WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






:: ‘Notícias’

SENAI Bahia oferece 1000 vagas em cursos gratuitos de qualificação e aperfeiçoamento profissional

Processo seletivo é voltado para pessoas com idade a partir de 16 anos. As inscrições vão até o dia 4 de outubro.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) está com inscrições abertas até o dia 04 de outubro para processo seletivo com 1.000 vagas gratuitas em cursos de Qualificação Profissional (700) e de Aperfeiçoamento Profissional (300).

A inscrição deve ser feita exclusivamente pelo site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br. Cada candidato só poderá se inscrever para um único curso e não poderá haver transferência após a realização da inscrição ou matrícula. O início das aulas está previsto para os meses de outubro e novembro.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Do total de vagas oferecidas pelo SENAI BAHIA, 700 são para cursos de Qualificação Profissional, voltados para jovens com idade a partir de 16 anos.

Estes cursos têm duração variável, com carga mínima de 160 horas, e serão realizados no formato de aulas 100% remotas (ao vivo), por meio da Plataforma MEU SENAI.  Para realizar o curso, os candidatos devem possuir computador com acesso à internet.

As vagas são para os cursos de Agente de Inspeção de Qualidade, Assistente Administrativo, Assistente de Operações Logísticas, Assistente de Produção, Assistente de Suporte Técnico em T.I, Auxiliar de Manutenção Elétrica Industrial, Operador de Microcomputador e Informática e Programador de Usinagem CNC. Todos eles oferecem certificado de qualificação profissional.

Para o curso de Auxiliar de Manutenção Elétrica Industrial, o candidato deve ter idade mínima de 18 anos. Neste curso, além das 180 horas de aulas remotas (ao vivo), serão realizadas aulas práticas presenciais (20 horas) nas unidades do SENAI BAHIA ofertantes.

APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Já as 300 vagas gratuitas para os cursos de Aperfeiçoamento Profissional são destinadas a pessoas com idade a partir de 18 anos. A escolaridade mínima é o ensino médio incompleto.

As vagas são para os cursos de Gestão da Manutenção e Eficiência Energética, Gestão de Distribuição, Gestão de Transporte, Instalações Elétricas Prediais, Planejamento e Gestão da Produção na Construção Civil e Qualidade e Segurança na Produção de Alimentos.

Os cursos de Aperfeiçoamento Profissional serão realizados no formato de aulas semipresenciais. Por isso, para realizar o curso, os candidatos devem possuir computador com acesso à internet.

No caso dos cursos de Instalações Elétricas Prediais e de Gestão de Distribuição, oferecidos pela unidade do SENAI de Lauro de Freitas, além das aulas EAD estão previstas aulas práticas presenciais.

Para mais informações, os interessados devem acessar o site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br, onde encontram o edital do processo seletivo.

SERVIÇO

O QUE: Cursos gratuitos de Aperfeiçoamento e Qualificação Profissional do SENAI BAHIA

QUANDO: Até 04 de outubro de 2021

ONDE: Inscrições exclusivamente pela internet, no site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

O CIRCO DA CPI

O CIRCO DA CPI – Diante da pandemia os Circos paralisaram suas atividades, pois não foram liberados para circular pelo Brasil afora. Daí que surgiu a ideia de três patetas criar um circo na capital do Brasil onde existe uma população disponível e que por certo terão tempo de frequentar o circo para ver as palhaçadas hilariantes dos três patetas. A ideia ou o tema a ser apresentado ao público é uma comédia fictícia cujo tema é a cpi da mentira. Inicialmente parecia que o circo iria superlotar diante das palhaçadas dos artistas principais denominados de Boi Bumbar Vermelho, Tonho da Lua e um circense do Acre denominado Zé Borboleta.

Na tentativa de atrair público os três patetas inventam historias fantasiosas convocando pessoas para darem seus depoimentos sobre um episodio que não houve, não aconteceu e que são forçados a depor contra o Mito Verde por ser valente, não ter rabo preso e ter o apoio do povo, os patetas não conseguem incriminar o Mito Verde.

O Boi Vermelho que responde processos na justiça me parece estar acuado, pois está no curral errado, deveria estar no matadouro para ser sacrificado e sua carne ser distribuída para a população em pagamento dos subornos que acometera anteriormente. Em vez de estar sendo incriminado ele está sendo o acusador. (Raposa tomando conta de galinheiro)

Tonho da Lua coitado está sendo escrachado por todos que são convocados para dar seus depoimentos e nada consegue tirar dos convocados pois eles revelam a verdade somente a verdade. Até mesmo seus colegas de palco chicaneiam de Tonho da Lua que está completamente desorientado, sem conteúdo para

acusar ninguém principalmente o Mito Verde que é líder e aclamado pelo público.

Por ultimo o Zé Borboleta lá do Acre vem fazer inferninho, inventando historias inverídicas,sem nexo e sem objetivo nenhum. O certo seria é que ele continuasse caçando borboletas para levar para o circo e servir de atração, pois como está o circo vai acabar de uma vez: sem público, sem objetivo e desmoralizado.

Em fim os três patetas Boi vermelho, Tonho da lua e Zé Borboleta não conseguiram inaugurar o cemitério das mentiras que tanto Odorico Paraguassu queria inaugurar.

O Mito Verde por sua vez continua em atividade, com o povo ao seu lado e livre de todas acusações que tentaram lhe incriminar, pois ele nunca teve rabo preso.

Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa

Ciência, tecnologia e diferencial feminino

Em minha coluna no Jornal de Brasília, da capital federal do Brasil, datada de 3 de março de 2015, escrevi que não é surpresa o fato de a internet se ter transformado em ferramenta imprescindível em nossa rotina. Ao ser acessada, vêm abaixo fronteiras antes intransponíveis à maioria da população. Entretanto, tenho frequentemente asseverado  também para o bom uso do meio cibernético  que Educação é poder. Sem o devido ensino, aliado aos valores da Espiritualidade Ecumênica, o manuseio desse influente recurso pode ser desastroso. Por isso, urge intensificar eficientes práticas de orientação, desde a infância, a fim de que esse progresso extraordinário não se volte contra os próprios usuários e não seja, por consequência, em detrimento da comunidade inteira.

 

Defesa da Mulher

A ilustre educadora, jornalista, poetisa e filantropa brasileira Anália Franco (1853-1919), forte defensora do direito à educação das mulheres e meninas, certa vez, declarou:

 

— É uma necessidade da sociedade recuperar com vantagem o benefício que a humanidade perdeu. Temos muita fé nos esforços da mente humana em prol da educação da mocidade, único meio para a regeneração futura. Não é só desbastando as inteligências que se reformarão as gerações; é preciso penetrar no sentimento e fortificar o coração.

Aliás, Anália Franco rompeu barreiras, valendo-se do espírito associativo, para proporcionar abrigo, instrução e acesso ao trabalho digno aos deserdados da sorte. Instituiu uma importante rede de proteção à mulher e a órfãos. Na defesa da mulher, protagonizou, com O Álbum das Meninas — revista literária e educativa lançada por ela, em 30 de abril de 1898 —, a difusão de ideias de liberdade e de igualdade de gênero, de ingresso da mulher nos ensinos básico e profissional e de sua consequente participação efetiva no mercado de trabalho, de seu destacado papel como guardiã e gestora da educação das novas gerações, além do conceito de empoderamento feminino para a necessária mudança na sociedade de seu tempo.

Madame Curie (1867-1934), notável cientista polonesa, primeira mulher a receber o Prêmio Nobel e única personalidade a conquistá-lo em áreas científicas diferentes (Nobel de Física de 1903 e de Química de 1911), foi reconhecida não só pelos esforços e sacrifícios incontáveis em favor do progresso científico, na pioneira pesquisa sobre radioatividade, que lhe custou a própria vida. Quando de seu falecimento, o jornal The New York Times denominou-a “mártir da Ciência” que “contribuiu mais para o bem-estar da humanidade”. O Nobel de Física de 1923, Robert Millikan (1868-1953), à época presidente do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech, na sigla em inglês), em nota acrescentou:

 

— Apesar de constantemente absorvida pelo seu trabalho científico, ela devotou muito do seu tempo à causa da Paz.

Essa brilhante mulher, de cujas descobertas surgiram significativas tecnologias para o campo da Medicina, do alto de sua perseverança e espírito humanitário concluiu:

 

— Jamais devemos sonhar em construir um mundo melhor sem o aperfeiçoamento dos indivíduos. Para esse fim, cada um de nós precisa trabalhar pelo próprio progresso e, ao mesmo tempo, compartilhar a responsabilidade geral por toda a humanidade.

Calar as sinistras vozes das armas 

Com a força educativa das mulheres e das mães, utilizemos os recursos tecnológicos disponíveis e os que serão ainda criados pela audácia humana para persistir trabalhando no caminho da Paz e da Justiça.

Em Reflexões da Alma (2003), afirmei que, se não desistirmos de lutar pelo Bem, haverá um dia em que as armas terão, por fim, suas sinistras vozes caladas. Neste milênio, que considero o das mulheres, mesmo que demore, os seres humanos entenderão que a essência do poder não se encontra egoisticamente neles próprios, mas, sim, no espírito de Solidariedade, que a todos deve irmanar. Resta muito a ser feito. As futuras gerações esperam de nós atitudes mais ousadas. Se é difícil essa empreitada, comecemos ontem!

 

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 

Cientista cria ferramenta que promete revolucionar secagem de grãos do cacau

Produto teve sua patente concedida pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) e deve ser comercializado após testes finais
O trabalho do agricultor brasileiro é de extrema importância para que os produtos cheguem com qualidade nas mãos dos comerciantes. Inovações em máquinas e métodos de trabalho são constantemente estudadas para a melhoria dessa mão de obra. Em busca de agilidade, eficiência e economia para o processo de produção e colheita do cacau, o professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Jorge Sales, criou um secador para o fruto que promete revolucionar o modo com que produtores secam seus grãos. O projeto teve apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Patenteado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) e em fase final de testes, o secador de grãos alternativo, movido a energia solar, é uma alternativa mais barata para os agricultores. “O nosso principal benefício é que o secador seja de fácil acesso para o agricultor carente. Assim, ele terá acesso a uma tecnologia de baixo custo, que pode aumentar a qualidade do seu produto como o cacau”, explicou o pesquisador.
A ideia surgiu em 2011 após um produtor rural apresentar problemas no processo de secagem do cacau. “Na busca de financiamento, escrevi projetos para bolsas de iniciação científica e Mestrado em Modelagem Computacional na Uesc. Depois, fui criando os modelos matemáticos e computacionais e, com os resultados obtidos, construímos um protótipo que validou o modelo”, detalhou o professor, que é doutor em física nuclear pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (Ita).
Outro ponto importante que o professor destacou é que o secador de cacau vertical ajuda a economizar energia elétrica e lenha das fazendas dos agricultores, pois o conceito tradicional dos outros secadores de estufa (Barcaça) satisfaz apenas uma necessidade do profissional. “A disposição vertical economiza material e mão de obra de montagem, posto que o custo de cobertura é bem maior do que o de paredes verticais, que predominam no presente modelo. Constituído por uma torre, o secador foi limitado em quatro metros por motivos operacionais e de segurança, e mais 80 centímetros da cúpula de convecção de calor”, conta.
Segundo Jorge, o modelo traz outro grande diferencial dos demais secadores já existentes no mercado, que é o tempo de secagem. “Na secagem tradicional (barcaça), o processo demora entre cinco a sete dias em média. No nosso projeto, temos a possibilidade de conclusão entre três e quatro dias. Outra vantagem em relação à barcaça, é que o secador vertical não tem contaminação de agentes externos como fezes de pássaros, fuligem carregado pelo vento e contato com ação humana”, finalizou.
Bahia Faz Ciência
A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam no Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador Científico, 8 de julho de 2019, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias são divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria e da Fundação. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail comunicacao.secti@secti.ba.gov.br.

______________________________________
Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação
Assessoria de Comunicação
Coordenador Erick Issa

ANA ZAMBELLI DARÁ MAIS SABOR À COSTA DO SAUÍPE

Renomada profissional assume a gerência geral de A&B do resort baiano

 

Ana Zambelli, que acumula mais de 18 anos de experiência à frente da cozinha de importantes restaurantes como Cantaloup, Sabuji, Le Chef Rouge e Le Tan Tan Bistrô, é a nova Gerente Geral de Experiência A&B (Alimentos & Bebidas) de Costa do Sauípe, na Bahia.

 

Ana soma ao time toda sua experiência no gerenciamento de cozinhas e gastronomia de alta qualidade. “A chegada dela faz parte do investimento da Aviva no destino e reforça nosso propósito de Fazer Famílias Felizes através do entretenimento e da boa gastronomia. Ela ficará à frente das estratégias de alimentos e bebidas do complexo e, certamente, trará muitas novidades, técnicas e aprendizados à Costa do Sauípe, desde a produção até a operação de bares, restaurantes e eventos”, conta Flávio Monteiro, Diretor de Experiência em Operações.

 

Ana Zambelli foi a primeira brasileira a fazer parte da equipe do ElBulli, restaurante espanhol comandado pelo premiado chef internacional Ferran Adriá, em 2003. Ela ganhou o prêmio Chef Revelação da Revista Gula (2005), foi campeã do Prêmio Dolma 19/20 e campeã do Festival Enchefs São Paulo 2019.

 

Finalista do Super Chef, do Mais Você, e do reality culinário Mestre do Sabor, ambos exibidos pela Rede Globo, foi coordenadora de gastronomia do Hell’s Kitchen, exibido pelo SBT e responsável pela operacionalização do sistema de A&B dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. No currículo, Ana ainda traz a responsabilidade de ter sido personal chef do jogador de futebol Ronaldo “Fenômeno”.

José Mion
COMO Comunicação

NOTÍCIAS DA AVEP

CAPITÃES RENATINHO DOS LEAIS E ALEX DE MOISES VENCEM NA 13ª RODADA

A Associação dos Veteranos de Esporte Praiano (AVEP), entidade de ‘babas de praia’ quase centenária de Ilhéus, realizou sua 13ª rodada (Temporada 2021) da mencionada modalidade esportiva com vitória das equipes dos capitães Renatinho dos Leais e Alex de Moises, respectivamente sobre a dos capitães Zezinho da Baixa Fria e Nilton do BB. O escore da primeira vencedora foi de 10 a 4 com gols do próprio Renatinho dos Leais(1), Rogério II(3), Vado do Bradesco(1), Crispa da Galera do Fla(2), Prof. Jorge Reis(1- Contra), Mario Filho(1) e Luciano Santana(1); para a perdedora Marcaram André(1), Eldon do Ofertão(1), Leandro(1) e Mario(1). O placar da segunda vitoriosa foi de 6 a 2, fazendo o próprio Alex de Moises(3), Lino(2) e Ismar Landgol(1); Zé Eduardo fez os 2 gols da derrotada. Os babas aconteceram, como de praxe, na praia da Avenida Soares Lopes (domingo pela manhã, dia 19.9.2021), numa área adjacente aos campos de tênis da Associação Ilheense de Beach Tennis (AIBT). Apitaram, Wilson Salviano, no Campo Grimaldo com boa arbitragem, e Wagner Salviano no Campo Martial de maneira regular, avaliações estas de acordo com os analistas de árbitros. Ambos pertencem à Associação de Árbitros de Futebol de Campo de Ilhéus (AAFCI). A coordenação da rodada esteve a cargo do associado Robertão como Diretor de Baba do Dia.

Equipes seguindo literalmente os registros das súmulas (Campo Grimaldo)

(Cap. Renatinho dos Leais): Goleiro Rosivaldo, Renatinho dos Leais, Rogério II, Luciano Santana, Carlos Henrique, Djalma Peludo, Gutemberg Trator, Pedro Chama Gol, Vado do Bradesco, Crispa da Galera do Fla e Ubaldo(Mario Filho entrou no intervalo)

(Cap. Zezinho da Baixa Fria): Goleiro Marcelo, Zezinho da Baixa Fria, Gicelio Ram Ram, Charles Reis, Vilas Boas (Jackson Asquar entrou no intervalo), Robson(André entrou no intervalo), Prof. Jorge Reis, Zugaib da Ceplac, Cesar, Eduardo Japonês e Sizínio do Remo

Equipes seguindo literalmente os registros das súmulas (Campo Martial)

(Cap. Alex de Moises): Goleiro Ricardo do Caminhão, Alex de Moises, Pitanga, Galletti da Rio de Engenho, Badunga, Lino, Cezinha da Nacional, Ismar Landgol, Geraldo da Ceplac, Sena e Garrancho 100 Anos de Praia(Paulo Gois do Bradesco entrou no intervalo)

(Cap. Nilton do BB): Goleiro Miguel, Nilton do BB(Everaldo Cabeça de Flande entrou no intervalo e Souza da Polícia entrou aos 15’ da 2ª etapa), Adauto Negocinho, Isaque, Gagarin, Artur ‘Alicate’ Kruschewsky (Carlão do Taxi entrou no intervalo), Moises, Podão, Zé Eduardo, Paulinho da Afc e Major do Bahia de Itabuna

Obs. Distorções, caso haja, com nomes de artilheiros e reservas, fica por conta das súmulas, o que também pode comprometer a veracidade dos dados computados da temporada.

COMENTÁRIOS

No Campo Grimaldo os analistas-de-baba entenderam que o baba nasceu morto, o que quer dizer no jargão do futebol que –no caso em análise– as peças escolhidas da equipe do Cap. Renatinho dos Leais estarem bem mais encaixadas do que as do Cap. Zezinho da Baixa Fria, significando uma vitória antecipada para a daquele capitão. A prática confirmou o que pressupunham os analistas. Registraram que a equipe vencedora dominou a adversária do princípio ao fim do baba, e que pelo domínio empreendido –embora tenha levado 4 com a entradas de alguns reservas– tinha tudo para fazer uns 15 gols. Inclusive disseram que o Cap. Zezinho da Baixa Fria não deveria, já que estava contundido, se meter a gato-mestre e escolher o baba. Na equipe ganhadora destacaram todos os que atuaram. O analista-de-baba Paulo Gois do Bradesco, ressaltou inclusive que seu colega Vado do Bradesco, depois de jejum danado, fez um bonito gol. :: LEIA MAIS »

Renegociação de dívidas é tema de workshop do NAC-FIEB

NAC FIEB realiza workshop sobre renegociação de dívidas

O Núcleo de Acesso ao Crédito da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (NAC-FIEB), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), realiza nos dias 28 e 29 de setembro, às 18 horas, o workshop Renegociação de Dívidas: como solucionar o endividamento empresarial através da renegociação.

evento é gratuito e será transmitido ao vivo, por meio do Microsoft Teams. As vagas são limitadas e os interessados devem se inscrever acessando a agenda de eventos do portal da FIEB, pelo www.fieb.org.br ou clicando  neste link.

 O principal objetivo é apresentar soluções práticas e estratégias eficazes para as empresas que necessitam renegociar dívidas com instituições financeiras, fornecedores, tributárias e trabalhistas, além de abordar como construir uma educação financeira que evite dívidas futuras. A programação contemplará interação e troca de experiências sobre administração das dívidas.

O curso será ministrado pela consultora Marineuza Barbosa Lima e Silva, especialista em finanças corporativas. O evento é gratuito e será transmitido ao vivo, por meio do Microsoft Teams. As vagas são limitadas. Para maiores informações: (71) 98109-3885| nac@fieb.org.br.

SERVIÇO:

O QUE: Workshop Renegociação de Dívidas: como solucionar o endividamento empresarial através da renegociação.

QUANDO: 28 e 29/9, às 18h

ONDE: online pelo Microsoft Teams

INFORMAÇÕES: (71) 98109-3885| nac@fieb.org.br

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Moradores da Soares Lopes serão ouvidos em Audiência Pública da Câmara

Para pautar um projeto qualificado que atenda às necessidades da população ilheense, a Comissão Especial de Estudos relacionada à Urbanização da Avenida Soares Lopes, presidida pelo Vereador Vinícius Alcântara, instalada em agosto, discute com diversos setores da sociedade, que orla os habitantes, trabalhadores e visitantes da cidade desejam.

Esta semana foram visitados os imóveis na região da Avenida e entorno, convidando formalmente síndicos, moradores e colaboradores interessados. Os diálogos com os cidadãos são feitos a partir de ações físicas e virtuais, que acontecem por meio de conversas diretas, cartas-convite e pesquisa on-line.

Após ouvir os setores: urbanístico, cultural e desportivo, nesta sexta-feira, 24 de setembro de 2021, a partir das 15h, a Comissão Especial promoverá outra audiência pública com intuito de escutar as preferências, angústias e opiniões dos moradores que vivem na localidade. Para acompanhar o debate, basta visitar a Câmara Municipal de Ilhéus, localizada na Praça José Joaquim Seabra, s/n – Centro, no horário marcado ou assistir ao vivo, pelo canal da instituição no Youtube.

A Câmara disponibilizou um formulário eletrônico possibilitando que todos os moradores expressem suas opiniões e sentimentos sobre a Urbanização deste cartão da postal da Cidade que é a Avenida Soares Lopes. Acesso pelo liin: https://bityli.com/Ke1XVB

Nesta Audiência Pública Setorial Habitacional também haverá o lançamento oficial da Parceria da Câmara de Vereadores com o Delibera Brasil, um coletivo que trabalha com um forma inédita e democrática de atuação da Sociedade nas decisões de Pautas Políticas.

Para mais informações, fique atento(a) as redes digitais do mandato voluntário, busque por: @viniciusalcantara.ios no Instagram ou Facebook. Você também pode enviar sua mensagem por WhatsApp para o Gabinete Sustentável de

Ilhéus, mediante o número (73) 9 9837-1911. Se preferir, acesse o site: viniciusalcantara.com.br

Ascom

Vereador Vinícius Alcântara

gabinetesustentavel.ios@gmail.com

IEL Bahia promove live sobre Saúde Mental e Suicídio

Nesta sexta-feira, 24, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) da Bahia promove a live aberta “Suicídio: matar a si ou matar a dor”, com os psicólogos Vanessa Dias e Afonso Almeida. O evento integra a programação da Semana da Saúde Mental, em que uma série de encontros virtuais abordaram temas acerca do Setembro Amarelo.

A Semana foi direcionada aos 1.162 alunos do programa de Jovens Aprendizes intermediados para as empresas por meio do IEL/BA em todo o estado. O objetivo foi tratar de assuntos como suicídio, ansiedade, depressão, dores emocionais, dentre outros, sensíveis aos jovens e à toda sociedade.

A campanha Setembro Amarelo, organizada pelo Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, estimula que a sociedade fale sobre temas relacionados a saúde metal, como forma de prevenir o suicídio e de fomentar a valorização da vida.

O quê: Live aberta “Suicídio: matar a si ou matar a dor”

Mediação: Aline Ribeiro – administradora e apoiadora no programa Jovem Aprendiz do IEL/BA.

Quando: 24 de setembro de 2021, às 14h.

Onde: youtube.com/ielbahiaoficial

 >> https://www.youtube.com/watch?v=JJrxpp0C4NY

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Prorrogadas inscrições para Prêmio IEL de Carreiras

Empresas, instituições de ensino e estagiários podem se inscrever até 04 de outubro.

Foram prorrogadas, até o dia 04 de outubro, as inscrições para o Prêmio IEL de Carreiras. A premiação, promovida pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-BA), tem como objetivo reconhecer boas práticas de estágio e de aprendizagem nas empresas, auxiliando as organizações a aprimorarem seus programas de treinamento e formação profissional.

A premiação conta com duas categorias. Na categoria Melhores Práticas de Estágio, serão homenageados empresas, instituições de ensino e estagiários. Já na categoria Melhores Práticas de Aprendizagem, serão destacadas as empresas que possuem boas práticas no programa de aprendizagem e desenvolvimento de jovens aprendizes.

Inscrições

Os estagiários, empresas e instituições de ensino interessados em participar da premiação devem ter vínculo com o IEL Bahia. As inscrições devem ser efetuadas no site do prêmio (https://ielbahia.com.br/premio-iel), onde também encontram o regulamento do prêmio e mais informações sobre os documentos necessários. O IEL garante a confidencialidade das informações fornecidas.

Sobre o prêmio

Criada em 2004 como Prêmio IEL de Estágio, a premiação foi ampliada em 2021, passando a destacar as melhores práticas de aprendizagem. Desta forma, passou a ser chamado de Prêmio IEL de Carreiras.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Tel. : 71 3343-1477 / 1267 / 71 3879-1695
www.fieb.org.br

Não somos robôs

Na noite de 30 de janeiro de 1989, conversava com uma plateia de moços sobre o valor da vida e das lições com que nos presenteia, reflexão que ofereço aos que me honram com sua leitura:

Jovens, ouvi o ensinamento da Natureza, o recado das plantas e dos animais, por inexpressivos que vos pareçam. Não é à toa que temos cercado de flores, arbustos, árvores, atrativos perenes suscitados pelo Pai Celestial, as nossas obras. Encantai-vos com o voo dos pássaros e o som da cigarra, com o vento a abrir caminho entre as folhas e a melodia exótica do grilo ao entardecer. Não passeis distraídos diante de tanta beleza. Não sois robôs! Isto dará reforço à vossa humanidade. A Natureza incessantemente canta aos vossos corações. De onde vem a força da Alma? Também da genuflexa observação de tudo isso… que é vida, Deus, Jesus, o Espírito Santo e a Natureza em si.

Crise hídrica 

Mais do que nunca, hoje, amar a existência é saber valorizar e defender a Mãe Natureza, da qual somos parte intrínseca. O contrário disso desencadeará graves consequências.

Uma boa estratégia para proteger o planeta e oferecer segurança aos seus habitantes passa por decisivos atos de prevenção. E para eficientemente pô-la em prática é necessário também buscar experiências e informações catalogadas pela História, que, no dizer de Cícero (106-43 a.C.), “é a mestra da vida”.

Essa providência urge ser cada vez mais empreendida pelos países na solução da acelerada degradação ambiental e da crescente crise hídrica, a exemplo da que vem ocorrendo no Brasil, na Califórnia e em diversos países da África e da Ásia.

Se quisermos sobreviver e deixar como herança um garantido abastecimento de água às novas gerações, esse assunto deve ser pauta diária, acompanhada de atitudes pontuais.

Atentar para os estudos da Meteorologia, em avanço constante, e agir preventivamente é caminho acertado. Falando ao programa Biosfera, da Boa Vontade TV, no Brasil, o professor Antonio Carlos Zuffo, do Departamento de Recursos Hídricos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), citou um dos motivos daquela grave escassez de chuva ocorrida em 2014, por exemplo, em São Paulo, e que, cada vez mais, atinge outras regiões de nosso território:

“Acredito que isso é o resultado cíclico natural da atividade solar, que a gente chama em Hidrologia de ‘Efeito José’. Ele prevê, ao longo do tempo, um período de baixas precipitações sucedido por longo período de altas precipitações, e assim sucessivamente. Então, observamos na década de 1930 até os anos 1960 precipitações abaixo de uma determinada média, a média era inferior; houve esse aumento a partir da década de 1970 e, agora, acredito que vamos passar por mais ou menos de 30 a 40 anos de precipitações mais baixas do que aquelas que verificamos nesses últimos 40 anos”.

A palavra do professor Antonio Zuffo nos mostra a importância dos registros climáticos do passado. O “Efeito José” é um conceito de Hidrologia de 1968, nascido de um trabalho dos pesquisadores Benoit Mandelbrot (1924-2010) e James R. Wallis. Eles estudaram os dados fluviométricos históricos de alguns dos grandes rios do mundo, em particular do Nilo, no Egito. O nome faz referência à passagem do Velho Testamento, em que José anuncia sete anos de fartura seguidos de sete anos de fome, depois de analisar o enigmático sonho do faraó, no qual sete vacas magras devoram sete vacas gordas e sete espigas mirradas consomem sete espigas graúdas (Gênesis, capítulo 41).

Contudo, o famoso personagem bíblico não só previu os tempos difíceis, mas percebeu como impedir a carestia total. E, assim, sob a aprovação do faraó, utilizou a estratégia da prevenção, salvando o povo egípcio.

Em qualquer área, administrar é chegar antes.

A destruição da Natureza é a extinção da raça humana 

O que mais precisa ocorrer ainda para que o mundo, por completo, acorde ante o iminente perigo que nos espreita? E depois negam a realidade do Apocalipse e o valor da grande tribulação, anunciados por Jesus. E, isto é: quando os leem…

Mas, graças à natural teimosia de sobreviver da espécie humana, iniciativas para a melhora do planeta surgem em escala apreciável.

Como sempre bradamos: a destruição da Natureza é a extinção da raça humana.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 

Fapesb aprova R$ 2 milhões para investimento em projetos no semiárido baiano

Recursos oriundos da Capes e Fapesb, possibilitarão investimento em pesquisas de estudantes, bem como em programas de pós-graduação
A Bahia possui uma das maiores regiões semiáridas do país, o que demanda cuidado e atenção à população que vive nessa área. Com o objetivo de trazer recursos e desenvolvimento, possibilitando que a região seja ainda mais assistida, a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), que é vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), aprovou quatro projetos, junto à Capes, que vão apoiar pesquisas que beneficiem a sociedade. O investimento, com a contrapartida estadual, deve chegar a R$ 2 milhões num período de até quatro anos.
Investir em pesquisas que possam auxiliar a melhoria socioeconômica dessa região é necessário para que haja uma sociedade cada vez mais igualitária. É o que defende a secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro. “O apoio do Governo do Estado a projetos que possam fortalecer e agregar conhecimento para a articulação de políticas públicas em toda a Bahia é de fundamental importância para toda a sociedade. Trazer esses recursos para nosso estado é fruto de um trabalho conjunto que desenvolvemos com diversas secretarias, reforçando o caráter transversal de diálogo com todas e todos”, comemorou.
A seleção dos projetos confirma o comprometimento do Governo da Bahia em políticas públicas de convivência com o semiárido, o que pode ser comprovado, dentre outras coisas, pela existência do Grupo de Trabalho permanente, que, inclusive, participou do diálogo. “Consideramos as competências dos Programas de Pós-Graduação já existentes nas universidades da Bahia de forma a se alinhar com as diretrizes governamentais presentes na legislação e nas propostas apresentadas para a convivência com o semiárido. A ação tem foco em estudantes de mestrado e doutorado, bem como nas próprias universidades, para que possam formar profissionais qualificados e pesquisas voltadas ao desenvolvimento social, econômico e tecnológico na região semiárida brasileira”, destacou Adélia.
Para o diretor de Inovação da Fapesb, Handerson Leite, com a extensão do semiárido baiano, o investimento é necessário principalmente por questões socioeconômicas. “A Bahia tem 70% de semiárido. É um bioma importante e que sofre muito com seca e outras questões. Se você desenvolver projetos que beneficiem esse povo e essa região, com certeza iremos melhorar as questões econômicas locais”, afirmou. “Entendemos que a aprovação de projetos voltados para o semiárido, em consonância com a legislação e o plano de ação estadual, permite a formação de estudantes de alto nível em interação com o ecossistema estudado, o que deve gerar soluções para o desenvolvimento da região”, concluiu.

______________________________________
Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação
Assessoria de Comunicação





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia