WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia embasa secom bahia embasa


Janeiro 2013
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  






:: 22/jan/2013 . 20:58

Alfredinho

contra foto 22 01 2013 educação povo

Demósthenes Berbert de Castro

“Em novembro de 1985 foi instituída a Comenda do Mérito de São Jorge dos Ilhéus, destina-se a agraciar pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou internacionais, que tenha contribuído para o desenvolvimento do município de Ilhéus ou de seu povo; ou que, por mérito, se tenham tornado dignas do reconhecimento do poder Executivo Municipal.”
Demósthenes Berbert de Castro (Demosthinho) foi a primeira pessoa a ser agraciada com a comenda, entretanto, faleceu antes da outorga.
A Comenda será recebida “in memoriam” nesta sexta-feira, 25 de janeiro, no Salão Nobre do Palácio Paranaguá às 9:00 horas da manhã. Este é o início das comemorações do seu centenário de nascimento.


Alfredo Amorim da Silveira.

Prefeitura de Itabuna

capa 04  f
Prefeitura de Itabuna negocia salários em atraso com servidores
Comerciantes de Itabuna terão acesso aos processos licitatórios
Contribuintes do Simples terão desconto no alvará em Itabuna
Escolas municipais serão reformadas em Itabuna
Prefeito Vane reúne-se com ministros em Brasília

:: LEIA MAIS »

PRESTAÇÃO DE CONTAS AFC – CEPLAC ILHÉUS.

Prefeitura de Ilhéus

capa_2f_
Prefeitura de Ilhéus adota medidas emergenciais em centrais de abastecimento
Secretária de Saúde de Ilhéus eleita diretora da região macro sul do Cosems
Prefeitura de Ilhéus encontra dívida de mais de R$ 5 milhões com consignados

:: LEIA MAIS »

Teatro, artes plásticas e música nesta semana na Casa dos Artistas

O Teatro Popular de Ilhéus traz uma programação eclética para esta semana. Na quinta-feira (24), tem Auto do Boi da Cara Preta a partir das 18 horas, em frente à Casa dos Artistas. Às 20 horas de sexta-feira (25), será a vez da sátira em cordel Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito. No sábado (26), o artista plástico Arthur Campelo abre sua exposição de pinturas, às 18 horas. E, mais tarde, tem dois shows de bandas independentes no projeto Sábado Sim.

A alegria dos festejos populares sempre contagia quem assiste ao musical da Cia. Auto do Boi da Cara Preta. Apesar de ser voltada ao público infanto-juvenil, Auto do Boi da Cara Preta agrada todas as idades com a dinamicidade e colorido do festejo do bumba meu boi. O texto é de Romualdo Lisboa, direção musical de Elielton Cabeça e direção geral de Tânia Barbosa. A apresentação desta quinta-feira será gratuita.

Em cartaz desde 2006, Teodorico Majestade nunca perde seu caráter atual. Mostrando o lado ridículo dos bastidores da corrupção política, a comédia do Teatro Popular de Ilhéus diverte e provoca reflexão no público. O texto e a direção são assinados por Romualdo Lisboa. A classificação indicativa é 14 anos e os ingressos custam R$ 10 e R$5.

A partir deste sábado e durante o mês de fevereiro, o estudante da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, Arthur Campelo, apresenta um conjunto de 10 quadros, na Casa dos Artistas. As pinturas abordam a figura feminina e faces humanas. Segundo o artista, suas principais influências são Picasso, Carybé e Pollock. O coquetel de lançamento será restrito a convidados, mas a visitação a partir da próxima semana será gratuita.

Após o lançamento da exposição de pinturas, acontece o projeto Sábado Sim, com shows de duas bandas independentes da região. Às 20 horas, Dr. Imbira e Mendigos Blues garantem um rock de primeira qualidade. As entradas custam R$ 10 e R$5.

Maria Regina Canhos Vicentin em: Trabalho infantil

Sou a favor do trabalho infantil! Antes de me apedrejar, por favor, procure entender minha argumentação. Lógico que precisamos levar em conta qual o tipo de trabalho que a criança ou adolescente irá exercer. Não sou favorável a trabalhos forçados nem minas de carvão, muito menos pedreiras ou lavouras de cana de açúcar. Esses ofícios costumam ser desumanos até para adultos. Penso é que crianças e adolescentes ociosos correm o sério risco de enveredar para o crime, as drogas, os vícios e manias como videogames, fliperamas, internet, entre outros. Conheço inúmeras crianças e adolescentes viciados nesses jogos eletrônicos. Passar horas a fio em frente a um computador pode. Auxiliar em algumas tarefas domésticas ou remuneradas não pode. Algo está errado.

Se as crianças ou adolescentes tiverem um tempo para estudar e brincar, que mal há em exercerem alguma atividade laborativa? É uma forma de se manterem afastados da rua e das más companhias. É um meio de entrarem em contato com o exercício de sua cidadania. Ou será que só nos interessa os reconhecermos graduados em sexo e banalidades?

:: LEIA MAIS »

Associação de Moradores do Bairro Hernani Lopes de Sá

Associação de Moradores do Bairro Hernani Lopes de  Sá

“GRUPO PRÓ-URBIS”

 COMUNICADO URGENTE  EM   22/01/2013

Prezados Moradores do Hernani Sá  e  Bairros Adjacentes;

A Diretoria executiva Informa que, devido o cancelamento do carnaval oficial de Ilhéus, proferido pelo Prefeito JABES RIBEIRO,  a  Associação de Moradores do Hernani Sá (Urbis I e II), não organizará o carnaval do bairro neste ano de 2013,   Ficando assim,  a expectativa do Hernani Sá Folia  para  2014.

 Atenciosamente,

 Jorge Tinga     e     Paulo Carmo  

Relações Públicas da Associação de Moradores do Hernani Sá

HISTÓRIAS DE UM ILHEENSE

por Tomé Pacheco

NA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL E PENITENCIÁRIA FEMININA –III

Tomé Pacheco

Continuo aqui nesta História de um Ilheense a terceira parte de minha passagem pela Federação Paulista de Futebol e pela Penitenciária Feminina.

Em Caraguatatuba

O juiz da partida era eu. O jogo se dava pela segunda divisão entre o Caraguá e o ADC Guarulhos. O jogo desenrolava-se duro quando o  Caraguá fez 1 a 0. Daí então bastava cair um jogador, não importava de qual equipe, para um senhor chamado João, massagista do time da casa (do Caraguá), entrar em campo para fazer cera. Eu então o adverti: “Só entre em campo quando eu autorizar”. O sujeito, assim como pagando pra ver, não deu bola. Num lance o volante do time do Caraguá caiu em campo e o seu João de prima, adentra o gramado sem minha autorização, e perto do atleta contundido baixou a mala de medicamento. Ah, bicho, eu peguei essa mala e já de saco cheio com aquele abuso, fui até a arquibancada e, joguei no meio da torcida. Aí foi um “Deus nos acuda”! Em seguida chamei o policiamento e pedi que retirasse o seu João de campo. Rapaz, o cara saiu de campo tirando dos cachorros e botando em mim. Mas não teve jeito: ficou sem a sua mala de massagem.

Em Monte Aprazível

:: LEIA MAIS »

PONTAL – OLIVENÇA (UMA EXTENSÃO NO PASSADO)

Antes de 1957 a Tororomba, tinha apenas um rio que levava o mesmo nome, e nas mesmas mediações de hoje. Nesta época era uma organização impar, pois havia horário para que os homens e mulheres tomassem seus banhos diários e desfrutassem da água medicinal doada por DEUS, àqueles nativos e habitantes.

 Foto: 1967


Foto: 1967

Já em 1957, um grupo de homens, que a “memória” não me traia, mas posso afirmar que fazia parte deste grupo: A família Lourival Mendonça, Moisés Oliveira, David Melgaço, Élvio Magalhães, Bezerra, e…, liderado por Laudelino Rezende Mendonça. Um sergipano com “sangue nas veias”, que teve a iniciativa de juntar o progresso com o sustentável, realizando o primeiro desmatamento da Mata Atlântica, neste local, para não só desfrutar da beleza, como também, uma forma de melhorar o acesso aos moradores do lugar, com um banho mais digno.
Neste local aberto, foi construído um tipo de barragem de pedras e concreto, mantendo o reservatório com o fundo natural em arreia, e uma saída da água, como é até hoje, para que não ficassem represadas, águas sujas, como acontece atualmente com as piscinas residenciais e comerciais.
Lembro-me, perfeitamente das vezes que íamos para a piscina da Tororomba, em função da maré, não dá condições de tráfego pelas praias, em cima de caminhões, que vinham do Acuípe, Sapucaieira e adjacências, com destino ao Pontal.

:: LEIA MAIS »

Alfredinho

contra foto 22 01 2013

FRASE DE EFEITO

Lembro que, quando criança, ia com meus pais toda semana a um supermercado onde, do lado de dentro, em letras grandes pintadas na parede, tinha uma frase que me chamava a atenção e sempre me fazia ficar uns minutos parado, lendo-a e refletindo, enquanto meus pais iam pegar o carrinho para as compras: “LUGAR LIMPO NÃO É O QUE MAIS SE VARRE, É O QUE MENOS SE SUJA”. Isso há coisa de 40 anos atrás. Não, naquela época ainda não se falava em preservação do meio ambiente e ecologia como se fala e se pratica hoje. Certamente era o dono do supermercado insatisfeito com a sujeira que deixavam à sua porta e imediações. Mas aquela frase marcou, a ponto de me orgulhar em dizer que, por causa dela, ainda criança, passei a não jogar mais papel de bala nem qualquer outro tipo de embalagem ou detrito nas ruas. Num futuro próximo dali, a mesma frase foi de grande utilidade para despertar em mim a consciência sobre a importância das questões ambientais.
Da mesma forma que essa simples frase me serviu de exemplo, deve ter servido a outras crianças, adolescentes e adultos daqueles tempos. Por mais que décadas tenham se passado, a tal frase continua bem atual e cabe como uma luva diante da situação que vivemos em Ilhéus no que tange à problemática do lixo nas ruas. Seria uma boa, frases desse tipo estampadas em locais públicos de grande concentração de pessoas como parte de uma campanha de conscientização ao povo em manter a cidade limpa. Garanto que comigo funcionou.

Nilson Pessoa





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia