WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2021
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






:: 22/out/2021 . 22:36

MESA DE DEBATE NO VILA!

No dia 24 de outubro, o projeto Filo&Arte promove uma mesa de debate com o tema “Dança e Finitude”, que conta com a participação de três artistas da dança e performance: Cristina Castro (Brasil), Elizabeth Isaacs Doud (EEUU) e Geneviève Pernin (França). Na conversa, com mediação do professor Martin Domecq , as convidadas pretendem refletir sobre as relações entre a dança e a finitude, a partir de suas experiências, de suas obras, das suas criações e de suas inspirações.

O projeto Filo&Arte é coordenado pelo professor Martin Domecq (IHAC-CJA/UFSB), e tem o objetivo de pesquisar sobre as relações entre arte e morte na cultura contemporânea. O projeto é composto pelos estudantes: Bruno Oliveira Oliveira; Lucas Heliabe Gomes de Noronha, Cássia dos Santos Alves, Jheniffer Alves Rodrigues; Luis Felipe Souza Silva, Carla Beatriz Alves e Márcia Gabrielle Brito Mascarenhas.

Assista ao vivo à mesa de debate “Dança e Finitude”, a partir das 10h, no Palco Virtual do Teatro Vila Velha. youtube.com/teatrovilavelha

Márcia Mascarenhas
Atriz – DRT 0197/BA
Graduanda em Artes na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)
(73) 98108-2792 (Whatsapp)

Barraca da Confiança da BR 101 fica famosa após vídeo postado por Policial

Desde o último fim de semana, circula nas redes sociais, um vídeo em que o Policial Rodoviário Federal Vinícius Alcântara conta a história da Barraca da Confiança. A repercussão tem sido grande, pois apenas no Facebook já são mais de 2,2 milhões de visualizações além das outras plataformas digitais.

O vídeo mostra o comércio da agricultora IRAILDES OLIVEIRA que apostou na honestidade e montou uma barraca de produtos na BR 101 entre Itabuna e Buerarema. Os clientes podem pegar o produto que deseja pagar e seguir viagem.

Uma barraquinha simples mas rica em ensinamentos, funcionando no estilo pegue e pague. Estão à venda: frutas, mudas de plantas, polpa de fruta, caldo de cana, farinha, tudo tem seu preço bem visível para facilitar a compra. O cliente olha, escolhe e deixa o dinheiro numa caixinha.

A equipe policial estava fazendo ronda de rotina na BR, quando avistaram um veículo ali nas proximidades que talvez precisasse de ajuda, após a abordagem descobriu-se que aquela família em verdade estava comprando mercadorias naquele espaço. Vinícius Alcântara que também é Vereador em Ilhéus, gravou o vídeo, bem curto, de pouco mais de 1 minuto, postou e então o mesmo correu o mundo, que chamou a atenção pois a barraca não tem vendedor.

No final do plantão de 24 horas, retornando para casa, a equipe policial encontrou Dona Iraildes que demonstra uma simpatia absoluta e uma fé extrema na humanidade.

Dona Iraildes está famosa, tendo concedido diversas entrevistas para a televisão, é um reconhecimento pelo seu trabalho como agricultora familiar e comerciante que inovou de forma tão criativa.

Vinícius ressalta: “A Iniciativa é muito mais do que uma questão comercial ou de mercado, ela espalha o sentimento de esperança, de confiança e de que as relações humanas podem ser muito melhores do que são.”

A dona da barraca vive na propriedade rural que fica situada nas margens da BR 101, bem próxima ao espaço. Iraildes cultiva a terra, planta, colhe e conta com ajuda dos irmãos.

No início, a ideia partiu do seu filho Erivelton, que estimulou a mãe a montar o negócio e caso houvesse desonestidade eles iriam desistir. Contudo nesses meses não houve prejuízo, os clientes respeitam a proposta e após o sucesso do vídeo, as vendas só aumentaram.

Link do Vídeo: https://www.instagram.com/tv/CVGKCa6ppXh/?utm_source=ig_web_copy_link

Eleições OAB-BA: Daniela Borges e Christianne Gurgel reforçam compromisso com advocacia de juizados

Eleições OAB-BA: Daniela Borges e Christianne Gurgel reforçam compromisso com advocacia de juizados
Pré-candidatas à presidência e vice da OAB-BA se reuniram nesta quinta-feira (21) com advogados que atuam em juizados especiais

Mais de 150 advogados que atuam em juizados especiais se reuniram na tarde desta quinta-feira (21) com as pré-candidatas Daniela Borges e Christianne Gurgel, que concorrem, respectivamente, à presidência e vice-presidência da OAB da Bahia. No encontro, realizado no restaurante Sal e Brasa, em Salvador, os advogados tinham uma reclamação geral da pouca efetividade das decisões dos juizados. Uma das queixas está relacionada às baixas indenizações, que, segundo os advogados, vêm no lastro de um processo de falência dos juizados.

A pré-candidata Daniela Borges reforçou que, no âmbito dos juizados, é preciso atuar para demonstrar a importância desse sistema, que é considerado a porta de entrada dos cidadãos à justiça. Ela e garantiu uma atuação firme para aprimorar o serviço jurisdicional. “Sabemos que os desafios nos juizados são enormes e se tornaram ainda maiores nesse período de pandemia, sobretudo no aspecto da violação das prerrogativas da advocacia”, afirmou, acrescentando ainda que os juizados especiais são ainda a porta de entrada para muitos advogados em início de carreira.

Daniela lembrou que muitas mudanças impostas por conta da pandemia, a exemplo das audiências a distância, precisam ser avaliadas e aperfeiçoadas, para que o acesso à Justiça seja garantido. “Tudo o que vem para ampliar o acesso à Justiça, com a garantia de ampla defesa e do contraditório, deve ser acatado. Mas não podemos aceitar nada que dificulte esse acesso e essas garantias”, concluiu.

Presidente da Comissão dos Juizados Especiais da OAB-BA, Vanessa Lopes ressalta que, apesar da celeridade, falta qualidade nas decisões. “Nós temos um juizado célere, produtivo, mas pouco eficaz. Não adianta entrarmos com uma ação e não obter o resultado esperado. No juizado hoje, ninguém sai satisfeito: nem a parte ré, nem a parte autora”.

Ela explicou que as baixas indenizações são resultado de decisões que não se aprofundam na análise dos casos. “São decisões automatizadas, nas quais não há uma avaliação dos casos de forma concreta. Além disso, as decisões nas turmas recursais são praticamente imutáveis. O colegiado, em geral, acompanha o voto no relator, o que se subtende que não há uma discussão sobre os casos”, disse, lembrando que 62% dos advogados do Brasil atuam hoje nos juizados especiais.

O presidente da Comissão de Proteção de Direito do Consumidor da OAB-BA, Sérgio São Bernardo, ressaltou a dificuldade de acesso à estrutura do Poder Judiciário. “Por ser uma área de atendimento, em geral, a uma população de baixa renda, é por meio dos juizados que os cidadãos veem a cara da Justiça. E, muitas vezes, a advocacia se vê impedida de agir por limitações burocráticas ou por mera formalidade, com dificuldades, por exemplo, para gerar um alvará, ou ter acesso a um juiz para encaminhar um atendimento”.

A pré-candidata à vice-presidência da OAB-BA, Christianne Gurgel, também reforçou o compromisso com a advocacia dos juizados. “Sabemos da importância dos juizados espaciais para os cidadãos e cidadãs e é por isso que vamos manter uma atuação firme, sobretudo, na defesa das prerrogativas da advocacia, que não são apenas nossas. São prerrogativas da cidadania. Vamos olhar com atenção para o desafio de cada segmento da advocacia, para que nossa profissão seja mais valorizada e respeitada”, pontuou.

A advogada Larissa Rossi, que tem uma forte atuação junto aos juizados especiais destacou que um dos grandes desafios está na administração do volume de ações. “Essa administração deve ser feita de forma efetiva para a advocacia, para os magistrados e, sobretudo, para a sociedade”, disse.

Em pré-campanha para as eleições da OAB da Bahia, Daniela Borges e Christianne Gurgel têm dialogado com representantes de diversos segmentos da advocacia. É a primeira vez na história da seccional que duas mulheres disputam os cargos da linha de frente da instituição. As eleições para a OAB-BA acontecem no próximo dia 24 de novembro.

Foto: Márcio Lima

Carlos Baumgarten

FIEB apoia projeto para construção de rede ferroviária

A Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) celebrou a iniciativa da Brazil Iron Mineração Ltda, que fez um pedido de autorização ferroviária ao Ministério da Infraestrutura para a construção de 120 km de ferrovias e um terminal ferroviário na Bahia. Com investimentos previstos de R$ 1,2 bilhão, o empreendimento é visto como de extrema importância para o desenvolvimento do setor produtivo do estado.


De acordo com o Ministério, o projeto será desenvolvido em três etapas: (i) construção de 70 km de ferrovia, entre o município de Abaíra (BA) a Brumado (BA); (ii) carregamento na região da mina, incluindo acesso às áreas de estocagem de minério e suas estações de carregamento, em percurso estimado em 50 km e (iii) estudos técnicos para que a empresa amplie os trilhos e conecte suas minas também à Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).

O tema ferrovias é de alta prioridade para a economia da Bahia, por isso, a FIEB, no seu papel de representar as indústrias do estado, tem manifestado a defesa dos investimentos junto aos órgãos e instituições federais, como o Ministério de Infraestrutura, ANTT, Valec, Senado Federal, dentre outros. A Federação também faz articulações neste sentido com o governo estadual, por meio da Secretaria de Infraestrutura. A entidade ainda está em permanente diálogo com a VLI (operadora da FCA) e com a Bamin, cujos representantes fazem parte dos conselhos temáticos da casa.

“A FIEB vai disponibilizar sua estrutura para que essa iniciativa tenha sucesso e continue a acompanhar com elevado interesse outras em curso, notadamente a renovação da FCA e a construção da FIOL”, afirma o gerente de Estudos Técnicos da FIEB, Ricardo Kawabe.

Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Sistema FIEB
Gerência de Comunicação Institucional





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia