Três homens acusados de assaltos e tráfico de drogas são apresentados nesta sexta-feira, 29, na delegacia de Furtos e Roubos no bairro da Baixa do Fiscal. A quadrilha, que é acusada de roubar duas vezes uma joalheria em Itapuã, teve a ajuda do soldado da Aeronáutica Jackson Vasques da Silva, que guardava a pistola utilizada no crime dentro da Base Aérea, de acordo com o chefe de investigação da Furtos e Roubos, Getúlio Neri.

O militar confessou o crime na noite desta quinta, 28, e mostrou a arma guardada dentro de uma caixa de ar condicionado da Base Aérea. Após o depoimento, o soldado foi encaminhado à Base Aérea, onde está preso.

Os acusados Benício Conceição Santos, Humberto Santos Santana Júnior e Maurício dos Santos Natividade Neto também foram detidos nesta quinta. Com eles, foram encontrados 1.400 pedras de crack, uma pistola, dinheiro e cocaína. O caso é investigado pelo delegado Antônio Cláudio Oliveira, titular da delegacia.

Paula Pitta | A TARDE On Line