WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia sufotur secom bahia secom bahia secom bahia sufotur secom bahia


julho 2012
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  






:: 28/jul/2012 . 21:29

Polícia procura suspeito que teria envenenado macacos no Rio

Distritos recebem atenção especial de Jabes e Cacá

Na manhã deste sábado, 28, os moradores de Aritaguá e Sambaituba receberam com entusiasmo o candidato a prefeito da Coligação Por Amor a Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), acompanhado de Cacá (PMDB), candidato a vice. “Os distritos representam comunidades importantes, por isso é preciso tratá-los de maneira responsável, com carinho e cuidado. É fundamental que a educação e a saúde funcionem, e as estradas tenham possibilidade de acesso”, disse o ex-prefeito, que sempre tratou estas localidades com atenção especial e compromisso nas suas gestões.

Visitas a Aritaguá e Sambaituba

Assim como é visível nas visitas aos bairros e morros da cidade, as comunidades mais distantes do centro também não esquecem o trabalho de Jabes.  “Ele foi o melhor prefeito que Ilhéus já teve”, enfatiza Dona Mathildes, 50 anos, moradora de Sambaituba. “Na época de Jabes, aqui tinha uma estrutura melhor. Lembro-me da festa de São João, foram as melhores que já tivemos. Agora, acabaram com tudo. Depois dele, esse distrito regrediu” lamenta.

As obras realizadas em Sambaituba no período em que Jabes foi prefeito não receberam manutenção nos últimos oito anos, e hoje se encontram em situação de abandono. Os estudantes da escola municipal estão fazendo mutirão para reconstruir o muro e parte do espaço físico interno do colégio; a quadra de futebol está completamente destruída e algumas das ruas que foram pavimentadas por Jabes estão repletas de buracos.

 

Aeronaves apreendidas por causa do tráfico serão entregues a estados

Luiz Silveira/Agência CNJ

Aeronaves apreendidas por causa do tráfico serão entregues a estados

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ayres Britto, e a corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, farão nesta segunda-feira (30/7), às 11h, a entrega de 16 aeronaves de pequeno porte para uso compartilhado do Poder Judiciário e das Forças de Segurança Pública de 11 estados brasileiros.

As aeronaves foram apreendidas por tráfico de drogas e serão doadas aos estados do Acre, Amazonas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Rondônia e Tocantins. A cerimônia acontece no hangar da Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de Brasília (Setor de Hangares número 13/14, ao lado do Terminal 2).

Participam da cerimônia os presidentes dos Tribunais de Justiça dos estados que receberão as aeronaves, dirigentes dos órgãos parceiros da Corregedoria Nacional de Justiça no Programa Espaço Livre – Aeroportos, conselheiros e juízes auxiliares do CNJ, entre outras autoridades do Poder Judiciário.  Na ocasião também será lançado um relatório de balanço do programa, com os resultados obtidos desde sua criação, em fevereiro de 2011.

O Programa Espaço Livre – Aeroportos tem como objetivo remover dos aero-portos brasileiros as aeronaves sob custódia da Justiça que estão paradas e sob risco de perecimento. O programa prevê a articulação de ações e esforços do Ministério da Defesa, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), do Tribunal de Contas da União (TCU), do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), do Ministério Público do Estado de São Paulo, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Secretaria Nacional de Aviação Civil e da Infraero.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias

OS NOSSOS CANDIDATOS A VEREADOR

Podemos ver no site do Tribunal Superior Eleitoral os nomes de todos aqueles que almejam uma vaga na nossa Câmara de Vereadores, que são em número de 306, bem como daqueles que querem dirigir os destinos do nosso município, que são 3. Na verdade ninguém ainda está com a candidatura garantida, pois todos estão “aguardando julgamento”.

O site do TSE tem o seguinte endereço www.tse.jus.br . Aparece lá no site não só o nome completo dos candidatos, como o que o TSE chama de nomes para urna.

Vejam a seguir os nomes para urna de alguns dos candidatos a Vereador de Ilhéus que eu achei bem pitorescos:

Soldado Adai Oli, Dalva da Locadora, Carioca da Carreta, Adriana de Nizan, Alex Eletricista, Miss. Ana Paula, Correia Neles, Tonho da Associação, Irmão Vado, Carlos do Bicho, Castanha Sena, Claudio Motoboy, Kareka, Crispim Vidros, Xaréu, Dio, Dora Modas, Jegue, Dinho Gás, Eduardo Vigilante, Jotinha do DETRAN, Beta, Elizeuchico, Ery Bar, Maná, Fabia da Isabele Ruckstein, Fábio Metralha, Flavio Vinho Duarte, Flavio da Auto Escola, Pipo, Irmão Junior, George Profeta, Gil Fogos, Bel do Vilela, Dero, Mama, Capoeira, Iris Oliveira Gui Gui, Kaçarola Motoboy, Ivete do INSS, Jai – Quibe, João Bocão, Jhon Jhon, Saci, Jorge do INPS, Boca de Lata, Almeidinha Meu Fio, Bola do Vilela, Pintado, Zé do Leite, Ronaldo Fé, Sola, Bola Sete, Nogueira o Homem do Queijo, Doutor Jó, Tito do SAC, Vanea Sapucaeira, Ratinho, Luizinho do Salobrinho, Luiz Carlos (ESCUTA), Marcos O Pintor, Lu do Salão, Dirce do DETRAN, Maria Peruca, Isabel da Legião, India ACS, Marinês do São José, Milton Garçon, Pedro da Guarda, Renan das Frutas, Zé Neguinho, Roberto da Rua do Cano, Robinho do Cachorro, Roque do SESP, Papai Noel, Samu, Cacau, Sil, Sossó, Sônia da Sucata, Sonia da Dikas, Keki Sorriso, Alfredo Motoboy, Vera Missionária, Verônica Vel, Irmão Alves Cabeleleiro, Bizunga, Seu Madruga, e Zenaide do SAC.

Pois é, temos candidatos(as) para todos os gostos, de todas as profissões e de várias procedências.

Carlos Mascarenhas
carlos.consultic@gmail.com

VELHOS DISCURSOS, VELHAS PROMESSAS

Não seria de mais valia se os candidatos ouvissem mais, observassem mais e falassem menos?
Pois é, o velho e fraco discurso continua o mesmo.
Saúde, educação, segurança, morros, blá, blá, blá.
Como sou do tempo dos dinossauros, já estou de saco cheio de promessas para os serviços de saúde e educação, seja em nossa cidade, seja em nosso país.
Se as promessas para resolver as pendengas da saúde e educação saíssem do discurso de campanha e se tornasse realidade, com certeza o nosso povo seria menos doente, mais inteligente, com mais consciência política.
Falem menos e comecem a esboçar um roteiro de como acabar com a bagunça na Secretaria de Saúde e na estrutura da educação e, caso seja eleito, promova uma faxina ética nos ditos setores e lembrem-se de que as verbas destinadas à saúde e educação são carimbadas, sagradas, portanto…
Com um povo doente e sem escolaridade torna o país um alvo fácil para a desgraça de um mensalão, de um cachoeira da vida, de um imoral congresso nacional e de uma justiça que passa a mão na cabeça dos verdadeiros malfeitores da nação.
Às vezes bato palmas e vibro com a ação da polícia, mais cheguei à triste conclusão que estas operações apenas servem para humilhar o acusado, com a presença da TV, invasão de domicílio e dispendioso aparato policial. Pra que tudo isso?
Algum cidadão em sã consciência tem conhecimento do resultado dessas operações? Algum acusado já perdeu o patrimônio? Já devolveu recursos aos cofres públicos? Que o diga o juiz lalau e a advogada georgina.
Aqui na nossa cidade temos um imenso processo contra um ex-prefeito (aquele das minas gerais) e ninguém sabe quando será julgado, se será julgado, se o acusado irá devolver alguma coisa.
Por último vem o nosso alcaide, se utilizando de um jornal, para anunciar obras nesses últimos seis meses de vida política, parece até brincadeira, mas é o que está sendo veiculado na mídia.
Nesses cinco anos de desencontros e decepção, quando segundo o próprio a prefeitura não tinha recursos pra nada, de repente, mais do que de repente surge a notícia de inúmeras realizações ao apagar das luzes.
Realmente somos um povo sem saúde, desinformado, sem instrução, carente das indecentes bolsas e dos deboches.
Já existem vários animais em extinção, mas a classe política cresce a cada dia, expondo seus péssimos exemplos, infelizmente.

VOTO não tem preço, TEM conseqüência.

ZÉCARLOS JUNIOR

JONNAS – Um HOMEM menino ou um MENINO homem!!!

MEU NETO, MEU FILHO

Só depois de três meses e 15 dias da sua partida terrena, pude serenamente escrever o significado para mim, do meu neto Jonnas, que se neste PLANO estivesse, estaria hoje, dia 27 de julho, completando 20 anos. Falar dele é falar como pai/avô, que durante este pouco tempo que conosco tivestes, aprendemos muito, só não dávamos conta da sua dimensão e sua MISSÃO que tinhas para cumprir.

Quando criança, quantas vezes o carreguei na “cacunda” para levá-lo à praia. O quanto viajamos juntos, sem ao menos dai-nos trabalho algum. Lembro-me, da nossa última viagem ao Nordeste em 2009, onde assistimos à peça teatral a Ressurreição de Cristo ao ar livre, em Nova Jerusalém – Pernambuco.

Mesmo ainda adolescente (12 anos), já despontava nele a vontade de trabalhar, não importa no quê. Lembro-me, como balconista na cantina da Faculdade de Ilhéus, no período da noite, pois estudava pela manhã. Como Menor Aprendiz no supermercado Meira, do Terminal de Ônibus. Lá estava ele empacotando ou arrumando produtos nas prateleiras e às vezes devido seu porte atlético, era convocado para serviços mais pesados e nunca recusou. Por último foi trabalhar na Top Mil, como agente financeiro, e tudo isso sem esquecer seus estudos, pois cursava Administração à noite, na mesma faculdade que um dia fora balconista, com todo orgulho e dedicação de um profissional, mesmo com pouca idade na época.

Jamais esquecerei os nossos encontros, que ao avistar-me, estivesse onde estivesse fazia questão de “pedir à benção”, beijando a minha mão, coisa quase rara para o mundo de hoje, isso mesmo aos seus 19 anos.

Como não lembrar nosso último encontro, no dia 09 de abril, três dias antes da sua partida para estar com DEUS. Era por volta das 18h30min, parou no portão e apertou a sirene. Dei-me conta e fui ao seu encontro, tirou o capacete, pediu minha benção, e devolveu-me a quantia que tinha tomado por empréstimo. Naquele momento recebi apenas para que ele soubesse o que é COMPROMISSO e RESPONSABILIDADE, mas na verdade nem era preciso, eu já o conhecia bastante. Fiz este gesto para depois entregá-lo no domingo, mas não houve mais tempo, pois ele nos deixava materialmente naquela quinta-feira do dia 12.

Como sempre eu fui bem humorado e ele também, nesse nosso último encontro, ainda brinquei com ele, onde eu dizia: Cuidado você tem 19 anos e daqui há três meses você irá fazer 20 anos, que foi a idade que eu tinha quando seu pai nasceu, e você também nasceu quando seu pai tinha 20 anos, e como você já namora firme há mais de dois anos, tome cuidado que eu não quero ser bisavô aos 60 anos e seu pai avô aos 40 anos. Ele deu muita risada e disse-me: Meu avô os tempos são outros…

Para falar sobre meu neto daria um livro, por tudo que ele foi e os fatos que aconteceram impressionantes após sua partida. Mas, quero apenas complementar citando algumas de suas maiores virtudes: Tinha um modo de pensar independente da opinião pública, era tranqüilo, calmo, paciente e não se desesperava. Vivia com simplicidade, não desprezava nenhum ser humano, não era vaidoso e amava a natureza, principalmente o mar. Como não andava atrás de aplausos, jamais se sentia ofendido, vivia dentro do seu próprio isolamento espiritual, sem ser frio, pois amava, sofria e sabia compreender. Por fim, tinha mente de homem, mas o coração de menino.

Meu neto, que neste NOVO PLANO que estais, lembre-se que aqui na terra cumpristes a tua MISSÃO, para qual foi designado pelo CRIADOR.

Com Saudades,
Seu avô – Rezende

PSICOMUNDO – DIA DO AGRICULTOR

Elevamos os nosso mais profundo agradecimento e carinho aos homens dos campos. Hoje dia 28 de JUNHO de 2012, “DIA DO AGRICULTOR”, queremos expressar aos nossos estimados amigos agricultores nosso carinho e apreço. Todos esses agentes que atuam lavoura, seja lá qual for, desde quando tragam reais benefícios à nossa população, produzindo, muitas vezes de forma anônima, nos ajudando no progresso social, dando empregos e nos oferece através das suas incessantes lutas, também a nossa alimentação através dos frutos que produzem nos campos.

Os agricultores chamados pelos mais variados termos na sua modesta profissão como camponês, lavrador, agricultor de subsistência, pequeno produtor, agricultor familiar. A sua evolução social e as transformações sofridas por esta categoria são consequências de uma nova situação deste incansável trabalhador de fundamental relevância para o desenvolvimento do nosso País.

Existem dois projetos para o campo com focos diferentes no Brasil. O primeiro prevê a expansão da produção agropecuária e o segundo, enfatiza aspectos ambientais e sociais do processo de desenvolvimento, com que se denomina sustentabilidade da expansão rural, equilibrando condições sociais, econômicas e ambientais.

Não podemos deixar de lado as invasões de movimentos criminosos, destruindo uma classe que estão sempre buscando a força do progresso e o bem-estar da nossa população, mormente, a gente pobre. Precisamos orar muito por essas almas penadas que estão incorporadas nesses tipos de indivíduos, manipulando neles mesquinhos pensamentos de destruição de seres humanos proprietários de propriedades rurais que dão a vida trabalhando.

Eduardo Afonso – 73 8844-9147 – Ilhéus-Bahia

É prataaaaaaaaaaaa!

Thiago Pereira espetacular nos 400 m Medley, prova onde o norte americano Lochte desbancou Michael Phelps.
Thiago foi surpreendente. Saiu de quarto na classificatória para primeiro. Vamos Brasil!
Bruno Soares e Marcelo Melo venceram dupla amaricana no tenis e seguem disputando.


Alberto Barretto Kruschewsky
Professor Ms. Educação Física
DCS/Universidade Estadual de Santa Cruz/Uesc
(36323956/99667204)

DIA 15 / APOSENTADOS EM BRASILIA

A Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas – COBAP, e suas federações, tem a satisfação de convidar o ilustre companheiro a participar deste grandioso e histórico manifesto de rua, que será realizado no dia 15 de Agosto (quarta-feira), na capital Brasília/DF.
Horário/Local: 15h Concentração em frente ao Anexo II da Câmara Federal;
Programação: 18h Saída em caminhada rumo à Praça dos Três Poderes (Vigília até o dia seguinte).
JUNTE-SE A NÓS, A LUTA É DE TODOS.

Alcides dos Santos Ribeiro – Presidente
FAPEMS – Fed.das Assoc.dos Apos.e Pens.do Estado do Mato Grosso do Sul
67-9983 8267
www.fapems.wordpress.com
http://www.facebook.com/FAPEMS

Olimpíada é ouroooooooooooooooooo

Alberto Kruschewsky

Alberto Kruschewsky

por Alberto Kruschewsky*
Espetacular as atuações e medalhas de Sarah Menezes (ouro) e Felipe Kitadai (Prata) no Judô.
Falei que o judô ia nos dar alegria, mas Felipe estava fora da minha previsão. Mostraram que vale a pena acordar as 05:00hs para acompanhar o judô, diariamente.
Só para refletirmos, Sarah ganha 3.000,00 reais e Felipe Kitadai 1.600 reais/mês. Juntos, já superaram o Futebol Masculino, com orçamento milionário para um bando de pagodeiros. Taí uma medalha que é obrigação,o futebol masculino, mas que não comemorarei, pois é uma vergonha o que o Brasil tem investido para promover Neymar e companhia.

Sarah / Foto: UOL

Felipe / Foto: UOL

O Futebol Feminino venceu, sem convecer, a Nova Zelândia por 1 x 0.
Anota aí o que ainda temos de Brasil nesse sábado em Londres:
-Neste momento está acontecendo o Volei de Praia com Duplas Brasileiras na areia.
16:00: Basquete Feminino (Brasil X França)
18:00: Volei Feminino (Brasil X Turquia)
Vamos Brasiiillllllllllllllllllll!
*Alberto Barretto Kruschewsky
Professor Ms. Educação Física
DCS/Universidade Estadual de Santa Cruz/Uesc
(36323956/99667204)

Ex-presidente do STF diz para ÉPOCA que imprensa não tomou partido contra réus do mensalão

Carlos Velloso discorda da declaração do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Barros que réus do mensalão foram prejulgados e declara que é contra o foro privilegiado

 SÁBADO, 28 DE JULHO DE 2012 – Em entrevista para ÉPOCA, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal , Carlos Velloso, declarou que o foro privilegiado, que impede que determinadas autoridades sejam julgadas por tribunais comuns devia ter sido extinto.  “O Supremo e os demais Tribunais Superiores não têm vocação para julgar ações penais, fazendo às vezes do juiz de primeiro grau”, para Velloso essa situação pode interferir na percepção de condescendência do STF com os políticos e na morosidade de processos importantes como o mensalão.
 
Sobre as declarações do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Barros de que a imprensa já tomou partido contra os réus do mensalão, Velloso discorda. “Não, a imprensa não tomou partido. A imprensa está, simplesmente, noticiando livremente. Nesse sentido, ela se põe como pulmão da sociedade. Ai deste país não fosse a imprensa livre! Quanta coisa ficaria encoberta”, afirma.
 
Outro destaque da entrevista, é que Velloso acredita que o Supremo julgará o processo do mensalão tecnicamente e, por isso, pode resultar absolvições e condenações de grau mínimo, porque os réus são primários e não têm antecedentes criminais. “Aos olhos da sociedade, pode parecer condescendência do Tribunal com os políticos, o que é lamentável”, acredita o ex-presidente do Supremo.
 
A revista ÉPOCA chega às bancas neste sábado (28/07).

O PÃO DA MULTIDÃO E A VOZ DA IGREJA

Dom Mauro Montagnoli / Bispo diocesano de Ilhéus

Dom Mauro Montagnoli / Bispo diocesano de Ilhéus

Muitas vezes ouvem-se críticas à ação social da Igreja e, muito mais, às sua declarações sobre a política econômica. Julga-se que a Igreja não deve tocar em assuntos “temporais”, mas ocupar-se com o “espiritual”. Mas a violência, a impunidade, a falta de saúde e educação, a fome de grande parte da população não dizem respeito ao Reino de Deus que Jesus veio anunciar e inaugurar e que a Igreja tem como missão atualizar?

O evangelho de Marcos descreve a chegada de Jesus diante da multidão: compadeceu-se deles, porque eram como ovelhas sem pastor. E começou a ensinar, com a conseqüência que, no fim do dia, teve de alimentar a multidão. (cf. Mc 6,30-34)

O evangelho de João descreve esse gesto de Jesus de maneira mais elaborada, dentro do contexto do “sermão do Pão da vida”. (cf. Jo 6,1-15)

A maneira em que João apresenta a multiplicação dos pães salienta que Jesus não agiu surpreendido pelas circunstâncias (a hora avançada), mas porque ele quis apresentar pão ao povo (Jo 6,5-6) — para depois mostrar qual é o verdadeiro “pão”. Em Mc Jesus manda os discípulos distribuir o pão (exemplo para a Igreja). João diz que Jesus mesmo o distribui, para acentuar que o pão é o dom de Jesus. E no fim, o povo quer proclamar Jesus rei (messias), mas Jesus se retira, sozinho, para a montanha (Jo 6,14-15).

Esse gesto de Jesus é muito significativo. Jesus não veio propriamente para distribuir cestas básicas e ser eleito prefeito, para resolver os problemas materiais do povo. Isso é apenas “sinal” que acompanha sua missão. Para resolver os problemas materiais do povo há meios à disposição, desde que as pessoas ajam com responsabilidade e justiça. Mas para que isso aconteça, é preciso algo mais fundamental: que conheçam o Deus de amor e justiça que se revela em Jesus.

A preocupação social da Igreja deve pautar-se por essa linha. Para resolver os problemas econômicos e sociais não é preciso vir o Filho de Deus ao mundo. Os meios estão aí. O Brasil rico; é só ter pessoas justas, sensíveis às necessidades do povo, para bem gerenciar essa riqueza . A missão da Igreja é em primeiro lugar colocar os responsáveis diante da vontade de Deus assim como Jesus fez. E criar uma comunidade em que as pessoas vivam como Jesus ensinou.

Isso não significa pregar ingenuamente a “boa vontade”, sem fazer nada que obrigue as pessoas a pô-la em prática. Somos todos filhos de Adão, portadores de pecado desde a origem. A boa vontde de usar bem os meios econômicos segundo a justiça social precisa de leis que funcionem, de mecanismos econômicos e de “estruturas” que os reproduzam, para amarrar essa boa vontade a realizações concretas.      Não é o papel da Igreja inventar e implantar tais mecanismos, assim como Jesus não se transformou em fornecedor de pão e de bem estar. Mas a Igreja tem de mostrar o rosto de Deus, que é Pai de todos e deseja que nos tratemos como irmãos. E para isso ela não pode deixar de apontar quais são as responsabilidade concretas.

Dom Mauro Montagnoli

Bispo diocesano de Ilhéus





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia