WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2011
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  








ILHÉUS PEDE SOCORRO

Infelizmente quando se faz uma reforma administrativa e acontece esse troca-troca de partido pelos mestres da política ilheense, faltando apenas alguns meses para as eleições, as de 2012, claramente se pensa que foi uma estratégia para melhorar a administração e tocar os projetos de governo, se é que eles algum dia existiram. São tolos os que acreditam nisso. Toda essa estratégia não passa de esperta manobra eleitoreira de “marqueteiros” visando fortalecer nomes desconhecidos ou desgastados nesses anos de inoperância e trapalhada político-administrativa, encenada pelos executivo e legislativo municipal de ontem e de hoje, simplesmente para confundir a opinião publica, parecendo que, de um dia para o outro, tudo em Ilhéus mudou da água para o vinho, com essas mudanças que saem da cabeça desses ilusionistas de plantão. Raciocinem comigo. Juro, eu gastaria que me provassem estar errado!

Não faz muito tempo, o caos estava instalado em Ilhéus. Hoje, a guerra fria para a sucessão em 2012 começou, despertam-se os egos mais arrojados, novos e velhos, e a peleja acirra as estratégias. Repentinamente o prefeito adoece, é encaminhado para uma das melhores UTI da capital. Não duvido de forma alguma que o prefeito tenha adoecido, o desencanto é que a maioria da população não tem esse privilégio, enquanto a rede publica de saúde encontra-se na banca rota, a fechar as portas para os ilheenses. Porém, os que podem correm para Itabuna e Salvador, os que ficam pedem misericórdia a Deus. Nesse ínterim, o vice assume e risca com a caneta os nomes dos secretários tidos como indesejáveis, no seu ponto de vista. Confesso que deu vontade de comemorar essa atitude corajosa, se não fosse à incógnita que rolou por trás dessa manobra.

Com o poder na cabeça, a caneta na mão e o aval da mãe deputada, em duas semanas o vice fez o que o prefeito não teve peito para fazê-lo, não se sabe a razão, embora houvesse motivos suficientes para esse expurgo do governo há muito tempo. Dias depois, apressadamente, o prefeito volta recuperado e declara que o vice antecipou a reforma que ele iria fazer. Ele voltou e deu quatro secretarias para o partido do governador, trouxe de volta e remanejou dois dos secretários demitidos pelo vice, deixando de fora o exonerado que antes ameaçava botar a boca no trombone e batia no peito dizendo que quem mandava na prefeitura era ele, segundo falam as más línguas, e hoje, seu apito ficou surdo sabe-se lá por que, a não ser que a areia do tempo revele.

Concluída a “reforma administrativa”, o prefeito filia-se ao PT. Imagine o que passa pela cabeça dos militantes mais apaixonados do PT? Agora, imaginem a decepção da liderança do PSB. Notaram que tudo ficou mais light? Devemos entender que houve em Salvador uma conversa de pé de orelha com o governador, no leito do hospital e ele se propôs salvar o governo Newton? Ou ordenou, levanta-te dessa cama e anda porque o vice rebelou-se? Será que o prefeito implorou: Help me? Ou tem truta nessa jogada para abrir portas para algum candidato aliado? Observem vocês que de repente voltamos a ouvir da construção da nova ponte, da duplicação da BA 415, da estrada de ferro Oeste Leste, do Porto Sul e não demora, tudo estará maquiado, com meios fios pintados, lixo coletado em dia, operação tapa buracos, salários quase em dia, entre outras promessas que já estamos saturados de ouvir. Tudo isto para encobrir o aumento da violência, do abandono dos hospitais e das escolas públicas; aumento da mortalidade infantil, do analfabetismo, desemprego e os rombos das governanças municipais. Acho muito tardia essas mudanças, não surtirão efeito nenhum a não ser beneficiar grupos de pessoas querendo se desassociar do caos ou se beneficiar dele.

Pode ser comum, mas todo realista é confundido com pragmático. Hoje é dia de N. S. Aparecida, respeito, mas não tenho afinidade “catolicista”, exceto meus amigos, sou amante da natureza, mas não sou militante ecologista; admiro o desenvolvimento sustentável, mas de vez em quando fico com uma pulga atrás da orelha – A mineradora assinou acordo com a prefeitura para recuperar o pronto atendimento do Hospital São José. Parabenizo a atitude.

Dúvida. Os militantes ecologistas estarão certos?

Eles afirmam que as instalações da mineradora e o Porto Sul serão prejudiciais à população, a fauna, flora e mananciais hidrográficos. Daí eu pergunto: A mineradora formalizando esse ato está prevendo que no futuro próximo, após a população ilheense cheirar ou beber e comer minérios pesados precisará de atendimentos emergenciais?  Espero que não. Mas, devo confessar que Ilhéus precisa de socorro, não propriamente o das Maria do Socorro, ao contrario, imploramos o socorro divino proveniente de Deus, já que somos ignorantes aos interesses econômicos e políticos.

Paulo de Oliveira

2 respostas para “ILHÉUS PEDE SOCORRO”

  • Gilvania says:

    Pois é meu caro Paulo,
    “Quem ver cara não vê coração.” Não sei quem disse isso, mas sei que meu sábio paizinho ja me dizia desde que eu era criança.

  • Paulo de Oliveira says:

    Incrível!

    Digitei no Google a Frase “Ilhéus pede Socorro” e ví que muita gente pede socorro para essa cidade de Ilhéus faz anos. Mas de onde virá o socorro? Do céu da boca da onça? Do abraço do amigo da onça ou do amigo do urso?

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia