WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2021
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






:: 8/out/2021 . 23:08

DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE

1) 61 ANOS DE JOSÉ LEITE EM ILHÉUS.

2) NOSSA HOMENAGEM PARA UM GRANDE ILHEENSE.

3) CDL DE ILHÉUS 47 ANOS DE HISTÓRIA (6ª PARTE)

4) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA. :: LEIA MAIS »

FIEB promove cursos online com foco no mercado exterior

A Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) está com inscrições abertas para duas capacitações online que serão realizadas no mês de outubro, sobre temas relacionados ao comércio exterior.

A primeira delas acontece nos dias 13 e 14, das 15h às 18h, e vai apresentar os custos relacionados à importação. Com carga horária de 6 horas, o curso Custos Pertinentes à Importação será online, ao vivo. A capacitação será ministrada pela economista Gilda Zimmer, que tem mais de 20 anos de atuação na área de comércio exterior.

Consultora pela FIERGS e SEBRAE Nacional nas áreas de Comércio Exterior, Marketing, Planejamento e Internacional, Gilda Zimmer vai abordar temas como termos internacionais de comércio – Incoterms 2020, análise cambial e impactos na formação do custo de importação e regimes aduaneiros especiais na importação.

Já nos dias 27 e 28, das 15h às 18h, a especialista Marlise Alves Silva vai ministrar um curso online, ao vivo, sobre Marketing Internacional. Pós-graduada em marketing de serviços, ela vai explicar como as empresas podem utilizar as ferramentas de marketing para iniciar ou ampliar sua participação no mercado internacional.

Os interessados podem efetuar a inscrição pelo site da FIEB (www.fieb.org.br), onde encontram mais detalhes sobre os cursos e a plataforma onde serão realizados. O investimento é de R$220 (duzentos e vinte reais). Para associados do CIEB e empresas sindicalizadas o investimento é de R$190 (cento e noventa reais). Mais informações pelo telefone (71) 3343-1359 ou pelo e-mail cin-fieb@fieb.org.br.

As capacitações online fazem parte de um programa de cursos a distância desenvolvido em parceria entre os Centros Internacionais de Negócios de 11 estados e do Distrito Federal.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Estado destina R$ 124 milhões para construção de mais 11 escolas em tempo integral

O Governo do Estado destinou mais R$ 124.355.649,26 para a construção de mais 11 novas escolas de tempo integral na Bahia, conforme publicações no Diário Oficial do Estado, nesta sexta-feira (8). Os recursos também serão empregados na modernização de escolas existentes. Este montante faz parte dos mais de R$ 2 bilhões que estão sendo investidos pelo Estado na requalificação da rede física escolar e envolve a instalação de novos equipamentos, como laboratórios, bibliotecas, quadras de esportes cobertas e campo society, além da construção dos Complexos Poliesportivos Educacionais, para fortalecer as aprendizagens no contexto da Educação em Tempo Integral.

Dos valores publicados no DOE, R$ 47.580.340,52 são para a construção de três unidades escolares de tempo integral nos municípios de Porto Seguro e Barra do Choça. Outros R$ 53.254.373,39 serão para a construção de novas unidades escolares em sete municípios. Ainda no D.O consta o investimento de R$ 20.865.935,35 para a construção de nova escola em Nilo Peçanha e ampliação com modernização da infraestrutura das unidades escolares nos municípios de Gandu, Ibirataia, Ipiaú, Ituberá e Presidente Tancredo Neves. Também haverá um investimento de R$ 2.655.000 para elaboração de projetos básicos e executivos que servirão de base técnica na execução de obras de novas unidades escolares, manutenção, ampliação e modernização de escolas.

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) também publicou um aviso de licitação para a contratação de empresa especializada para a execução da obra de modernização das unidades escolares localizadas no município de Jequié.

A construção de escolas de Educação em Tempo Integral também faz parte da política de expansão da oferta desta modalidade na rede estadual de ensino, por meio do Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira. A iniciativa tem o objetivo de elevar os níveis de aprendizagem, através da ampliação da jornada escolar dos estudante ; e fortalecer o desenvolvimento humano e social dos estudantes, por meio de ações que propiciem a diversificação do universo de experiências educativas articuladas com as áreas do conhecimento; além de contribuir para a melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido.

A Secretaria da Educação do Estado iniciou a implantação da Educação Integral em 2014 e a meta é atender a mais de 25% da rede com esse modelo de oferta até 2026, garantindo à juventude uma série de oportunidades que envolvem esporte, educação científica, artes e cultura.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Ano letivo da rede estadual migrará para aulas 100% presenciais no dia 18 de outubro

A partir do dia 18 de outubro, as escolas da rede estadual de ensino da Bahia passarão para a terceira fase do ano letivo continuum 2020/21, com as aulas 100% presenciais. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta sexta-feira (8), durante agenda no município de Floresta Azul, no sul baiano.

“As escolas estão no modelo híbrido, mas na segunda-feira, dia 18, voltaremos com as aulas 100% presenciais. Até lá, temos mais uma semana para finalizar a preparação e organização para esse retorno”, explicou Rui.

O ano letivo continuum 2020/21 na rede estadual de ensino começou no dia 15 de março e migrou para o híbrido, com aulas semipresenciais, no dia 26 de julho para o Ensino Médio e no dia 9 de agosto para o Ensino Fundamental. Como preparação para as aulas semipresenciais, as escolas da rede estadual passaram por adequações dos protocolos de biossegurança, com investimentos da ordem de R$ 305 milhões, disponibilizados para reforma, manutenção e adequações.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou que novos recursos foram destinados para as escolas, no mês de agosto, visando as aulas 100% presenciais. “Foram destinados R$ 250 milhões, do Tesouro Estadual, para as escolas pelo Programa Retorno Escolar Seguro [PRES]. Os recursos transferidos à conta da Caixa Escolar visam a cobertura de despesas de custeio e capital até o final do ano letivo, voltados à manutenção física e pedagógica das unidades escolares, conforme o protocolo de biossegurança”, afirmou.

A Secretaria da Educação do Estado também investiu R$ 6,1 milhões na aquisição de fardamento escolar e distribuiu 2 milhões de máscaras, via doação da Secretaria do Planejamento (Seplan), para a distribuição nas escolas.

De acordo com a secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, dentre os parâmetros essenciais para o retorno das atividades letivas no modelo presencial, analisa-se o avanço da vacinação e as taxas de mortalidade, incidência e ocupação de leitos de UTI exclusivos para o tratamento da Covid-19. “Neste cenário, a Bahia já vacinou mais de 10 milhões de pessoas com a primeira dose ou dose única, perfazendo mais de 80% da população com 12 anos ou mais, que está estimada em 12,7 milhões. Também temos a segunda menor taxa de mortalidade do Brasil e a sexta menor incidência, com taxas de ocupação de leitos de UTI abaixo de 30% de modo sustentado”, avaliou Paim.

Nova rotina

Toda a comunidade escolar também se adaptou à nova rotina de atividades letivas, que ocorrem de segunda a sábado. Ao entrar na escola, com uso obrigatório de máscaras, os estudantes têm suas temperaturas aferidas por um funcionário da unidade. Eles também são direcionados para fazer a higienização das mãos, em pias disponíveis nos colégios, ou por meio dos dispensers de álcool em gel 70%, instalados em locais estratégicos e de fácil acesso.

O ano letivo continuum 2020/21 na rede estadual de ensino segue até o dia 28 de dezembro.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Estudantes baianos participam de competição nacional de robótica

Sete equipes da Rede SESI Bahia de Educação estão na etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica.

Nove equipes baianas participam da etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece entre os dias 11 e 15 de outubro. Entre elas, sete são da Escola SESI dos municípios de Salvador, Feira de Santana, Barreiras, Ilhéus, Juazeiro e Vitória da Conquista. Pelo segundo ano consecutivo, a competição será realizada em ambiente virtual, pelo simulador sBotics.

Os estudantes têm como desafio programar robôs para realizar, de forma autônoma, o resgate de vítimas de um desastre. As equipes baianas participam das disputas em duas categorias: na N1 competem alunos do 6º ao 8º ano do ensino fundamental. Já na N2, a disputa acontece entre alunos do 9º ano, do ensino médio e técnico.

A disputa do N1 acontece no dia 12 de outubro, com 87 equipes. Nesta categoria participam as equipes Athonsquad (Escola SESI José de Carvalho Filho, de Feira de Santana), Redragon (Escola SESI João Gilberto, de Juazeiro), Chronos (Escola SESI Comendador Bernardo Martins Catharino, Salvador), Atomozinhho (Escola SESI Ignez Pitta de Almeida, de Barreiras) e Sacramakers (Colégio Nossa Senhora de Fátima, de Vitória da Conquista).

Já a competição do N2 será no dia 13 de outubro, com 94 equipes. As equipes baianas que participam desta categoria são: Darkmode (Escola SESI Anísio Teixeira, de Vitória da Conquista), Quimera (Escola SESI Adonias Filho, de Ilhéus); Hydra (Escola SESI Djalma Pessoa, de Salvador) e Salvador Viper 3 (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA – Campus Salvador).

Dez equipes de cada categoria se classificam para a final da Olimpíada Brasileira de Robótica, que acontece no dia 14 de outubro, com transmissão ao vivo pelo canal da OBR no Youtube.

Além de incentivar e divulgar a robótica no Brasil, a OBR tem como objetivos estimular os jovens a ingressarem em carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos, e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Tel. : 71 3343-1477 / 1267 / 71 3879-1695

Empreenda! Governo e startup disponibilizam 30 mil vagas gratuitas em cursos de empreendedorismo

Nova fase do Programaê oferta o maior número de vagas para cursos de desenvolvimento de talentos na área de tecnologia no Nordeste do Brasil
Estabelecer uma carreira empreendedora pode ser o início para uma vida independente. É por isso que o Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com a startup Digital Innovation One, lançou, nesta quinta-feira (7), a nova fase do Programaê, que vai ofertar 30 mil vagas em cursos gratuitos nas áreas de empreendedorismo, startups e tecnologia. Este é o maior programa de desenvolvimento de talentos na área de tecnologia no Nordeste do Brasil.
Os novos cursos disponibilizados na plataforma da startup contarão com participações de grandes nomes do setor empreendedor que fazem sucesso no Brasil e no mundo. Entre os destaques estão o CEO da startup Quinto Andar, Gabriel Braga, o fundador do iFood, Patrick Sigrist e o CEO da startup Méliuz, Israel Salmen. Além do novo foco em empreendedorismo, os cursos da área de tecnologia seguem disponíveis para toda a população.
Para a secretária Adélia Pinheiro, o investimento em empreendedorismo na Bahia é um grande avanço para que mais baianas e baianos se destaquem no setor. “Um dos nossos compromissos enquanto Governo do Estado é incentivar talentos e estimular que a população se capacite em busca de novas oportunidades. É importante lembrar que qualquer pessoa poderá se inscrever nos cursos que ajudarão aqueles que desejam empreender”, afirma.
A plataforma une o trabalho de tecnologia e inovação ao empreendedorismo.
O Head da DIO, Victor Haruo, destaca que a plataforma une o trabalho de tecnologia e inovação ao empreendedorismo. Essa junção precisa acontecer para que projetos inovadores possam chegar a várias partes do país. “A parceria da DIO junto com a Secti faz com que aquela pessoa que se interesse em algum dos cursos disponíveis no Programaê possa entender como funciona para você abrir um negócio próprio. Além disso, ensina ao empreendedor modelos inovadores de negócios para a realidade local dele, trazendo um impacto positivo para a população na geração de renda e empregos”, conclui.
Os interessados devem acessar o site www.secti.ba.gov.br

Gap realiza atividade com Crianças na Sapetinga

Grupo de Amigos da Praia realiza mais uma atividade de Educação Ambiental no mês das Crianças.No dia 02 de outubro aconteceu a Roda Sensorial sobre Folhas e Sementes na Horta Urbana do Outeiro, outro projeto desenvolvido pelo Gap  visando a segurança alimentar e estímulo a agricultura urbana, ao final as crianças ainda plantaram mudas que depois poderão colher as hortaliças.
Neste sábado pela tarde, dia 09 de outubro, a sequencia de ações continua como forma de sensibilizar as famílias para o problema do Lixo nos Mares e Oceanos, segundo a ONU em 2050 haverá mais plástico que Peixe no Mar.
Projeto: Crianças na SAPÊ  terá :
 -Roda de Conversa sobre Lixo e Poluição Marinha

-Contação de Histórias com Fada Dália

– Troca-troca de livros infantis ;
–  Por do sol com crianças e família Gap

A criança deve vir com máscara, chapéu, uma canga ou esteira para sentarmos na grama.

Dia : 09/10   Horário : 15h
Local : Praça da Sapetinga

Organização : Gap- Grupo de Amigos da Praia de Ilhéus.
Contato : 📧 gapilheus@gmail.com
⏺ @gap_ilheus

Novo espaço de coworking do Parque Tecnológico está aberto a empreendedores

Esse é a nona inauguração e chega para enriquecer ainda mais um ambiente que já é tido como um dos principais centros de inovação do estado
O mais novo espaço de coworking de Salvador, inaugurado na manhã desta segunda-feira (4), no Parque Tecnológico da Bahia, está aberto para período de experimentação. O Espaço Colaborar é o 9º ambiente de empreendedorismo e inovação entregue pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), sendo que esta unidade, especificamente, conta com apoio do CNPq e será administrado pela Agência de Inovação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). A inauguração contou com a presença da secretária da Secti, Adélia Pinheiro, do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães, da deputada estadual, Olívia Santana, do reitor da Uneb, José Bittes de Carvalho, do presidente da Softex, Ruben Delgado, entre outros atores do ecossistema de empreendedorismo e inovação.
A secretária Adélia Pinheiro ressaltou a importância da entrega da primeira unidade da rede na capital baiana, destacando que não será a única. “Estamos trabalhando para implantar um Espaço Colaborar no Centro Histórico”, contou. “Uma ação como essa em Salvador é importante porque coloca à disposição da sociedade um espaço que apoia o empreendedorismo, o desenvolvimento de ideias criativas, a inovação e a busca de soluções para problemas que se apresentem nos setores produtivos na sociedade e no Governo. Portanto, esse é um espaço de trabalho em colaboração que une todos os entes que fazem parte do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação. É a Bahia avançando para apoiar a ciência, a tecnologia e a inovação em benefício do desenvolvimento das pessoas e da sociedade”, comemorou Adélia.
O secretário da Setre, Davidson Magalhães, lembrou que esse espaço é fundamental para o desenvolvimento da criatividade e do empreendedorismo. “O Governo do Estado está chegando com recurso através do CrediBahia, mas é importante o desenvolvimento tecnológico. É importante dar acesso à população, não só às principais ferramentas que estão em desenvolvimento, mas permitir que nosso povo desenvolva a sua criatividade. O Colaborar é fundamental para permitir que esse empreendedorismo criativo ganhe espaço exatamente nessa hora que nós precisamos fortalecer a economia com geração de emprego e renda”, disse.
Responsável pela gestão do equipamento recém-inaugurado, a Agência de Inovação da Uneb também é parceira na incubação de startups no Parque Tecnológico da Bahia. Presente ao evento, o reitor José Bittes, enfatizou que essa é uma ação importante para o crescimento e valorização do setor de CT&I na Bahia. “Ser gerido pela agência é um caminho de aproximação entre universidade e pesquisadores com as pessoas que farão parte desse espaço. É fazer com que esse retorno seja em geração de renda, inovações tecnológicas, consolidação de microempresas para o desenvolvimento socioeconômico da Bahia”, afirmou.
Mais inovação para o Estado
O Espaço Colaborar do Parque é a maior rede pública de espaços de empreendedorismo e inovação em construção no Brasil. Essa é a nona inauguração e chega para enriquecer ainda mais um ambiente que já é tido como um dos principais centros de inovação do estado. Diversas cidades da Bahia já tiveram seus espaços entregues pela Secti, como, por exemplo, Itaparica, Cruz das Almas, Alagoinhas, Jacobina, Santo Antônio de Jesus e Caetité.
Para Ruben Delgado, presidente da Softex, a iniciativa é muito mais que um simples espaço de coworking em Salvador. “O professor poderá trazer seus alunos em um local onde empresários poderão dialogar com eles. O Espaço Colaborar é um lugar de dinamização, e isso é muito importante, principalmente, para o interior do estado. Aqui no Parque Tecnológico, também é importante, porque é um ambiente aberto e todos podem se encontrar. Isso vai ao encontro dessa oportunidade fantástica que a tecnologia nos ofereceu, com as pessoas descobrindo que dentro da própria casa podem trabalhar para qualquer lugar do mundo”.

O empreendedor que quiser ter a experiência de trabalhar em um espaço dinâmico e inovador, poderá agendar sua visita ao local. A gerente de Inovação e Empreendedorismo do Parque Tecnológico da Bahia, Rafaela Rodrigues, explica o que é preciso para estar no Espaço Colaborar. “Nesse primeiro momento, estaremos com o agendamento através do e-mail colaborar@parquetecnologico-ba.org.br. Nossa equipe vai tirar todas as dúvidas dos empresários que quiserem estar conosco nesse ecossistema de ciência, tecnologia e inovação que é o Parque Tecnológico. Quem trabalha por aqui está em constante contato com startups, empresas de base tecnológica, instituições de ciência e tecnologia e instituições de ensino. Aqui, nós temos academia, setor produtivo e governo interagindo para a promoção da ciência, tecnologia e inovação”, concluiu.

Fotos: Gabriel Pinheiro – Ascom Secti BA

______________________________________
Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação
Assessoria de Comunicação
Coordenador Erick Issa
(71) 3118-5811 / 9685-6221

MG, SP e RS registram maior número de ações na área de saúde

Pacientes procuram Justiça para conseguir medicamentos e serviços hospitalares

O estado de Minas Gerais foi o que mais registrou ações na Justiça referentes à área da saúde, no ano passado. De acordo com a pesquisa ‘Judicialização e Sociedade: Ações para Acesso à Saúde Pública de Qualidade’ divulgada, recentemente, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em 2020 foram abertos 203.177 processos nos tribunais mineiros. Em segundo lugar no ranking aparece São Paulo, com 72.087 ações, seguido por Rio Grande do Sul, com 46.467 litígios.

Os fatores que mais motivam o paciente a procurar o Poder Judiciário são aquisição de medicamentos – presentes ou não no rol do Sistema Único de Saúde (SUS) –; prestação de serviços hospitalares: internações, disponibilidade de leitos e cirurgias; e, aquisição de bens relacionados a tratamentos contínuos, como fraldas e cadeiras de roda.

Entre as especialidade médicas mais judicializadas, estão: ortopedia e traumatologia, cardiologia, oftalmologia, oncologia clínica, urologia, psiquiatria e neurologia.

Para o professor universitário e advogado Fabricio Posocco, do escritório Posocco & Advogados Associados, as causas para esta procura, em garantir a saúde na Justiça, podem ocorrer pelo desabastecimento de medicamentos e insumos nas unidades de atendimento, bem como a falta de profissionais especializados para assistir à população.

“A Constituição Federal afirma que a saúde é direito de todos e dever do Estado. Por isso, por exemplo, quando falta medicamento receitado pelo médico para controlar e curar determinada doença, o SUS não pode ignorar a indicação do especialista e substituir por outro fármaco ou tratamento”.

Segundo Posocco, esta mesma premissa vale para o plano de saúde. “Se a doença ou o tratamento médico é coberto pelo plano de saúde e o médico, que atende o paciente, determina a realização do procedimento, indicando toda a necessidade do doente, o plano de saúde não pode negar a cobertura”.

LIMINAR

O estudo revela que a pessoa que entra com processo pode conseguir uma liminar, isto é, uma ordem judicial provisória para dar início ao tratamento médico, num prazo de 25 a 86 dias. O juiz leva em consideração os fatos, as provas e o estado de saúde do paciente.

“A liminar garante o tratamento ao doente enquanto a ação continua a ser discutida na Justiça. Essa sensibilidade do magistrado é crucial para trazer tranquilidade ao paciente e assegurar o tratamento digno até a sua recuperação”.

RANKING

Estes são os números de casos novos da área da saúde ingressados em Tribunais de Justiça Estaduais em 2020, de acordo com o estudo ‘Judicialização e Sociedade: Ações para Acesso à Saúde Pública de Qualidade’:

01º TJMG 203.177
02º 
TJSP 72.087
03º 
TJRS 46.467
04º 
TJRJ 31.305
05º 
TJMT 26.144
06º 
TJBA 19.376
07º 
TJSC 10.648
08º 
TJPR 8.938
09º 
TJDFT 7.970
10º 
TJMS 7.738
11º 
TJCE 7.672
12º 
TJES 6.430
13º 
TJPE 6.152
14º 
TJMA 5.822
15º 
TJGO 5.153
16º 
TJPB 4.552
17º 
TJRN 4.406
18º 
TJTO 2.970
19º 
TJAL 2.369
20º 
TJPI 2.167
21º 
TJPA 1.842
22º 
TJRO 1.225
23º 
TJSE 998
24º 
TJRR 330
25º 
TJAM 249
26º 
TJAC 155
27º 
TJAP 81
TOTAL
 486.423

 
O relatório completo está disponível em https://www.cnj.jus.br/wp-content/uploads/2021/07/Relatorio_Judicializacao-e-Sociedade-16072021.pdf

Sobre o Posocco & Advogados AssociadosO Posocco & Advogados Associados foi fundado em 1999. É um escritório de advocacia full service com soluções para pessoa física, pessoa jurídica e setor público. Atende o Brasil todo com unidades em São Vicente (SP), Santos (SP), São Paulo (SP) e Brasília (DF), e correspondentes em diversas cidades do país. Mais informações em www.posocco.com.br.

Por Emanuelle Oliveira (Mtb 59.151/SP)

AVIVA (COSTA DO SAUÍPE) VOLTA A COLABORAR COM MAIOR HACKATHON DO MUNDO

Nasa Space Apps Challenge busca soluções criativas para problemas atuais

Com a inovação em seu DNA, a Aviva, detentora dos destinos Costa do Sauípe (BA) e Rio Quente (GO), volta a colaborar com o NASA Space Apps Challenge, o maior hackathon do mundo, que terá edição local até hoje (4 de outubro). Em 2019, a empresa já havia sido correalizadora do evento, que tem como objetivo alavancar, através de soluções criativas, a educação, o empreendedorismo, o mercado de startups, o empoderamento feminino e o impacto social.

Em 2021, em formato 100% digital, a Aviva sediará a transmissão que apresentará os projetos selecionados desta edição, desenvolvidos por grupos de 3 a 6 pessoas sobre temas como Sustentabilidade. A apresentação será feita no dia 5 de outubro, direto de Costa do Sauípe, que presenteará os ganhadores da edição local com um Day Use All Inclusive em seu resort.

”Participar de um evento mundial deste nível, que busca soluções para os problemas da humanidade, principalmente em áreas como Sustentabilidade, nos inspira a continuar implantando projetos criativos de preservação e conscientização nos nossos destinos, ao longo do ano”, celebra Miguel Diniz, Gerente Experiências Marketing e Vendas Aviva, que será um dos jurados do hackathon.

Para tirar dúvidas ou acompanhar novidades, basta acessar o perfil do evento no Instagram: @nasa_spaceappssalvador.

Apenas no último ano, os destinos Aviva realizaram diversos projetos de preservação e conscientização dos hóspedes e equipe. Além de ter lançado a websérie “Descubra”, destacando a beleza natural de cada um deles vista de cima e contando histórias sobre os cenários e a natureza dos entornos, a empresa tem sido grande incentivadora do movimento “Unidos Pela Vacina”.

Referência, durante a pandemia, na aplicação dos protocolos de higiene e segurança, a Aviva também é reconhecida pelo zelo com a natureza no entorno dos seus destinos e promoveu ações diversas, como no Dia Internacional da Biodiversidade, e até mesmo no último Natal, que contou com decoração sustentável, com itens reciclados pela própria equipe de monitores de lazer dos complexos.

Exclusivamente em Costa do Sauípe, desde 2000, há uma base do Projeto Tamar, onde já aconteceram aproximadamente 9 mil desovas de tartarugas marinhas. Mais de 500 mil filhotes das espécies Cabeçuda, Oliva, de Pente e Verde foram devolvidos ao mar em segurança. Já em Rio Quente, em 2019, foi inaugurada uma usina solar fotovoltaica para a geração estimada de 1,2 Mw/h, que atende a demanda de energia dos hotéis e atrações.

José Mion
COMO Comunicação
@comocomunicacao

UFSB Ciência: Estudo da UFSB mostra infestação de açaizeiros por espécie invasora de ácaro

Os cultivos de açaizeiros no Sul da Bahia vão ter de se adaptar para enfrentar a dispersão de uma praga que, até então, afetava outros cultivos. Essa é uma das conclusões de pesquisa realizada na Universidade Federal do Sul da Bahia e relatada em artigo publicado na revista científica internacional Systematic and Applied Acarology. Assinado por Felipe Micali Nuvoloni (UFSB), Laiza Mirelle Santos Andrade (UFSB), Elizeu Barbosa Castro (UNESP), José Marcos Rezende (UNESP) e Marcel Santos de Araújo (UFSCAR), o artigo First report of damage and population dynamics of Raoiella indica Hirst (Acari: Tenuipalpidae) on Euterpe oleracea (Arecaceae) in the State of Bahia, Brazil mostra a investigação que descobriu que o ácaro-vermelho-das-palmeiras está infestando também os cultivos de açaí, com o ciclo completo de desenvolvimento e reprodução, o que vai demandar a adoção de medidas sanitárias por parte dos produtores e autoridades públicas. O ácaro-vermelho-das-palmeiras provoca prejuízos já reconhecidos nas culturas de coco e banana. A pesquisa mostra que o açaizeiro passou a figurar na lista de hospedeiros dessa espécie minúscula de aracnídeo.

 

A estudante Laiza Mirelle Santos Andrade, que concluiu o Bacharelado Interdisciplinar em Ciências em setembro de 2020 e hoje cursa Engenharia Sanitária e Ambiental no Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, desenvolveu a pesquisa sob orientação do professor Felipe Micali Nuvoloni, que leciona e pesquisa no Centro de Formação em Ciências Ambientais (CFCAM). O artigo apresenta dados obtidos no estudo feito enquanto bolsista de Iniciação Científica e defendidos no projeto integrador (o trabalho de conclusão de curso) de Laiza no ano passado. Uma das fotos feitas durante a fase de campo foi escolhida para a capa da edição mais recente do periódico.

A pesquisa foi desenvolvida tendo em mente o interesse em avaliar os sistemas agroflorestais (SAF) na região de Porto Seguro, ainda pouco estudados. As saídas a campo se deram na Fazenda Bom Sossego, na qual o SAF de açaí e cupuaçu foi selecionado para estudo da acarofauna. A descoberta foi inesperada: “Com base na literatura existente, não era esperado o registro desta espécie no açaizeiro, sendo que apesar de ser um registro inesperado pode contribuir para o manejo desta espécie na região”, conta o professor Felipe Micali Nuvoloni, um dos autores do artigo. A pesquisa segue em andamento, com uma segunda etapa em fase de elaboração para buscar novas informações sobre o estudo da acarofauna na cultura do cupuaçu e acerca da importância da preservação de fragmentos florestais para o controle biológico natural nas áreas de cultivo.

O ácaro-vermelho-das-palmeiras, conforme registros prévios na literatura científica, é uma espécie exótica e invasora, cuja presença foi notada pela primeira vez em 2009, em Boa Vista, e se sabia que tende a afetar especialmente os coqueiros, causando perdas significativas na produção. Até então, não se tinha registros desse tipo de ácaro no açaizeiro. O diferencial da pesquisa é comprovar que a espécie se adaptou ao vegetal e consegue fazer seu ciclo de vida completo na mesma planta. Isso ainda não significa um risco para o fornecimento de açaí e demais cultivos de palmeiras (dendê, e palmeiras ornamentais por exemplo), mas mostra que esse ácaro conseguiu ajustar sua fisiologia para suprir suas necessidades e pode chegar a atingir o status de espécie praga nestes cultivos.

 

O professor Felipe Micali Nuvoloni explica que o ácaro-vermelho-das-palmeiras, a exemplo de outras espécies invasoras, pode colonizar novos hospedeiros quando chega a um habitat diferente. “Dessa forma, é possível que depois de 12 anos da chegada ao Brasil a espécie tenha passado por diversas mutações e se adaptado a hospedeiros que anteriormente não eram tidos como “ideais” para o seu desenvolvimento. Pelo fato do coqueiro ser um hospedeiro reprodutivo desta espécie, a colonização de outras palmeiras como o açaí se torna mais fácil por pertencerem à mesma família botânica (Arecaceae). Por fim, como a espécie ainda está em processo de dispersão e adaptação pelas regiões do Brasil, é possível que novos hospedeiros venham a ser registrados em breve”, explica o cientista.

Medidas para contenção

Com a descoberta no sul da Bahia, uma das estimativas é de que a praga esteja se espalhando depressa. Os dois meios de dispersão do ácaro são o vento (por ser um animal muito pequeno e leve) e o transporte de mudas infestadas. “É bem possível que o ácaro-vermelho-das-palmeiras já esteja espalhado por grande parte dos cultivos de coco do nordeste, o que facilita a dispersão dos mesmos para novas áreas e cultivos. Observa-se também clima mais quente e seco também favorece o desenvolvimento dessa espécie, sendo que as maiores densidades populacionais e possivelmente os danos apareçam nesse período (fevereiro a maio)”, afima o professor Felipe.

 

Por esses motivos, aumentar barreiras sanitárias entre os estados e exercer maior controle e fiscalização das mudas nos viveiros estão entres as providências recomendáveis para diminuir as chances do ácaro chegar a áreas ainda não colonizadas. “Como o vento também é uma forma de dispersão, é importante que novos cultivos de açaí sejam implementados em áreas não contíguas ou próximas a cultivos de coco (visto que há uma maior chance do último já abrigar populações deste ácaro), nem mesmo recomenda-se o cultivo conjunto destas culturas na forma de Sistemas Agroflorestais (SAFs). A direção do vento também é um fator importante para ser considerado no momento da implementação dos novos cultivos”, destaca o professor Felipe.

Essas medidas fitossanitárias são as possíveis no momento, conforme o pesquisador, porque as opções de controle químico conhecidas ainda são incipientes e pouco eficazes. Já as alternativas de controle biológico, no qual se introduz uma espécie predadora para reduzir a população da praga – por exemplo, ácaros da espécie Neoseiulus barkeri – estão em fase de estudos, apesar da liberação de uso pelo MAPA.


Heleno Rocha Nazário
Jornalista – Mestre em Comunicação Social (PPGCOM/PUCRS)

SENAI Bahia oferece 1000 vagas em cursos gratuitos de qualificação e aperfeiçoamento profissional

Processo seletivo é voltado para pessoas com idade a partir de 16 anos. As inscrições vão até o dia 4 de outubro.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) está com inscrições abertas até o dia 04 de outubro para processo seletivo com 1.000 vagas gratuitas em cursos de Qualificação Profissional (700) e de Aperfeiçoamento Profissional (300).

A inscrição deve ser feita exclusivamente pelo site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br. Cada candidato só poderá se inscrever para um único curso e não poderá haver transferência após a realização da inscrição ou matrícula. O início das aulas está previsto para os meses de outubro e novembro.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Do total de vagas oferecidas pelo SENAI BAHIA, 700 são para cursos de Qualificação Profissional, voltados para jovens com idade a partir de 16 anos.

Estes cursos têm duração variável, com carga mínima de 160 horas, e serão realizados no formato de aulas 100% remotas (ao vivo), por meio da Plataforma MEU SENAI.  Para realizar o curso, os candidatos devem possuir computador com acesso à internet.

As vagas são para os cursos de Agente de Inspeção de Qualidade, Assistente Administrativo, Assistente de Operações Logísticas, Assistente de Produção, Assistente de Suporte Técnico em T.I, Auxiliar de Manutenção Elétrica Industrial, Operador de Microcomputador e Informática e Programador de Usinagem CNC. Todos eles oferecem certificado de qualificação profissional.

Para o curso de Auxiliar de Manutenção Elétrica Industrial, o candidato deve ter idade mínima de 18 anos. Neste curso, além das 180 horas de aulas remotas (ao vivo), serão realizadas aulas práticas presenciais (20 horas) nas unidades do SENAI BAHIA ofertantes.

APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Já as 300 vagas gratuitas para os cursos de Aperfeiçoamento Profissional são destinadas a pessoas com idade a partir de 18 anos. A escolaridade mínima é o ensino médio incompleto.

As vagas são para os cursos de Gestão da Manutenção e Eficiência Energética, Gestão de Distribuição, Gestão de Transporte, Instalações Elétricas Prediais, Planejamento e Gestão da Produção na Construção Civil e Qualidade e Segurança na Produção de Alimentos.

Os cursos de Aperfeiçoamento Profissional serão realizados no formato de aulas semipresenciais. Por isso, para realizar o curso, os candidatos devem possuir computador com acesso à internet.

No caso dos cursos de Instalações Elétricas Prediais e de Gestão de Distribuição, oferecidos pela unidade do SENAI de Lauro de Freitas, além das aulas EAD estão previstas aulas práticas presenciais.

Para mais informações, os interessados devem acessar o site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br, onde encontram o edital do processo seletivo.

SERVIÇO

O QUE: Cursos gratuitos de Aperfeiçoamento e Qualificação Profissional do SENAI BAHIA

QUANDO: Até 04 de outubro de 2021

ONDE: Inscrições exclusivamente pela internet, no site www.cursosgratuitos.senaibahia.com.br.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional

Tel. : 71 3343-1477 / 1267 / 71 3879-1695





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia