As propostas agora aprovadas somam R$636 mil de investimento. Em 2017, o Governo do Estado reservou R4,5 milhões para o programa

SUDESB

A lista dos 21 projetos de atletas e eventos que podem vir ser apoiados em 2017 pelo Programa de Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador Olímpico e Para-olímpico – FazAtleta está publicada na edição deste final de semana (6 e 7), do Diário Oficial do Estado. A aprovação técnica das propostas aconteceu em reunião da Comissão Gerenciadora do FazAtleta (Comger) realizada na última quinta-feira na sede da Sudesb, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.

As propostas seguem agora para a Secretaria da Fazenda, responsável pela análise fiscal das empresas patrocinadoras dos projetos. Se autorizados pela Fazenda, os 21 projetos, cujo valor total é de R$636 mil, somam-se às 21 propostas já atendidas este ano pelo FazAtleta, totalizando um investimento de 1,4 milhão de reais – para 2017, o Governo do Estado reservou o montante de R$4,5 milhões para atender a essa política pública.

Entre os atletas com projetos recém-aprovados para apoio do programa, nomes como os irmãos Enzo e Theo Teixeira, e do atleta Izaac Bezerra, todos da natação, além do campeão baiano de tênis Natan Gentil, do carateca premiado Milton de Souza e da atleta tricampeã baiana de bicicross, Paôla Reis. Todos eles já contemplados pelo programa em edições passadas. Mas a nova lista também traz nomes de atletas que estão pela primeira vez pleiteando o benefício, a exemplo de Gabriel da Silva (triathlon) e Lisa Michele (hipismo).

O FazAtleta beneficia diretamente atletas, equipes e eventos que se enquadram na categoria esporte amador olímpico e paralímpico, e prevê que os patrocinadores (contribuintes do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS) tenham abatimento fiscal de 80% do valor total do projeto esportivo.

O Programa tem coordenação executiva da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) enquanto a presidência da Comissão de Gerenciamento é do diretor geral da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), Elias Dourado.