WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia


Maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






:: ‘Saúde’

Santa Casa promove Curso de Primeiros Socorros 

O auditório da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna recebe neste dia 16 de agosto mais um curso de atualização. O tema desta vez é Primeiro Socorros e a promoção é da CIPA do HCMF. A carga horária é de 4 h/a com emissão do certificado ao final do curso.

Sobre os palestrantes convidados, o médico socorrista Walbert Alcoforado ministrará sobre o Método Start – tática de triagem. O profissional tem atuação no SAMU de Salvador e Ilhéus, é médico da Força Nacional do SUS e especialista em APH e em atendimento em ambientes hostis.

O segundo palestrante convidado é o enfermeiro Solon Ramos, que falará sobre Reanimação Cárdio-pulmonar. Solon é enfermeiro do SAMI, especialista em APH e Enfermagem na Cardiologia, já tendo integrado a Força Nacional do SUS. Por fim, Eduardo Santos, também enfermeiro socorrista, falará sobre Tipos de Choques. Eduardo é profissional na UTI Móvel em Ilhéus e instrutor da Inovare Treinamentos.

O curso é uma realização da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA) do Hospital Calixto Midlej Filho. Todo recurso arrecadado será destinado à promoção da Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho (SIPAT), agendada para novembro. Mais informações: 3214-9244/98832-1843

Planserv registra 2 milhões a mais de procedimentos em comparação ao ano passado

Só no primeiro semestre de 2017, o Planserv autorizou quase 25 milhões de procedimentos, entre consultas, exames, internações, liberação de materiais e medicamentos, entre outros. Em comparação com o mesmo período do ano passado, quando quase 23 milhões de procedimentos foram realizados, houve um incremento da ordem de 8,6% no número de autorizações, o que demonstra não apenas a crescente demanda por serviços de saúde como também, indiretamente, a necessidade de modernização do plano.

Há dez anos, o Planserv contava com 14 postos presenciais de atendimento na Rede SAC. Hoje, são 33 em todo o estado, mas muitos serviços estão disponíveis online, bem diferente da realidade de 2006. A maior evolução da Assistência, porém, não se traduz em números, mas em dados relacionados à sua gestão.

Os dados numéricos que revelam o crescimento do Planserv ao longo dos últimos 10 anos demonstram que não há razão para desconfianças ou alardes em virtude das mudanças que estão sendo modeladas na atual gestão justamente para dar continuidade ao processo de evolução do plano.

:: LEIA MAIS »

Aprovado o Plano Municipal de Saúde em Ilhéus

Reunião Conselho Municipal de Saúde 2017. foto Clodoaldo Ribeiro

Uma forte adesão dos principais agentes da área de Saúde, da sociedade civil organizada e das organizações sociais, marcou a reunião ampliada que levantou e aprovou propostas para o Plano Municipal de Saúde (PMS), em Ilhéus. O evento aconteceu na última quinta-feira 27, das 8 às 14 horas, no auditório do escritório local da Ceplac, na praça Cairu. O evento foi marcado pela organização e contou com a palestra inicial do diretor da Atenção Básica da secretaria estadual de Saúde, José Cristiano Soster, que falou sobre a importância da construção do PMS.

Durante a sessão, foram debatidas e aprovadas 21 propostas para composição do Plano Municipal de Saúde. Entre elas, destacam-se a prioridade à atenção básica, com o aumento da cobertura, melhoria na infraestrutura das unidades básicas de saúde, bem como apoio e acesso das equipes de saúde da família aos domicílios mais distantes do município; a implementação da rede assistencial de saúde englobando também a aquisição do Serviço de Atendimento Terapêutico (SATD); a hierarquização e regionalização da rede de serviços, favorecendo assim as ações de vigilância epidemiológica, sanitária, controle de vetores, educação em saúde e atenção ambulatorial e hospitalar em todos os níveis de complexidade. Além disso, o aprimoramento da rede de urgência e emergência, com a criação de novas unidades de pronto atendimento (UPA), ampliação e descentralização do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU), de pronto socorros e centrais de regulação, articulada às outras redes de atenção.

:: LEIA MAIS »

Sesau esclarece sobre situação do Hospital Luiz Viana Filho em Ilhéus

A secretaria municipal de Saúde (Sesau) do Município de Ilhéus informa que está apurando o motivo pelo qual o pronto atendimento da Emergência do Hospital Luis Viana Filho, localizado no bairro da Conquista, não funcionou na noite do último sábado, 29. Por volta das 20 horas, a secretária da Sesau, Elizângela Oliveira, foi informada sobre a falta de atendimento, situação que levou a unidade à uma situação crítica.

Imediatamente, a secretaria redirecionou as ocorrências por especialidades médicas para as demais unidades de saúde do município, garantindo e normalizando o atendimento à população. Assim, os casos de ortopedia foram encaminhados para a clínica Coci. Os casos clínicos tiveram a cobertura do Hospital São José. Além disso, foi determinada a abertura imediata do pronto atendimento da zona sul, antigo Hospital Vida Medi, para atender os casos de pediatria.

A ação articulada pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e a secretária, Elizângela Oliveira, mobilizou toda equipe da Sesau. Atendentes, enfermeiros, médicos e motoristas montaram uma frente de trabalho fora do horário de expediente, para que a situação fosse normalizada, suprindo as necessidades de atendimento do Hospital Regional Luis Viana Filho.

Segundo a secretária, foi uma operação “pela vida e que ainda contou com a articulação com o Hospital de Base de Itabuna para atender os casos mais graves”. Por sua vez, a Sesau colocou à disposição dos pacientes, ambulâncias e veículos para condução, de acordo com a necessidade e evolução do quadro clínico dos assistidos.

Governo contrata leitos na primeira UTI pediátrica do sul da Bahia

Nesta sexta-feira (28), dia em que a cidade de Itabuna comemora aniversário de 107 anos, o governador Rui Costa participou das inaugurações da nova sede da Policlínica Municipal Ruy Barbosa e da UTI pediátrica do Hospital Manoel Novaes, da Santa Casa de Misericórdia. Na ocasião, Rui assinou contrato para que o Governo do Estado assuma a manutenção de sete dos dez leitos entregues hoje. Esta é a primeira UTI pediátrica do sul da Bahia.

Foto Manu Dias_GOVBA

“É um momento muito importante para a região. Assino a contratação dos leitos de UTI pediátrica, importante para garantir atendimentos de alta complexidade voltados às nossas crianças. Quero agradecer o apoio do prefeito Fernando Gomes e desejar vida longa à Santa Casa. Neste período crise no país, é importante buscar melhorar a gestão, o controle de gastos, a eficiência, e melhorar a produtividade, para que a gente atenda um maior número de pessoas, com qualidade e, se possível, gastando menos”, afirmou o governador.

Foto Manu Dias_GOVBA

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a autorização do governador para que a Sesab faça a contratação desses leitos atende, principalmente, às necessidades na área de oncologia da região. “Com esse apoio financeiro do Governo do Estado, toda a região de Itabuna passa a ser atendida com um importante suporte para cirurgias e demais procedimentos. A UTI pediátrica atende crianças com mais de 30 dias de vida até jovens de 16 anos”, explicou o secretário.

Foto Manu Dias_GOVBA

O governador Rui Costa ainda participou da entrega da Enfermaria B do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, com 38 novos leitos, e destacou as próximas entregas do Governo na região, na área da saúde. “Em breve, teremos na região o Hospital Regional da Costa do Cacau, no município de Ilhéus, com 216 leitos. A nova unidade vai ajudar muito a saúde regional e também aqui de Itabuna, desafogando e tirando a pressão dos serviços da cidade”.

Mais cedo, Rui, acompanhado da primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, e de outras autoridades, participou da missa de ação de graças, pelo aniversário da cidade, na Catedral de São José. Rui está no município desde quinta-feira (27), quando lançou o projeto Escolas Culturais, que, inicialmente, vai contemplar 85 instituições, em 66 municípios.

Ilhéus realiza encontro para debater propostas para construção do Plano Municipal de Saúde até 2021

Prefeito participa dos debates – Secom

Ao participar hoje (27) pela manhã da Reunião Ampliada de Saúde, com o objetivo de elaborar um levantamento de propostas para o Plano Municipal de Saúde, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, destacou a importância do planejamento e da troca de experiências entre a sociedade organizada e a gestão municipal, com o objetivo de recuperar a rede de Unidade Básica em Ilhéus.

“O Plano Municipal vai estabelecer as diretrizes, os objetivos e o conjunto de metas a serem alcançadas na saúde para os próximos quatros anos”, destacou. Ainda de acordo com o prefeito de Ilhéus, o cuidado que o governo tem tido na discussão deste plano expressa o compromisso da gestão com a implementação e o fortalecimento do SUS municipal.

O evento é uma promoção da Secretaria Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, sendo aberto ao público. Acontece durante todo o dia, no auditório do escritório local da Ceplac, no centro. A palestra de abertura foi feita pelo diretor de Atenção Básica, da Secretaria Estadual da Saúde, José Cristiano Soster. Ele demonstrou preocupação com o futuro do Sistema Único de Saúde. Apesar de ser uma grande conquista do povo brasileiro, o sistema, na sua opinião, corre sérios riscos de acabar diante os debates da proposta de surgimento de planos populares de saúde. “Essa é uma tentativa de privatizar a saúde e não podemos permitir que isso se torne um negócio”, criticou.

Soster disse que, apesar das dificuldades para a manutenção do sistema público, o que lhe trouxe até Ilhéus é a perspectiva de construir um futuro decente para o setor e considerou a proposta do encontro como sendo um espaço importante para construir os novos caminhos do SUS. Os debates sobre os caminhos que a saúde básica de Ilhéus deve tomar nos próximos anos seguirão agora à tarde. A secretária municipal da Saúde, Elizângela Oliveira, conduz os trabalhos, que contam ainda com a presença de vereadores, membros do Conselho Municipal de Saúde e de outros representantes da sociedade civil organizada.

Prefeitura de Ilhéus debate Plano Municipal de Saúde

SEC MUN SAÚDE ILHÉUS FOTO DIVULGAÇÃO SECOM

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e Conselho Municipal de Saúde, vão realizar uma reunião ampliada para debater o Plano Municipal de Saúde (PMS). O evento acontecerá na próxima quinta-feira, 27, das 8 às 14 horas, no auditório do escritório local da Ceplac, na praça Cairu.

No encontro será feito o levantamento de proposta para o Plano Municipal de Saúde. O PMS é um documento que reúne e organiza as propostas de ações do governo municipal para a área de saúde, oferecendo soluções relacionadas às necessidades e aos problemas da população local. Exigência legal, configura-se como instrumento que considera metas e resultados a serem atingidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no período de quatro anos.

O Plano Municipal de Saúde considera ainda as diretrizes gerais definidas para a política da saúde nas esferas nacional e estadual. O PMS atua como guia para a secretária municipal de Saúde tomar as suas decisões e planejar ações.

Segundo o prefeito Mário Alexandre, esse é um importante mecanismo de aperfeiçoamento da saúde, que permite a participação da população apresentando seus anseios e necessidades. “Tudo pode ser melhorado e o que precisa mudar precisa ser planejado”, completou.

Inscrições para a reunião – Para participar, os interessados devem se dirigir à sede da Sesau hoje dia 25, das 08 às 12 horas. A secretaria municipal de Saúde fica na Rua Vereador Marcos Paiva, nº 291, no bairro Cidade Nova, em Ilhéus.

Pioneiro no país, Conjunto Penal de Itabuna distribui kits de higiene com controle biométrico

Foto Divulgação

O Conjunto Penal de Itabuna (CPI) está distribuindo kits de higiene pessoal e colchões controlados por um sistema de biometria para os internos que cumprem pena na unidade. O presídio itabunense é o primeiro do país com esse sistema. A iniciativa é do Governo do Estado, que faz a administração da unidade em sistema de cogestão com a empresa Socializa Brasil, como forma de assegurar a transparência em todas as ações que desenvolve. A primeira distribuição 100% controlada está sendo feita no presídio desde o dia 18 de julho.

De acordo com o diretor do CPI, capitão PM Adriano Jácome, essa é uma forma de melhor atender ao princípio da transparência, uma vez que pelo antigo modelo, de controle por assinatura, há brechas para burlas, como troca de nomes, o que prejudica a universalização dos direitos e isonomia no tratamento da população carcerária.

“Para nós, enquanto órgão de Estado, cumprir a Lei da Transparência em todos os aspectos é uma obrigação. Esse é o princípio que temos aplicado aqui, através da parceria com a empresa Socializa, que operacionaliza o sistema. Como agente fiscalizador, temos orgulho do pioneirismo e do cumprimento a esse preceito, tão caro à democracia, que é a transparência na execução das ações públicas”, observa o diretor Adriano Jácome.

Compromisso

Ao longo dessa semana, estão sendo distribuídos com certificação digital de identidade itens como colchões novos e produtos de higiene pessoal. Assim como na distribuição dos kits, o controle biométrico também é utilizado para o acesso de visitas dos internos na unidade prisional. Além disso, a entrega de materiais de trabalho e equipamentos de proteção individual (EPIs) aos colaboradores do CPI também serão auditados por biometria.

O controle biométrico é elogiado pelos internos, a exemplo de J.G, que destaca o caráter de justiça que o novo sistema proporciona. “É importante, porque há um controle maior. Eu tenho cuidado com minhas coisas, mas nem todos são assim. Então, também cria um compromisso de nossa parte, de conservação, porque tudo fica documentado”.

Junta Médica Específica dialoga sobre saúde dos servidores

A Junta Médica Específica se reuniu com representantes da secretaria municipal de Saúde (Sesau), na sede do órgão, para tratar de assuntos referentes à saúde física e mental dos servidores e colaboradores da pasta. O encontro buscou soluções para que os trabalhadores da saúde sejam melhor assistidos nas marcações de seus exames, recuperando assim a capacidade de retorno ao trabalho, de forma saudável e plena.

A Junta Médica Específica atende ao que determina os artigos 30 e 229, da Lei Municipal Nº 3.760/2015, que estabelece o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Ilhéus. Entre outras atribuições, a Junta é responsável pela emissão do Laudo Médico de Sanidade e Capacidade Física dos servidores efetivos da saúde da Prefeitura de Ilhéus.

Os profissionais saíram da reunião bastante otimistas com a proposta de manter esse diálogo aberto e permanente com os servidores. Segundo os participantes, esta postura vai refletir diretamente na ponta do processo, com a qualidade do atendimento à população desenvolvido por profissionais aptos, além de elevar a autoestima e o bem-estar desses servidores.

Mutirão de Cirurgias inicia atendimento na região de Candeias

Moradores de seis municípios da região de Candeias começam a ser atendidos pelo Mutirão de Cirurgias a partir de terça-feira (25). A iniciativa do Governo da Bahia, viabilizada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), tem como objetivo auxiliar na redução da fila de espera, atendendo aos pacientes com agilidade e segurança.

Mutirão de cirurgias eletivas em Camaçari. Foto: Camila Souza/GOVBA

As consultas pré-operatórias serão realizadas em unidades móveis estacionadas na Praça Dr. Gualberto Dantas Fontes, no centro de Candeias, a partir das 7h, até sexta-feira (28). A equipe tem capacidade de atender 200 pacientes por dia. Nesta etapa, além de Candeias, serão contemplados os municípios de Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Madre de Deus e Saubara.
São disponibilizadas cirurgias de hérnias (umbilical, inguinal, epigástrica), histerectomia total e vesícula. Para ser atendido, o paciente deve comparecer ao local das consultas com carteira de identidade (RG), CPF, cartão do SUS e comprovante de residência.
Os pacientes que farão cirurgia de vesícula precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Quem for passar pela histerectomia deve levar resultados de exame preventivo. Além disso, é necessário apresentar resultados de exames laboratoriais e outros que tiverem.
Os procedimentos cirúrgicos serão feitos a partir do dia 5 de agosto, no Hospital Ouro Negro, no bairro Santa Terezinha, também em Candeias. O paciente já deve ter a indicação médica para a cirurgia e ter feito o cadastro na Secretaria de Saúde do município de residência.
Caso não tenha realizado o cadastro prévio, mas tenha exames laboratoriais que comprovem a necessidade de uma das cirurgias oferecidas, o paciente pode se dirigir ao local das consultas pré-operatórias, munido dos documentos exigidos.

Rui anuncia ampliação do Hospital do Oeste com serviço de oncologia e retomada da UPA

O governador Rui Costa anunciou em Barreiras a ampliação do Hospital do Oeste, com a construção de 88 novos leitos e um investimento de R$ 15 milhões, entre obras e equipamentos. Serão criados 20 leitos novos de UTI, 62 de enfermaria cirúrgica, três de UTI Neonatal e três de Pré-Parto, Parto e Pós-Parto Atualmente a unidade conta com 193 leitos e se tornará a maior hospital do interior da Bahia.

O governador também anuncia a implantação de serviço de hemodinâmica, cardiologia e cirurgia cardíaca, bem como o serviço de oncologia ambulatorial, com 12 leitos de quimioterapia. Rui anunciou ainda a retomada das obras da Unidade de Pronto Atendimento do município, com investimentos de R$ 4 milhões. “Com essas obras, haverá um melhoria significativa do atendimento de saúde que vai beneficiar a população de toda a região oeste do estado”, ressaltou o governador.

Rui viajou nesta quinta-feira (dia 19) para Barreiras, onde participou de reunião do programa Pacto pela Vida. Durante a reunião, foi divulgado que, de 1º de janeiro a 30 de junho deste ano, a Região Integrada de Segurança Pública Oeste (Risp Oeste) apresentou uma redução de 7,8% no número de homicídios.

APM – Nota de repúdio à declaração do Ministro da Saúde

Em momento de profunda crise que atinge todos os segmentos da sociedade, é com perplexidade e indignação que a Associação Paulista de Medicina recebe a declaração do ministro da Saúde, Ricardo Barros, de que a adoção da biometria nas unidades de saúde do País fará “…o médico parar de fingir que trabalha”.

A irresponsável afirmação evidencia que o Governo escolhe novamente os médicos como responsáveis pelas mazelas da saúde. Em um sistema de saúde subfinanciado, condenado recentemente a ter os recursos congelados por 20 anos, com estrutura sucateada, escassez de insumos, de recursos humanos multidisciplinares, os médicos brasileiros, ao contrário da visão distorcida do senhor Ricardo Barros, cumprem com honradez e excelência seu papel, oferecendo aos cidadãos o melhor de suas habilidades, cuidado e humanismo.

Tivéssemos uma gestão séria e de fato compromissada em atender às necessidades sociais, não veríamos na linha de frente do atendimento situações gravíssimas, como urgências e emergências lotadas de cidadãos em estado grave, precisando de internações, UTI etc. Enquanto os pacientes sofrem com a falta de vagas, de acesso, de medicamentos, com questões estruturais e tantos outros problemas não equacionados pela pasta da saúde, os médicos fazendo o melhor, inclusive se expondo a decidir quem deve ser assistido em primeiro lugar e quem permanece aguardando, o que em vezes significa vidas em potencial risco.

O profissional médico, vale lembrar, dedica anos de sua vida e considerável investimento à formação profissional, já sabendo que seu ofício terá percalços de todos os gêneros. Mesmo assim, segue em frente por acreditar no Juramento de Hipócrates; o faz por gostar de gente e valorizar o bem estar do próximo.
Quando vai para a linha de frente do atendimento, principalmente na rede pública, conhece de antemão as adversidades. Mas se apresenta porque deseja servir, da melhor forma possível, aqueles que necessitam de assistência em saúde.

Por tudo isso, a APM se solidariza com os médicos de São Paulo e do Brasil. Nossa compreensão é a de que o Governo é quem deve explicações e desculpas à Nação, pois não tem políticas consistentes, fecha os olhos às demandas da população e administra caoticamente a saúde. Da parte do Excelentíssimo Ministro da Saúde, lhe cabe, no mínimo, uma retratação pública.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia