WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia


dezembro 2010
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  








Prefeitura Municipal de Ilhéus

AÇÕES DA PREFEITURA DE ILHÉUS


Newton dá posse ao secretário de Assistência Social e Trabalho
Mostra Artística e Cultural vai até 4ª feira na Escola Perpétua Marques
Atletas baianos se destacam na III Corrida Temática da Costa do Cacau
Prefeito diz que ponte é obra essencial para Ilhéus

***

Newton dá posse ao secretário de Assistência Social e Trabalho

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, deu posse na manhã desta segunda-feira (13), ao novo secretário de Assistência Social e Trabalho, Emenson Santos Silva. O evento contou com a presença do vice-prefeito Mário Alexandre e do chefe de Gabinete, José Nazal Pacheco, que respondia interinamente por aquela pasta. Na oportunidade, o prefeito solicitou ao secretário todo o empenho em resgatar a Assistência Social, pasta que é voltada essencialmente no atendimento às camadas carentes da população, “e que por isso mesmo merece todo nosso esforço e dedicação na manutenção e fortalecimento dos programas que administra”.

Ainda pela manhã, Emenson Silva esteve na secretaria, localizada na rua Vereador Mário Alfredo, na avenida Itabuna, conversando com os coordenadores e tomando conhecimento dos programas desenvolvidos por aquela pasta. Também conversou com José Nazal Pacheco, que lhe passou toda a demanda pendente. “Creio que com o apoio que estou recebendo do prefeito, vice, entre outros integrantes do governo, poderemos desenvolver um trabalho sério, deixando de lado o puro assistencialismo para apostar mais no lado social”.

De acordo com o secretário, a sua gestão será voltada para as crianças e os adolescentes do município com a criação de rede de abrigos, além de buscar consolidar com eficácia e eficiência os programas já existentes, como por exemplo, o Creas, o Cras, o Pro-Jovem e o Peti, com a finalidade de proporcionar mais apoio aos participantes e, paralelamente, cumprir com as exigências dos órgãos parceiros. Afirmou que pretende intensificar ações no que se refere à questão dos adolescentes autores de atos infracionais, sempre em parceria com a Vara da Infância e Juventude de Ilhéus e empreender todo o esforço no programa Bolsa-Família para que atenda única e exclusivamente as famílias que necessitam deste apoio governamental.

Emenson Santos Silva é natural de Ilhéus e residiu por mais de 20 anos no distrito de Banco do Pedro, chegando a ser seu administrador. É graduado em direito e atualmente é graduando em filosofia na Uesc.
Professor do Colégio Fênix/Objetivo onde leciona filosofia e sociologia no ensino médio e pesquisador pela Fundação de Amparo à Pesquisa do estado da Bahia (Fapesb) onde desenvolve o projeto “Conhecendo o ECA na escola: construindo a educação cidadã”. Também é palestrante de diversos temas para encontros técnicos, entre os quais ligados ao Estatuto da Criança e do Adolescente, consultor de projetos sociais, gestor do Sistema Integrado de Gestão e Auditoria no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Mostra Artística e Cultural vai até 4ª feira na Escola Perpétua Marques

Com o tema central “A educação infantil como espaço encantado de literatura”, foi aberta na manhã desta segunda-feira (13), na Escola Perpétua Marques, localizada no bairro da Cidade Nova, em Ilhéus, a 5ª Mostra Artística e Cultural. O evento, que irá até quarta-feira (15), sempre das 8 às 11h30min e das 13 às 17 horas, inclui a realização de dramatizações, recitais infantis, contação de histórias e apresentação musical, além de seis oficinas que estarão funcionando todos os dias.

A diretora da escola, Silvana Santana, disse que a proposta do evento é favorecer a criatividade, a fantasia e o imaginário infantil da criança. “A partir daí, a ideia é que ela consiga expressar-se através da leitura e da arte, ingressando no mundo do faz de conta, para construir os valores corretos e favorecer o desenvolvimento cognitivo, afetivo, motor e social”. Atualmente, a Escola Perpétua Marques, voltada para a educação infantil, possui 260 alunos, na faixa etária dos 4 a 6 anos.

Além de vários recitais infantis, a abertura da quinta mostra artística e cultural contou durante todo o dia desta segunda-feira (13) com a apresentação do Projeto Arte e Dança, a dramatização “Branca de Neve e os sete anões” e a apresentação da música dramatizada “A Cuca”, da música “Dona Baratinha” e da música da história “Chapeuzinho Vermelho”.

Já as oficinas estão trabalhando com os seguintes temas: João e Maria (No faz de conta, a gente se encanta! Era uma vez João e Maria), Pinóquio (Quem conta um conto, aumenta um ponto. Pirlimpimpim! Um boneco assim, eu quero pra mim), O lobo (Quem tem medo do lobo mau?), Dona Baratinha (No conto da carochinha. Quem quer casar com a Dona Baratinha?), Chapeuzinho Vermelho (Pela estrada afora, eu vou bem sozinha. Vamos conhecer esta estrada encantada!) e Branca de Neve (Bem vindos ao mundo da fantasia. Era uma vez Branca de Neve e os sete anões).

Temas anteriores – Ao todo, estão participam da realização da mostra cerca de 30 profissionais, entre professores, orientadores, secretários, coordenadores e servidores de apoio. Iniciada em 2006, a iniciativa já deu ênfase para temas variados, entre os quais a preservação ambiental. Em 2006, a mostra abordou a “preservação dos manguezais”; em 2008, “Na trilha da preservação ambiental: toda pessoa pode fazer a diferença!”, e, finalmente, no ano passado, durante o lançamento do jornal Eco Kids, “Preservar também é coisa de criança”.

Atletas baianos se destacam na III Corrida Temática da Costa do Cacau

Considerado um dos principais cartões postais de Ilhéus, a avenida Soares Lopes, centro da cidade foi palco da III edição da Corrida Temática da Costa do Cacau. Dezenas de ilheenses foram até o local para prestigiar os 336 atletas que vieram de diversos municípios baianos e também de outras partes do Brasil para participar da prova, que premiou os cinco primeiros colocados nas categorias masculino e feminino geral, faixa etária e Atleta da Costa do Cacau. Ao todo, a competição distribuiu mais de R$ 8 mil reais em prêmios, além de dois notebooks, dados aos primeiros colocados no geral.

No geral masculino, o vencedor da corrida foi o atleta Laelson da Silva Santana, de 30 anos, natural da cidade de Miguel Calmon, que completou o percurso de 10 quilômetros com o tempo total de 31 minutos e 16 segundos. Já Natalino Alves de Almeida, de 32 anos, chegou 40 segundos atrás de Laelson, enquanto que Enício Pereira, de 37, da cidade de Vitória (ES) ficou com a terceira colocação, com tempo de 32 minutos e 32 segundos. Márcio Francisco dos Santos, de 26 anos e Mário Sérgio Silva Leocadio, de 35, terminaram a prova na quarta e quinta colocação, respectivamente.

No geral feminino, a primeira colocada foi a soteropolitana Geovana Santos Pereira, de 38 anos, com o tempo de 37 minutos e 38 segundos, conquistando o título pela segunda vez. A atleta Andrea de Souza Ribeiro Santos, de 36 anos, fez o segundo melhor tempo (39 minutos e 52 segundos), enquanto que Helena Pereira da Anunciação, de 21 anos, completou a prova de 40 minutos e 33 segundos. Ana Cristina Santos Neves, de 33 anos e com o tempo de 42 minutos e 29 segundos, ficou em quarto lugar e Miriam Santana de Matos, de 27 anos e o tempo de 42 minutos e 52 segundos, terminou a prova em quinto lugar. O atleta Márcio Francisco do Santos faturou ainda o título de Atleta da Costa do Cacau e Ana Cristina Santos Neves também faturou o prêmio na categoria feminino.

Social – Paralelo à Corrida Temática, a Caminhada Solidária da Costa do Cacau arrecadou meia tonelada de alimentos, que será distribuída para entidades assistenciais de Ilhéus. O evento teve o apoio do Lions Clube e contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas. O evento contou com o apoio da empresa Bahia Mineração, da Prefeitura de Ilhéus e da Ceplac, que instalou estande com tema “Do cacau ao chocolate”.

Prefeito diz que ponte é obra essencial para Ilhéus

Mais que apenas uma despedida, o prefeito Newton Lima considerou decisiva a vinda do presidente Lula a Ilhéus, na última sexta-feira (10). Acompanhado do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio das Neves, dos senadores eleitos Walter Pinheiro e Lídice da Mata e de diversos deputados federais e estaduais, Lula assinou a ordem de serviços dos quatro lotes que compõem o trecho da Ferrovia de Integração Oeste/Leste (Fiol) que vai ligar Ilhéus ao município de Caetité. Para Newton Lima, a ferrovia marca um divisor de águas na economia da região e reforça a vocação que o município possui para o transporte ferroviário. “Há exatos 100 anos Ilhéus dava início a construção da ferrovia Ilhéus-Vitória da Conquista, que ligaria o município à outra região do estado. Com a Oeste-Leste, Ilhéus vai se interligar a todo o país”.

Ao falar sobre a importância da ferrovia como instrumento de crescimento do padrão social de vida da população, Lula falou, durante a visita, sobre a expectativa da vinda da presidenta eleita, Dilma Roussef, prevista para o primeiro semestre do próximo ano, com o objetivo de dar início às obras do porto que integra o Complexo Intermodal Porto Sul – também fazem parte a Fiol, aeroporto Internacional, Zona de Processamento de Exportação (ZPE). Newton considera que esta será uma ótima oportunidade para reforçar outra grande obra de infraestrutura para o município: a nova ponte ligando Ilhéus à zona sul.

A duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna e a necessidade a consolidação da região metropolitana de Ilhéus e Itabuna também tiveram espaço do prefeito durante a solenidade. O projeto para a construção da nova ponte já foi incluso na Emenda Orçamentária para 2011 e vem contando com o apoio estratégico da senadora Lídice da Mata, o que para Newton demonstra de fato o seu compromisso dela com a região. “Lídice vem acompanhando essa retomada rumo ao desenvolvimento e sabe o quanto Ilhéus necessita melhorar suas condições de infraestrutura para estar adequada a este novo momento de crescimento”.

O trecho da BA-415 que liga os dois municípios está liderando a lista de pontos da região Sul do Estado escolhidos para sediar grandes empreendimentos, gerando mais renda e novos postos de trabalho para ambas as cidades. Considerado um promissor corredor comercial varejista e atacadista, a rodovia Jorge Amado vem sediando filiais de grandes empresas, a exemplo da Makro Atacadista, do Distribuidor Atacadão, do condomínio Parque Universitário e da indústria de cosméticos Toque Final.

2 respostas para “Prefeitura Municipal de Ilhéus”

  • Paulo says:

    Essa ponte Pontal-Centro será um marco para a cidade de Ilhéus…..toda sociedade junto com políticos da oposição e situação…. precisa lutar para conseguir esse investimento para a nossa cidade…devemos precionar o governo federal e estadual para liberar o dinheiro…para construção pois de promessa o povo não aguenta mais……moro na zona sul e sei como é difícil chegar no centro na hora de pico….
    Uma ideia para prefeitura amenizar nossa situação pedi que os bancos publicos da nossa cidade instale agências BANCARIAS na zona sul de Ilhéus. outra coisa pedi ao Banco do Brasil para reativar os caixas Eletronicos do Banco do Brasil no Aeroporto Jorge Amado…..Ilhéus é o único aeroporto do Brasil que não tem caixa eletronico do BANCO DO BRASIL.

  • Zinho says:

    O projeto da nova ponte tem que vir acompanhado de um estudo de engenharia de tráfego, para garantir que a praia do Cristo seja realmente o local mais adequado. Uma alternativa seria construir uma ponte paralela à atual, em mão única sentido centro, chegando atrás do terminal de ônibus e, adotando a antiga como mão única sentido Pontal, ambas em duas pistas. Enfim, como disse, coisa para o estudo de engenharia de tráfego. Até aqui só estou fazendo conjectura e especulação.

    Concordo com Paulo em seu comentário acima. A Zona Sul precisa ter serviços disponíveis. Posto de atendimento da prefeitura, bancos, INSS, etc. De preferência um quarteirão ou galeria de serviços, à exemplo do SAC no centro. Se os serviços continuarem concentrados e crescendo no centro, logo a segunda ponte estará saturada da mesma maneira.

    Outra coisa que precisa sair do papel é o anel rodoviário, ligando BA-001 (Ilhéus Olivença), BR-415 (Ilhéus-Itabuna – devidamente duplicada) e a BA-262 (Ilhéus-Urçuca), para desviar o tráfego de caminhões do centro.

    Já que o Porto Sul parece que vai sair mesmo, pelo menos que este anel rodoviário seja realmente feito, pois o fluxo intenso de caminhões acarretaria graves transtornos dentro da cidade. Pensem que o porto pode (e provavelmente vai) ficar pronto muito antes da ferrovia ou de um eventual mineroduto. Estamos falando de alguns bons anos de diferença. Até lá é provável que o minério (ou outra carga qualquer) seja transportado em carretas, a exemplo do que ocorre em algumas mineradoras em Minas Gerais. Daí o anel rodoviário tornar-se-ia FUNDAMENTAL.

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia