WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hospital ilheus secom bahia embasa sesab bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031






:: 16/out/2020 . 19:44

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE

1) 60 ANOS DE JOSÉ LEITE EM ILHÉUS.

2) LEMBRANDO DO SAUDOSO AMIGO DR. GERALDO.

3) O CANDIDATO A PREFEITO QUE JOSÉ LEITE ESTÁ APOIANDO.

4) VISITA ILUSTRE!

5) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

MP-BA DIZ QUE POLÍCIA NÃO ENCAMINHOU INQUÉRITOS DE HOMEM FLAGRADO AGREDINDO MULHER

A promotora de Justiça da Bahia, Sara Gama, que coordena o Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher e População LGBT (Gedem) do Ministério Público da Bahia (MP-BA), disse que o órgão não recebeu os inquéritos de oito dos casos de agressão registrados contra Carlos Samuel Freitas Costa Filho, que espancou uma mulher com socos, em Ilhéus, no sul da Bahia.

Um pedido de prisão preventiva contra ele foi pedido pelo MP-BA na noite de quinta-feira (15) e acatado pela Justiça logo em seguida. Até a última atualização desta reportagem, Carlos Samuel não havia sido preso.

Justiça acata pedido de prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho

Em entrevista nesta sexta-feira (16), a promotora Sara Gama disse que apenas dois inquéritos foram encaminhados e que o Ministério Público tomou conhecimento dos outros casos por meio da imprensa.

“É importante que a gente diga que nós tomamos conhecimento de que havia essas outras denúncias contra o Carlos Samuel quando essas informações vieram pela mídia, pela imprensa, porque o Ministério Público não recebeu os inquéritos. Os inquéritos que foram remetidos ao Ministério Público foram um em 2015 e outro em 2016, e todos dois tiveram uma resposta, porque foi acionado o Carlos Samuel através das investigações que foram feitas nesses inquéritos”, disse ela.

“Os outros [inquéritos] nós não chegamos a receber. Talvez por que, às vezes as vítimas deixam de ir, deixam de prestar as devidas informações, às vezes falta a materialidade”, disse a promotora Sara Gama.

Ainda segundo a promotora, o MP-BA precisava dos inquéritos para oferecer denúncia contra Carlos Samuel nas agressões anteriores.

“Para o Ministério Público oferecer a denúncia, precisa ter dois indícios: que é o indício de autoria e a materialidade do fato. Muitas vezes, em muitos casos de violência doméstica, a vítima se conforma em, no auge da violência chegar até lá, prestar uma queixa, registrar um boletim de ocorrência, mas às vezes ela não dá segmento. Então, embora nós tenhamos conhecimento, e esse conhecimento tenha vindo através da imprensa de que haviam 10 entradas na polícia, somente duas foram remetidas ao Ministério Público”, repetiu ela.

Carlos Samuel foi flagrado por câmeras de celular ao agredir uma mulher com socos no rosto, na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. O caso aconteceu há cerca de quatro meses, no entanto, as imagens da ação foram divulgadas na internet nesta semana. Outras 10 denúncias de violência doméstica já tinham sido registradas contra ele.

Durante a gravação, a vítima menciona que ele teria amigos na polícia, mas que isso não impediria ela de registrar a ocorrência contra ele. A promotora foi questionada se essa informação será investigada e se isso teve algum impacto no não encaminhamento dos inquéritos ao MP-BA.

“Sem dúvida alguma. Tem que saber o porquê que os outros inquéritos não chegaram a virar ações penais. A gente não pode colocar a responsabilidade dizendo que a polícia não atuou. Às vezes, a própria pessoa fala isso como uma forma de intimidar. Então, a gente precisa saber quais foram realmente as situações pelas quais o inquérito não foi adiante. Mas o fato é que os dois inquéritos que foram remetidos à Justiça, os dois viraram ações penais”, disse ela.

Sara Gama disse ainda que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Ilhéus – que registrou as 10 ocorrências anteriores, além da 11ª que foi a agressão flagrada por celular – será acionada para explicar os motivos de não ter encaminhado os inquéritos.

“Nós temos um setor, que é um setor de controle externo da polícia, já que cabe ao Ministério Público esse controle externo e possivelmente vai, de alguma maneira, acionar a Deam para saber essa informação de 10 passagens que ele teve pela Deam. A gente precisa ver o que aconteceu, ver por que os outros não foram adiante. Se faltaram elementos para que a investigação fosse concluída, enfim. É necessário que a gente saiba o porquê”, avaliou. [G1]

POR ILHEUS24HS

Covid-19: Bahia ultrapassa 331 mil casos e tem 7.243 mortes

Estado registra 29 mortes e 1.575 novos casos da doença nas últimas 24 horas

A Bahia registrou nesta quinta-feira (15) 29 mortes, 1.575 casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 1.434 curados (+0,5%). Dos 331.362 casos confirmados desde o início da pandemia, 317.297 já são considerados curados e 6.822 encontram-se ativos. O número total de óbitos por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.243, representando uma letalidade de 2,19%. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (27,01%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (7.438,61), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.307,01), Madre de Deus (6.239,04), Apuarema (5.716,23).

O boletim epidemiológico desta quinta contabiliza ainda 671.204 casos descartados e 76.967 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (15).

Na Bahia, 27.489 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 29 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

 
FONTE: O CORREIO

MP-BA pede prisão preventiva de homem que foi flagrado em vídeo agredindo mulher com diversos socos; vítima já foi ouvida

Por G1 BA

Nesta quinta, o suspeito se apresentou, com o advogado, à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Carlos Samuel chegou à unidade policial por volta das 14h30 e começou a ser ouvido às 15h. Após o depoimento, que durou cerca de quatro horas, ele foi liberado, mas a Polícia Civil informou que também já solicitou a prisão dele à Justiça.

Ao delegado, Carlos contou que o caso aconteceu no dia 20 de junho, que ele e a mulher tinham um relacionamento há seis meses e moravam juntos. O suspeito também disse que estava arrependido.

Em nota divulgada nesta quinta, antes do depoimento, o agressor disse que é “um jovem trabalhador” e que não tem “envolvimento com algum tipo de prática criminosa. Carlos Samuel escreveu também que está arrependido do que fez, e que vai “sofrer as reprimendas judiciais conforme se prevê a lei”.

O suspeito disse que ele e a vítima mantinham uma “relação muito conturbada, eivada de inúmeros casos de ciúme doentio, diversas agressões físicas e morais”. Ele escreveu ainda que, no dia em que deu nove socos no rosto da vítima, estava bêbado, voltando de uma festa, e que as agressões aconteceram porque ele “perdeu a cabeça”.

MP-BA pede a prisão preventiva de homem que espancou mulher em Ilhéus

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) pediu nesta quinta-feira (15), a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho, o homem que foi flagrado em vídeo agredindo uma mulher com vários socos no rosto, em Ilhéus, sul da Bahia.

De acordo com o MP, a notícia do fato foi encaminhada na manhã desta quinta ao órgão, que solicitou de imediato a documentação à autoridade policial para a adoção das medidas cabíveis.

Segundo o órgão, o pedido da prisão se fundamentou “na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato”.

Ministério Público Estadual pede prisão do homem suspeito de agredir mulher em Ilhéus

O órgão informou que Carlos Samuel já foi denunciado em 2015 pelo Ministério Público por crimes de violência doméstica, ameaça e cárcere privado cometidos contra outra mulher. Ele foi condenado pela Justiça em primeira instância.

Ainda de acordo com o MP, após recurso impetrado pela defesa de Carlos Samuel, a condenação quanto ao crime de cárcere privado foi mantida, em agosto, pelo Tribunal de Justiça da Bahia, que reconheceu a prescrição referente aos crimes de violência doméstica e ameaça.

Segundo a polícia, a vítima também já foi ouvida, mas na delegacia da cidade onde mora, em Uruçuca, a cerca de 42 km de Ilhéus. À delegada, a mulher confirmou que o relacionamento era conturbado, que ocorriam agressões e que depois do dia em que o vídeo foi gravado, ela voltou a ser agredida por Carlos Samuel. Ela também relatou que o relacionamento acabou e confirmou o período em que eles viveram juntos.

Carlos Samuel se apresentou à polícia e prestou depoimento — Foto: TV Santa Cruz

Nesta quinta, o suspeito se apresentou, com o advogado, à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Carlos Samuel chegou à unidade policial por volta das 14h30 e começou a ser ouvido às 15h. Após o depoimento, que durou cerca de quatro horas, ele foi liberado, mas a Polícia Civil informou que também já solicitou a prisão dele à Justiça

Ao delegado, Carlos contou que o caso aconteceu no dia 20 de junho, que ele e a mulher tinham um relacionamento há seis meses e moravam juntos. O suspeito também disse que estava arrependido.

Em nota divulgada nesta quinta, antes do depoimento, o agressor disse que é “um jovem trabalhador” e que não tem “envolvimento com algum tipo de prática criminosa. Carlos Samuel escreveu também que está arrependido do que fez, e que vai “sofrer as reprimendas judiciais conforme se prevê a lei”.

O suspeito disse que ele e a vítima mantinham uma “relação muito conturbada, eivada de inúmeros casos de ciúme doentio, diversas agressões físicas e morais”. Ele escreveu ainda que, no dia em que deu nove socos no rosto da vítima, estava bêbado, voltando de uma festa, e que as agressões aconteceram porque ele “perdeu a cabeça”.

Carlos Samuel Freitas Costa Filho foi filmado agredindo uma mulher com socos no rosto na BA — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Denunciado pela mãe

Carlos Samuel já foi denunciado à polícia por extorquir e ameaçar a própria mãe. Na delegacia consta que a mãe dele registrou a queixa em 2017. Segundo a Deam, ele tem um longo histórico de agressão a ex-namoradas e mulheres da própria família, resultando em ao menos 11 boletins de ocorrência.

Em uma dessas queixas, registrada em 2015, a informação é que ele agrediu e manteve uma companheira da época em cárcere privado. Carlos Samuel só foi condenado por violência doméstica uma vez, por um crime denunciado em 2016

A delegacia não detalhou se a vítima desse crime é a mesma companheira do crime registrado em 2015. Ele chegou a ser condenado em um ano e quatro meses e recorreu à Justiça. A demora para o julgamento do recurso fez com que a situação prescrevesse.

Parceria entre MPT e NUSAT destina EPIs aos profissionais que atuam no combate à Covid-19 em Ilhéus

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Ilhéus destinou aproximadamente R$ 130 mil para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entregues aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Conforme Fernanda Jovita, coordenadora do Núcleo de Saúde do Trabalhador (NUSAT), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), o recurso foi aplicado na compra de duas mil máscaras do tipo N95 e 136.583 máscaras cirúrgicas. Também foram adquiridos materiais administrativos para complementar as ações de enfrentamento da doença, além de beliches e colchões entregues na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Conquista, a fim de oferecer maior conforto aos trabalhadores lotados na unidade.

Geraldo Magela, titular da Sesau, reforçou a importância da parceria entre a Prefeitura e o órgão, com destaque para a atuação exemplar da Drª Bradiane Farias Ribeiro, procuradora do MPT no município.

“As ações interinstitucionais desde o início apresentaram resultados positivos, possibilitando a compra de veículo para continuidade às inspeções sanitárias nos órgãos públicos e privados e a aquisição de EPIs, indispensáveis para a preservação da saúde e segurança dos profissionais. Mais uma vez agradecemos ao MPT pelo apoio contínuo”.

Os recursos são oriundos de multas e processos trabalhistas e utilizados para reforçar as ações de combate à doença em estabelecimentos que integram a rede pública de saúde da cidade.

 

Dia D da multivacinação acontece neste sábado (17) em Ilhéus

POR SECOM

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que neste sábado (17) acontece em Ilhéus a mobilização nacional de multivacinação, com o objetivo de atualizar o calendário vacinal de crianças de um a menores cinco anos (4 anos e 11 meses) e adolescentes de 9 a menores de 15 anos (14 anos e 11 meses).

As salas de vacinação do município abrirão das 8h às 17h, com oferta das doses que integram o calendário do Ministério da Saúde. É indispensável a apresentação do cartão de vacina; CPF ou Cartão do SUS do usuário.

As doses serão oferecidas nos seguintes postos:

– Centro: CAE III (Avenida Canavieiras); UBS Joaquim Sampaio (Avenida Princesa Isabel) e PSF da Conquista.

– Zona Norte: UBS Sarah Kubistchek; UBS CSU; UBS Iguape e UBS São Miguel;

– Zona Sul: PSF Nelson Costa; UBS Urbis; UBS Olivença; PSF Nossa Senhora da Vitória; PSF Ilhéus II;

– Zona Oeste: UBS Euler Ázaro (Teotônio Vilela); PSF Vilela IV; USB Banco Vitória e PSF Salobrinho.

A Sesau reforça que todas as medidas de segurança para prevenção ao contágio pelo novo coronavírus devem ser adotadas, com distanciamento em filas, uso máscara de proteção e de álcool em gel. A campanha segue até o dia 31 de outubro.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia