Editoria ‘Saúde’

Cuidados Paliativos

O que são Cuidados Paliativos?

O alívio do sofrimento, a compaixão pelo doente e seus familiares, o controle impecável dos sintomas e da dor, a busca pela autonomia e pela manutenção de uma vida ativa enquanto ela durar: esses são alguns dos princípios dos Cuidados Paliativos que, finalmente, começam a ser reconhecidos em todas as esferas da sociedade brasileira.

Os Cuidados Paliativos foram definidos pela Organização Mundial de Saúde em 2002 como uma abordagem ou tratamento que melhora a qualidade de vida de pacientes e familiares diante de doenças que ameacem a continuidade da vida. Para tanto, é necessário avaliar e controlar de forma impecável não somente a dor, mas, todos os sintomas de natureza física, social, emocional e espiritual.
O tratamento em Cuidados Paliativos deve reunir as habilidades de uma equipe multiprofissional para ajudar o paciente a adaptar-se às mudanças de vida impostas pela doença, e promover a reflexão necessária para o enfrentamento desta condição de ameaça à vida para pacientes e familiares.
Para este trabalho ser realizado é necessário uma equipe mínima, composta por: um médico, uma enfermeira, uma psicóloga, uma assistente social e pelo menos um profissional da área da reabilitação (a ser definido conforme a necessidade do paciente). Todos devidamente treinados na filosofia e prática da paliação.

A Organização Mundial de Saúde desenhou um modelo de intervenção em Cuidados Paliativos onde as ações paliativas têm início já no momento do diagnóstico e o cuidado paliativo se desenvolve de forma conjunta com as terapêuticas capazes de modificar o curso da doença. A paliação ganha expressão e importância para o doente à medida que o tratamento modificador da doença (em busca da cura) perde sua efetividade. Na fase final da vida, os Cuidados Paliativos são imperiosos e perduram no período do luto, de forma individualizada.

As ações incluem medidas terapêuticas para o controle dos sintomas físicos, intervenções psicoterapêuticas e apoio espiritual ao paciente do diagnóstico ao óbito. Para os familiares, as ações se dividem entre apoio social e espiritual e intervenções psicoterapêuticas do diagnóstico ao período do luto. Um programa adequado inclui ainda medidas de sustentação espiritual e de psicoterapia para os profissionais da equipe, além de educação continuada.
A condição ideal para o desenvolvimento de um atendimento satisfatório deve compreender uma rede de ações composta por consultas ambulatoriais, assistência domiciliar e internação em unidade de média complexidade, destinada ao controle de ocorrências clínicas e aos cuidados de final de vida.
Informações sobre a definição de Cuidados Paliativos pela Organização Mundial da Saúde estão no link: http://tinyurl.com/5228js

História dos Cuidados Paliativos

•| MATÉRIA COMPLETA »

Lamentável

Lembram de Manequinha? Aquele mesmo que jogou bola e marcou Pelé quando o Santos esteve aqui? Aquele que era zagueiro do tipo: Edvar, Gato Preto, Manequinha, Valdo e Tinho? e que depois foi para a COOPERCACAU? Isso… Lembraram? Pois bem.

Manequinha teve um AVC, está internado no Regional, dada a gravidade colocaram ele na UTI e o quadro é delicadíssimo. Alguns órgãos, segundo informações, estão falhando e, pasme, até o meio dia de hoje o médico neorologista não apareceu para atender/examinar/cuidar dele.

Conversei, minutos atrás, com o querido David Dantas, advogado, amigo de infância de Manequinha e, nesse papo, Dantas estava mostrando toda a sua indignação com esse inexplicável caso de desatenção.

Solicitei do amigo Dantas que desse um pulinho no hospital para saber mais sobre Manequinha.

Amanhã daremos mais informações sobre o quadro de saúde do nosso craque MANEQUINHA.

Médicos informam autoridades sobre protesto contra planos de saúde

Informação à imprensa

 Médicos informam autoridades sobre protesto contra planos de saúde

 O Ministério da Saúde recebeu, na manhã desta terça-feira (2 de outubro), comunicado formal sobre a realização de um grande protesto organizado pelos médicos contra as empresas que operam no setor da saúde suplementar. Juntamente com o ofício enviado às autoridades, os médicos entregaram cópia da carta que será encaminhada às operadoras (confira as íntegras abaixo).

No documento, os profissionais ressaltam que o protesto exprime a preocupação dos médicos com os riscos de desassistência gerados pelas operadoras de planos de saúde ao recusarem o diálogo e estagnarem os entendimentos entre os profissionais e as operadoras.

“Os médicos têm, sucessivamente, apontado situações que desrespeitam pacientes e profissionais em seus direitos”, informa o ofício assinado pelos presidentes da Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

Desequilíbrio – O documento destaca ainda alguns números sobre o setor. No Brasil, o mercado de planos de saúde cresce cerca de 5% ao ano, o que garante grande faturamento às operadoras (cuja receita em 2011 foi de R$ 82,4 bilhões), sem suficiente contrapartida em termos de valorização do trabalho médico e na oferta de cobertura às demandas dos pacientes.

Nos últimos 12 anos, os reajustes dos planos somaram 150% (30 pontos percentuais acima da inflação acumulada no período – 120%). No mesmo período, os honorários médicos não atingiram reajustes de 50%. Da receita de R$ 82,4 bilhões, de acordo com a ANS, foram aplicados na assistência médica R$ 67,9 bilhões, o que sugere um margem de lucro abusiva.

Reivindicações – Além de reajuste nos honorários, os médicos pedem o fim da interferência antiética das operadoras na relação médico-paciente. Também reivindicam a inserção, nos contratos, de índices e periodicidade de reajustes – por meio da negociação coletiva pelas entidades médicas – e a fixação de outros critérios de contratualização.

De acordo com as lideranças do movimento, os pacientes não serão prejudicados com a mobilização dos médicos. As consultas serão remarcadas posteriormente e não haverá paralisação nos atendimentos de casos de emergência.

OFÍCIOS ÀS AUTORIDADES SOBRE O PROTESTO DE OUTUBRO

•| MATÉRIA COMPLETA »

Santa Casa promove ações para Dia Nacional da Doação de Órgãos

Foi aberta ontem na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna a comemoração pelo Dia Mundial da Doação de Órgãos, marcado sempre no dia 27 de setembro de cada ano. Toda programação é uma realização da Comissão Intrahospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante da instituição, em parceria com a Organização de Procura de Órgãos (OPO) de Ilhéus e Itabuna.

Sobre a programação no Ambulatório, a atividade teve início ontem e segue na manhã desta terça-feira (25), com exposições e palestras informativas. “As palestras na sala de espera alcançam um público heterogêneo e cumpre o objetivo de esclarecer os trâmites legais e a importância da doação de órgãos para a garantia de vidas que dependem desses órgãos e tecidos”, declarou a enfermeira coordenadora da Cihdott da SCMI, Jacquelinne Céo.

Ainda segundo a programação, neste sábado (29), o trabalho de divulgação da data e conscientização para o tema será realizado na praça José Bastos, inserido na programação do Dia da Responsabilidade Social, promovido pela FTC de Itabuna e parceiros. “Neste dia estaremos com estande específico para a abordagem da doação de órgãos, novamente uma parceria entre a Cihdott e a OPO”, declarou Jacquelinne Céo.

Após a instalação da Comissão Intrahospitalar de Doação de Tecidos e Transplantes na Santa Casa de Itabuna e da Organização de Procura de Órgãos na região, ocorrida no final de 2011, Itabuna já registrou 19 transplantes renais, sendo 12 de doadores falecidos e sete entre pacientes intervivos. “Os intervivos envolvem a doação de rim realizada por parentes com compatibilidade, e a doação a partir de doadores falecidos é uma parceria com a Central Estadual de Transplantes, órgão ligado à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a partir de uma fila única de doação”, registrou Jcquelinne Ceo.

“VOCÊ SABE RECONHECER UM ALCOÓLATRA?”

Você é do tipo que não dispensa uma cervejinha nos finais de semana? Bebe goles a mais nos happy hours da empresa? Será que está virando um dependente da bebida? Melhor responder com calma, porque não é nada simples diferenciar o bebedor comum do alcoólatra (ou alcoolista). O que define o alcoolismo é a perda de controle no padrão de consumo das bebidas.

É isso mesmo: de acordo com os especialistas, nem sempre quem bebe demais é um alcoólatra. “O dependente é aquele que pretende beber um determinado tanto, mas não consegue parar”, explica o psiquiatra Dartiu Xavier da Silveira, da Unifesp, de São Paulo, especialista em dependência química.

Sintomas

É aí que a compulsão pela bebida torna-se um dos sintomas mais evidentes da doença. O alcoólatra ainda pode ser identificado quando passa a deixar relações profissionais e afetivas em segundo plano; demora mais tempo para ficar embriagado, pois começa a se acostumar com o efeito do álcool, além de apresentar tremores e alucinações.

Fatores de risco

•| MATÉRIA COMPLETA »

AACEP PROMOVE SEMANA DO IDOSO EM ITABUNA

Clique para AMPLIAR.


Clique para AMPLIAR.

HOSPITAL SÃO JOSÉ / Indicativo de greve

Senhor Jornalista,

Os funcionários do Hospital São José estão com 2 meses de salários atrasados e, também, sem receber o vale transporte. Por conta disso os funcionários estarão realizando uma assembléis amanhã (quinta-feira/20) e, a depender do decidido , na segunda feira entraremos em greve. Não nos resta outro recurso.

A diretoria do hospital, quando questionada, alega que a Prefeitura através da Secretaria de Saúde não tem feito, regularmente, o repasse sendo esste o principal motivo do atraso.

 

Agradecemos a publicação

………………………..

Conforme solicitado os nomes foram preservados.

Espaço aberto para a Direção/Provedoria e Prefeitura – querendo – se manifestar.

MEU NOME É ÁLCOOL

Muito prazer, meu nome é álcool, entro em sua vida de maneira sutil, aos pouquinhos.

Você começa a gostar muito de mim, está iniciado um relacionamento, que só acabará quando eu tiver destruído sua família, sua carreira, sua reputação, sua saúde física e mental.

Mais, você nem percebe isto, porque depende muito de mim, quando os amigos e familiares falam mal de mim, você faz minha defesa, dizendo que comigo você dirige melhor, produz mais, fica mais divertido, é descontraído.

Somos parceiros inseparáveis, só falam mal de mim os caretas, os chatos.

Mas um belo dia é seu organismo que começa a brigar comigo, seu fígado, seu pâncreas, seus neurônios, depois de muito sofrimento, você consegue me abandonar, não me importo, minha vida é assim mesmo.

Quando alguém consegue me deixar, tenho sempre muitos outros me esperando para me abraçar e começo tudo de novo!

Autor desconhecido


Enviado por Risomar Lima.

CEPLAC – GOVERNO ALTERA OS VALORES DE SUBSÍDIO PARA SAÚDE

Em janeiro de 2013, a União vai alterar o valor de sua participação no custeio do plano de saúde dos servidores federais. Os valores terão reajustes entre 15% e 30%. Além disso, o número de faixas etárias vai aumentar de cinco para dez.

Com as alterações, o piso da participação do governo federal passará de R$ 72 para R$ 82,83. O teto será elevado de R$ 129 para R$ 167,50. Com a União pagando mais, o servidor poderá economizar na mensalidade de seu plano ou buscar uma assistência mais ampla sem gastar mais. 


A melhoria no custeio da assistência médica do funcionalismo faz parte das negociações entre o governo e os sindicatos para incrementar os benefícios indiretos do funcionalismo.


Confira os valores da participação — atuais e novos.

 Veja aqui os valores da contrapartida do plano

Rezende.

Nutricionista

Bom dia Rabat,

É com muita felicidade que comunico a todos que Larissa Wagmaker Cavalcanti é a Primeira Nutricionista da Primeira Turma de Nutrição da Faculdade de Ilhéus a se registrar junto ao CRN-5 (Conselho Regional de Nutrição – 5 região) e ja está apta a atender!
Assim Ilhéus ganha mais uma profissional de alto nivel!

Larissa Wagmaker Cavalcanti

João Paulo Garcia

Reunião De Alcoólicos Anônimos Em Ilhéus.

O Grupo Vivência De Alcoólicos Anônimos De Ilhéus Realizará Uma reunião Aberta Ao Público Para Juntos Celebrar Seu Primeiro Ano De Existência Transmitindo a Mensagem Aos Doentes Alcoólicos Que Ainda Sofrem Com a Doença Do Alcoolismo. Alcoólicos Anônimos Existe a 77 Anos Salvado Vidas.

Data: 30 De Agosto

Horário: 19:30 hs

Local: Centro Comunitário Nelson Costa

Bairro: Nelson Costa 

Cidade: Ilhéus- Bahia

Maiores Informações Pelo Fone: ( 0xx73) 3613-8792

Risomar Lima.

SUBSÍDIO DO PLANO DE SAÚDE FASEC/UNIMED VOLTA AO NORMAL

Plano de Saúde Ceplac

O Diretor do Departamento de Saúde, Previdência e Beneficio do Servidor da Secretaria de Gestão Pública, Sérgio Carneiro, cumpriu a promessa e emitiu uma Nota Técnica (NT 64/2012, clique aqui para acessar) para esclarecer o assunto da retirada do auxilio de caráter indenizatório (subsídio) recebido pelos trabalhadores da Ceplac que contrataram o Plano de Saúde via FASEC. A NT passará a orientar a matéria. A vitória foi resultante da intervenção direta do Sintsef/BA e Condsef, representados por seu Diretor Edvaldo Andrade Pitanga, que, em conjunto com a Associação Nacional dos Servidores da Agricultura (ANSA), reuniu-se no último dia 03/08  com Sérgio Carneiro para buscar soluções para este problema que trouxe graves prejuízos aos trabalhadores da Ceplac. As entidades também são parceiras da ANSA num mandando de segurança coletivo na busca de garantir liminarmente o direito da categoria. Acesse nosso site e saiba mais.

Fonte: Luiz Alberto Mattos Silva/ SINTSEF/BA

Ascom-Rezende

Você sabia que é preciso lavar os ovos? Veja essa e outras dicas para evitar a salmonela

Seis em cada dez pessoas que consomem ovos crus ou mal cozidos já tiveram febre, diarreia, dor de estômago e náusea, segundo pesquisa realizada pela nutricionista Daniele Leal, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), em Piracicaba (SP).

“Esses sintomas, aí incluídos calafrio, vômito, mal-estar e dor de cabeça, são causados pela salmonela, uma bactéria presente na casca do ovo e que desde 1999 é a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil, conforme dados do Ministério da Saúde”, completa ela.

Além de evitar consumir o alimento cru ou mal-cozido, uma dica para evitar a doença é limpar os ovos e tirá-los da embalagem antes de guardá-los na geladeira. Além disso, é bom não deixá-los na porta, já que o abrir e fechar pode causar rachaduras e permitir a entrada da bactéria no ovo.

A nutricionista da Esalq-USP explica que o habitat da salmonela é o intestino da galinha, daí a contaminação da casca acontecer na hora em que o ovo é posto. Isso também explica por que outros alimentos podem ser infectados com a bactéria se o cozinheiro manipular o ovo e, na sequência, mexer em outras comidas sem antes lavar a mão com água e sabão ou detergente.

Na hora do consumo, antes de quebrar o ovo, é preciso lavá-los: “O correto é lavar o ovo com água corrente, secar a casca, quebrá-la e, na sequência, lavar e secar as mãos para evitar que outros alimentos sejam contaminados pela salmonela”, diz a nutricionista Daniele Leal.

Para nossa sorte, prevenir a contaminação é fácil, conforme você confere no álbum abaixo:

•| MATÉRIA COMPLETA »

O ALCOOLISMO NA ADOLESCÊNCIA

Alcoolismo nunca foi problema exclusivo dos adultos. Pode também acometer os adolescentes. Hoje, no Brasil, causa grande preocupação o fato de os jovens começarem a beber cada vez mais cedo e as meninas, a beber tanto ou mais que os meninos. Pior, ainda, é que certamente parte deles conviverá com a dependência do álcool no futuro.

Para essa reviravolta em relação ao uso de álcool entre os adolescentes, que ocorreu bruscamente de uma geração para outra, concorreram diversos fatores de risco. O primeiro é que o consumo de bebida alcoólica é aceito e até estimulado pela sociedade. Pais que entram em pânico quando descobrem que o filho ou a filha fumou maconha ou tomou um comprimido de ecstasy numa festa, acham normal que eles bebam porque afinal todos bebem.

Sem desprezar os fatores genéticos e emocionais que influem no consumo da bebida – o álcool reduz o nível de ansiedade e algumas pessoas estão mais propensas a desenvolver alcoolismo – a pressão do grupo de amigos, o sentimento de onipotência próprio da juventude, o custo baixo da bebida, a falta de controle na oferta e consumo dos produtos que contêm álcool, a ausência de limites sociais colaboram para que o primeiro contato com a bebida ocorra cada vez mais cedo.

Não é raro o problema começar em casa, com a hesitação paterna na hora de permitir ou não que o adolescente faça uso do álcool ou com o mau exemplo que alguns pais dão vangloriando-se de serem capazes de beber uma garrafa de uísque ou dez cervejas num final de semana.

Não se pode esquecer de que, em qualquer quantidade, o álcool é uma substância tóxica e que o metabolismo das pessoas mais jovens faz com que seus efeitos sejam potencializados. Não se pode esquecer também de que ele é responsável pelo aumento do número de acidentes e atos de violência, muitos deles fatais, a que se expõem os usuários.

Proibir apenas que os adolescentes bebam não adianta. É preciso conversar com eles, expor-lhes a preocupação com sua saúde e segurança e deixar claro que não há acordo possível quanto ao uso e abuso do álcool, dentro ou fora de casa.

* Fonte: drauziovarella.com. br

Enviada por Risomar Lima.

A greve na Santa Casa

PROVEDOR DIZ QUE VAI BUSCAR SOLUÇÃO PARA GREVE NO SÃO JOSÉ

14/ago/2012 . | Autor: Seu Pimenta

O provedor da Santa Casa de Misercórdia de Ilhéus, Eusínio Lavigne, voltou atrás no que disse à TV Santa Cruz e afirmou não existir atraso de pagamento por parte do SUS e da Prefeitura de Ilhéus. Ao PIMENTA, Eusínio negou ter citado atraso na entrevista à emissora, mas se queixou da baixa remuneração oferecida pela tabela SUS e lamentou a falta de reajuste nos últimos 10 anos.

Segundo o provedor, a Santa Casa ilheense passa por situação idêntica à de outras congêneres, com despesas maiores que as receitas. Ele não soube precisar qual o déficit mensal da instituição, mas alegou que a Santa Casa teve perda de receita mensal de R$ 100 mil ao ser descredenciada da rede de atendimento do Planserv (plano de saúde dos servidores estaduais e dependentes).

O provedor disse que vai buscar uma solução para a greve deflagrada pelos funcionários nesta terça, 14, e que tem adesão de 90% dos trabalhadores. “A solução imediata passa pelo entendimento com a prefeitura”, disse Eusínio Lavigne a este blog. A reunião está prevista para a sexta, 17, mas sem horário ainda definido.

Ele afirmou que a Secretaria de Saúde de Ilhéu está em dia com a Santa Casa, mas conta com o município para pagar metade do salário de julho devido aos funcionários. A instituição conta com aproximadamente 300 funcionários no Hospital São José e Maternidade Santa Helena.

A greve na Santa Casa de Ilhéus

SUS EM DIA COM A SANTA CASA DE ILHÉUS

14/ago/2012 .  | Autor: Seu Pimenta

Os mais de 300 funcionários do Hospital São José deflagaram greve nesta terça, 14, e a direção da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus explicou que os atrasos de salário se devem à demora do SUS no pagamento pelos procedimentos realizados. Vai ter que arranjar outra desculpa.

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Assessoria de Comunicação Social,  sustenta que os pagamentos estão em dia. Como será feriado em Ilhéus amanhã (dia de Nossa Senhora das Vitórias), a relação de pagamentos feitos até aqui será divulgada pelo município na próxima quinta-feira, 16.

ILHÉUS / Saúde / “Equipamentos e atendimento deficitários”.

A morte do menino João Victor, 12 anos, motivou o protesto.

“Faltou atendimento”.

Epaço aberto para manifestação da direção do hospital.

INHAME – FAZ MILAGRES!

DENGUE - Infecção virótica que faz doer o corpo inteiro, especialmente as juntas, e dá muita febre; deixa a pessoa fora de combate por algum tempo, mas raramente mata. É transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e A. albopictus, que se infectam sugando sangue de algum humano ou macaco infectado nos três primeiros dias da febre. Depois de 8 a 11 dias de incubação, o mosquito começa a transmitir vírus infectantes a humanos e macacos – eles saem nas minúsculas gotinhas de saliva que o mosquito usa como anticoagulante durante a picada. Atualmente se diz que há quatro variedades de dengue; quem teve uma pode ter as outras três.

O TRATAMENTO MÉDICO- é paliativo – descanso, muita água, banhos mornos, compressas de batata crua ou tofu na cabeça para puxar o calor.

O TRATAMENTO NATURAL – é comer inhame. Comer inhame em vez de batata, duas ou três vezes por semana, previne contra dengue. Em situações de epidemia, comer um inhame por dia é mais que bastante – em sopa, purê, ensopadinho, pastinha com alho.

Mesmo já estando com dengue, comer inhame – ou tomar o elixir de inhame, vendido em qualquer farmácia – costuma acelerar muito a recuperação. Também é importante usar o inhame depois da dengue, para eliminar os resíduos do sangue que tornam mais dramática a recaída.

O INHAME LIMPA O SANGUE - É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.

FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO – Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios…

EVITA MALÁRIA, DENGUE, FEBRE AMARELA – A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.

É MAIS PODEROSO QUE A BATATA

•| MATÉRIA COMPLETA »

Palestra no Hospital São José – Ilhéus Ba.

CONVITE

Palestra no Hospital São José – Ilhéus Ba.

 

Dia: 08/08/2012 (Quarta – feira)

19: 00 – Abertura

ü Enf. Anna Aragão (Coordenadora do Núcleo de Doação/Transplante de Órgãos e Tecidos de Ilhéus).     

19:20 – Processo de Doação de Órgãos  e Tecidos para Transplantes

ü Enf. Danielle Navarro (OPO-SUL)

20:00 – Morte Encefálica

ü Dr. Eraldo Salustiano de Moura (Coordenador do Sistema Estadual de Transplantes da Bahia)

20: 40 – Intervalo

21:00 – Manutenção do Potencial Doador

ü Dr. Eraldo Salustiano de Moura (Coordenador do Sistema Estadual de Transplantes da Bahia)

21: 40 – Encerramento

ü Enf. Anna Aragão (Coordenadora do Núcleo de Doação/Transplante de Órgãos e Tecidos de Ilhéus).

Alcoolismo

Do ponto de vista médico, o alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada.

Fatores genéticos

Sem desprezar a importância do ambiente no alcoolismo, há evidências claras de que alguns fatores genéticos aumentam o risco de contrair a doença.

O alcoolismo tende a ocorrer com mais frequência em certas famílias, entre gêmeos idênticos (univitelinos), e mesmo em filhos biológicos de pais alcoólicos adotados por famílias de pessoas que não bebem.

Estudos mostram que adolescentes abstêmios, filhos de pais alcoólicos, têm mais resistência aos efeitos do álcool do que jovens da mesma idade, cujos pais não abusam da droga.

Muitos desses filhos de alcoólicos se recusam a beber para não seguir o exemplo de casa. Quando acompanhados por vários anos, porém, esses adolescentes apresentam maior probabilidade de abandonar a abstinência e tornarem-se dependentes.

Filhos biológicos de pais alcoólicos criados por famílias adotivas têm mais dificuldade de abandonar a bebida do que alcoólicos que não têm história familiar de abuso da droga.

Intoxicação Aguda

•| MATÉRIA COMPLETA »

Páginas: Anteriores 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 12 13 14 Próximas