Girando




Busca por Data
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Editoria ‘Educação’

Das 113 vans escolares cadastradas na Sutran, apenas 26 foram vistoriadas; abordagens serão intensificadas

A Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran) da Prefeitura de Ilhéus vai intensificar a fiscalização do transporte escolar particular que ainda não renovou o alvará. As abordagens vão acontecer em frente às instituições de ensino para verificar todos os itens obrigatórios de segurança que não foram cumpridos. A ação visa identificar também os condutores de veículos que não regularizaram seus documentos e alertar sobre a segurança das crianças.

Ilhéus Transporte Escolar

Dados fornecidos pela Sutran mostram que atualmente estão cadastrados no município 113 veículos autorizados para atuar nesta atividade. E deste total, apenas 26 passaram pelo processo de vistoria e estão com toda a documentação em dia. O chefe do setor de Transporte Público da Sutran, Rodrigo Cerqueira da Silva, assegurou que serão impostas algumas sanções aos condutores que ainda não passaram pelo processo de vistoria.

Segurança – Rodrigo Cerqueira da Silva ressaltou que com base na lei municipal que regulamenta o transporte escolar particular e o Código Nacional de Trânsito, caso seja comprovada a não existência dos itens básicos de segurança, o município pode aplicar multa ou efetuar a retenção ou apreensão do veículo. Os que já foram vistoriados e devidamente aprovados já receberam alvará que fica estampado no seu para-brisa, e uma faixa amarela pintada com o nome ‘Escolar’.

Nas vistorias técnicas são verificados o extintor de combate a incêndio, faróis e buzina funcionando, cadeiras apropriadas para crianças com idade abaixo de cinco anos, cinto de segurança, pneus e o estado de conservação do veículo. Para passar pelo processo de regularização seus proprietários devem se dirigir à nossa sede, situada na Avenida Governador Roberto Santos, bairro Esperança.

Bolsa integral para curso de especialização é oferecida em parceria entre Sinjorba e F2J

A Faculdade 2 de Julho e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba) firmaram parceria e estão oferecendo uma bolsa integral para o curso de pós graduação (nível especialização) em Comunicação Organizacional com ênfase em Assessoria de Imprensa. Com aulas aos sábados, a cada 15 dias, o programa inclui disciplinas como Comunicação Integrada, Assessoria em Projetos Culturais, Plataformas Digitais em Assessoria de Comunicação, Gerenciamento de Mídias Digitais, Marketing Político, dentre outras.
A bolsa será destinada a profissionais que enviem até o meio-dia do próximo dia 21, sexta-feira, um vídeo ou áudio de até dois minutos ou texto com o mínimo de seis e máximo de dez linhas destacando como compreende a comunicação organizacional a partir da revolução digital. Só podem concorrer profissionais sindicalizados e em dia com as taxas do sindicato. É obrigatório ter graduação em comunicação social com habilitação em Jornalismo, certificação expedida por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
A ganhadora ou ganhador assinará um termo de compromisso em frequentar as aulas que acontecem das 8 às 17 horas sob pena de perder o benefício. O produto de comunicação-texto, áudio ou vídeo – deve ser enviado para o email secretaria@sinjorba.org.br acompanhado de cópia do RG, CPF, comprovante de residência, email, telefone para contato e comprovante de conclusão do curso de graduação em comunicação (certificado ou diploma). Serão avaliados os critérios de coerência narrativa nos produtos de comunicação enviados – áudio, texto ou vídeo.

Transformação

•| MATÉRIA COMPLETA »

Preocupante

Oscimar Torres

Alerta do Irmão Oscimar Torres

Meus irmãos dias atrás em conversa com o Superintendente de Educação Basica da Bahia, irmão Ney Campelo da ARLS Cavaleiros da Fraternidade de Salvador, tomei conhecimento de um dado alarmante: na Bahia cerca de 30% (trinta por cento) dos inscritos no ENEM, não comparecem para fazer as provas. No segundo semestre deste ano, por exemplo, teremos as provas do ENEM e a Bahia é um Estado que possui um dos maiores índices de abstenção. Ou seja, nossos jovens se inscrevem e não vão fazer as provas. Então chegamos à conclusão que poderíamos fazer um campanha em nossas Lojas para que todos os inscritos compareçam e façam as provas. Já imaginaram conseguirmos que estes jovens que às vezes duvidam de seus nossos potenciais, cheguem à universidade? Não sei os motivos da abstenção, mas pode ser insegurança, falta de transporte, esquecimento, enfim, poderíamos adotar as Escolas, sobretudo no interior e mudar esta estatística. Esta é uma ação que podemos fazer. Já pensou, ajudarmos a motivar está juventude? Até os Demolays e Apejotistas, Filhas de Jó poderiam entrar na campanha! Vou levá-lo à PAEL para fazer uma palestra sobre isto. E firmarmos um Termo de Colaboração com a Secretaria de Educação para disseminarmos em nossas Lojas a importância da mobilização dos nossos jovens para que não percam esta oportunidade de chegarem a Universidade.


http://www.goeb.com.br/noticias/goeb/2778/alerta-do-irmao-oscimar-torres

 

Bahia lança diretrizes para ampliar educação inclusiva

A Bahia vai ampliar a inclusão de estudantes com deficiência. As orientações para melhorar a qualidade do serviço prestado pelos professores da rede estadual estão nas Diretrizes para a Educação Inclusiva do Estado da Bahia, lançadas pela Secretaria da Educação nesta sexta-feira (7), na Biblioteca Pública do Estado, nos Barris, em Salvador. A abertura do evento incluiu um coral formado por pessoas com deficiência, acompanhadas por uma intérprete de libras, que levou poesia para a comunidade de surdos.

Foto_Alberto Coutinho_GOVBA

Na ocasião, o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, a iniciativa marca um trabalho que já tem sido realizado pelo Governo da Bahia. “Nós temos um conjunto muito bem consolidado. Temos gente com expertise e várias experiências. Em Ondina, por exemplo, vamos ter um grande centro integrado de educação inclusiva e levar essa iniciativa para todos os territórios baianos. Assim, vamos conseguir trabalhar essas diretrizes em todas as escolas da rede estadual, além das escolas municipais, por meio de parcerias, para que essa política possa fluir”, destaca.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Novo Fies começa em 2018, com três modalidades e 100 mil vagas a juros zero

O Ministério da Educação anunciou, nesta quinta-feira, 6, em coletiva à imprensa no Palácio do Planalto, o Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que será dividido em três modalidades e começa em 2018. No total, o Novo Fies vai garantir 310 mil vagas, das quais 100 mil a juros zero, para estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos.

O presidente da República, Michel Temer, elogiou a reformulação do Fies, afirmando que o novo formato mostra o quanto a educação é prioridade para o país. “O que estamos fazendo é criar um Fies mais sustentável, eficiente e efetivo”, disse. “Estamos voltados para aqueles mais carentes, agindo compativelmente com as necessidades sociais do país quando assinamos uma medida provisória que promove um salto qualitativo na forma como opera o programa”.

Para Temer, a aplicação de taxa de juros zero para os estudantes com renda per capita mensal familiar inferior a três salários mínimos é uma grande inovação. “Além do Novo Fies ser algo planejado para o futuro, já que é projetado para ter continuidade, ele ainda é consistente em relação ao crédito, porque o estudante não ficará mais na instabilidade para saber o que vai pagar, quanto vai pagar. É uma inovação extraordinária, voltada para as questões de natureza social. Isso se utiliza em vários países e vem sendo utilizado agora no Brasil”, ressaltou. “Quando nós fazemos esse sistema educacional, é porque educação de qualidade é o caminho mais eficaz para reduzir as desigualdades”.

•| MATÉRIA COMPLETA »

UESC / ESCLARECIMENTO

PARA LER EM TELA CHEIA CLIQUE NAS DUAS SETINHAS.

Rui implanta Mais Futuro e garante assistência a 4 mil universitários

Foto Mateus Pereira_GOVBA 

A partir desta quarta-feira (21), quatro mil estudantes de universidades estaduais integram o programa Mais Futuro. A iniciativa do Governo do Estado oferece auxílio financeiro para os jovens em condições de vulnerabilidade socioeconômica, participantes do CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público. O incentivo garante a permanência desses estudantes nas salas de aula e a conclusão dos cursos de graduação. Na manhã desta quarta, em cerimônia no Bahia Othon Palace, em Salvador, o governador Rui Costa assinou os termos de compromisso de estágio dos universitários participantes, que também receberam seus cartões bancários.

“Este programa é voltado aos jovens de famílias de baixa renda, para que possam cursar uma faculdade, regularmente. Esta é a prioridade do Governo com a juventude. Acredito que a educação transforma a vida das pessoas e esse é mais um estímulo para que esses estudantes concluam seus cursos. A partir do sexto semestre, também estamos oferecendo oportunidades de estágio remunerado, para os universitários garantirem experiência profissional na atividade que está se formando”, explica o governador.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Apae de Ilhéus realiza festa junina com o apoio da prefeitura

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Ilhéus realiza nesta terça-feira (20), a partir das 15 horas, o “Arraiá dos Apaexonados, abrace esta causa”. A festa acontece em sua sede, localizada no bairro Hernani Sá, nas proximidades da central de abastecimento, e terá apresentações de quadrilhas juninas e teatro encenado por alunos da escola, comidas típicas e sorteios de balaio e micro-ondas. A informação é da diretora da instituição, Vitória Penalva, que destaca o apoio da prefeitura na realização do evento.

Prefeito visita Apae e garante apoio à instituição – Secom Marcelo Silveira

De acordo com Vitória Penalva, atualmente a Apae assiste cerca de 200 crianças por meio de profissionais qualificados, coordenação, supervisão e direção. A instituição, recebe alimentos da Prefeitura através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), onde é garantida uma merenda com qualidade. “Para a criança desenvolver-se tem que estar bem alimentada e bem assistida”, ressalta. A escola funciona nos dois turnos, com turmas das 7h40min às 11h40min e das 13h20min às 17h20min.

“Passamos por momento difícil, principalmente de dívidas deixadas por gestões anteriores. Seus parcelamentos têm dificultado a direção obter verbas do governo federal. Hoje, possuímos cinco professores (que geram custos), onde contávamos mais de 20. Houve permuta e três professores foram para o Centro de Referência à Inclusão Escolar  (Crie) e outros três entraram graças à intervenção da secretaria municipal de Educação (Seduc) e do prefeito Mário Alexandre”, disse a diretora.

Rui inicia contratação de mais de 2 mil universitários pelo programa Partiu Estágio

Os primeiros mil universitários do grupo de 2.410 estudantes convocados por meio do programa Partiu Estágio já começam a trabalhar esta semana como estagiários em órgãos e entidades da Administração Pública Estadual direta e indireta, na capital e no interior. Eles formalizaram a contratação, nesta terça-feira (13), durante evento realizado em Salvador, com a participação do governador Rui Costa. O objetivo é garantir aos jovens que estão cursando o Ensino Superior uma experiência no mercado de trabalho, em sua área de atuação.

Foto Manu Dias_GOVBA

De acordo com o governador, o Partiu Estágio é um dos três programas lançados pelo Governo do Estado para a juventude, sinalizando que a educação é o que estrutura a vida humana, e oferecendo oportunidades reais de mudanças de vida. “Temos o Primeiro Emprego, voltado para jovens do Ensino Médio Profissional. O Mais Futuro, direcionado a estudantes das universidades estaduais que sejam de baixa renda, jovens que terão apoio e direito a uma bolsa, garantindo que eles mudem suas vidas através da educação. E este programa, que institui o estágio como política pública, diferente de como se fazia antes. O Partiu Estágio transforma a oportunidade em órgãos do Estado em uma política transparente, com critérios de renda e origem de escola pública ou bolsista em escola particular. Este ato simboliza a contratação de 2.410 no mês de junho”, destacou Rui.

O Governo do Estado está investindo R$ 18 milhões para garantir aos contratados uma bolsa-auxílio de R$ 455 mensais, além do transporte – benefícios depositados diretamente na conta do estudante. Eles poderão ficar no programa durante um ano, sem a possibilidade de prorrogação. Nesta terça, 188 jovens já serão encaminhados para a Secretarias da Educação, e 163 trabalharão na Secretaria da Saúde (Sesab), órgãos que receberão a maior quantidade de estagiários. Entre os primeiros contratados, 750 são universitários de Salvador e região metropolitana e 250 de municípios do interior. A oportunidade oferecida pelo Governo é a primeira experiência profissional da maioria desses jovens.

Partiu Estágio

O programa Partiu Estágio é para universitários de instituições estaduais, federais e particulares situadas na Bahia, a partir de 16 anos, regularmente matriculados em curso presencial e que tenham concluído pelo menos 50% da graduação. As listas de chamamento estão sendo divulgadas no site da Secretaria da Administração do Estado (Saeb). Entre abril e maio, cerca de 20 mil estudantes se inscreveram no programa.

Receberam prioridade os jovens inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) e para aqueles que estudaram todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Em caso de empate entre candidatos, é realizado sorteio eletrônico para a escolha. As vagas não preenchidas pelos universitários que são prioritários também são sorteadas entre os demais cadastrados.

Prefeito destaca parceria com escola beneficiada pelo PDDE

Parceria do governo com professores e pais de alunos dá excelente resultado – Secom Marcelo Silveira

Na atual gestão, a escola municipal da Barra de Itaípe foi inserida no Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), graças a iniciativa do governo local. Mas além dos recursos disponibilizados pelo programa, diretores, professores e comunidade decidiram realizar campanhas paralelas para contribuir com o governo municipal na melhoria da escola. O diretor pedagógico da unidade escolar, Fábio Santos, destaca que o papel da educação passa, também, pelo exercício da cidadania. “Não dá para apenas ficar esperando o dinheiro oficial chegar. Podemos ir além”, destacou.Neste final de semana, a escola realizou um brechó.”A arrecadação vai ser destinada ao projeto de recuperação da sala de informática, que está desativada” explica Fábio.

De acordo com a secretária de Educação Eliane Oliveira, no início deste ano o local estava abandonado, com suas instalações precárias, sem a mínima condição de funcionamento. “Com a ajuda do diretor da escola, fizemos algumas intervenções, hoje o espaço tem outro aspecto” afirmou. Para a secretária, ver a comunidade integrada nas ações realizadas pela Seduc, é de extrema importância. “O dinheiro arrecadado com os eventos propõe contribuir para melhoria do espaço, diminuindo a evasão escolar, além de aproximar ainda mais as famílias que têm filhos estudando na unidade”,destaca.

O prefeito de Ilhéus Mário Alexandre, visitou as instalações da escola no último sábado(10), para verificar o andamento das intervenções realizadas na unidade. De acordo com Mário Alexandre, implementar ações práticas e em parceria contribuem para o conjunto de melhorias na educação. “Este é o resultado de um governo que dialoga e trabalha junto com a comunidade”, destacou, ressaltando ainda que, além dessas ações, o município já fez a dispensa de licitação para reformar 109 unidades escolares que também precisam de intervenções em sua estrutura física. Visitaram a escola ao lado do prefeito e da secretária de Educação, a deputada estadual Ângela Sousa e o vereador Gil Gomes.

O que é o PDDE – Criado em 1995, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem por finalidade prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às escolas públicas da educação básica. O programa engloba várias ações e objetiva a melhoria da infraestrutura física e pedagógica das escolas e o reforço da autogestão escolar nos planos financeiro, administrativo e didático, contribuindo para elevar os índices de desempenho da educação básica.
Os recursos são transferidos de acordo com o número de alunos extraído do Censo Escolar do ano anterior ao do repasse.

Saúde e educação de Ilhéus pactuam PSE

As secretarias de Saúde e de Educação de Ilhéus estão pactuando o Programa Saúde nas Escolas (PSE), uma iniciativa do governo federal que, em uma primeira etapa, beneficiará mil estudantes de 39 unidades escolares do município e de uma unidade do estado.

Técnicos da Saúde e da Educação estão integrados ao programa intersetorial – Secom

A secretária de Educação, Eliane Oliveira, afirma que o critério de escolha das escolas beneficiadas coube ao próprio governo federal, levando em consideração a área de abrangência da Estratégia Saúde da Família (Ministério da Saúde).

“A proposta é tornar possível o exercício de criação de núcleos e ligações entre os equipamentos públicos da saúde e da educação, como escolas, centros de saúde, áreas de lazer como praças e ginásios esportivos”, exemplifica a secretária de Saúde, Elizângela Oliveira.

O PSE visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida dos jovens. A iniciativa leva agendas de Educação e Saúde como projetos didáticos nas Escolas da rede. Considerado uma política intersetorial, o programa foi instituído pelo MEC em 2007.

Para alcançar os objetivos propostos, o PSE foi constituído por cinco componentes:avaliação das condições de saúde das crianças, adolescentes e jovens que estão na escola pública;promoção da saúde e de atividades de prevenção;educação permanente e capacitação dos profissionais da educação e da saúde e de jovens;monitoramento e avaliação da saúde dos estudantes;e monitoramento e avaliação do programa.

Universidades americanas participam de evento no CFA/Funceb

Workshop em UPB acontecerá no dia 1º, quinta-feira. Trinta e quatro alunos irão saber mais sobre o tema Música brasileira

Trinta e quatro alunos de universidades americanas irão conhecer mais sobre a música brasileira na próxima quinta-feira, 1º de junho, à tarde. Os universitários participarão do Workshop em UPB, no Centro em Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). Ritmos e influências da música nacional serão tópicos abordados

A turma da USC – University of Southern California – chegará às 14h15 com 20 alunos e acompanhados pela professora Ellen Oliveira, diretora do programa, e sua assistente Lacey. Às 16h30 a turma de 14 alunos da Escola de Música da OSU – Ohio State Uniersity – School of Music – chegará com os diretores: professor David Hedgecoth e professora Lucia Costigan, com o assistente Fernando.

As turmas serão recepcionadas por professores do CFA – Guiga Scott, Luiz Asa Branca, Alexandre Vargas, além dos coordenadores Edu Fagundes e Letieres Leite, que farão as mediações e condução dos trabalhos.

O evento será encerrado com um pocket show com o Quinteto Triat’uan, com participação de professores, interpretando um repertório com composições da música brasileira.

Serviço:

Workshop em UPB
Quando: 1º de junho, quinta-feira, 14h15
Onde: Centro de Formação em Artes da Funceb

Escola cria espaço para acolher filhos de alunos e funcionários

Colégio Social de Portão tem Espaço Kids para atender filhos de estudantes e funcionários.
Foto: Camila Souza/GOVBA

No Colégio Social de Portão, em Lauro de Freitas, crianças de 2 a 5 anos encontram uma estrutura adaptada e completamente voltada para o desenvolvimento pessoal e social. Em uma espécie de “minicasa”, com brinquedos educativos e cantinhos reservados para o preparo de alimento, leitura e descanso, o Espaço Social Kids acolhe os filhos de alunos e funcionários. Assim, a escola da rede estadual permite a permanência das alunas que engravidam precocemente e dos funcionários, que não teriam com quem deixar os filhos para trabalhar.

O espaço não é voltado apenas para brincadeiras. Entre quebra-cabeças, jogos da memória, de associação e atividades estimulantes, os alunos seguem a metodologia Montessori, na qual as crianças podem escolher o que querem fazer e, a partir dessas experiências, são estimuladas a aprender.

Para a pós-graduanda em psicopedagogia e idealizadora do projeto, Josette Tomassin, o local é a realização de um sonho. “O espaço surgiu de uma vontade de fazer um trabalho voltado para a comunidade e onde pudéssemos contribuir para o desenvolvimento da criança. Aqui, elas brincam, o que é muito importante, mas temos atividades voltadas ao crescimento sensorial e atividades de vida prática”, explica Josette.

Segundo a diretora da escola, Débora Fontes, o projeto surgiu também das demandas das mães da região. “Muitas delas reclamavam que não encontravam vagas em creches, que não tinham com quem deixar seus filhos e isso comprometeria a vida dessas pessoas, pois não conseguiam trabalhar ou estudar. Esse espaço promove, sobretudo, a permanência dessas estudantes na escola e o bem-estar dos nossos funcionários, com a certeza de que os filhos estão bem cuidados aqui”, conta a diretora.

Aluna da escola durante a infância e a adolescência, Cíntia Almeida é mãe de Rafaela, de 4 anos. Enquanto ela estuda na faculdade que funciona nas instalações ao lado do colégio e trabalha, a criança fica no Espaço Kids. “Eu confio na escola. Esse ambiente é ótimo e tem uma estrutura excelente. Há muitas coisas para eles fazerem aqui. Os brinquedos são diferentes. Ela já se desenvolveu muito desde que chegou aqui”, afirma.

Rede de Ensino de Ilhéus lança livro de aluno de apenas nove anos

BY CLODOALDO RIBEIRO / SECOM

O projeto Tarde de Autógrafos, da secretaria de Educação de Ilhéus, incentiva o interesse dos estudantes da rede municipal de ensino pela literatura infantil. Nesse sentido, o prefeito Mário Alexandre prestigiou o lançamento do livro Contos e Encontros, de autoria do aluno Vagner Alves, de 9 anos, do quarto ano, da Escola Nucleada do Japu, Sala Maria Vitória Nascimento Cardoso, na localidade rural de Maria Jape.

Vagner Alves, filho de Rita de Cássia dos Santos e de Balbino Gonçalves da Silva, é um pequeno escritor e ilustrador que retrata personagens e situações do imaginário infantil, através de contos, poemas e desenhos. Aluno da professora Joanita Cruzeiro, o jovem estudante encantou a equipe de professores da Educação Infantil e os alunos de sua escola, com histórias divertidas e cheias de magia, sensibilidade e imaginação criativa.

O lançamento do livro contou com a presença de alunos, pais, pessoas da comunidade, os secretários municipais de Educação, Eliane Oliveira, e de Agricultura e Pesca, Angelito Filho, do vereador Gil Gomes, o diretor da Escola Nucleada do Japu, Dilton Oliveira Silva, além de representes do sindicato dos trabalhadores em Educação. O artista Corinto Alves dos Santos fez uma apresentação de voz e violão.

Parque Infantil – Na oportunidade, o prefeito Mário Alexandre parabenizou o pequeno artista, a equipe de professores e a comunidade, de modo geral, pelo incentivo à produção cultural entre as crianças. Ele aproveitou a visita a Maria Jape, fez uma inspeção da situação física da escola e ainda autorizou a implantação de um parque infantil no espaço a fim de criar uma área de lazer para os alunos. “Não quero ser um prefeito que só aparece de quatro em quatro anos. Estou como prefeito e tenho desejo de ajudar realmente a reconstruir nossa cidade”, declarou Mário Alexandre.

Outra curiosidade é o papel da professora de Vagner, Joanita Cruzeiro. Ela é uma ex-aluna da escola de Maria Jape, que ajudou a carregar as primeiras cadeiras para instalação daquela unidade de ensino. Hoje ela é a professora da escola onde estudou e tem os próprios filhos como alunos.

Seduc de Ilhéus realiza nesta quinta um workshop para alunos da EJA

A Secretaria de Educação de Ilhéus (Seduc), através da Coordenação do projeto de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e em parceria com o Curso de Pedagogia do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), realizará nesta quinta-feira (18), às 19 horas, o workshop em Práticas Inovadoras. O evento acontece na Escola Municipal Vovô Isaac, na Esperança.

Destinado aos alunos dos anos iniciais do EJA das escolas municipais Vovó Isaac e Escola Municipal do Iguape, o evento vai reunir cerca de 120 alunos. A professora do Seminário Integrador, Sandra Mabel, explica que este Seminário Integrador será uma das ações utilizadas como alternativa de incentivo e valorização da participação do aluno-professor em atividades que ampliem as dimensões dos componentes curriculares relacionadas à educação. “Queremos incentivar seu compromisso com a sua formação”, informa.

A proposta referente às atividades do Seminário Integrador consiste na apresentação de uma síntese das atividades realizadas nas diferentes disciplinas com base no Núcleo Temático dos módulos em que os alunos-professores apresentam suas trajetórias no curso. A professora Joelma Alves, coordenadora do EJA, ressalta que neste módulo ocorrerá um Workshop com a temática “Práticas Educativas na Educação de Jovens e Adultos”, com o objetivo de socializar os trabalhos produzidos.

Mais de trinta mil educadores participam de processo seletivo do Estado neste domingo

Mais de trinta mil educadores baianos acordaram cedo neste domingo (7) em busca de uma vaga no mercado de trabalho. Eles participam do Processo Seletivo Simplificado promovido pela Secretaria da Educação do Estado, para a contratação de professores e profissionais da área, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). As provas foram realizadas em instituições espalhadas pelos 27 territórios de identidade que compõem a Bahia.

Foto ALberto Coutinho GOVBA 3

O processo seletivo vai contribuir para que o Estado preencha o quadro de profissionais na área da educação, mantendo a qualidade do ensino nos 417 municípios. Também é uma oportunidade para quem busca uma oportunidade para começar ou voltar a lecionar, como é o caso do professor Edvaldo Menezes. “Estou fora da sala de aula, mas quero voltar. O processo seletivo é uma maneira de eu me testar e de voltar a ensinar, que é minha paixão”, afirma o educador.

As 7,4 vagas ofertadas pelo concurso são para as funções de mediador Emitec, professor de educação profissional, intérprete e instrutor de Libras, cuidador, professor indígena, preceptor de Estágio Enfermagem, Brailista e professor de educação especial. Do total, 2,2 mil vagas são destinadas à professores substitutos para atuarem em casos em que houver afastamento por licença.

As áreas contempladas foram Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Matemática, tradução em libras, entre outras. O resultado do certame, que também consiste em prova de títulos, será divulgado no Diário Oficial até o dia 7 de junho deste ano. Os aprovados serão convocados em um prazo que levará em consideração a necessidade de preenchimento do quadro de professores no estado.

“Esse processo seletivo tem para diversas funções dentro da educação. Todos os territórios vão ter concorrentes. A área de exatas, como matemática e física, são as que a gente tem mais carência, mas não apenas elas serão contempladas como outras que são importantes para a garantia do ensino de qualidade”, afirmou a superintendente de Recursos Humanos, da Secretaria de Educação do Estado, Ana Catapano.

Em Ilhéus, Educação lança programa em parceria com o Senar Bahia

 

O Programa Despertar será oficialmente lançado pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc), no próximo dia 8, no Centro de Convenções Luiz Eduardo Magalhães, em Ilhéus. A iniciativa – uma parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) – tem o objetivo de habilitar educadores e formar cidadãos capazes de valorizar e preservar o meio ambiente, facilitando a integração Escola/Professor/Aluno/Comunidade rural e contribuindo para a formação profissional do trabalhador e do produtor rural do futuro.

A secretária de educação, Eliane Oliveira, ressalta que todo este trabalho é respaldado nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e desenvolve temas como meio ambiente, cidadania, ética, trabalho e consumo, sendo o meio ambiente o eixo principal dessas atividades. A professora Mariângela Bahia explica que cada escola do campo terá um professor-formador, que será responsável em repassar as atividades para todos os colegas da Unidade Escolar.

Instituto Iris convida jovens negros de Ilhéus para lançamento do Projeto Ori

O Instituto de Responsabilidade e Investimento Social (Iris) lançará amanhã, 4, o Projeto Ori, que oferece curso gratuito de Gestão Cultural, em Ilhéus. Voltado para jovens negros e pardos, de 19 a 30 anos, que tenham ideias de como impactar positivamente as suas comunidades, o evento acontece no Teatro Popular de Ilhéus, às 18h30min.

Além da formalidade de abertura do curso, haverá palestra do coordenador pedagógico do projeto, Hélio Santos, e apresentações de representativos convidados da comunidade cultural negra do município, que irão compor as atividades inaugurais do curso. Em Ilhéus, as aulas ocorrem na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) a partir da próxima segunda-feira, 8. Com duração de 6 meses, o curso acontece de segunda a quinta-feira, das 18 às 22 horas, com carga de 300 horas. O aluno tem direito a certificado ao final, após a apresentação de trabalho para a banca examinadora.

Segundo a superintendente do Instituto, Lila Lopes, “esse é um momento de apresentação do projeto e de inserção deste nas comunidades atendidas. Temos grande satisfação de celebrarmos esse momento junto aos parceiros, representantes de instituições, professores, e jovens interessados pelo projeto”. Vale lembrar que as inscrições para o curso gratuito de Gestão Cultural seguem até o dia 5 de maio, e devem ser feitas através do site www.institutoiris.org.br.

•| MATÉRIA COMPLETA »

I Mostra de Cinema da UESC começa terça-feira

A I Mostra de Cinema da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) promovida pelo Departamento de Letras e Artes (DLA), será realizada a partir de terça-feira (9) com á encerramento na quinta-feira (11). O evento, para o qual estão sendo convidadas a comunidade acadêmica e a sociedade interessada, reúne cineastas produtores culturais, professores, pesquisadores e alunos para refletir sobre os rumos do cinema contemporâneo que está sendo produzido na Bahia, nos dias atuais.

Dentre as reflexões propostas estão as limitações à produção cinematográfica na Bahia e as alternativas à circulação em um mercado dominado pelo produto estrangeiro, bem como, em tempos de crise, como realizar filmes ante a precariedade das políticas públicas e a fragilidade da atuação da ANCINE, para dinamizar a cadeia produtiva da indústria cinematográfica nas etapas de produção, infraestrutura, distribuição e exibição de filmes no Brasil?

Também, questões sobre o cenário atual da indústria de entretenimento audiovisual em que a Netflix se converte, de ofertadora de streaming, em produtora de conteúdo no Brasil. Essas e muitas outras questões vão orientar as reflexões, debates e atividades que fazem parte da I Mostra de Cinema da UESC.

•| MATÉRIA COMPLETA »

Rui anuncia 3 mil bolsas para professores: “valorização do trabalho”

O governador Rui Costa anunciou nesta segunda-feira (1º), Dia do Trabalhador, que os professores interessados na ‘Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe’ já podem procurar a unidade de ensino onde atuam para formalizar o pedido. A solicitação também pode ser feita no SAC Educação ou nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

Divulgação_GOVBA

São oferecidas três mil bolsas para professores efetivos da rede estadual que exercem atividades nos ensinos fundamental e médio e que já completaram as exigências para a aposentadoria voluntária.

“É uma ação de valorização a esse importante trabalho desempenhado pelos professores em sala de aula. Esperamos que a experiência desses professores impulsione ainda mais a transformação das nossas escolas, contribuindo para a construção de futuro promissor dos jovens baianos”, comentou Rui em seu perfil oficial no Twitter (@costa_rui).

As bolsas são de R$ 800 e R$ 1.600 para os professores com carga horária de 20 e 40 horas, respectivamente. Além de ter completado as exigências para a aposentadoria, é necessário estar lotado em uma unidade escolar e ter optado por permanecer em efetiva regência de classe.

O benefício será pago por dois anos, prorrogáveis por mais dois, e sobre ele não incidirá contribuição previdenciária. Também não será utilizado para cálculo de aposentadoria e pensão. Poderão ser contemplados servidores que obtiverem desempenho individual satisfatório e que não possuem em seus registros funcionais mais de seis faltas injustificadas no ano letivo imediatamente anterior ao do início da percepção da vantagem.

O setor de Recursos Humanos da Secretaria da Educação apreciará os pedidos e fará a publicação da lista de contemplados no Diário Oficial do Estado (DOE).

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 31 32 33 Próximas