WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus embasa secom bahia


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  






:: ‘MAÇONARIA’

ILHÉUS / DIA DO MAÇOM (COMEMORAÇÃO ANTECIPADA)

DIA DO MAÇOM

O dia do maçom no Brasil é comemorado dia 20 de agosto. Muitos mistérios envolvem os maçons e os rituais maçônicos. Mas, esta data foi escolhida para celebrar o importante papel que esta “sociedade secreta” teve para um dos momentos históricos mais importantes do país: a independência do Brasil. No dia 20 de Agosto de 1822 aconteceu uma sessão histórica entre as Lojas de Maçonaria “Comércio e Artes” e “União e Tranqüilidade”, na cidade do Rio de Janeiro. Na ocasião, o Irmão Gonçalves Ledo teria feito um discurso emocionante e inspirador, pedindo a Independência do Brasil ainda naquele ano.

A idéia de Gonçalves foi aprovada por todos os irmãos naquela reunião e registrada na ata do Calendário Maçônico no 20º dia, do 6º mês do ano da Verdadeira Luz de 5.822. Esta data, convertida para o calendário gregoriano (o que é usado na maioria dos países ocidentais), seria equivalente ao dia 20 de Agosto de 1822.

Teria sido por impulso da sociedade maçônica que o Príncipe Regente Dom Pedro I teria proclamado a Independência do Brasil no dia 7 de Setembro de 1822 (menos de um mês depois da grande reunião no Rio de Janeiro).

A data oficial foi oficializada no artigo 179 da Constituição do Grande Oriente do Brasil, tornando o dia 20 de Agosto o Dia do Maçom Brasileiro.

Ao contrário dos que pensam e não sabem e nem se informam sobre a maçonaria, inventam coisas absurdas, que é demoníaca, e ainda defendem que tem ligação direta com o Demônio, além de utilizar outros tipos de adjetivos. Nós somos homens Livres e de bons costumes, que não combina nada com coisas voltada á improbidade.

Vimos anteriormente à ação da Maçonaria e dos maçons na história. Vimos também variadas concepções de Maçonaria, todas dentro do princípio de que ela é uma Instituição que contribui de fato para o aperfeiçoamento do homem. Vimos os matizes estratégicos utilizados pela Ordem para cumprir o seu papel em determinadas latitudes, alguns carregados das cores vivas da ideologia libertadora.

Segundo o Dicionário da Maçonaria, de Joaquim Gervásio de Figueiredo, no verbete Franco-maçonaria, “foi fundada em 24 de junho de 1717, em Londres”. O termo maçom, segundo o mesmo Dicionário, provém do inglês mason e do francês maçon, que quer dizer ‘pedreiro’, e do alemão metz, ‘cortador de pedra’. A origem da maçonaria está ligada às lendas de Ísis e Osíris, no Egito; ao culto a Mitra, vindo até a Ordem dos Templários e a Fraternidade Rosa Cruz.

Fonte: Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra e

              Calendarr Brasil

Loja Maçônica União e Caridade  completa 126 anos de instalada

Loja União e Caridade, Canavieiras

A Loja Maçônica União e Caridade, nº 05, em Canavieiras, uma das mais antigas da Bahia, comemora nesta quinta-feira (17), 126 anos de instalação (funcionamento pleno). Ela foi fundada em 27 de dezembro de 1890, e se tornou a primeira Loja Maçônica da República do Brasil e a terceira da Bahia. Sua Carta Constitutiva – Patente – foi assinada pelo Grão Mestre do Grande Oriente do Brasil, Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, o proclamador da República.

Durante todos esses mais de 100 anos de fundada, a Loja União e Caridade funcionou regularmente e só paralisou suas atividades durante a Segunda Guerra Mundial. Inicialmente filiada ao Grande Oriente do Brasil, a Loja União e Caridade passou a integrar os quadros da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia (GLEB) em 24 de junho de 1954 e onde permanece até hoje.

A primeira Diretoria da Loja União e Caridade era integrada pelos maçons Armando Gentil (Venerável Mestre), Francesco Tedesco (1º Vigilante), Antônio Teixeira Lôbo (2º Vigilante), Bernadino d’Oliveira Pinto (Orador), Augusto Luiz de Carvalho (Secretário), Samuel Benjamim (Chanceler) e Domingos Marques dos Reis (Tesoureiro).

Segundo o Venerável Mestre da Loja Maçônica União e Caridade, Lázaro Soares Magnavita, a instituição sempre esteve presente nas lutas em defesa da região e de Canavieiras e é considerada um órgão de vanguarda. “A história de Canavieiras e da União e Caridade se confundem, pois foram as mesmas pessoas que participaram da elevação da vila de Canavieiras à cidade e à fundação da Loja”, informa Lázaro.

Diretoria da Loja União e Caridade, Canavieiras – Fotos Divulgação

Atualmente a diretoria da Loja União e Caridade é composta por Lázaro Soares Magnavita – Venerável Mestre; José Batista Gama Neves – 1º Vigilante; Fernando Guimarães Vieira –  2º Vigilante; Walmir Andrade do Rosário – Orador; José Hilton Melo Lopes – Secretário; Ariedson Santos – Tesoureiro; Romário Brito de Vasconcelos – Chanceler. O Delegado Distrital é Raimundo Antônio Tedesco.

PRECISAMOS DE VOCÊ / Reposição URGENTE

DOAÇÃO DE SANGUE

FELIZ DIA DOS PAIS!

Dia dos Pais enviado por Tadeu Bahia autoridade de relevo do mundo Maçônico

Falecimento

II Encontro Estadual do Rito Brasileiro BA

Vem aí…

II Encontro Estadual do Rito Brasileiro BA, a ser realizado nos dias 06 e 07 de Outubro, na cidade de Vitória da Conquista.

NA BAHIA

NA BAHIA

NA BAHIA

NA BAHIA

NA BAHIA

NA BAHIA

NA BAHIA

Inscrições através do site: 

www.jornadamaconica.wordpress.com

ILHÉUS / LOJA MAÇÔNICA ELIAS OCKÉ

R2CPRESS_LOJA MAÇÔNICA ELIAS OCKÉ

ILHÉUS BA

SESSÃO E LOGO APÓS JANTAR DIA DOS PAIS

08 08 2017

Luiz Castro em: DECOLORES

ILHÉUS / DIA DO MAÇOM
Projeto de Lei 072/2017 – A Câmara Municipal de Ilhéus, através do Vereador Marcos Fabricio Oliveira Nascimento, apresentou na sessão desta tarde do dia 07/08/2017 o Projeto de Lei 072/2017 onde Institui o Dia do Maçom e incluir no calendário Cultural do Município de Ilhéus e dá outras providências, conforme abaixo:

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

Finalmente estamos em loja

Finalmente hoje é o dia tão esperado estamos em loja! Estando tudo justo e perfeito, aqui estamos e nos reunimos para combater o despotismo, a ignorância, os preconceitos e os erros, para glorificar a verdade e a justiça. Para promover o bem estar da pátria e da humanidade, levantando templos à virtude e cavando masmorras ao vicio.
Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla de suas vestes; como o orvalho de hermom que desce sobre os montes de Sião; porque ali o senhor ordena a benção e a vida para sempre.
Fico eu a imaginar meus irmãos, o que pensa e passa pela cabeça dos nossos aprendizes, aqueles que recém entraram na ordem maçônica, os que ficam cara a cara com a própria pedra bruta que existe dentro de si mesmo, é a busca de seu próprio crescimento, e esses nossos aprendizes não tiram os olhos do Mestre de Cerimônias, que faz os seu giro em loja com toda a sua gloria e sabedoria, passando ali ensinamentos, orientando a todos os irmãos, atento a toda e qualquer situação quanto a postura do irmão em loja, usa sempre o seu bastão discretamente com um toque nas pernas para a devida postura que no templo se exige.
E que função será esta que todos o admiram, aprendem e o observam atentamente aos seus movimentos dentro do templo! O Mestre de Cerimônias bate com seu bastão no piso exigindo atenção e silêncio, e todos assim o admiram, sua postura chama a atenção de todos.
Informa a todos os presentes da importância do momento e após breve momento de silêncio comunica ao Venerável Mestre que o templo está devidamente ornamentado para que se possa já de imediato começar os trabalhos naquela noite. O venerável mestre determina que o mestre de cerimônias dê prosseguimento a entrada do cortejo ao templo.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS / LOJA MAÇÔNICA ELIAS OCKÉ

Porque decidi ser um Maçom

Porque decidi ser um Maçom

Leonardo Garcia Diniz

Meu Bisavô foi Maçom!
Meu Avô foi Maçom!
Meu Pai foi Maçom!

Eu sou Maçom!

e,

NÃO TENHO FILHOS HOMENS!

Quebrou-se a minha corrente!,… só meus netos poderão vir a sê-lo

POR ISSO AMO SER UM MAÇOM!

O Maçom é homem dedicado à sua família, ao seu trabalho, à sua Pátria, e por último à sociedade que, onde envolvido, com e por ela, coexiste.

Salomão, talvez, neste complexo mundo em que vivemos, provavelmente, não conseguiria levar a cabo a escada de Jacó, a internet e o Wathsapp o teria colocado em maus lençóis, pois que o sentimento de fraternidade, tanto vertical (família) quanto horizontal (maçônica), está levando os indivíduos ao isolamento existencial,  individualizado, prendendo-o em uma sua própria redoma intelectual; este indivíduo, moderno, não quer dividir nada, é, no fundo um egoísta.

A Maçonaria, ainda, resiste a toda esta modernidade por ser uma escola filosófica que visa o aperfeiçoamento humano, que prima pela fraternidade evolutiva e consciente, que forma, talha, homens de bem,  fazendo-os entender ser melhor praticar estes todos bons costumes, em seu seio aprendidos e partilhados, com a sociedade que presente e participe.

:: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia