WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  






:: ‘_destaques’

Final do CRAS Music Festival revela cultura, música e inclusão da juventude ilheense

Música, cultura, arte e muita emoção. Assim foi a noite da grande final do “Cras Music Festival”, evento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS) na sexta-feira (13), com o objetivo de valorizar a cultura local com incentivos ao potencial artístico, interação e convivência comunitária. Lotado, o Teatro Municipal de Ilhéus (TMI) levou o público ao delírio.

Na plateia, um público formado por representantes de entidades, associações e comunidades locais. A ex-deputada estadual, Ângela Sousa e o secretário da Cultura e do Turismo, Fábio Manzi Junior também marcaram presença, quando conferiram a apresentação dos classificados, todos referenciados dos cinco Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) do município.

A finalista Débora Nascimento, cujo nome artístico é Deb Santti estava ansiosa pelo resultado. Ela considerou estar no evento uma grande vitória. “Escolhi uma música autoral e a expectativa é que ela seja escolhida entre as melhores. Eu canto profissionalmente há cinco anos e sou apaixonada pela música. Espero viver disso”, contou.

Ronaldo José dos Santos, tio da candidata Juh Santana reconheceu que o projeto possibilita à juventude ocupar o tempo com atividades que estimulem a criação artística. “Muito bom para a juventude distrair a mente. Parabenizo à Prefeitura pela organização e por estar dando espaço aos jovens ilheenses, da comunidade de Olivença e de todos os locais”.

A comissão julgadora foi composta por cinco jurados de peso. A professora de dança e representante da Câmara Setorial da Dança de Ilhéus, Bianca Lavigne; o publicitário e produtor musical, Hélio Ricardo; a cantora Jamyle Alves que participou do “The Voice Brasil”; o gestor da Bahia FM Sul, Fábio Lopes e a baterista e percussionista, Ticiana Belmonte.

Ganhadores – Os prêmios foram entregues aos vencedores nas seguintes categorias:

Melhor música – Deb Santti, de 21 anos, apresentou a música autoral “Eu te vi” e levou para casa um violão.

Melhor letra – Emily Santos, de 15 anos, reside no bairro Nossa Senhora da Vitória. Sua performance autoral, com a música “Na beira da praia” foi premiada com um violão.

Melhor intérprete feminino – Apresentando a música “Outro Amor”, de Geovanna Jainy, a candidata Nikoly Chaves levou para casa um ukulele.

Melhor intérprete masculino – A dupla Lucas Nascimento e Luan de Oliveira agitou o palco apresentando a canção autoral “A dor de uma mãe”. A dupla foi premiada com um cajon.

Melhor show – Ficou por conta da Juh Santana, de Olivença. Seu nome étnico é Amanayara Tupinambá. Ela apresentou a canção autoral “Descolonizando” e ganhou uma guitarra.

A grande surpresa da noite foi revelada por Fábio Lopes (da Bahia FM). Ele convidou os cinco vencedores para na próxima sexta-feira (20) apresentarem, ao vivo, suas músicas na emissora de rádio em Itabuna, e assegurou que a próxima final do evento terá transmissão ao vivo pela Bahia FM Sul 102,1.

“Algumas crianças, adolescentes e até adultos que frequentam CRAS já trabalham com música. Então, ligamos as ações que já realizamos, assistindo à população que mais precisa do município, com uma ideia vinda do prefeito Mário Alexandre. Dessa forma, conseguimos adequar à realidade deles e promover um festival”, explicou o titular da SDS, Rubenilton Silva.

Ele acrescentou ainda que o município disponibilizou toda a estrutura da grande final para que que os candidatos pudessem apresentar os seus trabalhos. “Felizes porque conseguimos disponibilizar o espaço, som e instrumentos para que eles exibissem o seu talento junto à comunidade, buscando o reconhecimento da sua arte”.

As audições dos 28 candidatos ocorreram no dia 23 de agosto último. Esta fase classificatória selecionou ao todo, 12 participantes que chegaram à grande final. Os vitoriosos são assistidos pelos CRAS Norte (Jardim Savóia), CRAS Sul (Nossa Senhora da Vitória), CRAS Vilela (Teotônio Vilela), CRAS Oeste (Banco da Vitória) e CRAS Olivença.

SESI Ilhéus oferece vagas gratuitas para Educação de Jovens e Adultos

SESI Ilhéus oferece vagas gratuitas

para Educação de Jovens e Adultos

O Serviço Social da Indústria (SESI Bahia), em  Ilhéus está oferecendo a  oportunidade para  jovens e adultos retomarem os estudos gratuitamente. São 350 vagas Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos.

Os cursos são realizados na modalidade a Distância (EaD). As matrículas precisam ser feitas na unidade de ensino do SESI em Ilhéus, levando RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar.
O SESI também possui a metodologia de Reconhecimento de Saberes, que identifica, valida e certifica as competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho do estudante.

A principal vantagem é que os conhecimentos prévios do aluno diminuem o tempo de curso, ao focar nas competências essenciais que o estudante precisa dominar para obter o diploma de ensino fundamental ou médio.

Maiores informações www.fieb.org.br/sesi ou pelos fones (73)-3222-7077 e  (73)-3222-7075.

FORÇA DÉBORA

Com estiagem, Prefeitura intensificará melhoria de estradas rurais de Ilhéus

A Superintendência de Ações Regionais, órgão que integra a Secretaria de Agricultura e Pesca (Seap) informa que a localidade de Sapucaieira, na região sul do município, está contida na programação das ações de melhorias das estradas vicinais das comunidades.

As chuvas que caem na região nesse período do ano dificultaram o acesso, e provocou a interrupção das ações de patrolamento e cascalhamento desta estrada. Se o tempo permanecer estiado, as equipes voltam a atuar efetivamente.

O trabalho de recuperação dos mais de mil quilômetros de estradas rurais realizado pela Prefeitura de Ilhéus, tem como objetivo garantir a melhor trafegabilidade e o acesso de veículos e, consequentemente o transporte escolar.

 

LBV mobiliza a sociedade em prol do brincar e da prática esportiva para crianças e jovens

A Legião da Boa Vontade (LBV) está realizando mais uma edição de sua campanha Eu ajudo a mudar!, iniciativa que tem o objetivo de mobilizar as pessoas para que contribuam para a manutenção das ações e dos programas socioeducacionais promovidos pela Instituição em todo o Brasil.

 Na edição deste ano, a campanha destaca a importância do esporte e do brincar saudável na vida diária de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. A LBV acredita que essas práticas devem ser constantemente incentivadas a fim de que colaborem para fortalecer o protagonismo infantojuvenil, para garantir a proteção dos direitos desse público e para fomentar bons valores, entre os quais a solidariedade, o respeito, a união, a disciplina, a responsabilidade e o companheirismo.

 As atividades esportivas e lúdicas na infância, por exemplo, colaboram para o desenvolvimento de aspectos físicos e motores, sociais, afetivos e cognitivos. Também despertam, entre outros benefícios, a criatividade, a imaginação, a capacidade de resolver problemas, a expressar sentimentos, a respeitar os colegas e auxilia no controle da ansiedade e na socialização.

 Para que milhares de crianças, adolescentes e jovens tenham esses direitos assegurados, a Solidariedade faz toda a diferença. Por isso, a Legião da Boa Vontade convida a todos a fazer parte dessa iniciativa integrando o time da campanha Eu ajudo a mudar.  

 Visite, apaixone-se e ajude a LBV! Acesse: www.lbv.org. Siga, curta e compartilhe as ações da Instituição nas redes sociais no endereço: LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Hakson Andrade, líder do ranking Nacional Veteranos A-66K e Estadual, trouxe mais um título para Ilhéus.

O evento aconteceu nesse final de semana no shopping Bela Vista, Salvador, BA, com a presença de 400 atletas do nosso estado e Hakson Andrade sagrou-se vice campeão baiano Black Belt, só para faixa preta, acima de 16 anos.
Infelizmente o atleta continua sem apoio para participar, em outubro, do Campeonato Mundial, no Marrocos.
A luta continua e desde já ele conta com a ajuda de todos para representar Ilhéus, a Bahia e o Brasil.
Quem quiser ajudar é só entrar em contato nos telefones:
988149980/99322221
Banco do Brasil
Ag. 191
CC. 67515-6
Gostaria de agradecer a todos que me ajudaram a participar desse evento :
@AcademiaRaiz @bostosavoa @academiacorpore @ fisioterapeutaleonardo @espaçomove.
me sigam no Instagram @haksonjudo
Obrigado a todos

Nova diretoria do Sinjorba toma posse e encara desafios

A nova diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia toma posse nesta sexta-feira (30), na sede da .Associação Baiana de Imprensa, em Salvador. Para a solenidade e confraternização, além da categoria, foram convidadas autoridades estaduais, municipais, representações de entidades de classe parceiras e outras organizações políticas. O novo presidente do Sinjorba, Moacy Neves, afirma que “os retrocessos trabalhistas, a precarização da profissão, as novas configurações das relações de trabalho irão impor à próxima gestão uma entidade muito mais organizada, dinâmica e participativa”.

No Sul da Bahia, o Sinjorba terá como diretor regional o jornalista Daniel Thame, com passagens pelo jornal A Região e TV Cabralia, atualmente na Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia. “Temos o desafio de tornar o sindicato um instrumento de fortalecimento e valorização da  categoria, num momento em que a profissão enfrenta grandes desafios e um mercado estagnado e até mesmo em retração, além das constantes ameaças à liberdade de imprensa”, diz. O vice-diretor regional é o ilheense Valério de Magalhães.

O Sinjorba tem como diretor para o Interior, o jornalista grapiuna Marival Guedes, com passagens pela TV Cabrália e os principais veículos regionais, hoje  radicado em Salvador.

AS QUEIMADAS NA AMAZÔNIA

Luiz Ferreira da Silva, 82

Engenheiro agrônomo e Escritor

[email protected]

Há muita falta de conhecimento sobre as queimadas no meio rural, apesar de ter sido uma prática desde o nosso Brasil aborígene.

Um bando de jornalistas despreparados, capitaneados por falsos ecologistas que nunca foram mordidos por um carapanã, destilam conversas fiadas, aproveitando a bola da vez, a Amazônia.

A agricultura de corte e queima é praticada há milhares de anos nas áreas florestadas do planeta, principalmente nos trópicos úmidos, a exemplo da Amazônia. É a chamada agricultura migratória (nômade, itinerante, de pousio ou “shifting cultivation”), o mais antigo e ainda usado sistema de agricultura nestas regiões.

A queima procedida promove a reposição dos nutrientes removidos pelos cultivos; manutenção das condições edáficas apropriadas para a utilização agrícola; controle da proliferação de pragas e doenças; controle da acidez do solo e dos elementos tóxicos devido à ação das cinzas; e controle da erosão.

Após 5 anos, em média, abandona-se a área, após a queda de produtividade dos cultivos, incorporando outro talhão ao mesmo sistema, retornando àquela após o surgimento da mata de segundo crescimento, indicando condições de recuperação do solo.

O tal sistema não suporta uma alta pressão social, levando o homem a necessitar de mais áreas desmatadas, e cada vez mais e mais, por não possuir ensinamentos/conhecimentos que lhe possibilite auferir eficazmente maiores produtividades sem desgastar o recurso solo.

O problema está com a indústria madeireira e/ou agricultura extensiva, quando muitas áreas são desmatadas, após o que se queima os restolhos (folhagens, galhos, arbustos), incorporando-se ao solo os nutrientes acumulados na massa vegetal de centenas ou milhares de anos. É uma prática de limpeza da área e fertilização natural. Não causa tantos danos ao solo, mas ao ar, atingindo ao homem a curto prazo.

Neste caso, geralmente se semeia pastagens, aproveitando a momentânea riqueza do solo, cuja produtividade de massa decai no intervalo de 3 a 5 anos, após o que se procede nova queima, visando sobretudo controlar as pragas, notadamente as cigarrinhas, e adicionar novos nutrientes, desta vez em menor quantidade.

Isso aconteceu no Sul da Bahia, como exemplo extensivo, ocasionando a degradação de milhares de hectares, por não ter sido procedido um manejo adequado, mas constante uso do fogo.

No caso da Amazônia, há os 3 processos de queima, com maior ênfase nos pós-desmatamento, estando logicamente esta derrubada de árvores intrinsicamente relacionada com as queimadas subsequentes. E, ademais, a queima das pastagens, pelas razões explicitadas, contribuindo para a poluição atmosférica.

É justamente o que está acontecendo neste “agosto cinzento” que, pela falta de ação do governo, cobriu as Cidades da Amazônia da mesma fuligem que, em 1971, quando estive pela primeira vez na Amazônia, fez-me arder os olhos, numa noite em Manaus. Nada, pois, de novidade!

O resto é tapar o sol com a peneira, com elucubrações infundadas e conversas desconexas, procurando os culpados fictícios, que já ultrapassaram os umbrais do nosso país. (Maceió, 25 de agosto de 2019)

Moto do motoboy assassinado na noite de ontem, conhecido por Baixinho, foi localizada do Banco da Vitória.

Fábrica-escola de chocolate é atração em festival em Ilhéus

A fábrica-escola do Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate (Ceep) Nelson Schaun, implantada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, é uma das atrações do 11º Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2019, que está sendo realizado em Ilhéus. O projeto, também implantado nos Ceeps de Ipiaú e Arataca, serve como laboratório para que os estudantes que fazem os cursos técnicos de nível médio tenham aulas práticas e possam desenvolver projetos, pesquisas e intervenções sociais, aperfeiçoando a formação profissional.

A fábrica-escola em Ilhéus possui atualmente cerca de 150 alunos. A produção inclui chocolates premium, com 70%, 61% 56% e 45% de cacau, além de bombons recheados, como brigadeiro branco com geleia de maracujá, brigadeiro com nibs e doce de leite com nibs, que estão sendo apresentados durante o festival. No estande, também foi instalada a planta industrial, com os alunos produzindo chocolate durante os quatro dias do evento.

A professora articuladora do curso de Agroindústria, Dayane Simões, revela que o processo de aprendizagem envolve a produção de chocolate, confecção de embalagem e comercialização. “O envolvimento dos alunos é muito grande. Eles estão empolgados com a oportunidade de atuar nessa área, que a cada ano atrai novos empreendimentos”, afirma.

O diretor do Ceep do Chocolate, Julierme Barros Couto, destaca que “a fábrica-escola oportuniza aos alunos a aprendizagem na produção de todo o processo de produção, da amêndoa ao chocolate. Os alunos são preparados não apenas para o mercado de trabalho, mas também para o empreendedorismo, incentivados a montar o próprio negócio”.

A estudante Taiane de Jesus Souza comenta que “o curso tem sido uma experiência única, criando a oportunidade de acesso a um mercado que está crescendo na região”. Já Tamires Silva Santos entende que “é muito bom poder trabalhar com o cacau e a produção de chocolate, criando a base para uma atuação profissional”. Animadas, Taiane e Tamires fazem planos para o futuro: implantar uma fábrica de chocolates em Ilhéus.

Além da fábrica-escola, o Ceep do Chocolate Nelson Schaun mantém o Escritório Criativo Territorial que, somado à Fábrica-Escola do Chocolate, serve de campo de estágio para os estudantes e disponibiliza serviços de consultoria e assessoria no território, voltadas, por exemplo, para a proteção a inovações, criações, marcas e patentes de estudantes, professores e comunidades.

ITABUNA: IVETE SANGALO FARÁ APRESENTAÇÃO NA INAUGURAÇÃO DO TEATRO MUNICIPAL

A cantora Ivete Sangalo vai se apresentar na sexta-feira, 26, junto com a orquestra sinfônica da Bahia, na solenidade de inauguração do Teatro Municipal Candinha Dória em Itabuna. A apresentação será exclusiva para convidados. Dois telões serão instalados na área externa do Teatro para o público poder assistir o show de Ivete.

No mesmo dia, em um palco ao lado do Teatro, a dupla Simone e Simaria, Chiclete com Banana e Luís Caldas se apresentarão para o público.

O anúncio foi feito agora há pouco pelo Prefeito Fernando Gomes. O Governador Rui Costa estará presente na solenidade.

Do ipolitica

Educadores e estudantes participam em Itabuna de formação sobre o Novo Ensino Médio

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) está promovendo, nestas terça e quarta-feira (16 e 17), um encontro formativo com coordenadores pedagógicos, professores, gestores e estudantes para discutir a implementação do Novo Ensino Médio na Bahia. A atividade acontece no Colégio Estadual Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna (313 Km de Salvador), com  87 escolas piloto das áreas dos Núcleos Territoriais de Educação de Itabuna (NTE 05), Teixeira de Freitas (NTE 07), Itapetinga (NTE 08), Jequié (NTE 22) e Eunápolis (NTE 27). A atividade foi aberta com apresentação musical protagonizada pela  estudante Larissa Santos e pelo professor Alan Azevedo, do projeto Escolas Culturais, em Itabuna.

Na formação, estão sendo discutidas questões como alinhamento da compreensão sobre o Novo Ensino Médio e o uso dos recursos do PDDE Novo Ensino Médio e prestação de contas. Também estão sendo realizadas atividades para trocas de experiências entre as escolas-piloto; oficinas para o mapeamento dos parceiros locais; e discussões sobre a distribuição da carga horária entre formação geral (BNCC) e os itinerários formativos da rede estadual de ensino, para a composição e materialização do Referencial Curricular do Estado da Bahia – etapa do Ensino Médio.

O professor formador da Secretaria da Educação do Estado, Márcio Argolo, esclareceu sobre os desdobramentos das formações. “Após a formação, os coordenadores retornarão para as suasescolas para replicar tudo o que foi discutido nas oficinas para os gestores e professores, a exemplo da carga horária da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e dos itinerários formativos para que, no próximo ano letivo, seja iniciada a proposta do Novo EnsinoMédio”, explicou.

A coordenadora pedagógica Janille da Costa Pinto, do Colégio Estadual de Serra Grande, localizado no município de Uruçuca, disse que a formação está sendo esclarecedora. “Esta formação é de extrema importância, pois estamos nos apropriando com as informações a respeito do Novo Ensino Médio. Após isso, irei compartilhar na escola com os professores e tirar suas dúvidas de como vão ser esses itinerários com a nova reestruturação de acordo com a BNCC”, afirmou. :: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia