOSÉ LEITE EM ILHÉUS (9).

2) MAÇONARIA: UMA REUNIÃO INESQUECÍVEL.

3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

Secretaria de saúde discute plano municipal de contingência para novo coronavírus

Foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) nesta quinta-feira (27) uma reunião de alinhamento do plano municipal de contingência para o enfrentamento do novo coronavírus e a flexibilização do protocolo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU192), com os coordenadores do Departamento de Atenção Básica, Média e Alta Complexidade, Assistência Farmacêutica, Vigilâncias e Regulação.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela,  o plano será elaborado pelo setor de Vigilância. Alguns materiais e equipamentos já foram solicitados para uso dos profissionais, a exemplo de máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção.

“É muito importante que a Sesau esteja preparada para a possível chegada da epidemia no município. Embora em Ilhéus ainda não tenham sido notificados casos de contaminação, as medidas de precaução estão sendo discutidas e alinhadas em toda rede”, ressaltou o titular da Sesau.

A elaboração do plano segue as recomendações do Ministério da Saúde e deve ser adotada por todos os setores envolvidos na ação. Também serão oferecidos treinamentos e medidas educativas com a distribuição de materiais informativos nas escolas, postos de saúde, unidades de pronto atendimento, aeroporto, terminal rodoviário, no porto e nas demais áreas de vulnerabilidade, visto que Ilhéus é uma cidade turística e durante a alta temporada recebe um número significativo de visitantes.

Os treinamentos acontecerão na rede e serão ministrados pelo setor de Vigilância Ambiental. A Sesau prevê uma reunião aberta para a próxima segunda-feira (2), no auditório do órgão, na qual serão abordados o plano e atualizações referentes ao cenário da doença com base em dados nacionais. Imprensa e profissionais da área de saúde estão convidados a participar.

Prevenção –  O Ministério da Saúde orienta sobre os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contaminação e transmissão do coronavírus. Entre as medidas preventivas: Higienização adequada das mãos; Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; Limitar movimentação do paciente e evitar trânsito de pessoas no quarto; Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência. Profissionais de saúde devem utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medidas de precaução padrão de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

 

Correios implanta CEP individual em Aritaguá e algumas áreas urbanas de Ilhéus

Os moradores do distrito de Aritaguá e de determinadas áreas urbanas de Ilhéus, já podem utilizar seus cadastros bancários, realizar compras pela internet e usufruir dos serviços de transportadoras para entregas à domicílio. A notícia foi confirmada pela Superintendência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, em Salvador, com a presença do superintendente estadual dos Correios na Bahia, José Oliveira.

Em atendimento a Lei 4.024, de 3 de julho de 2019, os Correios publicaram oficialmente a codificação postal da sede do distrito de Aritaguá e das áreas urbanas isoladas, entre elas, Vila Juerana, Mar e Sol, Joia do Atlântico, Paraíso do Atlântico, Barramares, Verdes Mares, Ponta da Tulha, Vila Mamoã e Queimada. Também foram definidas as áreas urbanas do distrito de Olivença, que deverão ser oficializadas no mês de março próximo.

Conforme a lei, o prazo para as concessionárias dos serviços de abastecimento de água, tratamento de esgoto e energia elétrica adequarem seus cadastrados com atualização dos topônimos das localidades, venceu no mês de janeiro último.

Gravação de áudio da Uber é aliada em casos de assédio sexual

O novo dispositivo de segurança disponibilizado pela Uber, que permite gravar áudios durante viagens e enviar para a empresa, é um importante aliado para garantir a segurança jurídica tanto de passageiros, quanto de motoristas. A jurista e advogada especializada em Criminologia e mestre em Direito Penal, Jacqueline Valles, explica que a gravação tem amparo legal e seus áudios fornecem as provas necessárias para a acusação e/ou defesa de um caso. “Essa nova ferramenta é legal e constitui uma prova lícita que pode ser anexada ao processo para esclarecimento dos fatos. É muito útil ao processo e investigação criminal”, observa.

O U-Áudio pode ser utilizado por motoristas e usuários. A empresa, que garante a privacidade dos áudios, informa que os arquivos podem ser compartilhados somente com o suporte do próprio aplicativo e, em caso de investigações, enviados às autoridades policiais e jurídicas. Os arquivos, completa a Uber, são “criptografados e armazenados diretamente no dispositivo de quem fez a gravação”. Os usuários poderão relatar um incidente de segurança e anexar o arquivo de gravação de áudio ao final de uma corrida.

A jurista observa que, além de servir como prova, o novo recurso confere mais segurança para todos. “Há na mídia muitos relatos de assédio e importunação sexual sofridos por mulheres no transporte por aplicativo. Se não houver um flagrante com testemunhas, as gravações se configuram como uma prova incontestável de uma conduta criminosa ou de uma falsa acusação”, completa a jurista.

O recurso confere, também, maior proteção às mulheres que se sentem mais vulneráveis no uso do transporte por aplicativo e tem o poder de inibir a ocorrência de crimes “A disseminação da informação de que as pessoas podem gravar áudios das viagens tem um caráter preventivo e pode inibir o eventual crime”, avalia Jacqueline.

Onde está Carol?

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE ATANAGILDO RIBEIRO

É com imenso pesar que informamos o falecimento de Atanagildo Ribeiro, professor e grande babalorixá, deixou um imenso legado para cidade de Ilhéus, onde era popularmente conhecido e muito amado.

 

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE ESPECIAL.

 

1) 60 ANOS DE JOSÉ LEITE EM ILHÉUS.

2) RELEMBRANDO OS CARNAVAIS DE ILHÉUS.

3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

Cinco dicas para cair na folia sem deixar de lado os cuidados com a saúde bucal

Mesmo durante a folia é preciso tomar certos cuidados para garantir que o sorriso e o corpo continuem saudáveis

Um dos feriados mais aguardados do ano é o Carnaval e, se você é um folião, já deve estar em ritmo de alegria, mas saiba que a saúde – inclusive bucal – também deve fazer parte do seu planejamento.

Nessa época do ano é preciso tomar alguns cuidados para que as mesmas coisas que garantem a diversão não se tornem grandes vilões da saúde ou estraguem o sorriso saudável que você nutriu o ano inteiro, provocando consequências muito mais duradouras do que as festas do mês. É o que afirma o Dr. Edmilson Pelarigo, Diretor Clínico da OrthoDontic, maior rede de clínicas de ortodontia do Brasil.

Para te ajudar a se preparar, o especialista separou cinco dicas para aqueles que querem cair na folia sem deixar de lado os cuidados com a saúde bucal. Confira:

Higiene

O carnaval, assim como qualquer outro período festivo altera a rotina e faz com que negligenciemos hábitos básicos, como os relacionados à saúde bucal. Durante os dias de festa, tente não se esquecer de fazer a escovação após as principais refeições, principalmente se houver ingestão de açúcares – que também estão presentes nas bebidas alcoólicas.   

Alimentação

Durante a folia, além da saúde bucal, a alimentação também pode ficar em segundo plano. Ficar longos períodos sem comer está entre os principais hábitos que desencadeiam o mau hálito e, além disso, ingerir somente alimentos ricos em açúcares e carboidratos favorece a proliferação de cáries. Frutas como maçã e morango são fáceis de carregar, funcionam como adstringentes naturais e são uma boa pedida para um “lanche” em meio às festas.

Álcool

As bebidas alcoólicas costumam ser ácidas e, em alguns casos, contém muito açúcar. Esta é uma das combinações mais perigosas para os dentes, uma vez que o ácido pode causar desgastes no esmalte e os açúcares em excesso resultam em cáries. A ingestão excessiva de álcool também pode ocasionar vômitos, outra ameaça para as camadas superficiais do dente por conta da acidez do estômago. Uma boa dica é intercalar os drinques com água, que evita a desidratação e o acúmulo destas substâncias nos dentes.

Sol

Algumas das maiores festas no País acontecem à céu aberto e duram quase uma semana. Proteger a pele do excesso de sol já faz parte da rotina dos foliões, mas muita gente esquece que os lábios também precisam de proteção. A incidência solar prolongada sobre os lábios é um dos fatores de risco do câncer de boca.

Doenças

Como o beijo é marca registrada das folias, é comum que haja proliferação de doenças transmitidas pela saliva, como a mononucleose e a herpes. Estes tipos de vírus causam lesões na boca, desidratação, indisposições, febres e são mais “agressivos” para quem está com a imunidade baixa. Portanto, vale o cuidado com a saúde de forma geral durante as festas, além de muita hidratação e alimentação balanceada.

DONA PONTE VEM AÍ… FALTA O SISTEMA VIÁRIO URBANO

Walmir Rosário*

Há mais de um ano que venho sendo presenteado pelo vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, com fotos bem produzidas sobre o andamento da obra de construção da segunda ponte que ligará o centro de Ilhéus ao bairro do Pontal e ao resto do mundo. Fotógrafo profissional de reconhecida competência, Nazal também brinda os amigos e profissionais da imprensa regional com informações importantes do ponto de vista técnico da obra.

Falar de José Nazal pelo seu amor a Ilhéus é como chover no molhado, mas, a título de informação, não poderia eu deixar de traçar poucas linhas sobre a ponte estaiada – uma novidade na Bahia –, já considerada como um dos mais belos cartões-postais de Ilhéus. A cidade, de reconhecida beleza natural, incorpora uma arte moderna à sua paisagem para contrastar com a beleza arquitetônica do casario construído em épocas distinta da história.

Tive a felicidade de acompanhar os contatos iniciais – desdes as promessas – de construção na nova ponte, primeiro como jornalista, depois como participante da equipe do então prefeito Newton Lima. E, em todas as oportunidades, José Nazal estava na linha de frente, prestando informações históricas e técnicas sobre as possibilidades da implantação desse importantíssimo equipamento para o desenvolvimento da cidade.

De início, destaco a vasta colaboração de Nazal como um marco na área da comunicação, tendo em vista que nenhum veículo de comunicação – rádio, jornal, televisão, blogs ou outros tais – teriam condições para o empreendimento. E explico: nada de novo foi feito por Nazal, que apenas reeditou o chamado setorista dos velhos tempos, acompanhando, pari passu, o andamento, enquanto um veículo faria, apenas, grandes reportagens.

Mesmo fora do governo municipal, José Nazal não se esquivou de continuar colaborando com o governo estadual (dono da obra) e com as empresas construtoras, além de informar, em tempo real, de todos os estágios da obra. Como sempre acontece – principalmente na política – existem os céticos – ou apenas adversários – que dizem não acreditar na execução do projeto, que foi ganhando corpo a cada dia.

Como toda grande obra construída no Brasil, a segunda ponte, ou a dona ponte, como a denomina Nazal, possou por alguns problemas de continuidade, por conta do envolvimento da primeira – a segunda também – com a Operação Lava Jato. Não fosse isso, já estaríamos trafegando por ela há algum tempo, portanto livres dos constantes engarrafamentos na única via de tráfego atual.

Para nós leigos em engenharia, as informações – textos curtos e fotos – fornecidas por Nazal foram bastante enriquecedoras, por não conhecermos os meandros e detalhes da construção de uma ponte estaiada. De forma didática, Nazal passava cada filigrana técnica explicada pelos técnicos responsáveis pela construção, a exemplo da rotineira colocação dos cabos de aço de sustentação.

Em poucos dias teremos a entrega da obra pela empresa construtora e caberá ao governo do estado marcar a data da inauguração da ponte, com a escolha do nome do equipamento, o que poderá render questionamentos mil. De início, vamos ao primeiro questionamento: Qual o critério para a escolha da pessoa que emprestará o nome? Caberá aos cidadãos de Ilhéus a escolha desse nome?

Certo dia, em tom de brincadeira, questionei Nazal se com a nova ponte em operação, além da melhoria substancial do tráfego entre o centro e zona sul, não poderíamos, também, ter mais um problema… E explico: Como a ponte atual é o local preferido pelos manifestantes dos vários setores para realizar os protestos, passariam, também, a atazanar a vida da população realizando-os, concomitantemente, na outra ponte?

Pois é, já antevejo a festa da inauguração – mormente num ano de eleições municipais – com presenças de políticos e autoridades todos os tipos no palanque dos governos estadual e municipal. Melhor do que se apresentarem como pais e mães da criança, prestariam um grande serviço apresentar a execução de um projeto do sistema viário do município, retirando o tráfego do centro da cidade.

São obras de custo módico, tendo em vista as pequenas distâncias entre o bairro do Banco da Vitória e os dois pontos da BA-001 nos sentido Sul – proximidades de Olivença – e Norte – lá pelos lados da Ponta do Ramo. Com isso, grande parte do tráfego, principalmente o pesado, seria desviado do centro da cidade, evitando danificar o pavimento e equipamentos enterrados de saneamento.

Antes que passem a me chamar de insaciável, insatisfeito ou utópico, digo que esse sistema é uma das grandes dívidas que os outros dois entes federativos – Estado e União – devem a Ilhéus. Sem gastar muito verbo, pois todos são sabedores da importância de Ilhéus e região como colaboradores e contribuintes dos tesouros da Bahia e Brasil. A dívida é grande, está vencida e poderá ser levada ao cartório de protesto eleitoral.

Se querem saber como fazer o sistema viário, garanto que Nazal prestará mais esse obséquio por sua terra sem qualquer dificuldade.

* Radialista, jornalista e advogado

Praça Castro Alves entra em clima de festa com marchinhas de carnaval

A Praça Castro Alves de Ilhéus, popularmente conhecida como Praça da Irene, receberá nesta quinta-feira (20) as famosas marchinhas de Carnaval. De acordo com a organização do evento, o objetivo é resgatar a tradição das antigas festas momescas da cidade.

A abertura será às 19h, com apresentação do cantor Edu Neto. Às 19h30min, os músicos Itassucy, Bebeto e Lito Vieira tocarão as marchinhas dos antigos carnavais. Logo após, às 20h30min, será a vez da cantora Alana Lima subir ao palco. Não para por aí! Às 21h, os cantores Ivan Moraes e Tito Moreno vão embalar o público presente. A festa encerrará às 22h20min, com a primeira atração e mais convidados.

A Prefeitura de Ilhéus disponibiliza palco e toda parte da supervisão, com equipes da Guarda Civil Militar (GCM), Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade (Sutram) e da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), com ambulância e corpo técnico. A Polícia Militar da Bahia também auxiliará na segurança do evento.

 

Programação:

Marchinha de Carnaval na Praça da Irene
Data: 20 de fevereiro de 2020
Horário: 19h às 22h20min
Evento gratuito

Bloco Zé Pereira mantém tradição e abre Carnaval do Povo nesta sexta-feira (21)

A expectativa para os festejos de momo é grande e costuma reunir uma multidão durante os carnavais. Com mais de 30 anos de história, o bloco Zé Pereira vai abrir a sexta-feira do Carnaval do Povo (21). A concentração será mais cedo, a partir das 19h, em frente ao Bar do Jorginho com animação da Banda Flor do Caribe. A saída do bloco será pontualmente a meia-noite.

“Há um público fiel que há anos desfila no Zé Pereira. Bloco que abre os festejos do período oficial do carnaval e que merece o prestígio de todos os ilheenses. Com as marchinhas e canções dos bons carnavais, a charanga leva boa música e alegria pra quem sabe aproveitar o melhor da nossa cultura local. Por nossa cultura e pela reconstrução de Ilheus que empreendemos, tenho orgulho de ser ilheense” , disse o Prefeito Mário Alexandre.

E para dar lugar a alegria e a irreverência, mais de mil associados desfilarão pelas ruas. Se repetir o feito de 2019, serão mais de quatro mil foliões, que serão arrastados ao som das marchinhas entoadas por uma banda de sopro que promete animar a festa. Angélica Silva, diretora do bloco, assegura que este ano não será diferente.

“Por mais de três décadas cortejamos a alegria e a descontração. O Zé Pereira tornou-se uma festa, principalmente para a família, em uma das maiores manifestações de rua do Pontal. São milhares de pessoas que esperam chegar o período de Carnaval para liberarem toda sua irreverência e fantasia”, frisa.

Durante o trajeto, o bloco percorre as ruas do bairro, começando pela Dom Pedro II, em seguida vai para Rua Davi Maia, depois Passarela do Álcool, até chegar na Rua Casemiro Costa. Logo depois vai para Avenida Lomanto Júnior, e entra na Treze de Maio, passando pela Rua Castro Alves. O cortejo animado é finalizado na Praça São João Batista, por volta das 4h30min da manhã.

Tradição nas ruas – Considerado uma das agremiações mais tradicionais da cidade de Ilhéus, o bloco Zé Pereira criou uma forma de resgatar os antigos cortejos carnavalescos. No início, os participantes do grupo saíam do então famoso e frequentado Clube do Pontal após os bailes, mas queriam continuar a festa de Carnaval.

Os fundadores lembram ainda que tudo começou como uma brincadeira de moradores. Contam ainda que os primeiros foliões pegavam colheres de pau para bater nas panelas. O ritual da época era percorrer as ruas fazendo muito barulho. Os anos se passaram e o bloco Zé Pereira se tornou um clássico no Carnaval de Ilhéus.

UFSB abre Processo Seletivo para ingresso de novas/os estudantes

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) publicou Edital de Processo Seletivo para o ingresso de estudantes através da Rede Anísio Teixeira de Colégios Universitários (CUNI).  Os Colégios Universitários são parte integrantes da Universidade. São salas da UFSB que funcionam em instalações da rede estadual de ensino médio, por meio de um convênio assinado com o Governo do Estado da Bahia.

A seleção das/os candidatas/os às vagas disponibilizadas será efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) referente aos anos 2018 ou 2019.  A/O candidata/o aprovada/o no processo seletivo deverá comprovar conclusão do ensino médio, ou equivalente, no momento da matrícula.

Serão disponibilizadas, através deste processo seletivo, um total de 812 vagas, distribuídas nos dez CUNIs localizados em Coaraci, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Porto Seguro, Santa Cruz, Cabrália, Teixeira de Freitas e Itamaraju, além de dois novos CUNIs em Eunápolis e Posto da Mata.

Os cursos ofertados nesse ingresso são:

Bacharelado Interdisciplinar

– Ciências

– Humanidades

– Artes

Licenciatura Interdisciplinar em:

– Artes e Suas Tecnologias

– Ciências da Natureza e suas tecnologias

– Ciências Humanas e Sociais e suas tecnologias

– Linguagens e suas tecnologias

– Matemática e Computação e suas tecnologias

As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet, entre os dias 18 e 23 de março, por meio do seguinte link: https://sistemas.ufsb.edu.br/questionarios/index.php/465894?lang=pt-BR

Cada local de oferta possui vagas e cursos específicos. Para saber mais, acesse o Edital nº 08/2020 – Processo Seletivo para Rede Anísio Teixeira de Colégios Universitários.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia