WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa sesab bahia


Abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  






:: 11/abr/2020 . 18:11

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.

1) 60 ANOS DE JOSÉ LEITE EM ILHÉUS.

2) DATA DA INAUGURAÇÃO DA NOVA PONTE.

3) FLASH DA VIAGEM PARA JUAZEIRO DO NORTE.

4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

Casos confirmados de coronavírus aumentam para 29 em Ilhéus: Por Secom

Os casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) subiram de 27 para 29 nesta sexta-feira (10), conforme o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Até às 18 horas, Ilhéus registrou mais dois diagnósticos positivos da doença. Trata-se uma mulher, de 26 anos, residente no Basílio e de um homem, de 43 anos, morador do Nelson Costa.

Atualmente, a cidade contabiliza 147 casos descartados, 28 sob investigação (aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública – Lacen), 197 casos suspeitos de síndrome gripal, monitorados pela Central Covid-19 e 42 atendimentos, entre informações, dúvidas e demais solicitações, além de 11 curas clínicas do coronavírus. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou na última quinta-feira (9) o primeiro óbito por Covid-19 na cidade.

“As chances de contaminação devem aumentar significativamente se as recomendações e os cuidados não forem seguidos com rigor. Precisamos manter o distanciamento social, pois essa é uma medida eficaz para evitar a disseminação do vírus”, alertou o prefeito Mário Alexandre.

Nova ponte de Ilhéus altera trânsito em pontos estratégicos. Conheça as mudanças: Por Secom

#IlhéusRealiza – A nova ponte de Ilhéus trará benefícios econômico-sociais, ordenamento de tráfego e mais conforto para os diferentes públicos que trafegam diariamente na cidade. Com a chegada, fez a Prefeitura colocar em execução o projeto de mobilidade urbana para a área atendida e do entorno. A Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade (Sutram) vem realizando uma série de intervenções com o objetivo de modernizar a cidade para os próximos anos.

O prefeito Mário Alexandre constata que o empreendimento vai representar não apenas um novo ciclo econômico para a região, mas também novos investimentos. “A obra, a mais importante até agora da história de Ilhéus, tem atuação do Governo Municipal e integra o novo desenho de mobilidade e urbanização. Desde quando assumimos a cidade, pensamos na melhoria de todo o sistema viário”, afirmou.

Em razão do novo empreendimento, a Prefeitura vai alterar o fluxo de algumas vias do Centro da cidade. O motorista que trafega pela Avenida Princesa Isabel e que deseja ir para o Pontal, tem a opção de subir a ladeira da ponte, ou, seguir o fluxo por baixo da ponte Lomanto Junior, na Rua Ramiro Castro. Poderá seguir pela Avenida Almirante Linhares, que vai passar a ter o fluxo somente de ida, no sentido 2 de Julho com acesso à nova ponte.

Agora, para o motorista que sai da Avenida 2 de Julho, que antes seguia na Avenida Almirante Linhares, poderá percorrer a rotatória principal e seguir na Rua Eustáquio Bastos, que passará a ter sentido contrário, no fluxo para a Cairu. Continua como antes para o motorista que vem da Avenida Princesa Isabel e quer acessar a Cairu, através da Rua José Cândido, via que passa em frente ao Mercado de Artesanato e Justiça Federal.

De acordo com Gilson Nascimento, diretor da Sutram, os problemas de mobilidade urbana vão além das fronteiras municipais. “Estão em todo o Brasil e se repetem há anos. Em Ilhéus, colocamos em prática por determinação do prefeito Mário Alexandre, um projeto que muda a cara da cidade. O resultado vai ser comprovado com o passar dos dias, quando perceberemos uma maior fluidez no trânsito, promovendo mais conforto para moradores e turistas”, ressaltou.

Nascimento salientou que as alterações se devem em razão do fluxo viário da nova ponte e destaca que a Avenida Almirante Linhares, será a via principal de ligação entre a ponte antiga e a nova, formando com a Rua Eustáquio Bastos, o chamado binário de trânsito. O diretor informou que a Rua Barão do Rio Branco, no Pontal, se tornou uma via local de entrada e saída de moradores, sendo seccionada com o novo eixo sul da nova ponte.

Zona norte – A Prefeitura destinou em 2018 investimentos para região. A Avenida Litorânea Norte, por exemplo, ganhou ciclofaixa, sinalização, iluminação, corredor exclusivo para ônibus, faixa para automóveis e estacionamento rotativo à esquerda. A via possui dois quilômetros e meio de extensão e compreende o trecho entre o Parque Infantil e o início do bairro Cidade Nova. A segunda fase do projeto contempla a construção de uma alça de retorno na região do Tamarineiro para ligar o fluxo que vem da Avenida Soares Lopes para a Avenida Canavieiras. Obras de pavimentação com asfalto serão realizadas neste trecho de influência do tráfego.

Pesquisador baiano recupera fósseis de plantas e animais do período Cretáceo na Ilha de Itaparica

Trabalho pode recuperar espécies ainda não descobertas que viveram na região há 130 milhões de anos
O período Cretáceo, que marcou a separação de continentes como África e América do Sul, consagrou o desenvolvimento de espécies e criou novos habitats. Entretanto, muitos mistérios ainda cercam um dos períodos mais transformadores da história da Terra, sendo inclusive responsável pela extinção dos dinossauros. Em busca de investigar como este período ocorreu na realidade local, o pesquisador da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Téo Oliveira, estuda fosseis desta época na Bahia, em específico na Ilha de Itaparica. Segundo ele, o projeto, que começou em 2017, aborda desde a coleta até a descrição de fósseis de 130 milhões de anos atrás, localizados nas rochas da Ilha. O objetivo é conhecer mais sobre os organismos que viveram no este período na região.
Téo conta que a maioria dos exemplares são espécies de peixes, tendo inclusive descoberto algumas espécies possivelmente novas durante a coleta. “Tive a ideia de desenvolver este estudo pois minha especialização no mestrado e no doutorado foi com paleontologia, que consiste no estudo dos fósseis, e seria impensável não fazer pesquisa numa localidade tão importante para esta área do conhecimento quanto a Ilha de Itaparica”, ressaltou. Ele afirma que, embora, os fósseis já tenham sido coletados por outros pesquisadores, estas coletas eram mais esporádicas, enquanto agora ele realiza o trabalho com regularidade, nas visitas aos afloramentos de rocha na Ilha de Itaparica.
Atualmente, os fósseis coletados são estudados para categorização e descrição. O pesquisador afirma que o projeto tem grande impacto no setor acadêmico por abrir espaço para que outros estudiosos do mesmo tema possam ter mais informações acerca do período. “O estudo permite que tenhamos um conhecimento mais completo sobre as faunas e floras que habitavam a região que viríamos a chamar de Ilha de Itaparica em um passado bastante remoto, e assim podemos compreender mais sobre nosso território e sua história”, destacou.
A pesquisa recebeu apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), além do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Uefs. Além disso, contou com a participação de pesquisadores da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e da Universidade Federal do Sergipe (UFS).
Bahia Faz Ciência
A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam, no dia 8 de julho, o Bahia Faz Ciência, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias serão divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estarão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail [email protected]





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia