Editoria ‘Cultura’

ILHÉUS VIVE SUA SEMANA DE CONSCIÊNCIA NEGRA

Ilhéus em festa, de 18 a 20 estará festejando a “Semana da Consciência Negra” apresentando o Projeto Afro Cultural. Cortejo com blocos afro, terreiros de candomblé, grupos de capoeira e afoxés desfilarão dia 20 na Av. Soares Lopes, embalados pelo som das baterias dos blocos afro e acompanhados por 01 (um) mini-trio elétrico, culminando em um grande encontro na Praça da Catedral. O cortejo afro contará com a participação de 13 grupos, sendo, uma levada de capoeira, um afoxé, um grupo de maculelê e 10 blocos afro. A ação terá como proposito traçar o percurso histórico da trajetória de luta do Movimento Negro de Ilhéus, com uma temática que irá abordar a importância da resistência cultural como forma de manter viva a identidade étnica e suas tradições. O projeto prevê também nos dias 18 e 19/11/2013 a realização do 3º Encontro de Dirigentes de Grupos Afro de Ilhéus e do litoral sul da Bahia, um encontro cultural na estrutura de mesa-redonda com professores, estudantes, gestores e dirigentes de blocos afros do Litoral Sul. O encontro será realizado no espaço cultural do Grupo Dilazenze, no bairro da Conquista em Ilhéus. O Projeto Afro Cultural Envolverá todos os participantes do CEACI (Conselho das Entidades Afro Culturais de Ilhéus), representantes de diversas comunidades (bairros) do nosso município, dirigentes e gestores culturais que encontram nas manifestações afro uma identidade étnica-cultural, utilizada como filosofia de vida a fim de manter viva suas tradições difundindo a cultura afro, em suas diversas manifestações. Mostrando a contribuição das culturas de matriz africana para a formação da identidade cultural em nosso território.

Cronograma de atividades: De 18 a 20/11/2013 em Ilhéus-Ba

3º Encontro cultural de dirigentes de blocos afro de Ilhéus e do litoral sul da Bahia

Dia: 18 e 19/11 (segunda e terça-feira)

Local: Espaço Cultural Dilazenze

Horário: seg – 19:00h/ ter – 8:00h

Cortejo Afro (desfile de blocos afros, grupos de capoeira e afoxés)

Dia: 20/11 (quarta-feira)

Local: Av. Soares Lopes/ Ilhéus-Ba

Horário: 16:00h

 —

Ariel Figueroa

colunadeturismo@gmail.com

73-9131.3070

Assessoria de relacionamento com o mercado

Cyro de Mattos

Conversa com Cyro de Mattos cartaz

Organização dos blocos afro foi tema de debate na Tenda

          O Cineclube Équio Reis e o projeto de debates Improviso, Oxente! estão juntos na programação Novembro Negro, série de atividades alusivas ao mês da Consciência Negra. Na última terça-feira (12), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, foram exibidos vídeos sobre os blocos afro Mini-Kongo e Dilazenze. Em seguida, houve bate-papo com o convidado Renato Sena sobre “A trajetória de resistência do Bloco Afro Olodum”. Para ele, a organização é tudo e, através da unidade, é possível ampliar conquistas.

          Renato Sena é soteropolitano e tem relação muito próxima com Ilhéus há décadas, acompanhando a implantação de vários blocos afro. Ele atuou no Olodum durante 22 anos, desde a fundação em 1979, viveu o auge e fases críticas. De acordo com o convidado, o bloco foi criado com muita dificuldade e sem apoio por moradores do Pelourinho, que não tinham acesso aos blocos tradicionais de Salvador. “Com João Jorge assumindo a diretoria, o Olodum se transformou em um grupo cultural, além do bloco carnavalesco”, informou.

          Segundo Renato Sena, até hoje as entidades pequenas têm dificuldade para participar do carnaval, pois sofrem com a falta de patrocínio e articulação conjunta, além da dependência do poder público e influência política partidarista. “Blocos menores e perseguidos políticos são colocados em circuitos alternativos ou horários inconvenientes, com a mínima cobertura da imprensa. Isso afasta patrocinadores, já que há menos exposição das marcas”, explicou.

          A respeito dos projetos sociais executados pelos blocos afro, Renato Sena destacou a responsabilidade com as crianças a fim de não se perderem talentos. Para ele, é preciso trabalhar a consciência desde cedo para a valorização da arte aprendida, disciplina e profissionalismo. Na ótica do antigo dirigente do Olodum, o sonho de muitos jovens é a fama, algo que nem sempre acontece, causando frustração por não entenderem sua importância para a cultura local. Ou então, quem experimenta o estrelato pode se deslumbrar, não administrar bem os êxitos e acabar perdendo tudo.

Teodorico sexta e sábado

          A sátira em cordel Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito estará em cartaz nesta sexta-feira e sábado (15 e 16), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus. As sessões começam às 20 horas e as entradas custam R$ 20 a inteira e R$ 10 para estudantes, idosos ou sócios do Cartão TPI. A classificação indicativa é de 14 anos. A comédia escrita e dirigida por Romualdo Lisboa revela a face ridícula da política suja e a importância da mobilização popular.

Conto e Cantigas contou com atração surpresa no sábado

Para marcar o mês da Consciência Negra, a mitologia africana foi o tema da última edição do Conto e Cantigas, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). A atividade aconteceu na tarde do último sábado (09), quando a professora Luciene Nunes narrou o conto Gênio do Rio, enquanto o músico Elielton Cabeça executou a trilha sonora ao vivo. Após a contação de histórias, o público conferiu o trabalho dos alunos da Oficina de Teatro do Instituto Nossa Senhora da Piedade.

Conto e Cantigas 09.11.13 - foto Karoline Vital.

Conto e Cantigas 09.11.13 – foto Karoline Vital.

Com a interação das crianças, que ajudaram a completar o enredo, a atividade estimulou a criatividade, musicalização e leitura. A segunda edição do projeto apresentou uma novidade para os participantes assíduos: o cartão Clubinho Conto e Cantigas. Assim como o Cartão TPI para os adultos, as crianças poderão participar de atividades exclusivas para associados, ter 10% de desconto em cursos e oficinas e concorrer a brindes. A taxa de adesão anual custa R$15. Mais informações pelo telefone (73) 4102-0580.

Os estudantes do nono ano do Instituto Nossa Senhora da Piedade apresentaram uma adaptação da peça O Rico Avarento, de Ariano Suassuna. Os jovens já haviam encenado o espetáculo na escola e, fazendo sucesso entre colegas e professores, decidiram ampliar a apresentação para familiares e público da Tenda TPI.

Cineclube e Improviso, Oxente!

            O Cineclube Équio Reis e o projeto de debates Improviso, Oxente! estão juntos na programação do Novembro Negro. Todas as terças-feiras, a partir das 19 horas, serão exibidos vídeos sobre os blocos afro de Ilhéus Mini-Kongo e Dilazenze, seguidos de bate-papo. Amanhã (12), o centro da discussão será “A trajetória de resistência do Bloco Afro Olodum”, tendo como convidado Renato Sena. As atividades acontecem na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) e a entrada é gratuita.

Apresentação da Banda Percussiva do Dilazenze

Banda Percussiva Dilazenze preparou um show muito especial, para compor a programação do Novembro Negro. A apresentação será hoje as 20:00h, na tenda do teatro popular de Ilhéus.

Banda Percussiva do Dilazenze.

Banda Percussiva do Dilazenze.

 

Você não pode ficar de fora, adquira logo o seu ingresso e venha curtir o melhor da musica afro Brasileira.

GALERIA DA ALEMANHA EXPÕE ARTE DA ILHEENSE JANE HILDA NESTE MÊS DE NOVEMBRO

Ilhéus se faz presente nos circuitos da arte européia, mais uma vez, com a participação de obras da artista plástica ilheense Jane Hilda Badaró na exposição coletiva “Quando as Idéias se Encontram”, na SchauArt  Galeria, em Wesel, na Alemanha, de 23 de novembro a 3 de dezembro próximos, sob curadoria de Heloiza de Aquino Azevedo, Comissária em Exposições e Salões de Arte Internacionais. Também estarão na mostra outros artistas brasileiros, como Denise Berbert, Erica Colen, João de Oliveira, Beth Sant’Anna, Luiz Carlos A. Lima, Marilda Dib, Renato Araújo e Rose SchauArt, além de Alemão Art.

JANE HILDA.

“Jane Hilda, pintora naif, retrata em seu trabalho a fantasia, sentimentos singelos e sonhos em cores alegres e traços marcantes. Na maioria das vezes, os trabalhos de Jane representam o seu entorno, suas raízes culturais, histórias, memórias e suas vivências tanto no real como no imaginário”, diz Heloíza de Aquino Azevedo, que representa a artista ilheense na Europa.  Para ela, “somente comentar ou somente ler sobre os trabalhos de Jane Hilda Badaró não basta, é necessário observar de perto, é preciso enxergar com olhos de criança e sentir com o coração de quem já vive há 90 anos”.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Mitologia africana é tema do Conto e Cantigas deste sábado

A mitologia africana é o tema da segunda edição do projeto Conto e Cantigas. Neste sábado (09), as crianças poderão viajar pelo imaginário das lendas e mitos trazidos da África, através da contação de histórias acompanhada de trilha sonora. A atividade começa às 16 horas, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). Para participar basta doar um livro infantojuvenil, que será incluído no acervo da Biblioteca Jorge de Souza Araújo, montada no espaço cultural.

Conto e Cantigas na Tenda TPI 12.10.13 - foto Karoline Vital.

Conto e Cantigas na Tenda TPI 12.10.13 – foto Karoline Vital.

            O Conto e Cantigas estreou no último Dia das Crianças. Para este mês, quando se comemora o Dia da Consciência Negra, foi escolhida a temática relacionada à cultura afro. A intenção é que os encontros passem a ser quinzenais, sempre com novas histórias e canções.

Além de estimular a criatividade dos pequenos, que incrementam a história com suas contribuições, a iniciativa tem a proposta de incentivar a leitura e musicalização. A professora Luciene Nunes fica encarregada da narrativa, enquanto o músico Elielton Cabeça executa a música e efeitos sonoros ao vivo.

            A segunda edição do projeto traz uma novidade para os participantes mais assíduos: o cartão Clubinho Conto e Cantigas. Assim como o Cartão TPI para os adultos, as crianças poderão participar de atividades exclusivas para associados, ter 10% de desconto em cursos e oficinas e concorrer a brindes em cada encontro. A taxa de adesão é de R$15 por ano.

Show da Banda Dilazenze

            Ainda no sábado, às 20 horas, a Banda Afro Dilazenze se apresenta na Tenda TPI. O espetáculo musical faz parte da programação Novembro Negro, que traz uma série de espetáculos e eventos afro-culturais. As entradas custam R$ 20 a inteira e R$ 10 para estudantes, idosos e associados do Cartão TPI.

CYRO DE MATTOS NO MIRANTE DO FLAMENGO

Cyro de Mattos — poeta, contista, cronista, ensaísta, antologista, em suma, ativista cultural de Itabuna, sul da Bahia — é velho colaborador deste blog, como você pode constatar clicando em seu nome no menu da barra vertical direita. Seu artigo sobre Lima Barreto é um “campeão de audiência”, com mais de 3 mil visitas, e em Uma Amizade Antiga Cyro discorre sobre o segundo melhor amigo do homem, que é o livro (o primeiro dizem que é o cão).

Continue LENDO no ITABUNA CENTENÁRIA.

C O N V I T E

Convite - Notícia Histórica_Arleo Barbosa

C O N V I T E

Convite da Academia_00

Literatura infantojuvenil regional foi tema de bate-papo na Tenda

A relação entre a literatura infantojuvenil regional na escola e no dia a dia foi um dos assuntos abordados no Encontro com Escritores da última quinta-feira (31). Mediado por Pawlo Cidade, o bate-papo aconteceu na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, reunindo os autores Neila Brasil, Joilson Maia e Silvia Kimo. A respeito da valorização das obras regionais no contexto escolar, foram unânimes sobre a colaboração dos professores. “Às vezes o educador não é um leitor”, declarou Neila Brasil sobre as dificuldades e preconceito por parte de escolas que, às vezes, preferem livros de grandes editoras ou escritores famosos sem conhecer trabalhos locais.

Neila Brasil Joilson Maia Silvia Kimo e Pawlo Cidade - foto Karoline Vital

Neila Brasil Joilson Maia Silvia Kimo e Pawlo Cidade – foto Karoline Vital

            Antes dos debates, cada convidado falou sobre as motivações para sua carreira literária. Silvia Kimo, que é também e ilustradora, disse que seu amor inicial foi desenhar. E, depois de criar personagens e cenários inspirados em mangás japoneses, passou a escrever histórias. Joilson Maia falou que ler é uma paixão que carrega desde a infância e começou a escrever para crianças a partir das histórias que contava para o filho na hora de dormir. Neila Brasil, que é graduada em Letras, passou a escrever as próprias histórias a partir de pesquisas sobre Monteiro Lobato.

•| MATÉRIA COMPLETA »

“VIDAS CRUZADAS”

WALDENY ANDRADE LANÇA “VIDAS CRUZADAS” NA BIENAL DA BAHIA

PostDateIcon 1/nov/2013 . 12:06 – PIMENTA.BLOG.BR

Jornalista estreia na literatura com mistura de realidade e ficção (Foto Portal Sul da BA).

Jornalista estreia na literatura com mistura de realidade e ficção (Foto Portal Sul da BA).

Livro marca estreia de Waldeny na literatura.

O jornalista Waldeny Andrade marca sua estreia na literatura com o lançamento, dia 8, às 18h, de Vidas cruzadas – confissões de um enfermo. O evento será realizado na Bienal da Bahia, em Salvador, no estande E 07, ao lado do Café Literário.

A obra tem como personagem-narrador Altamirando Gouveia da Silva. Internado por 64 dias em um hospital da capital baiana, Altamirando rememora fatos ocorridos no eixo Ilhéus-Itabuna nas décadas de 50 e 60. Vidas cruzadas…, observa o autor, é uma mistura de realidade e ficção. E as décadas escolhidas representam o que o escritor considera o fim da “Era dos Coronéis do Cacau”.

Waldeny Andrade foi, durante quase três décadas, diretor da Rádio Jornal de Itabuna e do Diário de Itabuna, no período em que os dois veículos eram presididos pelo empresário José Oduque Teixeira. Ao final da década de 60, assumiu mandato de vereador em Ilhéus. Acabou cassado por ser considerado “subversivo e comunista”.

 

Nossos Músicos

Caro amigo, Rabat
Tenho postado sobre nossos músicos, numa insistente tentativa de angaria o devido e justo reconhecimento e até mesmo, inicialmente, o necessário conhecimento por nosso jovens, desses baluartes da cultura nativa, que deveriam ser muito mais admirados e respeitados, tanto pelos ilheenses quanto pelas autoridades e produtores.
Por isso decidi escrever sobre EDU NETO e ITASSUCY, e pretendo escrever sobre tantos outros, a exemplo de Saul Barbosa e Gilberto Sena.
Como havia lhe falado em outra oportunidade, gostaria que vc examinasse nossos textos e se achar apropriado, publicá-los no seu blog. Não seii como fazer para compartllhar, por isso, inform-lhe nosso endereço para que possas visualizar nossos textos. jahblessreggaeband.blogspot.com .
Agradeço a sua atenção, amigo.
Luciano Sales Cerqueira – Advogado, músico, compositor, vocalista e guitarrista da banda de reggae JAH BLESS.

VOZES DO BRASIL EM ILHÉUS

Projeto leva para o palco do Centro de Convenções música de qualidade a preços populares

CAPA R2CPRESS

Depois de abrir a turnê em Porto Seguro, no início de outubro, o projeto Vozes do Brasil desembarca agora em Ilhéus, com shows de Flávio Venturini e Christiano Reiz, no dia 1° de novembro e Margareth Menezes e Juba Gonzaga, no dia 02. Com o objetivo de entrelaçar diferentes vozes e ritmos da Música Popular Brasileira, o projeto promove uma verdadeira conexão reunindo um time de grandes artistas nacionais além de nomes regionais. As apresentações acontecem às 19h, no Centro de Convenções de Ilhéus – Auditório Jorge Amado, com ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

•| MATÉRIA COMPLETA »

Encontro com escritores na Tenda TPI aborda literatura infantojuvenil regional

 Parte da programação de outubro da Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) foi dedicada às crianças e aos professores, cujas datas comemorativas foram neste mês. Para encerrar as atividades especiais, será realizado o encontro com três escritores sobre “A literatura infantojuvenil regional no contexto escolar”. O debate começa às 19 horas desta quinta-feira (31) e terá entrada franca.

Conto e Cantigas na Tenda TPI – foto Karoline Vital .

Os convidados para o encontro foram os escritores Neila Brasil, com duas publicações; Joilson Maia com 12 obras, e Silvia Kimo, com 15 livros, entre escritos e ilustrados. Além das falas dos autores, o público poderá participar com perguntas e comentários. A mediação será feita pelo pedagogo, escritor e dramaturgo, Pawlo Cidade.

          O objetivo do encontro é discutir como as escolas podem colaborar para a valorização da literatura infantojuvenil regional. Apesar de os profissionais da educação serem o público-alvo, a atividade é aberta para a comunidade em geral. A iniciativa é organizada pelo Núcleo de Literatura do Teatro Popular de Ilhéus.

          Este será o segundo evento literário realizado na Tenda TPI, neste mês. No dia 12 de outubro, aconteceu o Conto e Cantigas, que reuniu contação de histórias e musicalização para crianças. A segunda edição será às 16 horas do dia 09 de novembro, na Biblioteca Jorge de Souza Araújo, localizada no interior do espaço cultural.

Oficina de Dança de Salão na Tenda Teatro Popular de Ilhéus

Dança de Salão

Dança de Salão

A Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) conta com mais uma oficina artística: Dança de Salão. A atividade é oferecida todas as segundas-feiras, a partir das 20 horas. As aulas são ministradas pelo professor Aldenor Garcia, da Garcia Fernandes Cia. de Dança, de Itabuna. A mensalidade custa R$ 50. Sócios do Cartão TPI têm 10% de desconto.
A idade mínima para fazer a Dança de Salão é de 10 anos e não há idade máxima, peso ou altura. “Até pessoas com 100 anos podem fazer as aulas. Basta conseguir fazer dois passos pra lá e dois pra cá”, afirma o professor Aldenor Garcia. A dança é uma atividade física que faz bem para músculos, sistemas cardiovascular e respiratório, postura, equilíbrio e ainda pode queimar até 350 calorias por hora de movimentação.
Além da oficina de Dança de Salão, a Tenda TPI oferece aulas de bateria e percussão, violão e guitarra, dança afro, capoeira e acrobacia aérea em tecido. Mais informações pelo telefone (73) 4102-0580 ou no espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes, das 14 às 18 horas.

Encontro com escritores
Escritores debatem a literatura infantojuvenil regional no contexto escolar, durante o encontro que acontece nesta quinta-feira (31) às 19 horas, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Foram convidados os autores Silva Kimo, Neila Brasil e Joilson Maia. A mediação será feita por Pawlo Cidade. A entrada é gratuita.

Oficinas de Dança do Ventre para adultos e crianças na Tenda TPI

Adultos e crianças poderão aprender noções de Dança do Ventre, através do projeto de intercâmbio Changement. As aulas serão ministradas pelas professoras Rafaella Canabrava, de Ilhéus, e Priscila Mohanna, de Vitória da Conquista, nas tardes de sexta-feira, sábado e domingo (25, 26 e 27). As atividades acontecem na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) e a taxa de inscrição custa R$ 10. Mais detalhes pelo telefone (73) 4102-0580.

Dança do Ventre Rafaela Canabrava - foto Karoline Vital.

Dança do Ventre Rafaela Canabrava – foto Karoline Vital.

A professora Rafaella Canabrava ministrará aulas para o público infantil nesta sexta-feira e para adultos no domingo, sempre a partir das 16 horas. Já a professora Priscilla Mohanna trabalhará, neste sábado, às 15 horas com as crianças e às 18 horas com adultos. Às 17h30min do domingo, haverá apresentações de Dança do Ventre com participantes das oficinas e bailarinas profissionais.

Difundida pelo mundo através dos árabes, a Dança do Ventre surgiu há mais de cinco mil anos no Oriente Médio e Ásia Meridional. Sua prática traz benefícios para as musculaturas do abdômen, pernas, braços, costas e glúteos, circulação sanguínea, postura corporal, flexibilidade, resistência física, coordenação motora e equilíbrio.

Batukerê

As crianças e adolescentes do projeto Batukerê darão um show de dança e percussão afro na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). As apresentações acontecem nestas quinta e sexta-feira (24 e 25), às 19 horas. As entradas custam R$ 20 a inteira e R$ 10 para estudantes, idosos e sócios do Cartão TPI.

Páginas: Anteriores 1 2 3 ... 14 15 16 17 18 19 20 ... 47 48 49 Próximas