WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia embasa


dezembro 2012
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  








Audiência pública para criação de RVS reuniu produtores do sul da Bahia em Coaraci

Com o intuito de discutir a implantação do Parque Estadual das Nascentes do Almada e Serra do Corcovado e a criação do Refúgio de Vida Silvestre (RVS) das nascentes do Almada foi realizada ontem (10), no município de Coaraci, uma consulta pública, promovida pela Secretária Estadual do Meio Ambiente (SEMA), através do INEMA.

Na oportunidade foram apresentados os estudos realizados na região para a implantação da Unidade de Conservação que visa incluir parte dos municípios de Almadina, Floresta Azul e Ibicaraí, num total de 13.484 hectares. A proposta de criação do Refúgio irá ampliar a proteção dos recursos naturais, inclusive a nascente do Rio Almada localizada na Serra do Sete Paus.

A audiência mobilizou diversos produtores da região, que com ânimos exaltados, destacaram a preocupação com as propriedades que estão situadas na área de abrangência do projeto. De acordo com a agricultora Maria do Carmo, da Serra do Corcovado, a intenção de todos é preservar com sustentabilidade, no entanto, desapropriar os agricultores familiares poderá agravar o problema social da região.

As propriedades existentes dentro dos limites do Parque Estadual das Nascentes do Almada e Serra do Corcovado que possuam titulação, de acordo com a proposta do governo, serão desapropriadas e indenizadas por meio da regularização fundiária. Já as propriedades particulares localizadas dentro do RVS não serão desapropriadas, desde que seus donos sigam as normas estabelecidas pela legislação.

O secretário de agricultura e reforma agrária de Coaraci, Venâncio Leal, destacou a importância da preservação e a preocupação do município em garantir aos produtores novas áreas de produção. “Nós estamos querendo um equilíbrio entre as duas questões, que atenda tanto ao meio ambiente, quanto os agricultores”, concluiu Leal.

Fonte: Mercado do Cacau

4 respostas para “Audiência pública para criação de RVS reuniu produtores do sul da Bahia em Coaraci”

  • marcello says:

    Sr.editor o fato é que Jacques Wagner sabe hoje de nosso maior BEM que são os MINÉRIOS encontrados nestas fazendas. Sabemos que a VALEC é uma empresa manipulada e associada à SEMA e ao INEMA querem nos expulsar alegando gestos nobres de conservação ambiental.As politicas de Coaraci e Ibicaraí também são petistas. Fazem parte do golpe tipo lobos em peles de cordeiros. Precisamos nos unir para botar estes aproveitadores para longe da Bahia …(cortado/Rabat errou nome e função)… Necessitamos de credito para continuarmos o nosso trabalho e manter a luta pela sobrevivência com o mérito de sempre.

    • NORMA says:

      AMIGO VC ESTA CERTÍSSIMO, SABEMOS QUE NOSSA REGIÃO E RICA Ñ SOMENTE EM MINÉRIOS DE FERRO ,MAS MUITOS OUTROS TIPOS DE MINERAIS.ESTES PETISTAS ESTÃO QUERENDO TIRAR NOSSA HERANÇA SECULAR QUE FOI HERDADO DE NOSSOS FAMILIARES USO E FRUTO. NÃO PODEMOS ACEITAR MAIS ESSA CORRUPÇÃO OU SEJA ESTE ROUBO A MÃO ARMADA EM NOSSO PAIS.TEMOS QUE NOS UNIR E IR A LUTA, Ñ IREMOS ACEITAR PERDER NOSSAS TERRAS A PREÇO DE BANANA,PARA FAVORECER A RIQUEZA DO PT.

  • NORMA says:

    TENHO VERGONHA DE SER BRASILEIRA.ISSO E UM ASSALTO A MÃO ARMADA AOS AGRICULTORES QUE OBTIVERAM SUAS TERRAS DE USO E FRUTO DE SEUS PAIS E FAMILIARES, MUITAS VEZES SECULAR.ESSAS TERRAS SÃO AS MAIS RICAS DO BRASIL, EM TODOS OS TIPOS DE MINERAIS E BIODIVERSIDADES.VCS QUEREM DESAPROPRIAR A PREÇO DE BANANA P/ AUMENTAR SUAS RIQUEZAS.

  • Eloy Fenker says:

    Historicamente nunca se pagou por desapropriação ambiental no Brasil! o Governo Federal, por exemplo, deve algo como 2,5% (!) do território nacional, cerca de 20 milhões de hectares! não tem um único centavo no caixa e jamais pagará! vão expulsar vocês, pressionar, e deixar abandonados.O Governo da Bahia, pois sua vez, anda no mesmo ritmo! ouve-se muitas notícias de estrangeiros visitando as terras loucos para tomar conta e iniciarem a extração de minérios, que existem em abundancia na região. Cabe ao Ministério Publico Estadual, Promotor sério, tomar a iniciativa de verificar tudo isso e evitar uma tragédia. As audiências são meramente formais, informativas, sem poder de deliberação, só para comunicar que vocês estão abandonados, e que os políticos já aprovaram tudo…geralmente a partir de laudos encomendados previamente para pessoas de “confiança”. Tudo armação para tomar as terras de vocês, sem indenizar o preço justo( como se indenização pudesse reparar o mal que fazem).

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia