Nas águas já amornadas da vitória de Dilma Rousseff no último domingo, borbulham agora as declarações públicas de votos dos oportunistas de plantão. Agora muita gente diz, declara e grita que votou na primeira mulher eleita presidente do Brasil. Tem até aqueles que mostram fotos tiradas dentro da cabine de votação, como prova dos seus atos. Muitas dessas pessoas, – que há pouco mais de três dias estavam amoitadas nas dunas das ocasiões -, agora declaram publicamente que votaram na candidata eleita do PT. Há tristes exemplos dessa turma de oportunistas sem vergonha desde donos de rede nacional de supermercados, renomados jornalistas e apresentadores de televisão, artistas, cantores, políticos e principalmente blogueiros. Essas pessoas, obviamente, não fazem isso envão. Estão todas de olho em alguma oportunidade que a sua declaração pública de voto pode lhe favorecer. Agindo assim, nenhuma delas pode reclamar de alguns políticos que temos no Brasil. Elas são iguais a eles.

Não há em nosso país alguma lei que proíba a declaração pública de voto antes ou depois das eleições. O eleitor pode se manifestar de diversas maneiras e declarar a sua intenção de voto e se preferir, seu ato na votação. Contudo, envergonha o nosso país ver pessoas ditas públicas ou idolatradas por muitos, agindo dessa forma desonesta, visando somente os seus interesses pessoais. Cabe então perguntar se essas pessoas fariam essa mesma declaração pública de votos se os resultados da última eleição fossem diferentes.

Com esses atos oportunistas dessas pessoas ficamos todos enojados e tristes, pois sabemos que a falsidade e a semvergoisse permeiam os seus tênues perfis de caráter.

Devemos sim louvar as pessoas que empunharam bandeiras e opiniões desde o princípio do processo eleitoral e votaram conscientes em seus candidatos, eleitos ou não. Essas pessoas são dignas da democracia que se tem no Brasil. Já as outras, as oportunistas de ocasião, não merecem nada a não ser o repúdio social e o perdão de Deus. O triste dessa situação é saber que da corja destes oportunistas germinam os embriões de muitos políticos brasileiros. Triste sina.