Realizada no dia 11 de fevereiro, a festa à Nossa Senhora de Lourdes reuniu a comunidade do Outeiro de São Sebastião, em Ilhéus, nesta última terça-feira. A procissão de homenagem à padroeira do bairro, teve início às 18h30, que após percorrer a localidade, retornou à Capela, onde foi celebrada uma missa pelo bispo Dom Mauro Montagnoli. O prefeito Mário Alexandre, junto à comunidade, prestigiou a procissão e celebração eucarística.

O bairro, que faz parte da formação e história de Ilhéus, guarda uma paisagem deslumbrante com vista para o mar, sendo o local da capela o principal ponto de contemplação. Construída pelos próprios moradores em 1949, a Capela de Nossa Senhora de Lourdes em Ilhéus foi erguida com pedras provenientes de uma pedreira próxima ao local, é o que relatam as moradoras veteranas. Na homilia, o bispo lembrou as aparições de Nossa Senhora na cidade de Lourdes, na França, em meados do século XIX, na pequena Gruta de Massabielle, local que hoje acolhe o Santuário da protetora dos enfermos.

Durante a celebração, a comunidade presente agradeceu a atuação positiva do município no bairro. “O prefeito Mário Alexandre sempre atende às nossas solicitações, promovendo a revitalização da capela, da escadaria e do mirante”, comentou o morador Élder Junior dos Anjos, que declarou como a comunidade está satisfeita com as intervenções realizadas pela Prefeitura com as obras de melhorias, inclusive com requalificação de ruas e passeios.

Para Mário Alexandre, a localidade é um patrimônio valoroso e abriga pontos importantes de visitação turística. “Participamos de mais um ano da festa junto à comunidade, aproveitando também para comemorar as benfeitorias realizadas. O Outeiro é um dos pontos mais antigos de Ilhéus e faz parte da história, cultura e da beleza da nossa cidade”, ressaltou.

Devoção – Segundo a devota Maria José Costa, após a construção, a Santa que existe hoje no interior da Capela estava situada no imóvel dos Velhos Marinheiros, na Avenida 2 de julho, de onde foi transportada para a Capela, isto, em virtude da devoção da família Lavigne, o elo originário de Nossa Senhora de Lourdes com o bairro, quando desde então tornou-se a padroeira. A Capela abre aos sábados para missa às 18h30 em Ilhéus.

O bispo Montagnoli explicou que foram dezoito vezes que a Santa Virgem Maria apareceu à uma humilde e enferma menina, de nome Bernadette, na França. O local das aparições, onde brota uma fonte de água, até hoje recebe devotos peregrinos na busca da cura de enfermidades e alívio para o corpo e para a alma.