WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





Abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  








COTIDIANO

PORTA DE ESCOLA.

Diariamente alunos são transportados para escola em diversos tipos de transporte. Direcionamos alunos que os pais levam para escola. Nesse particular que queremos relatar o transporte de carros pelos pais. A escola é local que a criança/adolescente aprende as primeiras letras e prosseguido os estudos atingem a formação profissional se incorporando a sociedade de acordo sua formação profissional. Voltamos a fase escolar em que os pais levam seu filho para escola nos seus automóveis em algumas situações observamos a escola como local de aprendizado e local que se aprende a compartilhar com os colegas lições acadêmicas aprende a respeitar o seu colega e ter uma convivência entre seus companheiros e a respeitar as leis do pais para uma convivência promissora na sociedade. No entanto alguns pais dão exemplo negativo no desembarque de seus filhos na porta da escola, estacionam os seus veículos em locais indevidos que prejudicam aos outros pais e o transito de carros nas porta da escola. Pais reflitam vocês levam os filhos para aprender respeitar seus colegas e de forma absurda param e estacionam de forma irregular na parta das escolas para desembarquem de seus filhos.

MOTOCICLISTA

Art. 57 do Código de Transito Brasileiro.

“Os ciclomotores devem ser conduzidos pela direita da pista de rolamento, preferencialmente no centro da faixa mais à direita ou no bordo direito da pista sempre que não houver acostamento ou faixa própria a eles destinada, proibida a sua circulação nas vias de trânsito rápido e sobre as calçadas das vias urbanas”.

Os motociclistas circulam sem observar o ART. 57 do CNT que orienta as motos sobre posição ser seguida nas pistas de rolamento.

Motociclista ultrapassa veículos pela esquerda e direita tem momentos que motos ultrapassam os veículos simultaneamente pela esquerda e direita. Circulam zig zag havendo situações das motos colidirem frontalmente devido essas operações arriscadas, atinge retrovisores dos automóveis. Ao estacionar posicionam suas motos na frente e fundo dos veículos dificultando o movimento dos veículos. Tal situação não é pertinente todos motociclistas.

As faixas duplas de divisão de faixas de rolamento não são obedecidas levando a insegurança aos motoristas que circulem por essas vias e existem situações grotescas de circularem por cima dos passeios.

[email protected]

HAKSON ANDRADE SORTEIA CAIXA DE SOM JBL, PARA CUSTEAR DESPESAS DAS COMPETIÇÕES

O atleta Hakson Andrade iniciou a semana com muito treino, pois está se preparando para a Copa Nacional Paulo Leite Judô São Luís, Maranhão, nos dias 1 e 2 de Junho de 2019, também para a segunda etapa do Circuito Baiano de Judô nos dias 26 e 27 de Abril.

Hakson está sorteando uma caixa de som JBL, doada pelo empresá[email protected] da loja @planetacel.

O sorteio será em 30/05 ao vivo no Instagram @haksonjudo e o valor R$ 5,00. A arrecadação será destinada às despesas das competições.

Interessados em ajudar o atleta ilheense entrar em contato no número 988149980

ILHÉUS: PARCERIA COM A UESC BENEFICIA PACIENTES DO CADHI COM PROJETO DIABETES SAUDÁVEL

Acompanhar os hábitos alimentares dos pacientes, a fim de monitorar sua qualidade de vida, com coletas de exames e orientação profissional é o objetivo do projeto “Diabetes Saudável”, oferecido ao público atendido pelo Centro de Atenção a Hipertensos e Diabéticos (CADHI) de Ilhéus, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, na manhã de sexta-feira (5).

O projeto é resultado da pesquisa para tese do mestrado em Ciências da Saúde, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), desenvolvida pela nutricionista Melissa Neves Carvalho. Segundo a coordenadora do CADHI, Cássia Moreira, o projeto reforça o atendimento aos pacientes, pois facilita o acolhimento e monitoramento dos resultados, a fim de melhorar a saúde deles.

Melissa explica que os questionários socioeconômicos aplicados na pesquisa identificam a frequência alimentar, hábitos sociais e percepção da saúde deles, através de exames, avaliação da massa corporal, entre outros. A nutricionista diz que após este primeiro contato para aplicação dos questionários e solicitação dos exames, em julho os procedimentos serão repetidos.

CADHI – Cássia Moreira esclarece que o CADHI é uma unidade de saúde específica para o atendimento de pessoas diabéticas, hipertensas e idosas, por uma equipe multiprofissional. “Essa é uma demanda referenciada para portadores dessas patologias que estão com algumas complicações, pois quem tem a vida saudável é atendido na atenção básica”.

A equipe é composta por nutricionista, enfermeiro, psicólogo, assistente social, educador físico, cardiologista, endocrinologista e geriatra. “Além da assistência ao paciente, a gente também promove atividades físicas em grupo, trabalhando a questão da ressocialização e qualidade de vida desse paciente. Esse é um tipo de serviço referenciado, o paciente precisa estar numa unidade de saúde sendo avaliado. A partir daí, é observado se há a necessidade de receber essa assistência, que é um serviço de alta e média complexidade”, completa a coordenadora do CADHI.

Exposição reuniu colecionadores de veículos e praticantes de aeromodelismo

Neste fim de semana (6 e 7), a Avenida Dois de Julho recebeu colecionadores e apaixonados por automóveis antigos de Ilhéus e outros lugares, que exibiram mais de 200 veículos na terceira edição da exposição realizada pela Ilhéus Old School, com execução de Paulo Rosário Produção Artística e apoio da Prefeitura Municipal. Presentes expositores de Itabuna, Vitória da Conquista, Eunápolis, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, e até da Colômbia.

A programação foi enriquecida com a presença de representantes do Projeto Verão Duas rodas, aeromodelismo de Ilhéus e Itabuna e outros clubes que além de atrair dezenas de pessoas também é considerado de cunho social , pois para participar os expositores precisam doar dois quilos de alimentos que serão doados ao abrigo São Vicente.

Um evento apropriado para toda a família e que trouxe algumas alterações nesta terceira edição. “Este ano, tivemos mais lojas, atrativos para agradar a todos, a praça de alimentação com maior variedade de alimentos, atendendo gostos diversificados, comercialização de miniaturas de veículos, brinquedos e shows com bandas variadas, um evento de fato para todas as idades”, acrescentou Paulo Rosário.

Cleber Bonina mora em Itabuna, é engenheiro e veio acompanhado da esposa e do filho. “Uma opção a mais para a agente se distrair no final de semana, e aproveitar vir a Ilhéus, uma cidade deliciosa tanto de dia como a noite, estamos adorando”, disse.

POR SECOM

Bairros de Ilhéus sediam as pré-conferências municipais de saúde

Estão sendo realizadas em Ilhéus, nesta segunda e terça-feira (8 e 9), as pré-conferências municipais de saúde, encontros que antecedem a 7ª Conferência Municipal de Saúde, programada para os próximos dias 25 e 26. A atividade é uma realização do Conselho Municipal de Saúde e conta com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus, Rafael Santos, explica que o objetivo das pré-conferências é discutir as políticas de saúde de cada localidade, conhecer os seus problemas e desenvolver propostas que os solucionem. “Os resultados serão levados para a Conferencia Municipal de Saúde, e posteriormente constará no plano municipal como prioridade do Município de Ilhéus”, enfatiza.

Nestes dois dias, os encontros serão realizados em 14 bairros situados nas zonas rural e urbana, como Olivença, Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá, Nelson Costa, Pontal, Conquista, Basílio e Avenida Princesa Isabel. As pré-conferências reúnem profissionais da saúde e a comunidade, que serão envolvidas em dinâmicas com perguntas chaves, voltadas para a comunidade, a fim de ajudar na identificação e resolução dos problemas de cada área contemplada.

Dona Guimarina Silene Ramos, mora no Nelson costa há mais de 30 anos e disse nunca ter participado de um evento em que pudesse expressar sua opinião e lutar por seus direitos. “Um evento de grande valia para mim, que enquanto comunidade nunca pude expor as minhas necessidades e falar com quem de fato pode trazer a solução. Estou muito feliz em participar desse evento “, disse a moradora.

POR SECOM

 

 

 

COMO SALVAR A LAVOURA DO CACAU?

Luiz Ferreira da Silva, 82

Pesquisador aposentado e Ex-Diretor do CEPEC.

[email protected]

Contribuição à atual Diretoria da CEPLAC,

pela sua importância como agente

do Governo Federal, que poderia articular

os segmentos da cacauicultura baiana.

em prol da sua recuperação, de modo integrado,

sistêmico e pragmático

(Maceió, AL, 06 de abril de 2019).

O presente documento corrobora a exposição verbal do colega José Carlos Castro de Macedo ao Diretor, Guilherme Galvão, feita num pequeno grupo, quando foi taxativo na implantação de um programa, a exemplo do PROCACAU, como catalizador da recuperação da economia do cacau.

Tanto ele quanto eu, dedicamos toda a nossa vida profissional a expensas do cacau, através da “ESCOLA-CEPLAC”, que nos ensinou o valor do trabalho, eivado de dedicação e ética. Neste momento de débâcle da região cacaueira, não poderíamos deixar de expressar a nossa gratidão através desta propositura que possa revitalizar o tripé do cacau – o cacaueiro, o agricultor e a instituição.

É preciso deixar claro que a atual crise do cacau difere de tantas outras do passado:

– A decadência do cacau, cuja região se empobreceu com a sua derrocada, passando de exportadora para importadora;

– A deterioração da CEPLAC, passando de modelo eficaz para uma organização sem ânimos e sem recursos, cada vez mais declinando, sobretudo pela ingerência política insensata e descomedida; e

– A descapitalização e endividamento do produtor de cacau.

Isso significa que a recuperação das plantações e novos cacauais, dependem da solução do tripé, para o qual as ações se interdependem e são urgentes.

Primeiramente, é importante tirar a região da letargia. Quem não se lembra do PROCACAU que proporcionou um choque positivo em todos os segmentos da economia, alavancando-a?!

A revitalização, pois, passa por um novo PROCACAU, o II atrelado à solução das dívidas dos produtores, para que eles voltem a recuperar suas roças infestadas pela vassoura-de-bruxa e, também, expandi-las com novos plantios, como souberam fazer nos 10 nos de vigência do programa anterior, cujos resultados carimbaram o “Quinquênio de Ouro”. São eles os PROTAGONISTAS!

Por outro lado, o citado projeto seria uma alavanca desenvolvimentista ativando o comércio, as indústrias de insumo, os investidores, energizando a região, hoje em fogo morto, além de provocar os demais integrantes do

agrossistema cacaueiro, sobretudo ajuizando a pesquisa, que teria de se municiar de instrumentais para não ficar à deriva do processo.

Então, sem mais delongas, urge a implantação do PROCACAU-II, eivado de metas, recursos financeiros e humanos e medidas de incentivo e compensatórias a um empreendimento desta envergadura, nada adiantando as medidas paliativas e remendos, tampouco, embromações políticas. É tarefa para quem vive do agronegócio – do homem que planta ao que consome, com ênfase no setor industrial.

No caso da reestruturação da economia cacaueira sul-baiana/ capixaba, evocando o livreto divulgado pelo autor e José Carlos Castro de Macedo, 3 anos atrás – “PROPOSTA PARA REATIVAR A CACAUICULTURA NACIONAL”, que não teve o eco esperado, seriam estabelecidas metas substanciais de replantação (renovação de cacauais velhos e envassourados); recuperação das roças que tem condições de reversão e expansão (novos plantios):, objetivando uma nova cacauicultura de altos insumos, tendo em mente que o tempo da baixa produtividade não mais se coaduna com o momento tecnológico da agricultura brasileira, cujo salto se deu com o uso de técnicas integradas, enfocada no manejo do solo, que transformaram os cerados, antes solos imprestáveis, em terras produtivas.

E o cacau tem que começar a se preparar para esse novo momento, já existindo um exemplo exitoso de plantio de cacau em solos de tabuleiro no extremo sul da Bahia, a nova fronteira agropecuária, utilizando a fertirrigação. Acresce-se o “boom” da celulose com mais de 600 mil hectares de plantios de eucalipto com tecnologias de precisão.

Um programa dessa magnitude requer uma base de produção de mudas seminais e/ou outros materiais clonais, como acontecera durante o PROCACAU-I, através os campos de produção de sementes híbridas tão bem conduzidos pela CEPLAC. Hoje, dispõe-se da Biofábrica, destinada a produção em escala industrial de material genético, numa área de 60 hectares, em Banco do Pedro, à margem do rio Almada, no município de Ilhéus. Possivelmente, vai ser preciso um novo choque de qualidade gerencial para voltar ao anterior nível de eficiência e eficácia.

Para implantação do PROCACAU-II, teria que o Governo Federal disponibilizar substanciais recursos (a serem quantificados), num espaço temporal de 10 anos, incluindo também investimentos na pesquisa, no fomento e no treinamento de pessoal, sem contar as medidas compensatórias para tornar os produtores aptos ao processo de financiamento de seus imóveis rurais, hoje incapacitados por suas dívidas.

Vale a pena reforçar e destacar a importância estratégica deste programa de revitalização do cacaueiro, com a conotação de “PUXADOR”, como um equivalente ao da Escola de Samba, que comanda 5.000 passistas cantando o samba enredo – uma espécie de “Jamelão do Cacau”.

Só assim e não há outra maneira, a região tomará outro fôlego com a geração de empregos e renda; dinamização de serviços gerais; reativação do comércio e da indústria de insumos agrícolas; e circulação integrada de recursos financeiros dos três segmentos econômicos, beneficiando toda região cacaueira e criando um ambiente de prosperidade, ânimo e fé, tendo o Homem no seu epicentro.

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.

1) DE PAI PARA FILHO

2) SERÁ PRECISO MAIS 20 ANOS?

3) CDL DE ILHÉUS AVANÇANDO PARA O FUTURO.

4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

Município de Ilhéus está em alerta contra a Dengue e Chikungunya

Por Secom

Segundo dados obtidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o número de casos de Dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, cresceu 301,4% em 2019 na Bahia. O município de Ilhéus ainda não apresentou aumento significativo nos números de caso, porém o índice de infestação predial (IIP) do mosquito transmissor está em 10%. O Ministério da Saúde preconiza meta de 1%.

A combinação de altas temperaturas e chuvas, características do período de primavera/verão, aumentam as chances de proliferação do vetor transmissor, já que os moradores acabam descuidando da limpeza dos quintais. O mosquito procria-se até mesmo em depósitos pequenos com água parada como tampinhas de garrafas e folhas secas.

Considerando o alto IIP e o período de chuvas, a secretaria municipal de Saúde (Sesau), através da Vigilância em Saúde, está intensificando as ações de controle das arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya) realizando vistoria de rotina nos imóveis, bloqueio focal e perifocal de criadouros em situações de casos suspeitos e confirmados, pesquisa larvária em 1/3 dos imóveis e vistorias aos pontos estratégicos de 15 em 15 dias.

Além das ações de rotina, o Programa de Controle às Endemias conta com uma equipe de Educação em Saúde que realiza palestras principalmente nas escolas da rede pública e privada. De acordo com a Vigilância, não basta apenas um pequeno grupo combater a Dengue, precisa que cada morador se torne o agente de saúde da própria casa, identificando e eliminando os possíveis focos do mosquito.

 

Ilhéus sedia a 7ª Conferência Municipal de Saúde em abril

Nos dias 25 e 26 de abril, Ilhéus sedia a 7ª Conferência Municipal de Saúde, que este ano discute o tema “Democracia e Saúde”. Organizada pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) com o suporte da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a conferência vai reunir centenas de pessoas de todo o município, para traçar de forma democrática as diretrizes para as políticas públicas de saúde no município.

Até o dia da Conferências Central, entidades ligadas à área da saúde, gestores e prestadores de serviços do setor, sociedade civil organizada e usuários ganham legitimidade para ocupar esses espaços com a participação nas pré-Conferências, que acontecerão em vários bairros do município, inclusive nas localidades rurais. Este será um esforço para fazer valer a democracia popular e a gestão participativa do SUS.

As deliberações discutidas na conferência são resultantes dos debates ocorridos nos bairros, através das pré-conferências. É esta representatividade local que garante a legitimidade do evento como instância colegiada dos vários segmentos representados. Serão debatidos ainda nos em eixos temáticos, Saúde como direito, Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e financiamento.

Considerado o maior evento de participação social no município, as conferências proporcionaram transformações históricas para a gestão da saúde no Brasil, como no caso da 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986, cujo relatório final serviu de base para a elaboração do capítulo sobre saúde da Constituição Federal de 1988, resultando na criação do SUS.

POR SECOM

ILHÉUS RECEBE ESPETÁCULO INSPIRADO NA POESIA DE MÁRIO QUINTANA

No dia 17 de abril, uma quarta-feira, o Teatro Municipal de Ilhéus vai ser o palco do Crianceiras. O espetáculo mistura linguagens cênicas e musicais com obras de grandes poetas brasileiros. Com dois álbuns lançados e sete anos na estrada, o grupo homenageou o poeta Manoel de Barros no primeiro trabalho. O atual é inspirado na poesia de Mário Quintana.

Além de dar forma musical aos
poemas de Quintana, a apresentação traz ao palco elementos do teatro de papel e
de brinquedo, com cenografia do designer e artista plástico Carlo Giovani.

A Villa Verde produz a apresentação em Ilhéus. De acordo com a direção da escola, a dinâmica lúdica do espetáculo aproxima a poesia do universo infantil. No enredo, o personagem vive numa pequena cidade, que, com o tempo, passa a ser habitada por pessoas e formas de viver de outros lugares. É assim que a diversidade da existência – suas cores, valores e sons – desvela-se para o artista e a plateia. Em cena, a presença dos outros, do novo e a celebração da multiplicidade são alegorias da chegada da primavera e do próprio movimento da vida.

A equipe da escola usa poemas musicados pelo Crianceiras nas suas atividades. Por isso, no ano passado, quando a trupe se apresentou em Salvador, a Villa Verde levou suas turmas para assistir ao espetáculo. Dessa vez, o colégio aproveitou a nova vinda do grupo à Bahia e conseguiu um espaço para Ilhéus na turnê. :: LEIA MAIS »

Antigo espaço que era ocupado por lixão da Urbis ganhará melhorias

A parceria entre o Município e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) vai transformar o espaço ao lado do Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Darcy Ribeiro, na zona sul de Ilhéus. O “lixão da Urbis” vai ganhar uma estação elevatória, calçada, pavimentação, pista de skate e uma pracinha de convivência.

O prefeito Mário Alexandre (Marão) esteve no local junto com engenheiros da concessionária, na quarta-feira (3), para anunciar as melhorias. A previsão de entrega das melhorias é para o próximo mês de junho. Segundo engenheiros da Embasa, a estação elevatória que será construída na área cedida pela Prefeitura, servirá para recalcar o esgoto da região para o novo sistema de tratamento situado na saída para o município de Buerarema.

Além da unidade de tratamento, o projeto visa ainda construção de passeios e área totalmente urbanização. No local, as equipes executam serviços de preparação das redes coletora, interceptora, elevatória e estação de tratamento.

Marão reconhece a amplitude do impacto da área em estado de conservação. “O descarte irregular de resíduos prejudica o meio ambiente. Há mais de uma década isso aqui era alvo de muitas críticas, além de ser um desrespeito com o meio ambiente. Resolvemos o problema retirando toneladas de lixo, e finalmente agora, em parceria com a Embasa, o espaço será transformado, devolvendo a dignidade para nossas crianças e famílias”, salientou. :: LEIA MAIS »

PM apreende drogas e armas de grosso calibre durante megaoperação no Alto do Basílio

Por volta das 22h50 desta quarta-feira, 03, operação conjunta envolvendo o PETO 70, ROTAM 70 e PETO 68 no Alto do Basílio, resultou na apreensão de drogas e armas de grosso calibres.

A PM conduziu para sede da delegacia Marcos Paulo, Luan Henrique, Rafael Pereira de Souza, Ivanildo Souza dos Santos, Marcos Paulo de Almeida dos Santos, vulgo Marquinho, e Vinicius Almeida dos Santos, vulgo Chapadão.

Com a quadrilha os Pms apreenderam 01 espingarda cal 12, 01 espingarda cal .32, 05 munições de cal 12, 04 munições cal .32, 47 buchas pequenas de maconha e 10 petecas de cocaína.

Lavrado o termo de prisão em flagrante, o grupo ficou detido na carceragem da 7ª Coorpin à disposição da justiça.

fonte: fabiorobertonoticias.com.br





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia