WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hospital ilheus secom bahia embasa sesab bahia


dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  






:: ‘Educação’

Universidades americanas participam de evento no CFA/Funceb

Workshop em UPB acontecerá no dia 1º, quinta-feira. Trinta e quatro alunos irão saber mais sobre o tema Música brasileira

Trinta e quatro alunos de universidades americanas irão conhecer mais sobre a música brasileira na próxima quinta-feira, 1º de junho, à tarde. Os universitários participarão do Workshop em UPB, no Centro em Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). Ritmos e influências da música nacional serão tópicos abordados

A turma da USC – University of Southern California – chegará às 14h15 com 20 alunos e acompanhados pela professora Ellen Oliveira, diretora do programa, e sua assistente Lacey. Às 16h30 a turma de 14 alunos da Escola de Música da OSU – Ohio State Uniersity – School of Music – chegará com os diretores: professor David Hedgecoth e professora Lucia Costigan, com o assistente Fernando.

As turmas serão recepcionadas por professores do CFA – Guiga Scott, Luiz Asa Branca, Alexandre Vargas, além dos coordenadores Edu Fagundes e Letieres Leite, que farão as mediações e condução dos trabalhos.

O evento será encerrado com um pocket show com o Quinteto Triat’uan, com participação de professores, interpretando um repertório com composições da música brasileira.

Serviço:

Workshop em UPB
Quando: 1º de junho, quinta-feira, 14h15
Onde: Centro de Formação em Artes da Funceb

Escola cria espaço para acolher filhos de alunos e funcionários

Colégio Social de Portão tem Espaço Kids para atender filhos de estudantes e funcionários.
Foto: Camila Souza/GOVBA

No Colégio Social de Portão, em Lauro de Freitas, crianças de 2 a 5 anos encontram uma estrutura adaptada e completamente voltada para o desenvolvimento pessoal e social. Em uma espécie de “minicasa”, com brinquedos educativos e cantinhos reservados para o preparo de alimento, leitura e descanso, o Espaço Social Kids acolhe os filhos de alunos e funcionários. Assim, a escola da rede estadual permite a permanência das alunas que engravidam precocemente e dos funcionários, que não teriam com quem deixar os filhos para trabalhar.

O espaço não é voltado apenas para brincadeiras. Entre quebra-cabeças, jogos da memória, de associação e atividades estimulantes, os alunos seguem a metodologia Montessori, na qual as crianças podem escolher o que querem fazer e, a partir dessas experiências, são estimuladas a aprender.

Para a pós-graduanda em psicopedagogia e idealizadora do projeto, Josette Tomassin, o local é a realização de um sonho. “O espaço surgiu de uma vontade de fazer um trabalho voltado para a comunidade e onde pudéssemos contribuir para o desenvolvimento da criança. Aqui, elas brincam, o que é muito importante, mas temos atividades voltadas ao crescimento sensorial e atividades de vida prática”, explica Josette.

Segundo a diretora da escola, Débora Fontes, o projeto surgiu também das demandas das mães da região. “Muitas delas reclamavam que não encontravam vagas em creches, que não tinham com quem deixar seus filhos e isso comprometeria a vida dessas pessoas, pois não conseguiam trabalhar ou estudar. Esse espaço promove, sobretudo, a permanência dessas estudantes na escola e o bem-estar dos nossos funcionários, com a certeza de que os filhos estão bem cuidados aqui”, conta a diretora.

Aluna da escola durante a infância e a adolescência, Cíntia Almeida é mãe de Rafaela, de 4 anos. Enquanto ela estuda na faculdade que funciona nas instalações ao lado do colégio e trabalha, a criança fica no Espaço Kids. “Eu confio na escola. Esse ambiente é ótimo e tem uma estrutura excelente. Há muitas coisas para eles fazerem aqui. Os brinquedos são diferentes. Ela já se desenvolveu muito desde que chegou aqui”, afirma.

Rede de Ensino de Ilhéus lança livro de aluno de apenas nove anos

BY CLODOALDO RIBEIRO / SECOM

O projeto Tarde de Autógrafos, da secretaria de Educação de Ilhéus, incentiva o interesse dos estudantes da rede municipal de ensino pela literatura infantil. Nesse sentido, o prefeito Mário Alexandre prestigiou o lançamento do livro Contos e Encontros, de autoria do aluno Vagner Alves, de 9 anos, do quarto ano, da Escola Nucleada do Japu, Sala Maria Vitória Nascimento Cardoso, na localidade rural de Maria Jape.

Vagner Alves, filho de Rita de Cássia dos Santos e de Balbino Gonçalves da Silva, é um pequeno escritor e ilustrador que retrata personagens e situações do imaginário infantil, através de contos, poemas e desenhos. Aluno da professora Joanita Cruzeiro, o jovem estudante encantou a equipe de professores da Educação Infantil e os alunos de sua escola, com histórias divertidas e cheias de magia, sensibilidade e imaginação criativa.

O lançamento do livro contou com a presença de alunos, pais, pessoas da comunidade, os secretários municipais de Educação, Eliane Oliveira, e de Agricultura e Pesca, Angelito Filho, do vereador Gil Gomes, o diretor da Escola Nucleada do Japu, Dilton Oliveira Silva, além de representes do sindicato dos trabalhadores em Educação. O artista Corinto Alves dos Santos fez uma apresentação de voz e violão.

Parque Infantil – Na oportunidade, o prefeito Mário Alexandre parabenizou o pequeno artista, a equipe de professores e a comunidade, de modo geral, pelo incentivo à produção cultural entre as crianças. Ele aproveitou a visita a Maria Jape, fez uma inspeção da situação física da escola e ainda autorizou a implantação de um parque infantil no espaço a fim de criar uma área de lazer para os alunos. “Não quero ser um prefeito que só aparece de quatro em quatro anos. Estou como prefeito e tenho desejo de ajudar realmente a reconstruir nossa cidade”, declarou Mário Alexandre.

Outra curiosidade é o papel da professora de Vagner, Joanita Cruzeiro. Ela é uma ex-aluna da escola de Maria Jape, que ajudou a carregar as primeiras cadeiras para instalação daquela unidade de ensino. Hoje ela é a professora da escola onde estudou e tem os próprios filhos como alunos.

Seduc de Ilhéus realiza nesta quinta um workshop para alunos da EJA

A Secretaria de Educação de Ilhéus (Seduc), através da Coordenação do projeto de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e em parceria com o Curso de Pedagogia do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), realizará nesta quinta-feira (18), às 19 horas, o workshop em Práticas Inovadoras. O evento acontece na Escola Municipal Vovô Isaac, na Esperança.

Destinado aos alunos dos anos iniciais do EJA das escolas municipais Vovó Isaac e Escola Municipal do Iguape, o evento vai reunir cerca de 120 alunos. A professora do Seminário Integrador, Sandra Mabel, explica que este Seminário Integrador será uma das ações utilizadas como alternativa de incentivo e valorização da participação do aluno-professor em atividades que ampliem as dimensões dos componentes curriculares relacionadas à educação. “Queremos incentivar seu compromisso com a sua formação”, informa.

A proposta referente às atividades do Seminário Integrador consiste na apresentação de uma síntese das atividades realizadas nas diferentes disciplinas com base no Núcleo Temático dos módulos em que os alunos-professores apresentam suas trajetórias no curso. A professora Joelma Alves, coordenadora do EJA, ressalta que neste módulo ocorrerá um Workshop com a temática “Práticas Educativas na Educação de Jovens e Adultos”, com o objetivo de socializar os trabalhos produzidos.

Mais de trinta mil educadores participam de processo seletivo do Estado neste domingo

Mais de trinta mil educadores baianos acordaram cedo neste domingo (7) em busca de uma vaga no mercado de trabalho. Eles participam do Processo Seletivo Simplificado promovido pela Secretaria da Educação do Estado, para a contratação de professores e profissionais da área, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). As provas foram realizadas em instituições espalhadas pelos 27 territórios de identidade que compõem a Bahia.

Foto ALberto Coutinho GOVBA 3

O processo seletivo vai contribuir para que o Estado preencha o quadro de profissionais na área da educação, mantendo a qualidade do ensino nos 417 municípios. Também é uma oportunidade para quem busca uma oportunidade para começar ou voltar a lecionar, como é o caso do professor Edvaldo Menezes. “Estou fora da sala de aula, mas quero voltar. O processo seletivo é uma maneira de eu me testar e de voltar a ensinar, que é minha paixão”, afirma o educador.

As 7,4 vagas ofertadas pelo concurso são para as funções de mediador Emitec, professor de educação profissional, intérprete e instrutor de Libras, cuidador, professor indígena, preceptor de Estágio Enfermagem, Brailista e professor de educação especial. Do total, 2,2 mil vagas são destinadas à professores substitutos para atuarem em casos em que houver afastamento por licença.

As áreas contempladas foram Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Matemática, tradução em libras, entre outras. O resultado do certame, que também consiste em prova de títulos, será divulgado no Diário Oficial até o dia 7 de junho deste ano. Os aprovados serão convocados em um prazo que levará em consideração a necessidade de preenchimento do quadro de professores no estado.

“Esse processo seletivo tem para diversas funções dentro da educação. Todos os territórios vão ter concorrentes. A área de exatas, como matemática e física, são as que a gente tem mais carência, mas não apenas elas serão contempladas como outras que são importantes para a garantia do ensino de qualidade”, afirmou a superintendente de Recursos Humanos, da Secretaria de Educação do Estado, Ana Catapano.

Em Ilhéus, Educação lança programa em parceria com o Senar Bahia

 

O Programa Despertar será oficialmente lançado pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc), no próximo dia 8, no Centro de Convenções Luiz Eduardo Magalhães, em Ilhéus. A iniciativa – uma parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) – tem o objetivo de habilitar educadores e formar cidadãos capazes de valorizar e preservar o meio ambiente, facilitando a integração Escola/Professor/Aluno/Comunidade rural e contribuindo para a formação profissional do trabalhador e do produtor rural do futuro.

A secretária de educação, Eliane Oliveira, ressalta que todo este trabalho é respaldado nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e desenvolve temas como meio ambiente, cidadania, ética, trabalho e consumo, sendo o meio ambiente o eixo principal dessas atividades. A professora Mariângela Bahia explica que cada escola do campo terá um professor-formador, que será responsável em repassar as atividades para todos os colegas da Unidade Escolar.

Instituto Iris convida jovens negros de Ilhéus para lançamento do Projeto Ori

O Instituto de Responsabilidade e Investimento Social (Iris) lançará amanhã, 4, o Projeto Ori, que oferece curso gratuito de Gestão Cultural, em Ilhéus. Voltado para jovens negros e pardos, de 19 a 30 anos, que tenham ideias de como impactar positivamente as suas comunidades, o evento acontece no Teatro Popular de Ilhéus, às 18h30min.

Além da formalidade de abertura do curso, haverá palestra do coordenador pedagógico do projeto, Hélio Santos, e apresentações de representativos convidados da comunidade cultural negra do município, que irão compor as atividades inaugurais do curso. Em Ilhéus, as aulas ocorrem na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) a partir da próxima segunda-feira, 8. Com duração de 6 meses, o curso acontece de segunda a quinta-feira, das 18 às 22 horas, com carga de 300 horas. O aluno tem direito a certificado ao final, após a apresentação de trabalho para a banca examinadora.

Segundo a superintendente do Instituto, Lila Lopes, “esse é um momento de apresentação do projeto e de inserção deste nas comunidades atendidas. Temos grande satisfação de celebrarmos esse momento junto aos parceiros, representantes de instituições, professores, e jovens interessados pelo projeto”. Vale lembrar que as inscrições para o curso gratuito de Gestão Cultural seguem até o dia 5 de maio, e devem ser feitas através do site www.institutoiris.org.br.

:: LEIA MAIS »

I Mostra de Cinema da UESC começa terça-feira

A I Mostra de Cinema da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) promovida pelo Departamento de Letras e Artes (DLA), será realizada a partir de terça-feira (9) com á encerramento na quinta-feira (11). O evento, para o qual estão sendo convidadas a comunidade acadêmica e a sociedade interessada, reúne cineastas produtores culturais, professores, pesquisadores e alunos para refletir sobre os rumos do cinema contemporâneo que está sendo produzido na Bahia, nos dias atuais.

Dentre as reflexões propostas estão as limitações à produção cinematográfica na Bahia e as alternativas à circulação em um mercado dominado pelo produto estrangeiro, bem como, em tempos de crise, como realizar filmes ante a precariedade das políticas públicas e a fragilidade da atuação da ANCINE, para dinamizar a cadeia produtiva da indústria cinematográfica nas etapas de produção, infraestrutura, distribuição e exibição de filmes no Brasil?

Também, questões sobre o cenário atual da indústria de entretenimento audiovisual em que a Netflix se converte, de ofertadora de streaming, em produtora de conteúdo no Brasil. Essas e muitas outras questões vão orientar as reflexões, debates e atividades que fazem parte da I Mostra de Cinema da UESC.

:: LEIA MAIS »

Rui anuncia 3 mil bolsas para professores: “valorização do trabalho”

O governador Rui Costa anunciou nesta segunda-feira (1º), Dia do Trabalhador, que os professores interessados na ‘Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe’ já podem procurar a unidade de ensino onde atuam para formalizar o pedido. A solicitação também pode ser feita no SAC Educação ou nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

Divulgação_GOVBA

São oferecidas três mil bolsas para professores efetivos da rede estadual que exercem atividades nos ensinos fundamental e médio e que já completaram as exigências para a aposentadoria voluntária.

“É uma ação de valorização a esse importante trabalho desempenhado pelos professores em sala de aula. Esperamos que a experiência desses professores impulsione ainda mais a transformação das nossas escolas, contribuindo para a construção de futuro promissor dos jovens baianos”, comentou Rui em seu perfil oficial no Twitter (@costa_rui).

As bolsas são de R$ 800 e R$ 1.600 para os professores com carga horária de 20 e 40 horas, respectivamente. Além de ter completado as exigências para a aposentadoria, é necessário estar lotado em uma unidade escolar e ter optado por permanecer em efetiva regência de classe.

O benefício será pago por dois anos, prorrogáveis por mais dois, e sobre ele não incidirá contribuição previdenciária. Também não será utilizado para cálculo de aposentadoria e pensão. Poderão ser contemplados servidores que obtiverem desempenho individual satisfatório e que não possuem em seus registros funcionais mais de seis faltas injustificadas no ano letivo imediatamente anterior ao do início da percepção da vantagem.

O setor de Recursos Humanos da Secretaria da Educação apreciará os pedidos e fará a publicação da lista de contemplados no Diário Oficial do Estado (DOE).

Estado concederá três mil bolsas permanência para professores prestes a se aposentar

Foto Mateus PereiraGOVBA

Os professores da rede estadual que já completaram as exigências para a aposentadoria voluntária, com efetiva regência de classe dos Ensinos Fundamental e Médio, que estejam interessados na ‘Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe’ já devem se dirigir ao SAC Educação ou às sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) para formalizar o pedido. As normativas sobre o procedimento foram divulgadas na quinta-feira (27), no Diário Oficial pela Secretaria da Educação do Estado, por meio de Portaria. Para dar entrada no pedido, o professor deve preencher a documentação disponível, em anexo à Portaria, no Portal da Educação . As inscrições também serão feitas nas escolas onde os professores interessados lecionam.

Ao todo são três mil bolsas, com valores de R$ 800 e R$ 1.600, para os professores com carga horária de 20 e 40 horas, respectivamente. Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, “a Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe é uma iniciativa que reflete os esforços empreendidos pelo Governo do Estado para melhorar a educação pública. Afinal, estamos tratando de professores com larga experiência, profissionais que dedicaram suas vidas à escola e que, portanto, podem optar em continuar contribuindo com a educação e com a formação dos nossos estudantes”, avalia.

A Portaria também divulga o quantitativo de bolsas por unidade escolar e disciplina, para que os professores possam dar entrada na solicitação do benefício. A Bolsa de Estímulo à Permanência será paga pela Secretaria da Educação do Estado, mensalmente e exclusivamente durante o ano letivo, e serão levadas em consideração, ainda, áreas do conhecimento em que haja carência de docentes na rede estadual.

Pré-requisitos – Para ser beneficiado, o professor deverá atender a requisitos, como ter completado as exigências para a aposentadoria; estar lotado em uma unidade escolar e ter optado por permanecer em efetiva regência de classe. O benefício será pago por dois anos, prorrogáveis por mais dois, e sobre ele não incidirá contribuição previdenciária. Também não poderá ser utilizado para cálculo de aposentadoria e pensão.

Poderão ser contemplados servidores que obtiverem desempenho individual satisfatório e que não possuem em seus registros funcionais mais de seis faltas injustificadas no ano letivo imediatamente anterior ao do início da percepção da vantagem. O desempenho individual será aferido pelo chefe imediato do servidor interessado em perceber o benefício e comprovado mediante certidão específica. Aquele que exercer as suas atribuições em mais de uma unidade escolar da Rede Estadual de Ensino deverá ser avaliado em ambas as unidades.

O setor de Recursos Humanos da Secretaria da Educação apreciará os pedidos, para a publicação dos contemplados por meio do Diário Oficial do Estado.

Seduc promove Curso de Formação Pela Escola

A secretaria de Educação de Ilhéus (Seduc), através da Coordenação dos Anos Finais, estará oferecendo o curso de Formação pela Escola com o tema “Competências Básicas”. A iniciativa acontece em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e com o Programa de Apoio à Educação Municipal (PROAM). As inscrições podem ser feitas até o dia 2 de maio.

Os organizadores explicam que o período da formação será entre os dias 02 de maio e 20 de junho. O curso será oferecido na modalidade semi-presencial, com dois encontros presenciais. O primeiro será no dia 11 de maio e, o segundo, dia 15 de junho. O local das reuniões ainda será definido. O curso terá carga de 60 horas.

De acordo com a professora Altemíria Grácia Félix, Coordenadora dos Anos Finais, esta formação possibilita a todos os profissionais da educação e a sociedade em geral um maior conhecimento dos programas e projetos destinados a escola. Para a secretária de Educação, Eliane Oliveira, é importante promover cursos de formação para os gestores escolares e equipe técnico-pedagógica do sistema público de ensino, na perspectiva do fortalecimento da gestão escolar democrática e da melhoria do desempenho da escola pública.

A Seduc de Ilhéus também está ofertando vagas para outros municípios. Todos os concluintes serão certificados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Marcha pela Ciência acontece em 21 cidades brasileiras

Movimento ocorre em mais de 500 cidades de todo o mundo com o objetivo de destacar a importância de atividade e da pesquisa científica para a vida das pessoas

No próximo dia 22 de Abril, Dia da Terra, cientistas de todo o mundo marcharão em mais de 500 cidades ao redor do planeta para chamar atenção para o importante serviço que a comunidade científica presta à sociedade e pedir que os políticos parem de propor projetos que não sejam baseados em evidências. Lançada nos Estados Unidos em reação à tentativa de Donald Trump de desmontar organizações científicas do governo e passar decretos que vão contra evidências científicas, a Marcha pela Ciência logo ganhou adeptos por todo o mundo.

No Brasil, onde a ciência está em risco por conta dos cortes indiscriminados nos orçamentos do governo, estão confirmadas manifestações em 20 cidades. Já têm site e/ou convocação nas redes sociais os eventos em Belém, Belo Horizonte, Diamantina, Natal, Pato Branco, Petrópolis, Petrolina, Porto Alegre, Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo, São Carlos, Recife, Boa Vista, Goiânia, Brasília, Alto Araguaia, Itajubá, Ilhéus, Salvador e Curitiba.

“Temos carência de políticas públicas e investimentos que favoreçam a pesquisa científica. Os estudos da comunidade científica trazem inúmeros benefícios à sociedade, da saúde pública à economia, passando pelo meio ambiente e novas tecnologias sustentáveis, destaca Felipe Simões, aluno de graduação em Biologia pela Universidade de São Paulo e um dos organizadores do evento na capital paulista.

:: LEIA MAIS »





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia