dengue prefeitura ilheus

Editoria ‘Espaço do Leitor’

Explicação inteligente de um médico bem humorado

Entenda bem de RIM, ÁGUA e de CERVEJA.

Agora BEBA CORRETAMENTE.

A HORA CORRETA PARA TOMAR ÁGUA


Você vai ao bar ou a uma festa e bebe uma cerveja. Bebe a segunda cerveja. A terceira e assim por diante. O seu estômago manda uma mensagem pro seu cérebro Dizendo… Caracas veio… o cara tá bebendo muito liquido,  tô cheião! Seu estômago e seu cérebro não distinguem que tipo de líquido está sendo ingerido, ele sabe apenas que “é líquido”.
Quando o cérebro recebe essa mensagem ele diz: Caraca. O cara tá maluco!

E manda a seguinte mensagem para os Rins “Meu, filtre o máximo de sangue que você puder. O cara aí tá maluco e tá bebendo muito líquido, vamos botar isso tudo pra fora” e o RIM começa a fazer até hora extra e filtra muito sangue e enche rápido.

Daí vem à primeira corrida ao banheiro. Se você notar, esse 1º xixi é com a cor normal, meio amarelado, porque além de água vêm as impurezas do sangue. O RIM aliviou a vida do estômago, mas você continua bebendo e o estômago manda outra mensagem para o CÉREBRO: Cara, ele não para, socorro! E o CÉREBRO manda outra mensagem para RIM: Veio, estique a baladeira, mande ver aí na filtragem!

O RIM filtra feito um louco, só que agora, o que ele expulsa não é o álcool, ele manda pra bexiga apenas ÁGUA (o líquido precioso do corpo).

•| MATÉRIA COMPLETA »

PSICOMUNDO <> DIFICULDADES SOCIAIS PROVOCADAS <>

A crise do trabalho no Brasil e as desastrosas experiências de geração de emprego e renda são fatos de inteiras dificuldades sociais que foram provocadas pela ignorância da população e puxados por políticos visionários. Com tantos sonhos cheios de utopias, os nossos administradores públicos criaram muitos planos irrealizáveis em que podemos observar apenas futuros imprevisíveis, permeados com inusitadas fantasias em nossa sociedade. São inúmeras coisas propagadas que nunca foram plenamente realizadas no passado, e acreditamos que nem poderá vir a sê-lo no futuro.

A falta do planejamento de vida em comunidade deixou de ser prioridade na política administrativa do nosso País. Não conseguem controlar tantas carências de necessidades básicas dos brasileiros. Estamos diante de anseios fracassados quando analisamos o bem-estar social com tantas manifestações pelas ruas e os brasileiros poucos esclarecidos nas suas impensadas convicções, estão exigindo visionários direitos com ideias de quimeras, em que tudo está pronto e não depende de nenhuma organização social em que seja marcante o lado orçamentário.

E como fazer para cobrir despesas para a formação de coisas produtivas se foi desviado altas somas de verbas financeiras visando construções de fantasmas. O Brasil se encontra cheio dos chamados elefantes brancos e inconsequentes empreiteiros ricos e seus ganhos depositados em paraísos fiscais pelo mundo inteiro.  Chega-se até o ponto de muitas pessoas afirmarem que os ricos nunca serão presos e nem mesmo permanecerão trancafiados em prejuízos de comportamentos e suas consciências jamais serão abaladas.

•| MATÉRIA COMPLETA »

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE


1) NA COMPANHIA DE EX. GOVERNADORES QUE AGORA SÃO MINISTROS.
2) O INVENTÁRIO DO SEU LUNGA.
3) RELEMBRANDO A CARAVANA DO MEU PADIM EM ILHÉUS.
4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Vou dar uma força …

Olá, Rabat
Tudo dentro (dos conformes)?
Estou pensando seriamente em dar uma força para sua santidade o prefeito. Aquele e esse que aí está.
Quando sair a primeira parcela do meu décimo estarei chamando um pedreiro e um carpinteiro ou marceneiro porque a coisa na procuradoria da prefeitura está um pancão (lembrei do O Marimbondo).
Se uma excelência da nossa gloriosa prefeitura resolve tomar um arzinho e o reboco (ou a janela mesmo) cai na cabeça dela eu não vou me perdoar.
Agora, sem sacanagem: esse buraco em baixo da porta é para economizar energia elétrica com ventilador ou ar condicionado? Alguma coisa do tipo canalização de ar?

Semana que vem vou mandar fotos de outras salas para que vejam como está o pomposo/magnânimo (lembrei do Mangangay kkkkk) centro das grandes decisões do município de Ilhéus.

01

01

02

02

Tenha uma noite de bons sonhos.

Abraços fraternos,

EDU CARvALHO…

QUE DIFERENÇA FAZ, SE 2014 OU 2015?

Os dias acontecem um atrás do outro. Terminar um ano e começar o ano seguinte é detalhe, coisa de calendário mesmo, e só. A vida é vivida dia após dia.
Apesar de tudo, coincidiu certinho com a passagem de ano a “mudança” na situação do Lixão do CAIC e na coleta do lixo doméstico deixado na porta de casa.
O Lixão do CAIC abriu 2015 expandido, praticamente extrapolando a fronteira da tradicional rua que mede cem metros.
Quanto à coleta de lixo de porta em porta, até que no segundo semestre de 2014 foi bem, mas nesse novo ano desandou, não dando conta dos dias e horários predeterminados. É a sina de todo verão, a cidade deveria ficar mais limpa e acaba ficando mais suja. Vá entender.
A conclusão é que 2015 começou muito mal. Só nos resta mesmo as belezas naturais, porque o resto é o de sempre: lixo, buracos e descaso.

01

01

02

02

Nilson Pessoa

RECADO PARA MEU AMIGO VAL (Derneval Furtunato)

Mudanças na prefeitura.

Assume o cargo de Superintendente de Obras e Serviços Públicos, o nosso amigo VAL.

Conhecemos a capacidade e a vontade de trabalhar de VAL, inclusive já deu provas.

Portanto, o amigo vai ter pela frente uma missão difícil e que requer muita determinação.

Acredito em você e a nossa bela e sofrida cidade está precisando de muitas coisas, principalmente o BÁSICO, o feijão com arroz.

Limpeza pública, operação tapa buracos, limpeza dos mirantes, faixas de pedestres, semáforos, e por aí vai…

Meu amigo! A avenida Getúlio Vargas (Lomanto Junior/Pontal), é a única via de acesso à Zona Sul e acreditamos que você vai lhe dedicar uma atenção especial, notadamente nas proximidades das cabeceiras da ponte sentidos centro/Pontal/centro.

Tome uma posição e acabe de vez com aqueles buracos que estão causando perigo.

Veja que não estamos pedindo nenhuma obra de vulto, apenas o básico, o que atrapalha a mobilidade urbana.

Ouça o reclame do povo. Ande pela cidade. Conheça seus problemas.

Sucesso na nova missão.

Obrigado!!! Com licença!!!

ZÉCARLOS JUNIOR

A PAZ MUNDIAL E A CONFRATERNIZACAO UNIVERSAL



Fernando Alcoforado.

Notícias de Montevideu

Guilherme Albagli de Almeida

A lixarada em torno da Praca Sao Joao, no Pontal, fez-me comprar passagens e reservar um hotel para conhecer o Uruguai, pais vizinho  onde nunca estive e onde o meu colega Enio me disse ser uma beleza de lugar e de sociedade.

Cheguei aqui há alguns dias, hospedando-me num bom quatro estrelas bem junto da Praca Artigas, onde esta o Palácio do Governo e a Morada Presidencial que o socialista Presidente Mujica disponibilizou aos muitos moradores de rua do local.
Montevidéu, Montevideo, em espanhol, deve o seu nopme a uma antiga indicaçao de marinheiros que do mar avistavam seis montes quando por aqui velejavam do Leste ao Oeste. Monte VI de E (este) a O (oeste). Assim nasceu o nome da aldeia de homens mestiços na ponta de um cabo apontando ao Mar del Plata. Como todas as cidades coloniais espanholas, a urbanizaram  com ruas se recortando em angulo reto.
Pensava em náo encontrar por aqui lixo nas ruas, mas me enganei redondamente. Me parece que em Ilhéus se joga menos lixo nas ruas que por aqui.
Mesmo assim, o turismo é intenso e dizem ser este a base da economia local. O custo de vida é alto e um prato feito nao sai por menos de R$ 25, 35, 45 . As porçoes todavia, sao bem  maiores que na nossa terra. O arroz é cozido aqui na água pura, sem qualquer tempeiro. O purê é industrial, feito com batatas em pó. Nao imita em nada o nosso purê de batatas caseiro, tradicional. Comem batata frita como acompanhamento praticamente de todos os pratos, sanduiches, etc.
A maioria da populaçao local é de origem européia, mas temos gente morena, muito pouca, nas ruas. Nao existe uma comida típica local; tudo é comida européia, principalmente mediterrânea.
Ladroes, como em toda parte, arrombam carros e lojas à noite. Dizem que a corrupçao nao difere da nossa. A Canabis é liberada e a fumam tranquilamente junto aos palácios do governo. E ninguém sai dali quebrando nada… Bem na ponta da península, está o Mercado Central, com restaurantes onde um PF nao sai por menos de R$ 50.  Quase todos andam nas ruas com uma garrafa térmica enganchada no sovaco e uma cuia para chimarrao com a bomba de metal na mao direita.
No Sul do Brasil é uma tradiçao encerrar o consumo do mate às tres da tarde, para evitar insônia, mas aqui o bebem até a noite fechada, às 21 ou 22 h.
Punta del Este é o refúgio dos ricos e milionários argentinos, com arranha-céus na orla e uma urbanizaçao muito cuidada, com de ruas curvas e jardins com árvores, arbustos e plantas menores. Tudo muito, muito  caro, por lá. E um calor de se fritar ovos nas calçadas. Me disseram que esta temperatura, ali,é novidade, depois do recente porcesso de aquecimento global.
19, 20, 23 graus sao temperaturas comuns por aqui, na capital..
O nome do país veio do rio Uruguay que, em Tipi-Guarani, significa “Rio onde se Reunem os Pássaros (Uyrá-Gua-Y)”.
A gente local é mui distinta e fala com frequencia aquelas palavras mágicas pouco usadas na nossa terra: Olá, Por Favor, Desculpe, Obrigado, Com Licença.
Ouvir estas palavras pode ser o melhor motivo de toda esta viagem.

Luiz Castro em: DECOLORES

Hoje é o seu dia

Você se preparou para viver o dia de hoje?

As coisas mais importantes da vida somente são valorizadas depois que passam ou são perdidas.

A saúde, o sono, a razão, os fenômenos digestivos, os órgãos dos sentidos, os movimentos são tesouros colocados por Deus a seu serviço.

Portanto, cuidado com esses tesouros.

Está disposto a recomeçar hoje aquele projeto que fracassou ontem?

O aparente fracasso é a forma pela qual a Divindade ensina você a corrigir a sua maneira de atuar, facultando-lhe repetir a experiência com mais sabedoria.

A vida é constituída de lições que se repetem até se fixarem corretamente.

Hoje você tem problemas, que parecem insolúveis, para resolver?

Considere o seguinte:

•| MATÉRIA COMPLETA »

2013 … 2014 … chegando 2015 e …?

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

classificação jabes zécarlos junior

Vamos começar esta nota ativando nas mentes dos ilheenses nativos e adotivos, as famosas frases do nosso alcaide:

“Foi um compromisso de campanha, é um compromisso de governo e é um compromisso com a minha vida”. (2013)

“Só conquistamos o que queremos com a força do trabalho”. (2014)

Dois anos de mandatos já se foram. A alegação principal foi que encontrou a cidade destroçada (todo mundo sabia dessa desgraça).

O que sempre acontece nas cidades é o acúmulo de problemas oriundos de todas as gestões, e aí quando aparece um salvador da pátria leva-se dois anos do mandato para arrumar a casa (como dizem por aí), principalmente com o quadro de pessoal, um vício de todos os políticos.

Mas vamos ao que interessa. Já está passando da hora de se fazer uma pesquisa de opinião, para se saber o quanto anda o índice de aprovação do governo municipal.

Não sei se vai aparecer algum patrocinador, tipo instituto de pesquisa, algum empresário, alguma instituição (CDL, ACI, ATIL, câmara de vereadores,) ou ainda algum ilheense desejoso de avaliar o mandato atual do nosso alcaide.

A pesquisa é um procedimento normal de se avaliar o trabalho do presidente, do governador e do prefeito.

A única certeza que tenho é que esta iniciativa não vai partir de nenhuma secretaria ou assessoria da prefeitura e também do fanático grupo político do prefeito.

Já largaram por aí uma nota abordando uma futura reeleição e até a missão de assumir uma secretaria estadual. Aff…

Acho que vou ficar com uma frase de uma cidadã ilheense em férias na cidade: “A parte administrada por DEUS é excelente, mas a parte dos homens…”

Gostei demais dessa singela frase, sintetiza a nossa dura realidade.

Obrigado!!! Com licença!!!

ZÉCARLOS JUNIOR

UTOPIA: JUSTO JULGAMENTO DOS ZAQUEUS

Por JUVENTINO RIBEIRO 

Juventino Ribeiro

Para completa justiça no julgamento dos ladrões das licitações, do mensalão, da Petrobrás e de tantos divulgados com menos estardalhaço, na aplicação das penas os julgadores deveriam se inspirar num trecho do longo sermão proferido pelo Padre Antônio Vieira, na Capela Real de Lisboa, em 1650.

Vieira cita um trecho bíblico no qual Jesus, rumava para Jerusalém e, em sua passagem por Jericó, encontrara-se com Zaqueu, um voraz publicano (cobrador de tributos do Império Romano). Considerado traidor, era odiado pelos compatriotas. Era de pequena estatura, dono de grande fortuna, amealhada por meios ilícitos.

A multidão que acompanhava Jesus ficou furiosa pela visita a Zaqueu, mas a atitude do Mestre o comoveu e o fizera seguidor de seus ensinamentos. Em exame escrupuloso de consciência sobre o que houvera roubado, Zaqueu fizera estas contas:

“Se eu não roubara a Fulano, tivera ele seu dinheiro; se o tivera, não perdera o que perdeu, adquirira o que não adquiriu, não padecera o que padeceu. Ah sim! Pois para que a minha satisfação seja igual à minha culpa, dê-se a cada um quatro vezes tanto como lhe eu houver defraudado. Com a primeira parte se pagará o que lhe tomei; com a segunda, o que perdeu; com a terceira, o que não adquiriu e, com a quarta, o que padeceu”.

(Continua o sermão de Padre Vieira) “Aqui reparo: as leis da justa restituição mandam que se pague o alheio em tanta quantidade como se tomou. Pois porque quer Zaqueu que da sua riqueza se paguem e se acrescentem três tantos mais: Et si quid aliquem defraudavi reddo quadruplum? Se para a restituição basta uma parte, as outras três a que fim se dão? Eu o direi: dá-se uma parte para satisfação do pecado, as outras três para satisfação das consequências. Hodie salus huic domui facta est. (hoje se pôs em estado de salvação esta casa)”.

Se fosse aplicada esse tipo de pena aos infratores, a justiça beiraria a perfeição. Os investidores que perderam com os desmandos na Petrobrás estariam de bem com a vida e os contribuintes aliviados pela devolução quádrupla ao Tesouro.

Repetindo o final do artigo anterior: pelo local onde foi proferido o sermão, perante o rei de Portugal e sua corte, pela época em que foi proferido, Padre Vieira merece minha admiração. Continuo achando que ele tinha três culhões.

PSICOMUNDO – PAZ PELA COMPREENSÃO – 76ª PARTE

No decorrer do tempo da existência humana na face da Terra, diariamente passamos a escrever uma página do livro sobre nossa vida. As boas obras são frases de luzes que endereçamos à humanidade. Cada hora é uma afirmação de nossa personalidade, passando por invariáveis momentos intensos, formando nosso temperamento através de variadas situações que buscamos para nossa sobrevivência. Cada um de nós tem um Universo cheio de encantos e desencantos.

O mundo em crescente aumento populacional descortina as pessoas que nascem, crescem, vivem esperando um dia qualquer, o qual será chamado a fim de que possa mostrar o que escreveu em seu livro. Os caminhos percorridos é uma relevante atuação dos que têm algo agradecer acerca das grandes lições que aprenderam na escalada da sua existência. A matemática do nosso tempo nos mostra que o ano inicia com “365 dias, 52 semanas, tem 12 meses, 8.760 horas e 525.600 minutos”. São os percursos inestimáveis para os momentos de felicidades a fim de buscar a saúde e a prosperidade. Analisando os benefícios do amor fortalecendo os sentidos do carinho e alcançar o sucesso material e espiritual. Não pode o homem deixar de lago e esquecer-se de coibir a ausência da paz, pois sem ela jamais se pode receber as bênçãos divinas do trabalho em consonância com a solidariedade.

É de vital importância a qualidade de analisar e controlar a violência que articula a intranquilidade do nosso cotidiano. Mostrando dias após dias que existem homens que não pensam senão no desmoronamento do nosso Universo. E pagamos muito caro pelas dramáticas incoerências quando ficamos perdidos e, estranhamente, passamos pelas ruas como se fossemos objetos de usos rotineiros. Algumas pessoas esquecem que foram criadas pela predominância da qualidade de seres humanos dotados estruturas éticas e morais. E custa quanto para a aquisição dessas modalidades para suprir a vida em sociedade?

Lutamos incessantemente buscando na nossa consciência um entendimento sobre as mazelas ou enfermidades sociais e, indagamos com simples perguntas: o que estamos fazendo para melhorar o mundo em que vivemos? Será que só expelimos os nossos sentimentos de culpas?

•| MATÉRIA COMPLETA »

Alfredo Amorim da Silveira

CONTRA FOTO 03 01 2015

MANSÃO DE ESTRANHOS INQUILINOS

Amigo Rabat, guardo meu carro ao lado duma clinica de Otorrinolaringologia, na Praça Ruy Barbosa, ao lado da Igreja de São Jorge, bem juntinho da valorosa Maçonaria. Acho que já deu para localizar bem. Tenho passando por alí e às vezes com certo medo por vejo vários elementos mal encarados escalando o tapume de madeirite desse casarão. Com o decorrer do tempo observei que eles residem nessa mansão e são indivíduos cor morena clara, altos e fisicamente fortes. Tirei essas fotos discretamente e se puder dar um alerta aos moradores e pessoas que passam por essa área seria bom.

01

02

03

 

Ladeira do Pacheco/Itão

Bom tarde Rabat,

Gostaria de poder utilizar deste blog para comunicar a precária situação da ladeira do Pacheco de acesso a rua do Itão.

Está completamente intransitável.

01

02

03

04

05


Um abraço,
sérgio

ATENÇÃO ILHEENSES NATIVOS E ADOTIVOS

frase-a-cidadania-nao-e-atitude-passiva-mas-acao-permanente-em-favor-da-comunidade-tancredo-neves-137968

Sabemos que o ano de 2015 vai nos apresentar algumas dificuldades, que deveremos enfrentar e considerar como desafios.

Alguns projetos vão sofrer consideráveis atrasos e outros poderão até não se concretizar, envolvendo na questão o processo político e os orçamentos dos governos estadual e federal.

Mesmo com este panorama à vista, vamos juntar forças para concretizar os nossos sonhos com relação à nossa bela e sofrida cidade.

Vamos SIM, acreditar que os projetos agendados com os governos estadual e federal venham a ser realizados.

O que a gente puder fazer para exercer a nossa cidadania, respeito e obrigação com a nossa cidade, que façamos com o espírito aberto a novas discussões e tenhamos como alvo o BEM COMUM.

Temos uma batalha pela frente que está nos incomodando que é o LIXO, vamos rever posições, entender que o lixo doméstico é de nossa responsabilidade (horário da coleta), nos acostumar a não mais descartar outros tipos de lixo nas ruas e avenidas (entulho, roçagem, móveis usados, eletrodomésticos, etc), claro que o PODER PÚBLICO tem que mostrar ações fiscalizadoras e educacionais, no intuito de amenizar o comportamento do nosso povo. As mudanças tem que acontecer progressivamente, envolvendo todos os segmentos (lojas, escritórios, restaurantes, lanchonetes).

Nossa obrigação como cidadãos conscientes é exercer a nossa cidadania com sabedoria e com olhares para o BEM COMUM.

Se a gente fizer o nosso dever de casa, com certeza o PODER PÚBLICO irá nos acompanhar, afinal, estaremos dando bons exemplos.

Vamos acreditar no potencial de Ilhéus, na sua vocação turística, na iniciativa de nossos empresários, no seu povo, na sua cultura e na sua história.

Que venha 2015, estamos prontos para participar de mudanças, de cobranças, de críticas, o povo tem que ter voz e ação.

Obrigado!!! Com licença!!!

ZÉCARLOS JUNIOR

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE ESPECIAL


1) AS FOTOS QUE FORAM DESTAQUES NO BAÚ EM 2014.
2) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Alfredo Amorim da Silveira

Contra foto 31 12 2014

O TRÂNSITO

O que a SUTRAN quer fazer com o trânsito da cidade de Ilhéus?

Por que os semáforos ficam desligados ou quebrados?

Por que tiraram os “gelos baianos” em frente ao Posto Brasil?

Por que tiraram os “gelos baianos” da cabeceira da ponte sentido centro/Pontal?

Por que todas as faixas de pedestres estão apagadas?

Por que apagaram a sinalização horizontal da movimentada Avenida Lomanto Junior?

Por que não se coloca adesivos nas portas da S-10 que presta serviços ao trânsito? A serviço da Prefeitura Municipal de Ilhéus – Sutran.

Por que não incentiva a melhoria dos pontos de ônibus coletivos?

Por que não leva ao conhecimento da SEDUR o estado das cabeceiras da ponte sentidos Pontal/centro/Pontal?

Os milhares de buracos existentes nas ruas e avenidas prejudicam o trânsito?

O que fazer com o trevo ao lado do Hotel Opaba?

Por  que os nossos Agentes de Trânsito não têm fardas?

Onde anda a máquina adquirida pela gestão passada para pintar as faixas de pedestres?

Qual o destino dos recursos oriundos das multas?

Obrigado. Com licença.

ZÉCARLOS JUNIOR

Mensagem do Posto Dom Eduardo

Posto Dom Eduardo - 2015

Páginas: Anteriores 1 2 3 ... 7 8 9 10 11 12 13 ... 394 395 396 Próximas