O Palhaço Tiririca

Fico impressionado com as coisas que acontecem em nosso país. As leis inferiores contradizem as superiores. A constituição, que é a suprema lei, nos dá o livre direito de expressão já a lei eleitoral nos tira este direito nos obrigando a votar, o voto não é uma expressão?!

O Palhaço Tiririca foi eleito com uma maioria de votos surpreendente, mesmo que tenha sido por protesto, e por ser considerado analfabeto não pode ter seus direitos adquiridos. A constituição não diz que “todos somos iguais perante a lei”, então por que esta distinção? Lembro-me que em priscas eras, no Rio de Janeiro, o ser mais votado era Tião, um macaco do jardim zoológico. Por que será que isto acontece? Por protesto, claro, se somos obrigados a votar vamos protestar, votar nas figuras hilárias.

Acho que se deve olhar as pessoas pelo lado da capacidade, Tiririca pode ser analfabeto, mas não é incapaz se não, não teria chagado aonde chegou. Um dos grandes empresários do norte nordeste do Brasil construiu uma grande rede de supermercados sendo analfabeto, quando foi entregue a seus filhos estudados, graduados deu tudo por água abaixo.

Melhor ter um representante analfabeto capaz, honesto, que um graduado corrupto, ladrão.

Já que estamos no assunto!

Continuo não entendendo nossas leis; se você se nega a fazer um exame de paternidade você é considerado o pai da criança, mas se você se nega a fazer o teste do bafômetro não é considerado bêbado.

Um menor de dezoito anos é considerado incapaz, mas o maior de dezesseis anos pode influir nos destinos do país, ele pode votar.

Certo está um comentário que ouvi há muitos anos atrás:
Brasil se cobrir vira circo se cercar vira hospício.