WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  








DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.

1) 75 ANOS BEM COMEMORADOS.

2) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

1) 75 ANOS BEM COMEMORADOS.

Podemos dizer, sem medo de errar, foi um dos ANIVERSÁRIOS mais bem comemorados da vida de JOSÉ LEITE. Homenagem com CAFÉ DA MANHÃ no CEARÁ e na BAHIA. Homenageado no ROTARY CLUB DE ILHÉUS e na MAÇONARIA, Premiado com TV de 60 Polegadas, Feijoada no GRUPO DOS FERAS, e como não devia faltar, bonita homenagem no GRUPO RM (ROLA MURCHA)

A TURMA DO BAR DE ZEQUITO que participou do CAFÉ DA MANHÃ oferecido por JOSÉ LEITE no HOTEL CACAU D’OURO. (Foto: 04-08-2018).

No CAFÉ DA MANHÃ do HOTEL CACAU D’OURO. A maioria repetiu o Prato, prova que tudo estava gostoso. (Foto: 04-08-2018)

A Turma que Participou do CAFÉ DA MANHÃ, colaborou levando Gêneros Alimentícios para serem doados para uma ENTIDADE BENEFICENTE.

(Foto: 04-08-2018).

FEIJOADA produzida e oferecida por JOSÉ LEITE ao GRUPO DOS FERAS, na CABANA CENTRAL na Praia do Sul. Horário, 8 horas da manhã. (Foto: 05-08-2018).

A Feijoada estava tão gostosa que até JOSÉ LEITE repetiu o Prato. (Foto: 05-08-2018).

Comemorando aniversário com amigos no OUTEIRO SÃO SEBASTIÃO. Na foto: JOSÉ LEITE, FRANCISCO ASSIS (CHICÃO), LUISINHO (Jogador do ATLÉTICO MINEIRO na época de REINALDO) e mais 2 amigos.

PARABÉNS PARA OS DOIS ANIVERSARIANTES!

JOSÉ LEITE no dia 2 de Agosto e o colega de trabalho GERALDO LOPES, no dia 3 de Agosto. Dois LEONINOS DE FÉ. Observe o que está escrito na camisa dos dois! Não deu para enxergar? Então veja, (TODOS OS HOMENS NASCEM IGUAIS, MAS OS MELHORES NASCEM EM AGOSTO).

(Foto: 02-08-2018).

2) AS FOTOS DESTAQUES DA SEMANA.

Quando se ganha uma MEDALHA DE HONRA AO MÉRITO “MATEMATICAMENTE” FALANDO, o cuidado tem de ser dobrado, desde o momento que se recebe. Esta da foto acima, tem 37 anos que está com JOSÉ LEITE.

Esperamos que a BANDEIRA DO BRASIL, que está Hasteada no Centro da PRAÇA CAIRÚ, continue até ser trocada por uma Bandeira de ILHÉUS, num MASTRO MAIOR, CLARO!

AMIGOS DA “JOVEM GUARDA” QUE A GENTE NÃO ESQUECE! JOSÉ DA SILVA LAGO (ZEBINHA) e LIBÉRIO MENEZES FILHO (LIBERINHO).

(Foto: 04-08-2018).

As Gratificações e Recompensas vêm de alguns séculos passados. Quando se trata de crimes bárbaros ou outros que despertem a população de uma cidade ou até do Estado, a própria Polícia oferece uma recompensa para quem fornecer informações para capturar o bandido. O assassino no caso acima, não foi preso, porque depois de certo tempo, o miserável morreu. Edição do DIÁRIO DA TARDE DE ILHÉUS do dia 16 de Abriu de 1959.

Na foto acima: o Sr. LAUDELINO MENDONÇA covardemente Assassinado no dia 29 de Março de 1959, com apenas 33 anos de idade, no seu estabelecimento de negócios localizado na Rua 13 de Maio no Bairro do PONTAL.

CARTAZ divulgado nos Jornais das principais cidades do Nordeste oferecendo recompensa pela captura de LAMPIÃO na década de 1930 oferecido pelo Governo do Estado da BAHIA.

FEIRA DE SANTANA, a cidade mais importante da BAHIA, depois de SALVADOR. A Prefeitura de Municipal (foto) funciona num Prédio Centenário no Centro da cidade. A Prefeitura de ILHÉUS, há mais de 100 anos, funcionou no PALÁCIO PARANAGUÁ no Centro da Cidade, foi transferida para o ALTO DA CONQUISTA.

ME FAÇA UMA GARAPA DE LIMÃO BALÃO!

SALVE JORGE AMADO! O MAIOR DIVULGADOR DE ILHÉUS! Dia 10 de Agosto, dia do seu aniversário, se estivesse vivo, estaria com 106 anos. Na foto, da esquerda para direita: HANS SCHAEPPI, HAMILTON IGNÁCIO DE CASTRO, JORGE AMADO, MÁRIO REIS e CÉSAR AUGUSTO PARAÍSO. TODOS ELES DESCANSANDO NO REINO DA GLÓRIA!

E NO MAIS…

NESTE DIA 12 DE AGOSTO, quando se comemora o DIA DOS PAIS, quero te falar meu saudoso Pai JOÃO LEITE DE SOUZA, a cada dia que passa, está ficando mais perto da gente se encontrar. Uma coisa eu te digo, NÃO PASSA DE 30 ANOS PARA ESSE ENCONTRO. FELIZ DIA DOS PAIS PARA TODOS!

PARA CONFERIR O BAÚ ANTERIOR, CLICK AQUI

Texto e fotos: José Leite de Souza

[email protected]

(73) 3634-3134

2 respostas para “DO FUNDO DO BAÚ DE JOSÉ LEITE.”

  • TRAGÉDIA – I

    Grande amigo José Leite. Não sabia da existência desta manchete do Jornal Diário da Tarde de Ilhéus, e nem sabia que, naquela época fora ofertado uma recompensa de Cr$ 50.000,0 Cruzeiros, para quem desse informação do paradeiro dos assassinos. O que sabia, e vi o Jornal da Tarde de Salvador, que publicou, uma foto de meu pai, com seus oito filhos, na Fazenda Cana Brava, que te pertenceu, e pertenceu a nossa família, até 1967, quando vendemos para o Sr. Alberto Hoisel. Lá no jornal, descreve que, foi pago aos dois criminosos, a quantia e por coincidência, no mesmo valor de 50.000,00 mil Cruzeiros, para executar o meu pai. O tempo passou, e no próximo ano de 2019, este crime fará 60 anos.

    Eu tinha, 8 anos incompleto, e estava do lado dele, na hora do assassinato. Lembro-me de tudo. Está registrado na minha memória, todos os detalhes, daquela noite tão agoniante. No livro do Pontal “Entre o Passado e o Presente”, da nossa autoria, publicado em 2014, descrevo tudo, mas, aqui resumirei ao máximo, para que alguns possam entender, o que é um crime bárbaro, muito bem citado pelo amigo Zé Leite, que aqui agradeço, por mais esta manchete de Jornal, que se assim, o amigo permitir, se juntará ao meu arquivo de fotos do Pontal e de Ilhéus.

    ……………………………………………………………………

    ASSASSINATO DE LAUDELINO MENDONÇA

    Ouvem-se tiros… Quase todo Pontal escuta… E um grito só! Mataram Laudelino Mendonça….

    Homem simpático, carismático, aguerrido, humilde, caridoso, mas por outro lado, afoito, brincalhão, às vezes com brincadeiras, em horas inoportunas…

    …E exatamente em 28 de março de 1959, num crime de mando, quase que perfeito, termina seu sonho, com apenas 33 anos de idade, 10 filhos nesta terra…

    …Uma armação política – Em 1958 era ano eleitoral, onde disputava para prefeito de Ilhéus, o senhor José Lourenço que era apoiado por meu pai, apenas financeiramente, como ocorre até hoje. Do outro lado o Sr. Henrique W. Cardoso. Era jovem e rico e por assim achar, imagino eu, se deixou levar envolver nesta maracutaia chamada poder e dinheiro…

    …Dia 15/11/1958 – Tudo combinado, e bem organizado para não haver falha foi tudo acertado para o dia 28 e março de 1959, um Sábado de Aleluia. Tradição no bairro com queima de Judas, e festa em todas as ruas do bairro. Lembro-me muito bem, neste sábado por volta das 17:00 horas, um caminhão para na porta da venda do meu pai. Em cima dele, um Judas do tamanho de uma pessoa. Em volta dele, uma faixa – “Hoje morrerá um Judas grandioso” – na minha inocência aos sete anos, que nada entendia, e acredito que meu pai também, senão teria se prevenido.

    Na Quinta-Feira Santa – tudo já indicava que me pai saberia que sua morte estava próxima. Chama seu amigo Chico Marreco, um mascate, vendedor

    de ouro e no seu estabelecimento, chamou um por um dos sete filhos presentes, até aquela data – coloca no dedo um anelzinho, com um coração e olha firmemente nos olhos de cada um. Por ser o mais velho, tudo aquilo me chamou atenção. Não esqueço mesmo. Bom, éramos sete, pois minha irmã mais velha, oito anos, estava estudando em Aracaju para ser freira, como ele queria, e o caçula ainda estava na barriga da minha mãe, com quatro meses de gravidez.

    Deixaram passar a Sexta-Feira Santa, talvez para que o pecado não fosse maior e finalmente no Sábado de Aleluia, ás 18:00 horas aproximadamente, falta energia no Pontal, que não era pra faltar, pois o bairro já havia cumprido seu dia, que foi na terça-feira. Era um Rodízio por bairro, devido à seca e pouca água no reservatório da barragem da CERC (Companhia de Energia do Rio de Contas, em Ubatã). Coisa que só com ordem de um poderoso, poderia alterar este rodízio se não estou enganado seria o dia do bairro da Conquista.

    Bom, por volta das 19:30 horas, os atiradores, um soldado e o outro contratado da cidade Belmonte, que chegou a morar no bairro por um bom tempo e foi beneficiado por meu pai dando-lhe alimentos para toda sua família com filhos pequenos. E era esse o medo do grupo mandante. Por isso, a contratação do soldado, para qualquer falha. E houve. Na hora de disparar o seu revólver calibre 38, percebeu que ao lado de meu pai estavam meu irmão (Dó, Já falecido), pelo lado direito, e pelo lado esquerdo, eu, na mira do revolver. O matador de aluguel de Belmonte, não teve coragem de atirar ao ver as duas crianças ao lado daquele homem, que tanto lhe matou sua fome e de seus filhos. Com o recuo, o Soldado entrou em ação e como bom atirador só acertou meu pai. Foi muita sorte minha e de meu irmão, que imagino estar na altura da cintura de meu pai. Lembro-me de tudo, e na minha inocência pensava que, tinham jogado uma bomba dentro da venda, devido aos fogos, pois era Dia de Judas, a queima de fogos era comum no bairro. O sangue jorrava no nosso corpo, meu pai cambaleando em direção à nossa casa, que era “colada” com a venda com uma passagem secreta por um dos quartos da casa. Neste exato local, não teve mais forças, pois perdera muito sangue. Ali mesmo ele caiu, quando aparece minha mãe, que já vinha ao seu encontro, por ouvir os disparos lá na cozinha, onde preparava o jantar…

    …Como também não lembrar, que naquele balcão, eu brincava com meus dois aviõezinhos, e por certo passava pelos criminosos e não me dava conta. Pois, estavam abaixados atrás do balcão, e por traz de uma balança Filizola de espelho, que inclusive serviu de mira para os atiradores. Foram disparados sete tiros. Os tiros lhe atingiram, o coração, fígado, e os dois pulmões…

    …O povo na escuridão adentrava nossa residência, ouvia por todos os lados, “Assassinaram Laudelino Mendonça” e isto ecoava no meu ouvido e por todo Pontal.

    Muito corre-corre. Quando o médico legista chegou, junto com o fotografo perito, meu pai não tinha mais vida, e eu ali presenciando tudo, sentado

    numa máquina de costura Singer. Depois de um bom tempo, por volta das 22:00 horas, é que se deram conta de mim, e nesta altura eu não sabia onde andava meu irmão. Fui levado pelo meu professor Arlindo Alves Paim, da Escola Adventista, para sua casa, e lembro que, a cada pipoco de fogos da queima de Judas, eu me assombrava e não conseguia dormir…

    …Domingo da Ressurreição, o caixão que levava meu pai, sai da Rua Hermínio Ramos, esquina com a Rua 13 de maio, chamada popularmente o seu nome “Esquina de Laudelino Mendonça” para o Porto das Lanchas, daí para o Cemitério da Vitória, onde descansa em paz.

    José Rezende Mendonça

    Hoje com 67 anos.

  • HERALDO FASKOMY DE SA says:

    ACUSAM DELEGADO CALCA CURTA ZUZU…O AUTOR. PERDIR MEU AVO EM 1967, EM FRENTE A SULBA – ITABUNA, , UM TIO- AVO, E OUTRO DE SOCO. TIROS TAMBEM, MORAMOS NUMA TERRA VIOLENTA, JAH ESTAH NO LIVRO VIOLENT LAND OU TERRAS DO SEM FIM, , EM OUTRO IDIOMA.. COVARDIA. DESSE PELO MENOS UMA ARMA A ESSE CIDADAO, AI SIM ERA COISA DE HOMI. COM DIREITO A LEGITIMA DEFESA… COVARDIA.

Deixe seu comentário

























WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia