Até prova em contrário, todo cidadão deve ser respeitado nos seus direitos e deveres. Pensam alguns que por estar investido em um cargo público, tem todo poder do mundo para fazer o que bem entender.

Se alguém pensa assim, está redondamente enganado.

O trabalho que é realizado pela imprensa, pelas polícias federal, militar, civil e pelo Ministério Público, é de uma importância vital para todo cidadão brasileiro.

Como cidadão, não posso exercer poder de polícia, nem poder de justiça, para acusar formalmente ou até prender quem fizer coisas erradas, tipo corrupção, gatunagem com os recursos públicos e demais iniciativas nojentas com a gestão pública, seja federal, estadual ou municipal, para isso existem os órgãos competentes e indicados para o caso.

Acredito que toda denúncia feita pelos órgãos competentes acima citados, devem ser rigorosamente apurados e trazidos os seus resultados positivos ou negativos ao conhecimento de todos os cidadãos, cabendo aos responsáveis gestores adotarem providências administrativas para sanar as irregularidades.

Sabemos também que até hoje pouca coisa foi trazida ao conhecimento público após os relatórios serem encaminhados às instâncias superiores.

Alguém em sã consciência sabe da existência de algum valor devolvido ao erário público?

Mas o trabalho da imprensa, das polícias e ministério público foi realizado, os resultados, porém, são escassos.

Aqui na nossa cidade já teve mensalão e outras coisitas mais. Recentemente a imprensa tem feito um trabalho investigativo expondo as mazelas de duas secretarias: Ação Social e Saúde.

Na primeira, devido a uma denúncia da imprensa, a prefeitura instaurou uma comissão de sindicância para levantar as suas causas.

Como disseram os membros da referida comissão, a sindicância não tem poder de auditoria, apenas identificou o problema motivo da denúncia e encaminhou o relatório para o gestor público, e aí encerrou o seu trabalho.

Pelo que consta do relatório muito coisa tem que ser seriamente apurada na Secretaria de Ação Social, até que sejam dirimidas todas as dúvidas existentes, e que são muitas e comprometedoras.

Passam-se os dias e o que se lê e ouve na mídia, é que não haverá apuração de nada e que se pensa até em reconduzir o ex-secretário ao seu posto.

Sinceramente, se acontecer isso, o desgaste do nosso alcaide vai piorar ainda mais, espero que o mesmo repense suas atitudes e adote medidas saneadoras na solução do problema.

Na segunda, até o momento só se fala em dengue, que é uma causa mais do que justa, mas o cidadão quer saber o que realmente acontece nessa instituição e o que será feito para tomar de vez este território.

Finalmente, e se nada for feito em nenhuma das citadas secretarias, o culpado de tudo poderá ser o blog do Gusmão, como foi citado em algumas linhas da sindicância, que denunciou os fatos, chamou alguém de porquinho e fez a sua parte como imprensa livre.

Às vezes acontece estas coisas e está se tornando uma rotina no nosso Brasil varonil, acobertar o mal e punir o bem.

OBRIGADO a toda imprensa que denuncia com provas, às polícias que fazem o seu trabalho com dedicação e ao ministério público, os demais com certeza não conseguem colocar a cabeça no travesseiro e dormir o sono dos justos.

O cidadão não pode ser passivo, tem que participar da vida pública, tem que exercer sua cidadania, pois é a razão da existência da sociedade e de todo o processo político-administrativo.

ZÉCARLOS JUNIOR