A polícia não vai investigar o crime porque não foi acionada pela vítima

Damaceno não prestou queixa e preferiu confiar nos ladrões (Foto: Reprodução/Interior da Bahia).

Um radialista da cidade de Serrinha, a 173 km de Salvador, teve a casa roubada e ao invés de prestar queixa na delegacia, resolveu apelar para o assaltante em um programa de rádio. Em entrevista à TV Bahia, Manoel Damaceno, disse que procurou a rádio onde trabalha com o amigo José Ferraz e pediu ao vivo que todos os itens roubados fossem devolvidos.

Segundo informações da TV, Manoel fez um apelo ao vivo e chegou a chorar. O radialista foi assaltado no dia 29 de setembro na zona rural do município, conhecido como povoado do Cajuzeiro. O assaltante conseguiu entrar na casa fazendo um buraco na parede.

No dia seguinte pela manhã todos os eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos e ferramentas foram econtrados no buraco feito na casa. A polícia não vai investigar o crime porque não foi acionada pela vítima.


Redação CORREIO DA BAHIA