Foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) nesta quinta-feira (27) uma reunião de alinhamento do plano municipal de contingência para o enfrentamento do novo coronavírus e a flexibilização do protocolo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU192), com os coordenadores do Departamento de Atenção Básica, Média e Alta Complexidade, Assistência Farmacêutica, Vigilâncias e Regulação.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela,  o plano será elaborado pelo setor de Vigilância. Alguns materiais e equipamentos já foram solicitados para uso dos profissionais, a exemplo de máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção.

“É muito importante que a Sesau esteja preparada para a possível chegada da epidemia no município. Embora em Ilhéus ainda não tenham sido notificados casos de contaminação, as medidas de precaução estão sendo discutidas e alinhadas em toda rede”, ressaltou o titular da Sesau.

A elaboração do plano segue as recomendações do Ministério da Saúde e deve ser adotada por todos os setores envolvidos na ação. Também serão oferecidos treinamentos e medidas educativas com a distribuição de materiais informativos nas escolas, postos de saúde, unidades de pronto atendimento, aeroporto, terminal rodoviário, no porto e nas demais áreas de vulnerabilidade, visto que Ilhéus é uma cidade turística e durante a alta temporada recebe um número significativo de visitantes.

Os treinamentos acontecerão na rede e serão ministrados pelo setor de Vigilância Ambiental. A Sesau prevê uma reunião aberta para a próxima segunda-feira (2), no auditório do órgão, na qual serão abordados o plano e atualizações referentes ao cenário da doença com base em dados nacionais. Imprensa e profissionais da área de saúde estão convidados a participar.

Prevenção –  O Ministério da Saúde orienta sobre os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contaminação e transmissão do coronavírus. Entre as medidas preventivas: Higienização adequada das mãos; Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; Limitar movimentação do paciente e evitar trânsito de pessoas no quarto; Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência. Profissionais de saúde devem utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medidas de precaução padrão de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).