WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom saude embasa sesab bahia


Março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  






:: ‘Espaço do Leitor’

DECOLORES: COISAS DA VIDA

Nada tenho que queixar de toda minha infância e adolescência. Tudo foi maravilhoso. Na infância procurei participar de tudo: Estudei no General Osório na época que a Diretora era a Professora Nilza Vivas, usava farda onde a calça era de cor azul e a camisa era de cor branca com a inscrição EGO (Escola General Osório). Porém, os alunos de outros colégios diziam que o nome era Escola Gato Ousado, e daí existia a rivalidade terminando em porrada. Joguei Baba de praia (cacareco), e tive time de futebol chamado “Carcará”; jogava baba de rua defendendo a Rua Fonte da Cruz contra a Baixa Fria, joguei também gude com lasquinê, empinei pipa, enrolei pião, brinquei de soldado e ladrão, troquei figurinhas e gibis nas matinês nos cinemas, assisti filmes de Tarzan, cowboy e épicos romanos, dancei quadrilha junina, cantei na radio cultura, peguei carrego, vendi laranja e rolete de cana no campo de futebol, fui ajudante de sapateiro, lavei sanitários dos outros e encerei as casas residenciais com cêra cachopa para brilhar bastante, no intuito de ganhar um trocado para ir ao cinema e comprar guloseimas. Certo dia fui pescar com meus primos na ponte de cimento do porto antigo onde estava ancorado o navio Spencer que estava embarcando cacau para o exterior. E como fiquei pescando próximo aos guindastes fui acometido de um acidente sendo lançado ao mar e por pouco não me afoguei graças a um estivador que estava próximo e conseguiu me salvar. Ainda na infância tive que encarar a responsabilidade começando a trabalhar logo cedo pois tinha que ajudar em casa. Naquele tempo minha residência não tinha água encanada e tampouco luz elétrica. A casa era iluminada através de velas ou candeeiros a querosene. A energia veio tempos depois pela CERC (Centrais Elétricas Rios de Contas). Todos os dias ao levantar tinha que buscar água para o gasto na Fonte da Cruz: banho, lavar roupas, limpeza da casa e sanitários. A Fonte era onde é hoje o início da escadaria para o convento da Piedade. Após terminar de encher os tonéis de água, me dirigia para buscar água de beber no Fundo do Estádio Mário Pessoa, exatamente onde existiu a fábrica do Guaraná Mônaco, na residência da família Mônaco. Tempos depois a empresa de água SEAE (Serviço de Água e Esgoto) colocou a tubulação até a residência de meus familiares, desaparecendo por completo aquele suplício diário. Fui coroinha da Igreja São Jorge e ajudava nas missas dominicais principalmente nos segundos domingos de cada mês onde os Congregados Marianos se reuniam no salão paroquial onde era servido um excelente café da manhã e evidentemente estava presente e não perdia nenhum. Naquele tempo despertava às 5:00 da manhã e logo cedo estava na Sacristia da Paróquia de São Jorge junto com os Padres da época: Dom Caetano, Padre Jorge Saraiva, Padre Bernardo, Monsenhor André, Padre Argolo, Padre Bernardo, Padre Dorival e Padre Arnóbio.

Tempos depois já chegando a adolescência comecei a andar com meus primos que moravam na Rua Carneiro da Rocha. Lá fiz novas amizades e passei a me integrar com os moradores do local. Nas festas juninas era comemorado nas residências com muita canjica e licor. Formamos uma turma denominada “Los Duros”, ou seja, todos sem dinheiro, contudo participávamos de quase todos os eventos da cidade sem gastar nada, até mesmo para entrar no cinema utilizávamos de um esquema especial onde ludibriávamos o porteiro dizendo que “saír aí” e o porteiro chamado Luiz que trabalhou nas Casas Pernambucanas aceitava plenamente. :: LEIA MAIS »

BUERAREMA: SAÚDE DO TRABALHADOR É TEMA DE OFICINA OFERTADA A SERVIDORES

DO IPOLITICA

Com objetivo de orientar os trabalhadores municipais sobre os riscos ocupacionais de suas profissões e a importância da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual – EPIs, a Secretaria de Saúde de Buerarema realizou na manhã desta quinta-feira, 06 de dezembro, no auditório da Biblioteca Municipal, uma oficina destinada aos coletores de lixo, garis e funcionários de serviços gerais.

A oficina foi ministrada pela enfermeira Dandara Lino, que alertou sobre os riscos existentes na rotina de trabalho desses profissionais, a importância do uso do EPI, bem como do cuidado redobrado que eles devem ter com a saúde, através da manutenção da vacina, com a realização de exames de rotina entre outros.

A oficina contou com a participação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – Nasf, com a presença da coordenadora Karla Santos, do educador físico, Matheus Oliveira, que falou sobre questões posturais e os problemas ocasionados pela má postura, e do fisioterapeuta, Thiago Amorim, que explanou sobre a atuação da fisioterapia na correção ergonômica e a importância da preparação para a jornada de trabalho.

A oficina foi organizada pelas coordenadoras da vigilância epidemiológica, Diana Ambrósio e de vigilância sanitária, Julliane Barreto.

Família, Felicidade, Fé e Boas Obras

Minha mãe, Idalina Cecília de Paiva (1913-1994), e eu costumávamos cantar algumas melodias que se encontram hoje no ar pela Super Rede Boa Vontade de Rádio: GranadaMarche des GrenadiersLa MerDouce FranceSó nós dois no salão e esta valsa, entre outras. A vida era alegre, feliz!

Tive uma infância e uma juventude de lutas, mas sempre fomos afortunadamente aquinhoados nas coisas espirituais. Daí a nossa satisfação no viver juntos. Simplesmente nos amávamos.

É o exercício leal do Novo Mandamento de Jesus entre nós. A Ordem Suprema do Cristo propicia essa vivência, que tanto desejamos seja o natural para todas as criaturas espirituais e humanas.

Lícia Margarida de Paiva (1942-2010), minha afetuosa irmã, e eu elevamos o pensamento a Jesus, nosso Senhor, suplicando-Lhe as maiores bênçãos para aquela que dedicou toda a sua feliz vida de casada com Bruno Simões de Paiva (1911-2000), nosso sempre lembrado pai, a nos ofertar o que de melhor guardava em seu coração e em sua mente. Nossos sentimentos de gratidão a tão esforçada mãe e a tão generoso pai nos iluminam e nos fortalecem na Fé em Deus, no Cristo, no Espírito Santo e na vontade firme de, jamais desistindo, honrar o Ideal que abraçamos: o do Novo Mandamento do Divino Mestre, o Amor Universal: “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros. (…) Não há maior Amor do que doar a própria vida pelos seus amigos. (…) Porquanto, da mesma forma como o Pai me ama, Eu também vos amo. Permanecei no meu Amor” (Evangelho de Jesus, segundo João, 13:34 e 35; e 15:13 e 9).

Nossa mãe, Idalina, nos ensinou a ser solidários, fraternos, e a compreender que sempre há o lado melhor da vida, porque “Deus é Amor”(Primeira Epístola de João, 4:8 e 16), portanto Caridade. E, com Seu Amor Excelso, Ele anseia intensamente que amorosos e generosos sejamos, sem que nunca aceitemos a convocação da covardia.

Em tempo algum Lícia, que já se encontra no Mundo Espiritual, e eu nos esqueceremos de que — ao nos levantar, nos deitar, na hora do almoço e do jantar — mamãe conosco orava as preces que pacientemente repetia desde que começamos a balbuciar as primeiras palavras em nossas atuais reencarnações. :: LEIA MAIS »

DECOLORES: A VIDA DE BAR EM BAR

Os restaurantes e bares de nossa cidade, sempre foram ricos de estórias e causos, pois seus proprietários eram conhecidos e desfrutavam da nossa amizade.

