WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


Abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  






:: ‘_destaques’

Salvador recebe etapa regional da Conferência de Ciência, Tecnologia e Inovação

Evento contará com a presença da secretária da Secti e diversas autoridades do ecossistema de inovação para atualizar a política estadual de CT&I

Um dia histórico para a Bahia. É que a capital baiana receberá nesta sexta-feira (25), uma etapa das Conferências Macroterritoriais de Ciência, Tecnologia e Inovação, que acontecem em onze cidades baianas, entre os dias 22 e 31 de outubro. Por iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), os encontros regionais servem para entender as demandas nos macroterritórios de identidade, bem como eleger os 20 delegados de cada região para a IV Conferência de CT&I, marcada para os dias 5 e 6 de dezembro, em Salvador. O principal objetivo dos encontros é elaborar a nova política estadual do setor.

Os interessados podem se inscrever por meio de formulário de inscrição disponível no site da Secti. De acordo com a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, a necessidade da Conferência surge do impacto das mudanças tecnológicas que fazem parte da contemporaneidade. “A Conferência acontece em um momento de novo paradigma com a reestruturação das relações produtivas, tanto no âmbito do crescimento econômico como de vida social”, disse.

Os municípios de Feira de Santana, Ilhéus, Eunápolis, Vitória da Conquista, Seabra, Irecê, Barreiras, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Salvador e Serrinha recebem as Conferências Regionais, a fim de eleger 20 delegados para cada macroterritório, através de grupos formados por 4 integrantes que ficarão responsáveis por apresentar as demandas de cada região, representando os seguimentos empresarial, Institutos de Ciência e Tecnologia (universidades, centros de pesquisa), poder público,  sociedade civil organizada e entidades de representação setorial, como, por exemplo, Fieb, Sebrae, Ibametro, dentre outros.

Entre os temas que serão discutidos estão: integração do ecossistema estadual de CT&I; temas estratégicos para pesquisas cientificas e tecnológicas; infraestrutura de CT&I; formação de pessoal para a sociedade 5.0; inovação tecnológica; financiamento de CT&I; tecnologias sociais para o desenvolvimento sustentável; e difusão de conhecimento e popularização da ciência.

Mais informações e submissão de inscrições podem ser feitas clicando neste link: http://bit.ly/2p2kCxH.

Serviço:

O que: etapa em Salvador da Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Quando: 25 de outubro (sexta-feira)

Onde: auditório da Universidade do Estado da Bahia (Uneb)

Horário: 8h às 18h 

Entrada gratuita

Caio Vitor campeão de Judô

Neste último  fim de semana  19 e 20/10 no Ginásio de Esportes Municipal de Canavieiras,  foi realizada a etapa do campeonato baiano em Canavieiras e a Copa Nissei de Judô, organizado pela FEBAJU (Federação Baiana de Judô).
O atleta Caio Vitor faixa preta de judô  Sub 21 -81 Kg, venceu a etapa de forma talentosa, sendo uma grata revelação do esporte baiano, que  treina na Academia Renascer de Judô ,localizada na
terceira travessa da rua do cano no  bairro do  malhado na  cidade de Ilhéus, treinado pelo  Sensei Alberto Sales.
Caio Vitor é estudante de Fisioterapia da Faculdade Madre Thais , com apoio e patrocínio da
academia Stilus,e Hostma.

O atleta agradece a  todos.

NOTÍCIAS DA AVEP

EMPATE E VITÓRIA DO CAPITÃO ALEX DE MOISES MARCAM A 18ª RODADA

A entidade de ‘babas de praia’ quase centenária de Ilhéus, a Associação dos Veteranos de Esporte Praiano –AVEP, realizou nesse domingo(13) pela manhã sua 18ª rodada da referida modalidade esportiva na praia como de praxe, da Av. Soares Lopes(imediações do espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus). No baba do Campo Grimaldo a equipe dirigida pelo Capitão Alex de Moises venceu a da comandada pelo Capitão Crispa da Galera do Fla pelo escore de 3 a 0, marcando Souza da Polícia, Juvenal e o próprio Alex de Moises. No Campo Martial os times dos capitães Djalma Peludo e Renatinho dos Leais empataram de 1 a 1. Conferiram Luciano Santana para o primeiro e Waldemar da Codeba(o popular ‘Runior’, jogando de centroavante), para o segundo. Os juízes Edson Miranda de Souza(Campo Grimaldo) e Wilson Salviano marcaram os babas sem serem muito importunados pelos partícipes. Levaram Cartão Amarelo: Luciano Santana e Correia do HSBC. O coordenador dos babas, também chamado de Diretor de Baba do Dia, foi o atacante-ligeiro Ismar Landgol.

Equipes que atuaram no Campo Grimaldo conforme súmulas

(Cap. Alex de Moises): Goleiro Marcelo, Torisco do HSBC, Gilecio Ram Ram, Prof. Jorge Reis e Silvio Reis; Souza da Polícia, Pescador e Daniel Murta; Juvenal, Alan Firula e Alex de Moises

(Cap. Crispa da Galera do Fla): Goleiro Claudionor, Cesar Alves, Galletti da Rio de Engenho, Moises (Djalma Peludo entrou aos 25’ da 1ª etapa) e Gilson; Adauto Negocinho, Passos de Uruçuca, Major do Bahia de Itabuna e Danilo; Crispa da Galera do Fla e Mario Filho

Equipes que atuaram no Campo Martial conforme súmulas

(Cap. Djalma Peludo): Goleiro Fernando(Goleiro Rosivaldo entrou no intervalo), Sizinio do Remo(Alvinho entrou no intervalo), Luís Mario Garotinho, e Eduardo Japonês; Correia do HSBC, Luciano Santana e Paulo Sergio; Ivan Dias Firula(Silmar Espanhol entrou aos 10’ da 2ª etapa), Ivo Baba, Mario Sergio e Artur ‘Alicate’ Kruschewsky.

(Cap. Renatinho dos Leais): Goleiro Ricardo do Caminhão, Pedro Chama Gol, Junior Murta, Silva e Paulinho da AFC; Charles Reis, Paulo Cesar, Rogério ‘Boca Preta’ Midlej e Renatinho dos Leais; Marconi e Waldemar da Codeba(jogando de ‘centroavante’) :: LEIA MAIS »

CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU

Não sei qual o pior dos dois absurdos. A construção de uma creche escola – parceria entre Governo Federal e Prefeitura de Ilhéus – ser paralisada e abandonada sem conclusão (era para ficar pronta em julho de 2013), ou a obra frustrada ter virado mais um ponto de descarte de lixo e entulho, se tornando foco de doenças como dengue, zika, chicungunha e outras, as quais essa mesma prefeitura se diz empenhada em combater.
O local já é conhecido de todos. Santo Antônio de Pádua, Hernani Sá, próximo ao CAIC
É bom lembrar que, salvo engano, o dito terreno é de responsabilidade do Município e por este deveria ser murado e cuidado, independentemente do fracasso da obra.
Vergonhoso e inaceitável.
NILSON PESSOA

Aprovado Mestrado e Doutorado em Biossistemas da UFSB

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) passa a ter mais um Programa de Pós-Graduação: o Programa em Biossistemas (PPG Biossistemas), nos níveis Mestrado e Doutorado (acadêmico). Aprovado no início do mês pela Capes, o Programa é vinculado ao Centro de Formação de Ciências Agroflorestais (CFCAf), campus Jorge Amado (Itabuna), e tem como área de concentração o manejo e conservação de biossistemas, com duas linhas de pesquisa: Funcionamento e sustentabilidade de biossistemas e Produção e tecnologia aplicada a biossistemas. O Público-alvo são os egressos de qualquer curso de graduação interessados em projetos sobre Biossistemas. O Programa tem previsão de início em 2020.

De acordo com Jomar Jardim, coordenador do Programa, “A proposta busca contribuir para a formação de recursos humanos qualificados e capacitados para o uso sustentável de produtos e serviços oferecidos pelos sistemas naturais e seus componentes biológicos, tratados aqui como biossistemas, bem como com capacidade técnica para gerar tecnologias que possam ser utilizadas na conservação dos mesmos e no uso comercial sustentável”.

O PPG possui colaboração com a CEPLAC, mediante compartilhamento de infraestrutura e de pesquisadores no núcleo docente.

Com esse novo Programa, a UFSB passa a ter, ao todo, 11 Programas de Pós-graduação, sendo cinco cursos de Especialização: Dramaturgias Expandidas do Corpo e dos Saberes Populares (EDramaturgias)Engenharia Ambiental e Urbana (PPGEAU)Pedagogia das Artes (EPARTES)Saúde Coletiva (PPG-ESC) e Agroecologia e Educação do Campo (PGAEC); quatro cursos de Mestrado: Ciências e Tecnologias Ambientais (PPGCTA)Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER)Estado e Sociedade (PPGES) e  Saúde da Família (PROFSAÚDE); e dois de Doutorado:  Estado e Sociedade (PPGES) e Biossistenas (PPG Biossistemas).

Rameses Cáridas é bronze em Feira de Santana

Nesse domingo 13/10,  Ramesés Caridas, foi medalha de bronze de  jiujitsu, no  ginásio  do SESI, Jardim Cruzeiro em  Feira de Santana BA, sexta etapa do campeonato baiano, realizado pela FBJJE (Federação de Baiana de Jiujitsu Esportivo)  ás 09:30h.
O  mesmo é o atual BI Campeão Baiano do ranking 2017/2018 e continua na  busca do Tri- Campeonato consecutivo.
O  jovem é  estudante do  Colégio Estadual Estado do Ceará, cursa o 8º Ano vespertino.
Agradece  sempre a Deus em primeiro lugar, por  estes  momentos felizes em  sua jornada, sua  família e amigos. .
Rameses Cáridas  é patrocinado pela Faculdade de Ilhéus,  AABB  de Ilhéus, com  o  forte  apoio  de  parceiros  como: Sudesb, Academia Físico Center,  Dominante Calçados em (Itabela), Click Cosméticos, Disbom Sorvetes, Inforlaser,Laser Tech, MP marcus puentes,Ideal Fotos, Papelaria Universal ,Ley Bike, Clínica UroLaser, LR Auto Peças e Sport Lazer

UFSB CIÊNCIA – Estudo avaliou viabilidade de tributo ambiental para proteção de recursos hídricos

Uma maneira de fomentar a mudança social de atitudes é empregar políticas públicas que incentivem as boas práticas e desestimulem as ações danosas. A viabilidade de aplicação dessa lógica na proteção ambiental com o uso de tributos é o tema da pesquisa realizada pela acadêmica Nathália Corona Andrade como bolsista de Iniciação Científica apoiada pelo PIPCI 2018-2019. No plano de trabalho intitulado A tributação ambiental como ferramenta para proteção dos recursos hídricos em Porto Seguro/BA, sob a orientação do coordenador da pesquisa Extrafiscalidade Ambiental em Porto Seguro, professor Roberto Rabbani, do Campus Sosígenes Costa da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), a acadêmica de Direito avaliou a possibilidade de cobranças sobre emissões, produtos e consumos de recursos naturais como instrumento para coibir práticas como a perfuração indiscriminada de poços artesianos, por exemplo.

A pesquisa foi realizada com apoio de bolsa de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), concedida por meio do Programa de Iniciação à Pesquisa, Criação e Inovação (PIPCI). O PIPCI é gerido pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG) e visa preparar novos pesquisadores ao longo de sua formação acadêmica especializada, empregando para isso a concessão de bolsas de Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica, financiadas com recursos da própria UFSB e de agências externas, como a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) e o CNPq.

A equipe responsável pela pesquisa explica a relevância do tema.

Nathália (com o microfone) desenvolveu estudo sobre tributação
ambiental para preservação de recursos hídricos

De que trata a pesquisa?

Desenvolvida no âmbito do Programa de Iniciação à Pesquisa, Criação e Inovação (PIPCI), a pesquisa tratou de um estudo sobre a possibilidade e viabilidade da instituição de tributos extrafiscais ambientais sobre o uso dos recursos hídricos em Porto Seguro, de modo a atender e contemplar as demandas e exigências da região Extremo Sul da Bahia. A pesquisa foi desenvolvida pela discente Nathália Corona Andrade, no âmbito do Grupo de Pesquisa “Direito, Justiça e Mudanças Normativas” (CNPq/UFSB), sob orientação do professor Roberto Rabbani.

Cabe ressaltar que os tributos ambientais possuem a capacidade de modificar o comportamento dos agentes de forma a promover a proteção do meio ambiente, através da cobrança de prestação pecuniária, incluindo cobranças sobre emissões, produtos e consumos que prejudiquem o meio ambiente, ao mesmo tempo em que incentiva atividades e produtos que estejam em conformidade com as necessidades ambientais. A partir da imposição de um preço sobre o produto que lesiona o meio ambiente, pode-se aferir arrecadação e desincentivar condutas prejudiciais a ele. Assim, a tributação ambiental objetiva, centralmente, a defesa do meio ambiente.

Considerando as funções desempenhadas pelos tributos no Estado Democrático de Direito, acredita-se que a extrafiscalidade é a que melhor pode ser explorada em prol da garantia de direitos fundamentais e dos demais objetivos constitucionais. A justificativa para essa afirmação é o fato de que a extrafiscalidade não almeja mera arrecadação, sendo moldada para trabalhar no processo de sensibilização social, para que as pessoas sejam orientadas a agir em prol dos bens públicos. :: LEIA MAIS »

Judoca de Ilhéus traz título e mantém liderança do ranking Nacional Veteranos

O atual líder do ranking Nacional Veteranos, o judoca Hakson Andrade, trouxe mais um título para Ilhéus e uma medalha para sua coleção. O atleta da categoria A-66 kg também lidera o ranking estadual, abrindo vantagem sobre outros competidores.

O Campeonato Baiano aconteceu no último final de semana, na área de eventos do Shopping Bela Vista, em Salvador. Hakson sagrou-se vice-campeão baiano Black Belt, exclusivo para faixas pretas acima de 16 anos. Ao todo, mais de 400 atletas baianos participaram do evento.

Bons resultados – Sem apoio, Hakson, que obteve resultados surpreendentes, continua fora das competições, mas mantém a esperança. A delegação brasileira sentiu a baixa, pois entre os dias 11 e 14 de outubro, haverá o Mundial de Judô em Marrocos, na África.

Ele lembra que para competir fez de tudo. Encarou uma campanha de financiamento e sorteios de alguns produtos e serviços. Tudo por meio de amigos e empresários que acreditaram em seu potencial. “Treinei bastante e me sinto preparado para este desafio”, acredita o judoca.

Os valores arrecadados na época serviram para cobrir despesas com passagens de avião, hospedagem, alimentação, translado e outros. O judoca disse que a luta continua e quer continuar a representar Ilhéus, a Bahia e o Brasil nos tatames da vida.

Quem quiser ajudar pode entrar em contrato pelos telefones: 73 98814-9980 ou 99932-2221 Banco do Brasil – Agência 0019-1 Conta corrente 67515-6. Siga o judoca pelo Instagram: @Haksonjudo

AGRADECIMENTOS:

www.r2cpress.com.br

@AcademiaRaiz @bostosavoa @academiacorpore @fisioterapeutaleonardo @espaçomove

Avenida Soares Lopes recebe espetáculo ”Circo para todos” sábado (5)

No próximo sábado (5) a diversão vai tomar conta da Avenida Soares Lopes. É que o projeto “Circo para todos”, da Cia Kumbaya se apresentará às 17h30min, na Praça Dom Eduardo, em frente à Catedral de São Sebastião, centro de Ilhéus. A atração circense tem o apoio da Secretaria Municipal da Cultura e do Turismo (Secult).

A companhia é composta pelos artistas Renato Antônio (Palhaço Saracura) e Kátia Souza (Palhaça Gigi), que viajam há mais de 10 anos viaja pelo Brasil. Por onde passam, a alegria e a emoção estão garantidos num espetáculo para toda a família. O objetivo, segundo eles, é espalhar a arte do circo em todos os cantos do País.

A proposta da Secult é promover neste dia, entretenimento e lazer ao público participante. Com as ações idealizadas pela tradicional família de circo, a Secult visa resgatar valores culturais, promover o despertamento e interesse do cidadão ilheense através da arte. Quem comparecer ao local terá um dia incrivelmente mágico garantido pela Cia Kumbaya.

Onze cidades baianas recebem Conferências Macroterritoriais de Ciência e Tecnologia

Com o objetivo de elaborar a nova política estadual do setor, o Governo da Bahia, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), realiza a IV Conferência Estadual de CT&I. Antes disso, entre os dias 21 e 31 de outubro, onze cidades baianas recebem as conferências macroterritoriais, também chamadas de conferências regionais, quando será possível discutir ideias, iniciar debates, entender as demandas locais, bem como eleger os delegados para o evento estadual, que acontece nos dias 5 e 6 de dezembro, em Salvador, com o tema “Bahia: Sociedade 5.0”.

De acordo com a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, a necessidade desta Conferência surge do impacto das mudanças tecnológicas que fazem parte da contemporaneidade. “A Conferência acontece em um momento de novo paradigma com a reestruturação das relações produtivas, tanto no âmbito do crescimento econômico como de vida social”, disse.

As transformações citadas pela secretária são estruturantes e precisam ser incorporadas no dia a dia para potencializar o desenvolvimento do estado. “Neste cenário, a Bahia e o Nordeste têm um déficit que precisa ser sanado para não ampliar a distância entre nossa região e os demais estados do país”, ressaltou.

Antecedendo a IV Conferência Estadual, os municípios de Feira de Santana, Ilhéus, Eunápolis, Vitória da Conquista, Seabra, Irecê, Barreiras, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Salvador e Serrinha, recebem as Conferências Regionais, a fim de eleger 20 delegados para cada macroterritório, através de grupos formados por 4 integrantes que ficarão responsáveis por apresentar as demandas de cada região, representando os seguimentos empresarial, Institutos de Ciência e Tecnologia (universidades, centros de pesquisa), poder público,  sociedade civil organizada e entidades de representação setorial, como, por exemplo, FIEB, SEBRAE, IBAMETRO, dentre outros.

Entre os temas que serão discutidos estão: integração do ecossistema estadual de CT&I; temas estratégicos para pesquisas cientificas e tecnológicas; infraestrutura de CT&I; formação de pessoal para a sociedade 5.0; inovação tecnológica; financiamento de CT&I; tecnologias sociais para o desenvolvimento sustentável; e difusão de conhecimento e popularização da ciência. Detalhes como abertura das inscrições serão divulgadas em breve no site da Secti.

Final do CRAS Music Festival revela cultura, música e inclusão da juventude ilheense

Música, cultura, arte e muita emoção. Assim foi a noite da grande final do “Cras Music Festival”, evento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS) na sexta-feira (13), com o objetivo de valorizar a cultura local com incentivos ao potencial artístico, interação e convivência comunitária. Lotado, o Teatro Municipal de Ilhéus (TMI) levou o público ao delírio.

Na plateia, um público formado por representantes de entidades, associações e comunidades locais. A ex-deputada estadual, Ângela Sousa e o secretário da Cultura e do Turismo, Fábio Manzi Junior também marcaram presença, quando conferiram a apresentação dos classificados, todos referenciados dos cinco Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) do município.

A finalista Débora Nascimento, cujo nome artístico é Deb Santti estava ansiosa pelo resultado. Ela considerou estar no evento uma grande vitória. “Escolhi uma música autoral e a expectativa é que ela seja escolhida entre as melhores. Eu canto profissionalmente há cinco anos e sou apaixonada pela música. Espero viver disso”, contou.

Ronaldo José dos Santos, tio da candidata Juh Santana reconheceu que o projeto possibilita à juventude ocupar o tempo com atividades que estimulem a criação artística. “Muito bom para a juventude distrair a mente. Parabenizo à Prefeitura pela organização e por estar dando espaço aos jovens ilheenses, da comunidade de Olivença e de todos os locais”.

A comissão julgadora foi composta por cinco jurados de peso. A professora de dança e representante da Câmara Setorial da Dança de Ilhéus, Bianca Lavigne; o publicitário e produtor musical, Hélio Ricardo; a cantora Jamyle Alves que participou do “The Voice Brasil”; o gestor da Bahia FM Sul, Fábio Lopes e a baterista e percussionista, Ticiana Belmonte.

Ganhadores – Os prêmios foram entregues aos vencedores nas seguintes categorias:

Melhor música – Deb Santti, de 21 anos, apresentou a música autoral “Eu te vi” e levou para casa um violão.

Melhor letra – Emily Santos, de 15 anos, reside no bairro Nossa Senhora da Vitória. Sua performance autoral, com a música “Na beira da praia” foi premiada com um violão.

Melhor intérprete feminino – Apresentando a música “Outro Amor”, de Geovanna Jainy, a candidata Nikoly Chaves levou para casa um ukulele.

Melhor intérprete masculino – A dupla Lucas Nascimento e Luan de Oliveira agitou o palco apresentando a canção autoral “A dor de uma mãe”. A dupla foi premiada com um cajon.

Melhor show – Ficou por conta da Juh Santana, de Olivença. Seu nome étnico é Amanayara Tupinambá. Ela apresentou a canção autoral “Descolonizando” e ganhou uma guitarra.

A grande surpresa da noite foi revelada por Fábio Lopes (da Bahia FM). Ele convidou os cinco vencedores para na próxima sexta-feira (20) apresentarem, ao vivo, suas músicas na emissora de rádio em Itabuna, e assegurou que a próxima final do evento terá transmissão ao vivo pela Bahia FM Sul 102,1.

“Algumas crianças, adolescentes e até adultos que frequentam CRAS já trabalham com música. Então, ligamos as ações que já realizamos, assistindo à população que mais precisa do município, com uma ideia vinda do prefeito Mário Alexandre. Dessa forma, conseguimos adequar à realidade deles e promover um festival”, explicou o titular da SDS, Rubenilton Silva.

Ele acrescentou ainda que o município disponibilizou toda a estrutura da grande final para que que os candidatos pudessem apresentar os seus trabalhos. “Felizes porque conseguimos disponibilizar o espaço, som e instrumentos para que eles exibissem o seu talento junto à comunidade, buscando o reconhecimento da sua arte”.

As audições dos 28 candidatos ocorreram no dia 23 de agosto último. Esta fase classificatória selecionou ao todo, 12 participantes que chegaram à grande final. Os vitoriosos são assistidos pelos CRAS Norte (Jardim Savóia), CRAS Sul (Nossa Senhora da Vitória), CRAS Vilela (Teotônio Vilela), CRAS Oeste (Banco da Vitória) e CRAS Olivença.

SESI Ilhéus oferece vagas gratuitas para Educação de Jovens e Adultos

SESI Ilhéus oferece vagas gratuitas

para Educação de Jovens e Adultos

O Serviço Social da Indústria (SESI Bahia), em  Ilhéus está oferecendo a  oportunidade para  jovens e adultos retomarem os estudos gratuitamente. São 350 vagas Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos.

Os cursos são realizados na modalidade a Distância (EaD). As matrículas precisam ser feitas na unidade de ensino do SESI em Ilhéus, levando RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar.
O SESI também possui a metodologia de Reconhecimento de Saberes, que identifica, valida e certifica as competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho do estudante.

A principal vantagem é que os conhecimentos prévios do aluno diminuem o tempo de curso, ao focar nas competências essenciais que o estudante precisa dominar para obter o diploma de ensino fundamental ou médio.

Maiores informações www.fieb.org.br/sesi ou pelos fones (73)-3222-7077 e  (73)-3222-7075.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia