WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


Fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829






:: 4/fev/2020 . 16:04

Sisu: candidatos selecionados têm até esta terça para fazer matrícula

Os estudantes classificados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 têm até hoje (4) para enviar às instituições de ensino a documentação necessária para matrícula no curso para o qual foram aprovados. A convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições tem início a partir do dia 7 de fevereiro e vai até o dia 30 de abril.

Foram classificados os estudantes mais bem posicionados, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. As vagas são distribuídas de acordo com a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012) e de políticas de ações afirmativas, que podem variar de instituição de ensino para instituição.

Amanhã também termina o prazo para participar da lista de espera do Sisu. Só pode participar da lista de espera quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções escolhidas no momento da inscrição.

*Com informações do Metro1.

Parceria entre município de Ilhéus e Estado da Bahia traz resultados para a cidade

O chefe do poder executivo municipal, investido da legitimidade como o enviado do povo para governar, no uso de suas prerrogativas como comissário da população, busca junto a outros entes de maior estatura, como o Estado, parcerias públicas para a melhoria da cidade que governa. É o caso da gestão municipal de Ilhéus e o Governo do Estado da Bahia. População é a maior beneficiária.

O prefeito ilheense, Mário Alexandre, por meio da parceria bem sucedida junto ao governador Rui Costa, conseguiu trazer grandes benfeitorias para a população, ao se valer da atribuição que lhe foi conferida, isto, para colocar Ilhéus num lugar digno perante a Bahia. A obra da nova ponte, em 2017, caminhava a lentos passos. Em audiência com o governador Rui Costa, Mário Alexandre requereu a celeridade do empreendimento. Com o pedido aceito, a nova ponte avançou, e, a tão esperada entrega já tem data marcada para inauguração, em março de 2020, resultado de um investimento de aproximadamente 95 milhões de reais.

Saúde – O mesmo se pode dizer em relação ao novo Hospital Materno-Infantil de Ilhéus, demanda também antiga da população que o Prefeito trabalhou na Bahia para trazer à cidade. O equipamento de saúde, que conta com obras já iniciadas, cujo ato de assinatura da ordem de serviço se deu com a rubrica do Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas, no início de dezembro último, custará 34 milhões de reais na reforma e ampliação do antigo Hospital Regional. A unidade materno-infantil terá 20 leitos de obstetrícia clínica, 10 para cirurgias, 12 para gestação de alto risco, 17 para pediatria clínica, 6 de pediatria cirúrgica, 10 de UTI neonatal, 10 de neonatal convencional, 5 de neonatal canguru, e 5 para o centro de parto natural.

Mais infraestrutura – O Prefeito de Ilhéus na parceria com o Governo do Estado também conseguiu atrair melhorias para as vias da cidade, também com a colaboração da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). 17 km do programa Asfalto Legal, de requalificação, atuou em 27 localidades das zonas urbanas de Ilhéus, a exemplo na nova Av. Litorânea Norte e no Iguape, sentido Aritaguá e Sambaituba. Em outras 27 localidades, está prevista a conclusão da requalificação asfáltica, programa que está a transformar e melhorar a mobilidade urbana de Ilhéus, como no bairro Nossa Senhora da Vitória, com a rua Arnoldo Neves e rua da Matriz que já promovem verdadeira transformação para a comunidade com a nova realidade urbana no local.

É o que acontece com o Banco da Vitória, mais uma comunidade beneficiada com o trabalho conjunto entre o município de Ilhéus e o Estado da Bahia. A construção da Vila Gastronômica cujo projeto executivo das intervenções é realizado pela Prefeitura, está em curso no Banco da Vitória com investimentos de 800 mil reais do Estado. Serviços de urbanização da área próxima da rodovia, calçamento e estacionamentos, arborização, paisagismo, sinalização, comunicação visual e iluminação, em 800 metros da rodovia BR-415 Ilhéus-Itabuna, vão proporcionar a valorização dos imóveis, além de potencializar o turismo, emprego e renda na localidade.

Duplicações – Já a duplicação da nova orla sul, é outra benfeitoria conquistada pelo município junto ao Estado. A via, que contou com obras de drenagem, pavimentação, construção de passeios, iluminação, ciclovia e paisagismo, por iniciativa da Prefeitura na retomada do projeto abandonado em 2012, em que apenas 40% havia sido executado, será duplicada na segunda etapa do projeto num trecho de 2,7 km da BA 001 no sentido Olivença, até o entrocamento da BR-251, para desafogar o tráfego na rodovia, com início após a entrega da nova ponte. :: LEIA MAIS »

Prefeitura informa horários de coleta de lixo no comércio e centro de Ilhéus

POR SECOM

Com o objetivo de melhor atender à população, a Prefeitura de Ilheús, por meio da Superintendência de Indústria e Comércio, informa os horários da coleta de resíduos sólidos (lixo) das ruas do Centro. O bairro terá atendimento duas vezes por dia conforme cronograma estabelecido entre as secretarias municipais de Serviços Urbanos (Secsurb), de Desenvolvimento Econômico (Semde) e a CTA, empresa responsável pela coleta.

A orientação é que o lixo seja colocado nas portas de residências e estabelecimentos comerciais do Centro pela manhã, das 7h às 9h, e pela tarde, das 17h às 20h.

Das 9h às 17h, horários pelos quais não há coleta, não deve ser feito o depósito do lixo, o que configura infração e risco de multa, é o que informa a Superintendência.

Acondicionamento – O lixo deve ser armazenado em sacos plásticos resistentes, sem líquido em seu interior. Materiais perfurocortantes, como cacos de vidro, devem ser embalados em papelão, jornal ou garrafas pet com tampa para evitar acidentes com os profissionais.

Estudantes desenvolvem adubo feito de planta baronesa

Trabalho busca transformar um problema de poluição ambiental em uma solução sustentável
A cada dia, o ser humano busca maneiras de reverter a poluição causada pelo urbanismo acelerado e o consumismo incessante. Com isso em mente, uma dupla de estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, localizado em Ilhéus, Sul da Bahia, utilizou uma planta conhecida como Baronesa para criar um tipo de adubo. A novidade é que esta planta, em sua forma original, possui um tamanho quase microscópico, mas, devido à poluição, acabou por cobrir diversos rios da região. Assim, ao mesmo tempo em que a produção deste novo fertilizante pode minimizar os impactos no ecossistema local, também é capaz de contribuir para o crescimento saudável de uma nova vegetação.
Lusbbel Queiroz e Lucas Barbosa deram continuidade em um projeto criado pelo pesquisador Bruno Carrasco, da Universidade Estadual de Santa Cruz, enquanto estudava no mesmo local que os garotos. O trabalho se trata da criação de um adubo para diminuir um processo chamado eutrofização, um fenômeno no qual o ambiente aquático poluído retém uma quantidade grande de nutrientes, e por isso aumenta a quantidade de algas que antes eram microscópicas. No caso dos rios em Ilhéus, o excesso de baronesa influencia na qualidade da água e impacta diretamente no ecossistema local.
Lucas afirma que diversas espécies de animais e alguns moradores são prejudicados com a contaminação. “Quando a poluição aumenta, ela se reproduz descontroladamente, empobrecendo os nutrientes da água. A baronesa absorve esses nutrientes, tornando-se muito rica em substâncias que auxiliam no desenvolvimento de plantas”, disse. Já o seu companheiro de equipe, Lusbbel, afirma que “além de tudo, o adubo também ajuda a diminuir a adição a fertilizantes químicos nas lavouras e incentivar a busca para utilizar matérias orgânicas como adubo”.
Em testes realizados com sementes de tomate cereja, com 12 vasos contendo dosagens variadas de adubo, foi constatado que a planta cresce de maneira abundante mais rapidamente quando conta com o fertilizante. Os testes também demonstraram que a viabilidade do adubo foi comprovada para ser utilizado em plantações não comestíveis, como plantio de cana-de-açúcar para geração de etanol e plantas decorativas. “Temos a pretensão de realizar testes para que futuramente possamos aprimorar o crescimento de vegetais”, disse o jovem pesquisador Lusbbel.
Com esta solução, além de reduzir o uso de adubos químicos nas plantações, será possível investigar fatores como a umidade local, avaliar a qualidade e o vigor das sementes e o crescimento das plantas. “Um dos primeiros resultados que obtivemos foi que tivemos uma perda de aproximadamente 97% de massa líquida para as plantas que receberam o adubo feito de baronesa”, afirmou Lucas. O trabalho agora passa por fases de aprimoramento, em que novos testes de qualidade serão realizados para testar a não contaminação e a comprovação da eficácia do adubo como substitutos de fertilizantes fabricados nas indústrias e utilizados nas plantações. O trabalho recebeu apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), do Programa Ciência na Escola e do Governo do Estado da Bahia.
Bahia Faz Ciência
A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail [email protected]

Emenda de Solla reforça caixa do Cristo Redentor, em Itapetinga, em R$ 1 milhão

Emenda de Solla reforça caixa do Cristo Redentor, em Itapetinga, em R$ 1 milhão

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) depositou nas contas do Hospital Geral Cristo Redentor, em Itapetinga, R$ 1 milhão para o custeio da unidade, recurso destinado via emenda parlamentar do deputado federal Jorge Solla (PT-BA). A quantia será utilizada na compra de medicamentos, insumos hospitalares e folha salarial.

“Houve esta solicitação da Fundação José Silveira, que administra a unidade, e nós atendemos com a compreensão de que o trabalho é bem feito e que esses recursos ajudarão a unidade, em 2020, a produzir ainda mais atendimento ao povo de Itapetinga e à toda a região, de mais oito municípios”, destaca Solla.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia