A Segunda Palhasseata ganhou mais um reforço. O Circo da Lua garantiu apoio ao evento, que acontecerá em Ilhéus na manhã do dia 08 de dezembro. No último dia 16, os circenses argentinos Mateo e Ivana estiveram reunidos com Grupo Teatral Maktub para acertar os detalhes da participação. “Negociamos o oferecimento de mini oficinas de artes circenses, como malabarismo, tecido e trapézio, para os envolvidos na organização do evento”, informou o diretor do Maktub, Fábio Nascimento.

Além do Circo da Lua, que está montado em Serra Grande, a Segunda Palhasseata de Ilhéus conta também com o suporte de grupos e artistas da região. O Teatro Popular de Ilhéus, Cia. Boi da Cara Preta, Grupo Teatro Total, Cia. Casa Aberta e Palha Assada são os parceiros já confirmados. E os palhaços Tremendão, Linguiça e Goiabada reforçam a equipe.

A programação da Segunda Palhasseata de Ilhéus começa no dia 1º de dezembro, com um ciclo de conferências e mini oficinas para os artistas organizadores. Além do Circo da Lua, haverá as palestras “O Sentido Cômico do Clown”, com Malu Mendes, e “Pantoaula – uma aula viva de pantomímica”, ministrada por Pawlo Cidade.

Na véspera em que os palhaços irão marchar pelas ruas do Centro de Ilhéus, às 19 horas do dia 07 de dezembro, acontecerá a abertura oficial do evento, com o espetáculo Cinema Incidental, exposição fotográfica Dias de Palhaço, intervenções do Circo da Lua e apresentação da peça Homens ajudam homens?.  O local será a Casa dos Artistas de Ilhéus.

E na manhã de sábado (08), a alegria circense será levada às ruas de Ilhéus. Às 9 horas, os artistas saem em marcha pelo Centro da cidade, com apresentações de diversos números cômicos e circenses. O encerramento da passeata irreverente será com o Festival de Tortas na Cara, ao meio-dia.

Os interessados em participar da Segunda Palhasseata só precisarão colocar seu nariz de palhaço e trazer um brinquedo para doação. O material arrecadado será destinado ao show de brinquedos promovido pelo ator Wallace Reys, o palhaço Linguiça, que acontece durante o Natal no bairro São Pedro, em Itabuna. A iniciativa é patrocinada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, premiada pelo edital do Calendário das Artes.