Ser amigo de João Nepomuceno o popular Garangau era motivo de satisfação esdrúxula. Seu bar era no galpão da Estrada de Ferro era freqüentado por fazendeiros de cacau e profissionais liberais que gostavam de comentar à respeito da situação cacaueira. Tempos depois após o termino da EFI, mudou-se para Avenida Litorânea próximo ao Bairro do Malhado. Lá era servido iguarias baianas principalmente a deliciosa jacuba.

O restaurante Barravento de Jorge Maia, era por demais conhecido, ali fazia a moqueca de acordo o gosto do cliente. Era só escolher o peixe que a cozinheira executava. Bebia-se também aquela batida de amendoim ou maracujá. Aos sábados e domingos funcionava a Boate, com grande numero de freqüentadores.

O Tabuleiro da Baiana era localizado na Barra de Itaípe, era outra opção depois do Barravento, a feijoada era o prato preferido dos clientes.

No Pontal desfrutávamos do Restaurante Cabana da Sereia, do Velho França, onde se cozinhava na panela de barro deliciosas moquecas de camarão e mero, com aquele escaldado, além do famoso caranguejo com aquele molho lambão.

No centro da cidade conhecemos vários restaurantes, O Jangadeiro de Walter Delicadesa, onde sua especialidade era o filé a cavalo.

O Restaurante Paris, de Pedro Felinto, localizado na Rua Sete Setembro, servia aquele frango ao molho pardo. No Restaurante Caneca de Sr. Nô, sempre primou pelo bom paladar, principalmente quando o prato principal era cozido de verduras com jabá e carne com osso.

Não podemos esquecer do Restaurante Luana Beira Bahia do amigo Adalberto e Zenaide, onde era o point da juventude Ilheense.

Com referencia aos Bares mais freqüentados, lembro-me do Bar Ilhéus dos espanhóis Pepe e Manolo; Bar Campeão de Pedro Golias; Bar Esteirinha de Dorneles na Rua Sete de setembro; Bar Lago de Zequinha Lago; Bar Copacabana no Pontal de Quintino; Caldo de Cana Pif Paf de Turquinho; Cantina da Lua de Enock Mota; Bar Barral de Manolo Barral; Bar Maré Mansa de Erotides Carqueja; Bar Samburá de Humainá; Brasinha Bar de Dioney; Bar Sanchopança de Secundino e o Bar do Sergipe na Araujo Pinho e Bar dos Coronéis de José Lucas.

Hoje , não temos tantas opções como tínhamos antigamente, pois os restaurantes são self service e os bares são de poucas opções.

Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa

NOTÍCIAS DA AVEP

NA 21ª RODADA DEU, DE NOVO, VITÓRIA DOS CAPITÃES ALEX DE MOISES E RENATINHO DOS LEAIS

Na rodada de domingo(25) pela manhã da Associação dos Veteranos de Esporte Praiano –AVEP, entidade de “babas de praia” quase centenária em atividade de Ilhéus, resultou (Campo Grimaldo) na disputa da citada modalidade esportiva, na vitória da equipe do Capitão Alex de Moises sobre a do Capitão Djalma Peludo pelo escore de 4 a 0 com gols do próprio capitão e atacante-de-ofício Alex de Moises(3), e do meia-de-lançamento Luís Humberto; no Campo Martial a do Capitão Renatinho dos Leais derrotou a do Capitão Alvinho por 5 a 3, marcando Zezinho da Baixa Fria(2), Ismar Landgol e o próprio meia-avançado Renatinho dos Leais(2) para a vencedora e Wendel da Autoescola(2) e Erisvan Fã do Incrível Hulk para a perdedora. Coincidentemente os dois capitães chamadores de babas venceram na rodada passada (a 20ª), e o capitão Alvinho, perdeu. Os juízes Wilson Salviano(Campo Grimaldo) e Evanildo Conceição dos Santos marcaram bem conforme as críticas dos olheiros de árbitros. Ambos pertencem à Associação de Árbitros de Futebol de Campo de Ilhéus – AAFCI e aplicaram Cartão Amarelo nos indisciplinados (uns, nem tanto) associados Alvinho, Adauto Negocinho, Eldon do Ofertão, Erisvan Fã do Incrível Hulk, Renatinho dos Leais e o goleiro Ricardo do Caminhão. Os babas aconteceram, como de costume, no pedaço de praia da Av. Soares Lopes que fica bem defronte ao espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus. O Diretor-do-Dia foi o associado Luís Eduardo, também conhecido nos babas como LE7.

Equipes que atuaram no Campo Grimaldo:

(Cap. Alex de Moises): Goleiro Marcelo da Receita, Torisco do HSBC(Luís Mario Garotinho entrou aos 15’ da 2ª etapa), Galletti da Rio de Engenho, Prof. Jorge Reis, Heckel Januário e Eduardo Japonês; Melgaço(Larocca Delega entrou aos 10’ da 2ª etapa), Correia do HSBC, Bira da Polícia, Luís Humberto e Alex de Moises.

(Cap. Djalma Peludo): Goleiro Fernando, Mario Cabeça Branca, Djalma Peludo, Podão, Geraldo da Ceplac e Passos de Uruçuca; Zugaib da Ceplac, Nilton do BB, Daniel Murta, Jatobá Negocinho e Alan Firula.

Equipes que atuaram no Campo Martial:

(Cap. Renatinho dos Leais): Goleiro Ricardo do Caminhão, Pedro Chama Gol(Cezinha da Nacional entrou aos 30’ da 2ª etapa), Dinho da Van(Paulinho da AFC entrou aos 20’ da 2ª etapa), Silva e Gilson; Major do Bahia de Itabuna, Carlão do Taxi(Paulo Cesar entrou aos 15’ da 2ª etapa), Ismar Landgol, Marconi, Renatinho dos Leais e Zezinho da Baixa Fria(Waldemar da Codeba entrou no intervalo).

(Cap. Alvinho): Goleiro Rosivaldo(Goleiro Luciano entrou no intervalo), Haroldo(Erisvan Fã de Ruck entrou no intervalo), Alvinho(Mario Filho entrou aos 20’ da 2ª etapa), Vado do Bradesco(Luciano II entrou no intervalo) e Sizinio do Remo(Cesar Alves entrou no intervalo); Adauto Negocinho, Souza da Polícia, Silmar Espanhol, Eldon do Ofertão, Wendell da Autoescola e Crispa da Galera do Fla. :: LEIA MAIS »

PSICOMUNDO <> RETRATO DO SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO <>

O Brasil passa por momentos em que muitos brasileiros são contra a endêmica corrupção, tão perversamente instalados pela tacanha classe política, deixando marcas de extremas decepções. Tudo num petulante cinismo de Indivíduos frios e calculistas que acham que nada fizeram, no entanto, não se tem a garantia que continuaram ou não praticando atos criminosos. Trata-se de crimes violentos e premeditados, e ninguém observa o mal que praticaram contra o nosso País! Retiraram os meios de subsistência da população do Brasil inteiro e poucos autores sofreram com essas ações criminosas praticadas.

Deixaram a situação da Nação Brasileira nas mínimas condições de soluções ligadas à saúde, a educação obrigada à regressão dos conhecimentos básicos, a segurança causando visíveis consequências para a população sair às ruas livremente sem sofrerem perigos de assaltos praticados por agentes de bárbaras ações criminosas. Quem levou vantagem com as façanhas das corrupções, passaram por delações premiadas, muitos em casa com tornozeleras, tudo em nome da Lei, estão soltos e amparados dentro do vicio do enriquecimento ilícito, protegidos na maioria das vezes pelas impunidades.

Jornal GGN – Segundo pesquisa do instituto Data popular, 67% dos brasileiros acreditam que a corrupção é a principal causa da crise econômica vivida pelo país. Para Renato Meirelles, presidente do instituto, existe a percepção de que o preço dos combustíveis aumentou em razão dos escândalos de corrupção da Petrobras. “A corrupção passou a ser vista como a de toda essa crise econômica. E é por isso que o brasileiro nunca esteve tão intolerante com relação à corrupção”, afirma Meirelles. Não existe nenhuma autoridade para fiscalizar os atos desonestos praticados pelos donos dos postos de combustíveis e alguns empresários cinicamente culpam os caminhoneiros em razão da paralisação.

Podemos amargamente imaginar à criação de um País cheio de pessoas desonestas e não se podem alimentar exemplos vergonhosos produzidos por elementos perigosos que praticaram inúmeros crimes com roubalheiras, agindo com muito profissionalismo, deixando o erário público em plenas dificuldades econômicas. Então, como se pode verificar, se os nossos governantes deixam rastros de desonestidades na vida pública, como exigir da população brasileira responsabilidade, honestidade e respeito pelas nossas leis e riquezas sociais e econômicas.

Paramos para observar as medidas maldosamente premeditadas quando o governo atual tenta empurrar, em instantes difíceis de mudanças de governo, seu Decreto de Indulto de Natal, quando se reduz tempo da pena para tal concessão. O indulto tornou-se tradição em épocas natalinas. Segundo o conhecimento desse importante assunto, a palavra indulto significa clemência com relação às faltas e erros cometidos. Tem como base legal o art. 84, XII da Constituição Brasileira através dos artigos 187 a 193 da LEP (Lei de Execuções Penais). Vale a pena o brasileiro ler e tomar conhecimento desse direito e exercer a prática do seu dever com o Brasil. :: LEIA MAIS »

Visitando a antiga Princesa do Sul que busca a redenção, tive 2 desagradáveis surpresas quais sejam:

1 – ao solicitar uma corrida num táxi da Praça da Prefeitura para o Porto ouvi do taxista que ele não poderia me deixar na área interna do Porto por não ter credencial para acessar tal área. Pensemos bem no que já dizia Otávio Mangabeira: “pense num absurdo e na Bahia já houve precedente”…. Ouvi que o táxi só poderia me deixar no portão do Porto e eu seria obrigado a fazer cooper até o navio! Como sou idoso e gordo fui obrigado a procurar um CREDENCIADO (Jair, veja aí!).
2 – Uma idosa parceira de viagem (a maioria de turista que quer deixar dinheiro na cidade é idosa) me falou que o ônibus cobrou 50,00 (CINCOENTA REAIS) pelo percurso Porto/Centro, cerca de 2km! Turista explorado não volta!

Campanha Medula Óssea!

Dia 1º de de dezembro será realizado mais uma Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea em Ilhéus! Em parceria ONG ENAULTINHO ROCHA, 2º BEIC PM e HEMOBA/ITAPETINGA.

– Acontecerá das 08 às 18 horas. Coletaremos 300 novos Cadastros.
– Atualizaremos quem já está Cadastrado.
Contamos com sua AÇÃO DO BEM PARA SALVAR VIDAS!
Leve seu RG, não serve xérox e nem crachás

Celebrar o Natal também é ajudar quem não tem o que comer

Além de todo o trabalho socioeducacional realizado diariamente em favor de milhares de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade em todo o país, a Legião da Boa Vontade promove diversas campanhas de socorro às populações que enfrentam desafios sociais como a escassez de alimentos. Entre as iniciativas, a campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, realizada tradicionalmente pela Instituição, neste ano tem como meta arrecadar mil toneladas de alimentos não perecíveis (um milhão de quilos) e beneficiar 50 mil famílias atendidas nas cinco regiões brasileiras pelos programas socioassistenciais da Legião da Boa Vontade e também por organizações parceiras.

A campanha vem recebendo o apoio de colaboradores, voluntários, artistas, esportistas, empresários e estudantes, que estão mobilizando a população numa grande ação solidária para arrecadar os alimentos e, assim, proporcionar um Natal digno e sem fome a milhares de famílias. Diversos veículos de comunicação e profissionais da mídia também estão engajados na divulgação da campanha, que reforça a importância de celebrar o Natal ajudando também aqueles que não tem o que comer.

Sua atitude vale muito

O objetivo é entregar a cada família uma cesta contendo itens de acordo com os costumes de cada região, tais como: arroz, feijão, óleo, açúcar, leite em pó, macarrão, farinha de mandioca e de trigo, fubá, goiabada, massa para bolo, extrato de tomate, massa para cuscuz, carne de charque, entre outros. As doações para a campanha podem ser feitas no site www.lbv.org, pelo telefone 0800 055 50 99 ou ainda em uma das unidades de atendimento da LBV no Brasil (confira o endereço mais próximo acessando www.lbv.org/enderecos).

Natal Permanente da LBV

Vale ressaltar que as ações da Legião da Boa Vontade são movidas pelo ideal de Fraternidade Ecumênica e tem como inspiração os ensinamentos e exemplos de Jesus, o Cristo Ecumênico. Desde 1940, a LBV instituiu o seu Natal Permanente numa campanha contra a fome e a pobreza e ao longo de quase 70 anos tem trabalhado para melhorar a qualidade de vida das populações menos favorecidas. Além do amparo imediato e da constante atuação nos campos da assistência social e da educação, que vêm mudando o destino de milhares de pessoas, a LBV tem tradicionalmente mobilizado a sociedade brasileira a fim de proporcionar um Natal melhor a famílias em todo o Brasil.

 

ALUNA DA FACULDADE MADRE THAÍS ESCLARECE MAL ENTENDIDO

Me chamo Juliana da Silva Barros Passos, aluna do último semestre do curso de Recursos Humanos da Faculdade Madre Thais e promovi uma rifa que correu pela Loteria Federal.
Como não houve sorteio no dia 13/11/18, os números sorteados são referentes ao concurso do dia 14/11/18. Cujo o 1° prêmio foi a centena 327 e não 357 como alega o Sr. Jorge Cardoso.
Em tempo, esclareço que a responsável pela rifa sou eu e não a faculdade, apesar de ser aluna da mesma.
Já entrei em contato com o Sr. Jorge e teremos um contato pessoal para esclarecer o equívoco.
Os premios foram entregues aos ganhadores e foi divulgado entre os compradores via WhatsApp, mas o número do Sr. Jorge era só celular e o mesmo se confundiu entre as informações do concurso e os números a serem sorteados que estão logo a baixo, no rodapé do bilhete, seis centenas em cada bilhete.
Agradeço a atenção dispensada e a oportunidade de esclarecimento.
 Juliana

DECOLORES : 100 ANOS DE DOM VALFREDO BERNARDO TEPE – UM POUCO DA HISTÓRIA.

A Diocese de Ilhéus foi criada pelo Papa Pio X no dia 20 de outubro de 1913, com a Bula “MAJUS ANIMARIUM RONUM” (Bem Maior das Almas), a qual foi lida na chegada do Primeiro Bispo de Ilhéus, Dom Manoel de Paiva, em 1915, o qual organizou o Corpo Administrativo da Diocese e Secretariado do Bispado.

O segundo Bispo é inesquecível na historia desta Diocese, Dom Eduardo José Herberdernold, que tomou posse no dia 22 de março de 1931, e imediatamente a sua posse, deu inicio a construção da atual Catedral, tendo fundado a Associação de Santa Isabel das Senhoras de Caridade. Dom Felipe Canderu Pacheco, foi o terceiro Bispo, que durante cinco anos (1941-1946), respondeu pela Diocese, reorganizou a obra das Vocações Sacerdotais.

Em 12 de Janeiro de 1947, Dom Bendito Zorzi, tomou pose e fundou o Seminário Diocesano. Em 1953 Dom João Rezende Costa assumiu a Diocese, e acelerou as obras da Catedral, foi o quinto Bispo de

Ilhéus. Dom Frei Caetano Antonio Lima dos Santos, foi o sexto Bispo, assumiu em 1958, e dentro as inúmeras obras realizadas durante a sua gestão foi a conclusão da Catedral São Sebastião. Para suceder Dom Caetano, foi nomeado Dom Roberto Pinarello de Almeida, esse não tomou posse por motivos particulares. Em 1971, Dom Valfredo Bernardo Tepe, assumiu a Diocese, sendo seu oitavo Bispo, o qual teve maior cuidado com a formação dos Padres, e fundou diversos movimentos de Leigos, destacando-se o MCC – Movimento de Cursilhos de Cristandade e o ECC-Encontro de Casais Com Cristo e o TLC – Grupo de Jovens.

Já existiam alguns Movimentos tradicionais como MFC – Movimento Familiar Cristão, liderado pelo ex-padre Jorge Saraiva Castro, Congregação Mariana do Centro, Conquista e Malhado, Filhas de Maria e Coração de Jesus e o Coral Dom Eduardo, que eram atuantes.

O nosso inesquecível Dom Tepe foi o nosso timoneiro de fé que nos proporcionou crescimento espiritual através dos Aprofundamentos, Retiros de Silêncio, Cursos de Igreja, com palestrantes do quilate da inesquecível Carmita Overbeck, Pe.

Roque Shinaider, Dom Romer, Pe. João Moana, Galileu Galileia, Calmon de Passos, Pe. Helder Salvador de Lima, entre outros.

Dom Valfredo Tepe era muito participativo, freqüentava todas reuniões do Secretariado Diocesano do MCC, era assíduo nas Assembléias Diocesanas, era sempre disponível nas realizações dos Cursilhos-3-dias, Encontros de Casais e Curso de Igreja. Era realmente incansável e ainda teve tempo de escrever várias obras (livros espirituais) consagradas no Brasil e Exterior.

A Diocese de Ilhéus antes da chegada desse inesquecível Servo de Cristo, era bastante inoperante, sem vida, sem motivação, sem estimulo, enfim funcionava com sua tradição. Com a chegada de Dom Tepe a Diocese deu uma guinada e houve uma transformação na sociedade em geral, pois ele participativa ativamente não somente no Centro da Diocese, como também nos bairros e distritos de Ilhéus e nas Paróquias do Interior que no início abrangia Ilhéus e Itabuna. :: LEIA MAIS »

MAL ENTENDIDO ? COM A PALAVRA FACULDADE MADRE THAÍS!

O SENHOR JORGE MIGUEL CARDOSO SILVA, PROCUROU A REDAÇÃO DO R2CPRESS, EM BUSCA DE ESCLARECIMENTOS.

INFORMA QUE, AO SER ABORDADO POR ALGUNS FORMANDOS DO CURSO DE RECURSOS HUMANOS DA FACULDADE MADRE THAÍS, ADQUIRIU UM BILHETE PARA COLABORAR COM A FORMATURA , ONDE O SORTEIO CORRERIA PELA LOTERIA FEDERAL NA DATA DO DIA 13/11/2018.

SEGUNDO O MESMO, NESTA DATA NÃO HOUVE SORTEIO PELA FEDERAL, OCORRENDO NO DIA 15/11/2018 E QUE ASSIM SENDO O SENHOR JORGE TERIA GANHO NO 1°PRÊMIO.

EM CONTATO COM A INSTITUIÇÃO, RECEBEU UM PAPEL CONTENDO UM TELEFONE PARA DEVIDAS INFORMAÇÕES, NESTE NÚMERO AS PESSOAS DIZEM QUE ELE PRECISA IDENTIFICAR QUEM VENDEU O BILHETE, PORÉM ELE NÃO SABE E SE SENTE LESADO.

O ESPAÇO ESTÁ ABERTO PARA A FACULDADE SE PRONUNCIAR, E EXPLICAR SE REALMENTE NÃO FOI UM MAL ENTENDIDO.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia