Editoria ‘Espaço do Leitor’

VISITA AO CENTRO DE PESQUISAS DO CACAU

O ex-ceplaqueano que ama e respeita sua instituição (CEPLAC) sempre volta. Quer rever os amigos que ainda estão por lá, ver os campos, as plantações de cacau, os laboratórios e o auditório, para ouvir e aprender.

Local de tantas reuniões técnicas, de discussões, de apresentação de novas ideias, enfim do encontro da geração de cientistas e estudiosos na busca de soluções e orientação para os produtores, em especial do Cacau.

Nesse dia, com o auditório lotado de interessados na tecnologia, uma exposição de uma ex – funcionária a Dra. Elizabeth N. Fernandes agora, profissional da Embrapa no Centro Nacional de Gado Leiteiro – Juiz de Fora, MG. Discorreu brilhantemente sobre as realizações e os resultados das pesquisas feitas e em andamento sobre a produção de Leite e também sobre a qualidade desse importante produto para a população brasileira. Respondeu as inúmeras perguntas dos curiosos e ávidos de conhecimento, inclusive dos alunos da antiga EMARC. Demonstrou a grande estrutura e capacidade técnica e operacional do Centro Nacional de Leite da Embrapa.

Parabéns! Foi uma valiosa contribuição apresentada com técnica e sentimento de uma ex ceplaqueana. Parabéns ao CEPEC pelo convite.

– Depois a oportunidade de conhecer e visitar os laboratórios e a fábrica do Chocolate.  Lembrei-me de Mororo, técnico que iniciou com idealismo esses estudos na Ceplac; hoje, como especialista e aposentado assessora uma empresa produtora de chocolate fino. A visita foi orientada pela Professora Neyde Alice Marques Pereira detalhando todos os passos, desde a colheita do cacau até a prova final do chocolate de qualidade. E os estudos não estão apenas nos laboratórios existem projetos de cooperação com empresas, difundindo a nova tecnologia do chocolate.

Assim estão crescendo as Fábricas artesanais e pequenas indústrias desse produto delicioso chamado “Manjar dos Deuses”.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Rua Bento Berilo / Rotina

Todo santo dia a história se repete.

CHIBATA FINAL

Comerciante abre a loja, pega a vassoura, empurra a água para ela pegar um rumo e nada. Ela retorna e fica, além da fedentina, inviabilizando até um bate papo.
O pagador de impostos já não sabe mais para quem apelar/cobrar. Já fez o pedido, já chamou amigos, já telefonou e nada.

Diante de tal situação a conclusão é mais do que simples:

Se não existe interesse ou competência para cuidar de uma simples situação dessa poderemos esperar GRANDES REALIZAÇÕES na cidade?
Diante desse fato, mesmo a gente ouvindo  regularmente, que  “Estamos avançandoooooooooooooooooooooooooo” fica difícil acreditar.

Socorro e Fiscalização

A Rua Sete de Setembro e Praça Cairu pede socorro e fiscalização com urgência.

Tem uma loja de móveis e alguns açougues que estão promovendo a maior poluição sonora e neste momento tá a maior zueira.

Ninguém consegue trabalhar nas imediações, ou mesmo, atender um telefone.

É a semana toda isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Maria José

OS CAMINHOS DO DESENVOLVIMENTO EM PAÍSES CAPITALISTAS PERIFÉRICOS COMO O BRASIL

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE ONDE ESTÃO AS 4 SETINHAS (LADO DIREITO).


Fernando Alcoforado.

“GRUPO ESCOLAR GENERAL OSÓRIO”… QUAL SERÁ O SEU TRÁGICO DESTINO?

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE ONDE ESTÃO AS 4 SETINHAS (LADO DIREITO).

Luiz Castro em: DECOLORES

O Boletim Escolar

Uma garota tinha que entregar o boletim escolar dela para os seus pais e, as notas ali, não eram as notas do sonho de nenhuma mãe muito menos de nenhum pai. Ela usou a criatividade para contar essa maravilhosa notícia.

Oi papai! Oi mamãe!

É com o coração partido, mas muito feliz da vida. Que eu digo para vocês que eu sai fora com o Dudu, ele é o homem da minha vida. Ele é tudo de bom.

Estou absolutamente fascinada com as suas tatuagens, com aquele cabelo moicano, com aqueles ferros e piercings que ele coloca naquele corpinho maravilhoso. Entretanto. Tenho que lhes contar que não é só isso. O Douglas, aquele menino que vocês não gostam dele de jeito nenhum, ele está com a gente.

Portanto não se preocupem comigo. Já tenho 15 anos e sei muito bem me virar sozinha tá.
Com amor e carinho da sua querida filhinha.
Ah! Pai, mãe, isso é só uma brincadeirinha viu! Estou na casa da Mariana, só queria mostrar para vocês que há coisas bem piores na vida que estas notas que estão aí no boletim. Não se estressem Ok!. No ano que vem eu me recupero. Beijinhos!

Resposta dos pais:

•| MATÉRIA COMPLETA »

PSICOMUNDO <> (II) O SILÊNCIO DA CONSCIÊNCIA HUMANA PEDE RESPEITO AOS HOMENS PÚBLICOS <>

Assistir pelas redes de televisões as propagandas dos políticos suplicando votos para as próximas eleições; uns querendo mais continuar e outros iniciando as armações das suas novas fantasias. Alguns já famosos profissionais da politica, os considerados mestres em obras públicas, especialistas em tantas maquiagens de serviços supostamente realizados, maquinando outras etapas visivelmente impossíveis de serem concretizadas.

Não podemos encarar o Brasil como um País sério e de boas esperanças para o futuro! O que vemos nessas famigeradas artimanhas são apenas previsões de como buscar superfaturamentos; são as artes produtoras com ausências de projetos visando apenas às aquisições de verbas que não se sabe para onde vão. Não podemos encarar o Brasil como um País sério e de boas esperanças para o futuro com tanta falta de transparências nas contas públicas.

São tantas obras inacabadas, a exemplo, o metrô dos baianos, que todos nós estamos engolindo todos os dias como meio transporte de primeiro mundo, ou mesmo como se fosse um projeto de engenharia com técnicas perfeitas, anunciado como pronto, que vem trazendo relevantes serviços aos trabalhadores, e projetado na nossa grandiosa Bahia.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Foto de navio

Claudio Cerqueira
j.c.cerqueira@hotmail.com

Viajei também no Comandante Capela de Ilhéus para o Rio de Janeiro, por isso tenho curiosidade em saber mais sobre o navio. Será que consigo uma foto?.
Grato.

Claudio Cerqueira.
J.c.cerqueira@hotmail.com

25 DE MARÇO DE 2014 – Dia Da Acusação

Caso cinquentinha

Cinco meses da denúncia feita contra alguns vereadores e até hoje NADA foi apurado, simplesmente como não tivesse NADA acontecido.

Mais uma vez tenho plena certeza que o denunciante não estava com problemas mentais para inventar tal acusação.

Os denunciados continuam mudos e surdos e a sociedade ilheense sendo tratada com deboche, como sempre.

Taquí e pronto!

Taquí e pronto!

Lamentável! Uma instituição sem credibilidade, o povo dá o troco e faz também deboche, o dimdim entra na conta todos os meses e a vida continua. E haja o famigerado duodécimo.

Anote aí: cada vereador recebe subsídio mensal no valor de R$ 10.021,00, mais R$ 10.000,00 para assessoria e com a obrigação (quando não falta) de participar de duas sessões por semana (terça e quarta), a partir das 16:00 horas e não pode passar das 20:00 horas. É mole ou quer mais? Não consigo acreditar e nem entender.

Senhores vereadores! A função do vereador é LEGISLAR e FISCALIZAR AS AÇÕES DO PODER EXECUTIVO, vocês sabem disso? E também respeitar a sociedade e principalmente os seus eleitores.

Numa entrevista do vereador Cosme Araújo a uma emissora de rádio em 12.08.2014, assim o mesmo se expressou com relação à nossa gloriosa câmara de vereadores:

“Tenho vergonha de ser vereador, tenho nojo da câmara, é a pior que já existiu na história de Ilhéus. Não quero ser mais candidato a vereador.”

ZÉCARLOS JUNIOR

AS HISTÓRIAS DO SOBERANO REI

Está escrito: “Oração sem ação e sem obras, é simplesmente uma ilusão”.

E também o Livro Sagrado diz: “A fé sem ação é vã”

Um dos destaques do discurso repetitivo do nosso alcaide era o tal recapeamento asfáltico de ruas e avenidas da nossa sofrida cidade.

Esse troço já tinha sido solicitado inclusive pelo ex-prefeito ao nosso glorioso governador.

Mas o serviço só começou a ser realizado neste segundo ano do atual mandato e já está dando panos pra manga.

Senão vejamos: no início dos trabalhos o nosso rei tirou todas as fotos possíveis, com coroa e tudo, em todas as frentes de trabalho, pois o marketing almejado pelo dito cujo estava ao alcance de suas mãos.

Achei lindo demais a foto do rei, com a coroa do reino, perfilado na entrada do prédio da CEPLAC, assistindo as máquinas aplicando o asfalto e o seu ego sendo abastecido perante os seus súditos.

Pois bem! Algumas ruas receberam o asfalto, outras o serviço ficou pela metade, mas a festa continuava no palácio em comemoração ao piso preto.

De repente, mais do que de repente, as máquinas param e o asfalto some, tanto foguetório pra nada.

Vender ilusão a um povo a essa altura do campeonato, divulgando factoides todos os dias sobre obras e mais obras que serão realizadas com recursos estadual e federal, é dar um tiro no próprio pé e aumentar mais ainda o índice de rejeição.

•| MATÉRIA COMPLETA »

RUA ANTONIO LAVIGNE DE LEMOS

Pouca conversa nessa hora.

Rua Antonio Lavigne de Lemos

Rua Antonio Lavigne de Lemos

Estas fotos são de um casarão localizado à Rua Antonio Lavigne de Lemos, nº 145 (ao lado do prédio onde funcionou o CDL) e bem pertinho da Igreja São Jorge.

Esta rua faz parte do corredor histórico e é um dos roteiros dos turistas.

O casarão está abandonado, caindo aos pedaços, causando risco a quem passa pelo local, não sei se a defesa civil tem conhecimento desse problema.

Portanto, cabe à fiscalização da prefeitura identificar o seu proprietário e intimá-lo a tomar providências urgentes para resolver esta pendenga no centro da cidade.

Sem a aplicação do CÓDIGO DE POSTURA e fiscalização fica tudo mais difícil e a nossa sofrida cidade está realmente precisando de fiscalização e atenção aos inúmeros desmandos existentes.

Fica aí registrada a nossa denúncia.

ZÉCARLOS JUNIOR

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE


1) CTN – CENTRO DE TRADIÇÕES NORDESTINAS, UM PEDAÇO DO NORDESTE EM SÃO PAULO (1ª PARTE).
2) AMIGOS RADIALISTAS DO PASSADO E DO PRESENTE.
3) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

•| MATÉRIA COMPLETA »

UNIVERSIDADES  –  COMO ESTAMOS ATRASADOS!

Grande parte de minha vida profissional dediquei-me a defender as Universidades e a estimular líderes e autoridades para criar novas instituições deste gênero.

Estudei e trabalhei em uma delas, aprendendo e ensinando novos conhecimentos e sugerindo ideias a vários grupos de estudantes.  Nestes últimos quarenta anos tenho escrito na defesa e na demonstração de apoio ao estabelecimento de uma Universidade na região sul da Bahia.

Um trabalho de catequese aos líderes do momento, convencendo autoridades governamentais e executivos da contribuição permanente e de forma efetiva, para o desenvolvimento sócio econômico e cultural da    região e do Estado.

Nelas, prepara-se as gerações com novas técnicas e conhecimentos; estimula os jovens a pensar, a ler, pesquisar e buscar soluções para os problemas. A compreensão do presente aliada à visão do futuro predomina.

Ultrapassando momentos críticos e de carência de recursos financeiros, da incompreensão dos políticos e às vezes, algumas irreverencias dos alunos jovens e rebeldes, as Universidades vão enfrentando todos estes problemas. Em alguns momentos, os professores sofrem o desanimo e perdem o seu lado educador, pela falta de decisões governamentais dos problemas universitários.

A sociedade mais próxima da Universidade, se orgulha da sua existência, (mesmo sem saber o que é uma Universidade) representando o futuro para seus filhos. Mas, nada fazem para o seu desenvolvimento e defesa dos seus projetos educativos.

No entanto, as nossas Universidades, neste Brasil em crescimento e conturbado vão caminhando lentamente. Às vezes, pensamos que já temos um grande progresso cultural e educacional e que possuímos uma Universidade da melhor qualidade, aquela que almejamos. Triste pensamento!

•| MATÉRIA COMPLETA »

Ferrovia OESTE – LESTE

Para ler em tela cheia clique onde estão as 4 setinhas (lado direito).


Enviada por José Rezende Mendonça.

PSICOMUNDO <> (I) O SILÊNCIO DA CONSCIÊNCIA HUMANA PEDE RESPEITO AOS HOMENS PÚBLICOS <>

Se o mundo continuar nessa brincadeira de faz-de-conta quando se tratar de apurar ou corrigir coisas que diariamente os vândalos da politicagem denigrem e deixam vestígios de indignidades, falta decoro moral, ou mesmo recapitular as mensagens como deixaram em seus legados os grandes vulto literários brasileiros, e verificar os anais da nossa história: “simplesmente assistindo as informações que os homens de bem passaram a ter vergonha de ser honestos”, como vamos imaginar o Brasil que estamos enfrentando, margeado de tantas adversidades financeiras na sua administração, o que faremos com tantas mazelas?

A Receita Federal do Brasil, com todo respeito aos seus representantes, já parou para fiscalizar ou analisar as contas públicas, os fartos salários adicionados às consideráveis gratificações, as multiplicações dos bens patrimoniais, as formações de grandes riquezas adquiridas em tempos abreviados dos políticos brasileiros e dos seus nobres e extensivos parentes e familiares? Talvez seja possível que surja o medo das exorbitantes surpresas desenfreadas sem o poder de tomar as honestas e cabíveis providencias! A turma que adora o nepotismo e do grupo do come quieto não estão dormindo no ponto em querido e amado País!

No faz de conta que tudo que acontece em toda a nossa Nação Brasileira é sempre próspero e bonito; ainda observamos autoridades públicas que são acusadas de desvios de comportamentos éticos e morais em diversas escalas; são imensas as praticas de crimes contra o nosso patrimônio social e financeiro; e seus denunciantes passam por fomentadores de calúnias e são mentirosos; muitos advogados ou juristas em defesa dos seus constituintes declaram diante dos tribunais, Juízes, testemunhas e a sociedade em geral de fato e de direito que nada aconteceu; quem formalizou as denuncias não são acusados por “perjúrio”; ninguém é penalizado quando delatou alguém inocente, aliás, supostamente o nosso País está cheio de inocentes úteis!

•| MATÉRIA COMPLETA »

Alfredo Amorim da Silveira

CONTRA FOTO 20 08 2014

RUMO A 2012? 

Final de 2012, final de mandato do gestor municipal à época. O lixo acumulado ao lado do Colégio CAIC (leia-se “Lixão do CAIC”) atingia seu recorde de acúmulo dos últimos tempos, ocupando toda a extensão da via pública – cerca de cem metros – e empilhado em altura aproximada de dois metros. Uma vergonha descabida e inadmissível.

Em 2014 a vergonha continua, o acúmulo de lixo cresce em progressão geométrica e a coleta deixa a desejar, pois a atual gestão municipal também não dá a devida importância ao assunto, indo na contramão do respeito à saúde pública e ao meio ambiente.

O povo tem sua culpa, por ignorância ou falta de educação (ou as duas coisas), mas é o poder público, através da administração municipal, que tem que moralizar e dar um basta, ensinando o bê-a-bá, orientando, fiscalizando e aplicando pesadas multas e outras sanções aos infratores, ao invés de ser cúmplice e conivente. Paralelo a isso, proceder a desapropriação (se for o caso), iluminação e urbanização do lugar, com a construção de uma praça/área de lazer, por exemplo. Convenhamos, não custa tanto dinheiro assim.
Infelizmente, inércia e falta de vontade são dois males que assolam, sem distinção de ideologia ou corrente política, sucessivos administradores desta cidade.
As foto são de 20/08/2014, ao meio-dia. Que não caminhemos para um novo recorde.

RUMO A 2012? 

RUMO A 2012?

RUMO A 2012? 

RUMO A 2012?

Nilson Pessoa

VASCO DA GAMA / 116 anos de fundação

21 de agosto de 1898

116 anos de fundação

Para os meus amigos vascaínos.

Vamos todos cantar de coração.

A cruz de malta é o meu pendão.

Tu tens o nome de um heróico português.

Vasco da Gama a tua fama assim se fez.

Tua imensa torcida é bem feliz.

Norte e Sul

Norte e Sul deste Brasil.

Tua estrela, na terra a brilhar, ilumina o mar.

No atletismo és um braço.

No remo és imortal.

No futebol és o traço de união Brasil Portugal.

ZÉCARLOS JUNIOR

ZÉCARLOS JUNIOR

 

Heckel Januário em: MELHOR OS BONS QUE OS MAUS

<<Inserimos, antes deste escrito propriamente, nossos pesares pela morte das sete pessoas no comentado trágico desastre aéreo em Santos, entre elas um político candidato, Eduardo Campo, um “homem de bem”, que poderia estar relacionado com o texto.>>

O ruidoso começo de campanha eleitoral me fez lembrar –como havia me chamado a atenção– da conclusão no ar via telefone de Zecarlos Junior, colega ceplaqueano, e vascaíno, e um dos ardorosos defensores do Pontal. Não preciso o horário, mas gravei: primeiras horas da manhã do dois do corrente mês na radio Santa Cruz daqui da Capitania dos Ilhéus.

Mesmo pegando o meio da conversa, o bonde andando como se diz, percebi que depois de elogios ao condutor do programa e demais radialistas da referida emissora pelos bons serviços prestados à comunidade ilheense na qualidade de comunicadores, aconselhava-os a não entrarem na política, pois já era significativa a contribuição deles à sociedade.  O desaconselho –assim entendi e deduzi– tinha a ver com os constantes maus exemplos de nossos políticos e que –desabonando  a política brasileira– coadunava com um pensamento comum em milhões de brasileiros: “homem de bem não deve entrar na política”.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Alfredo Amorim da Silveira

contra foto 19 08 2014

Páginas: Anteriores 1 2 3 ... 7 8 9 10 11 12 13 ... 375 376 377 Próximas