WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  






:: 17/set/2021 . 10:11

SETEMBRO É O MÊS DA BIBLIA

Este mês foi escolhido pela Igreja porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu no ano de 340 e faleceu em 420 dC). São Jerônimo foi um grande biblista e foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja.

A Bíblia é hoje o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e que está em quase todas as casas. Serve de “alimento espiritual” para a Igreja e para as pessoas e ajuda o povo de Deus na sua caminhada em busca de construir um mundo melhor.

“Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para argumentar, para corrigir, para educar conforme a justiça ” (2Tm 3,16). A Bíblia foi escrita por pessoas chamadas e escolhidas por Deus e que foram inspiradas através do Espírito Santo. Ela revela o projeto de Deus para o mundo; serve para que todos possamos crescer na fé e levar uma vida de acordo com o projeto de Deus. Por isso, ela é a grande “Carta de Amor” de Deus à Humanidade.

A Palavra de Deus nos revela o rosto de Deus e seu mistério. Ela é a história do Deus que caminhou com seu povo e do povo que caminhou com seu Deus. A Bíblia tem uma longa história, desde nossos pais e mães da fé (Abraão e Sara, Isaac e Rebeca, Jacó Lia e Raquel) passando por Moisés, pelos Profetas, até a vinda do Messias, e por fim a morte do último dos Doze Apóstolos quando foi escrito o último livro da Bíblia (o

Apocalipse, escrito no final do I século). A Palavra de Deus demorou em torno de dois mil anos para ser escrita. Muitas pessoas fizeram parte desta história: homens, mulheres, crianças, jovens, anciãos… Por isso, podemos dizer que a Bíblia é um livro feito em mutirão.

Passaram-se os tempos, os anos, mudaram muitas coisas, impérios cresceram e caíram, tantas idéias foram superadas, mas a Palavra de Deus continua “viva e eficaz” (Hb 4,12), pois “ela permanece para sempre” (1Pd 1,25). Embora o mundo busca outros caminhos, sempre existiram pessoas e comunidades que foram fiéis, que buscaram nas Palavras Sagradas a fonte para sua inspiração, para continuar vivendo e realizando o projeto de Deus.

Mais do que história, a Bíblia é portadora de uma mensagem. Ela é capaz de denunciar e anunciar. Ela denuncia as injustiças, os pecados, as situações desumanas, de pobreza, exploração e exclusão em que vivem tantos irmãos nossos. Foi isso que fizeram os Profetas e também Jesus Cristo em algumas ocasiões, pois toda situação de injustiça e pecado é contrária ao projeto de Deus. Mas a Bíblia é, sobretudo, um livro de anúncio. Ela proclama a boa notícia vinda de Deus: Ele nos ama e nos quer bem! Ele é o Deus que caminha conosco, que está ao nosso lado e nos dá força e coragem! Foi Deus que enviou ao mundo seu Filho Jesus Cristo. Ele veio nos trazer a Boa Notícia do Reino; veio nos trazer a Salvação, o perdão dos pecados. É através da fé em Jesus Cristo que nos tornamos filhos de Deus.

Na Bíblia encontramos textos para as diversas situações da vida. Ela ajuda a fortalecer a nossa fé; é útil na nossa formação, nos momentos de crises e dificuldades, na dor, na doença ou na alegria… Para todas as realidades encontramos textos apropriados.

Todos podemos e devemos ler, estudar e conhecer a Palavra de Deus. É certo que na Bíblia encontramos alguns textos difíceis. A Bíblia mesmo diz isso (veja 2Pd 3,16¸ At 8,30-31; Dn 9,2; etc). Certas passagens foram escritas dentro de uma realidade diferente da nossa. Precisam ser interpretadas e atualizadas. Por isso, quando não entendemos um texto, é melhor passar adiante, buscar outra passagem. O Pe. Zezinho nos ensina cantando: “Dai-me a palavra certa, na hora certa, do jeito certo e pra pessoa certa”. É recomendável fazer um curso, uma Escola Bíblica ou estudar em grupos. Tudo isso ajuda a entender melhor a Bíblia.

Na verdade, todo mês devia ser Mês da Bíblia; todo dia devia ser Dia da Bíblia. Por isso, a Bíblia não pode ser apenas um ornamento em nossa casa. A Palavra de Deus deve ser o nosso alimento de cada dia e buscar nela o sustento para a nossa vida.

.

Termino lembrando um texto bonito de São Paulo: “Tudo o que se escreveu no passado foi para o nosso ensinamento que foi escrito, afim de que, pela perseverança e consolação, que nos dão as Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15,4). Que neste mês da Bíblia, a Palavra que vem da boca de Deus nos anime, dê força e coragem e com isso sejamos cristãos da Esperança!

Alguns conselhos práticos para quem quer ler, conhecer e viver segundo a Bíblia:

1) Pedir sempre ajuda ao Espírito Santo, isto é, iniciar sempre com uma oração;

2) Começar pelos livros e textos mais fáceis, ou seja, os Evangelhos, Atos dos Apóstolos…;

3) Ler e meditar um texto por dia (não é a quantidade que importa, mas a qualidade);

4) Procurar descobrir o contexto em que o texto foi escrito, ou seja: por que e para quem o texto foi escrito;

5) Anotar na sua Bíblia os textos que mais chamam a atenção;

6) Quando encontrar textos difíceis, passar adiante, deixar estes textos para quando participar de um curso ou quando encontrar pessoas que podem ajudar a explicar;

7) Atualizar o texto para hoje: colocá-lo em prática na vida. Celebrar e rezar a Bíblia e a vida. Viver a Palavra!

Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa

Cooperbom promove workshop sobre empreendedorismo juvenil

A Cooperbom Turismo vai promover o workshop sobre Liderança Juvebil e Empreendedorismo. A ação integra o projeto Customized Support to Youth Development of Active Leadership (CUSPYDAL), sendo voltada para microempreendedores jovens e comunidade em geral. A oficina vai acontecer no próximo dia 22, a partir das 14h30, no auditório do Sebrae, no Edifício Premier, bairro Cidade Nova, em Ilhéus. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local.

A coordenadora local e gerente de projetos da Cooperbom Turismo, Maria Morais falará a respeito do projeto e sobre as ações realizadas pela entidade ilheense no âmbito da educação não formal e sobre o programa Erasmus Plus da União Europeia.

O projeto CUSPYDAL é uma cooperação entre os países europeus Eslováquia, Itália e Macedônia do Norte e da América Latina, Brasil, Costa Rica e Uruguai. A iniciativa promove a capacitação de jovens lideres e empreendedores, trabalhando com pesquisas relacionadas ao desenvolvimento de lideranças, cursos de qualificação, intercâmbio juvenil e conferências.

Ainda neste ano, jovens voluntárias de Ilhéus, Fortaleza e Curitiba participaram de diversas atividades que englobaram aprendizagem sobre liderança juvenil, empreendedorismo e o uso das ferramentas da educação não formal, além da interação e network, nos países participantes.

O projeto CUSPYDAL é cofinanciado pelo Programa Erasmus Plus da União Europeia e coordenado no Brasil pela Cooperbom Turismo, instituição ilheense que atua nos setores de educação não-formal, cultura, turismo e empreendedorismo desde 2007. Mais informações pelo e-mail coorperbomturismo@gmail.com.

A fábula do Rato

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua

esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que

haveria ali.

Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!

A galinha disse:

– Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande

problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me

incomoda.

O rato foi até o porco e disse:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !

– Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu

possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será

lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse:

– O que ? Uma ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não !

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando

sua vítima.

A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.

No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma

cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro a levou

imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo. “Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos.” Colaboração de Luiz Castro Bacharel Administração de Empresa

Obras da UFSB têm previsão de conclusão para 2022

No final de julho, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) inaugurou a sua nova sede da Reitoria no centro de Itabuna. A nova Reitoria faz parte de uma série de obras que a instituição vem realizando a fim de expandir e dar uma melhor infraestrutura a seus estudantes e servidores. Além da Reitoria, existem mais duas obras que ainda estão em andamento: a do campus Jorge Amado (CJA) e a do núcleo pedagógico do Campus Paulo Freire (CPF)

Com o enfrentamento da pandemia e dificuldade das empresas quanto ao fornecimento de insumos, foram realizadas adaptações para a continuidade dos trabalhos. Por conta dessas adaptações, de acordo com a Diretora de Infraestrutura, Lívia Berti Sanjuan Farias, as obras estão andando conforme programado em seu cronograma físico-financeiro.

Nesse momento, a previsão é de que as obras do CJA sejam concluídas em março/2022, tendo sido executado 79,48% de sua totalidade. Já o Núcleo Pedagógico CPF tem a sua conclusão prevista para novembro/2022, com 56,08% de execução.

**Fotos: Nome do campus / Crédito

OUTUBRO SERÁ DE MUITOS SUSTOS E RISOS NA COSTA DO SAUÍPE

Atrações para toda a família serão exclusivas para hóspedes

Um mês inteiro recheado de atrações assustadoramente felizes para toda a família é a proposta de Costa do Sauípe, no Litoral Norte da Bahia, em outubro. O destino, assim como Rio Quente, em Goiás, também da Aviva, será palco de dias e noites cheios de surpresas, numa experiência repleta de diversão e entretenimento, tendo como ponto de partida a cultura brasileira, que vai proporcionar muitos “Sustos e Risos” ao público.

Vale destacar que todo o conteúdo é exclusivo para os hóspedes, que embarcarão no mundo da fantasia. Personagens encantados, inspirados nas lendas folclóricas brasileiras, intervenções artísticas, teatro de rua, jogos interativos, atividades recreativas – como caça ao tesouro e concursos de fantasias –, além de espaços de aterrorizar, tomarão conta do destino.

Os personagens Boitatá, Cuca, Curupira, Lobisomem, Saci Pererê e Vitória Régia acompanharão os meninos exploradores, que serão os guias na contação de histórias aos fins de tarde à beira-mar. Além disso, elementos cênicos, visuais e sonoros deixarão o momento ainda mais especial.

Em Sauípe, a programação ainda trará atividades especiais, como o Voo de Trapézio (gratuito e acompanhado por professores qualificados), em meio a cenários de tirar o fôlego, e a Vila Assombrada. Rio Quente e o Hot Park terão programação adaptada, como o toboágua gigante Xpirado, que atinge uma velocidade média de 30 km/h em mais de 30 metros de altura e 142 metros de comprimento.

VALORES PROMOCIONAIS – Em Costa do Sauípe, as diárias All Inclusive são a partir de R$ 495, no período de 24 a 28 de outubro de 2021 (por pessoa, em apartamento duplo no Sauípe Resorts). Crianças até 4 anos e 11 meses não pagam. O cancelamento é gratuito e os valores podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros. Para mais informações acesse o site.

José Mion
COMO Comunicação
@comocomunicacao
+55 71 9 9991.2085

O CIRCO DA CPI

O CIRCO DA CPI – Diante da pandemia os Circos paralisaram suas atividades, pois não foram liberados para circular pelo Brasil afora. Daí que surgiu a ideia de três patetas criar um circo na capital do Brasil onde existe uma população disponível e que por certo terão tempo de frequentar o circo para ver as palhaçadas hilariantes dos três patetas. A ideia ou o tema a ser apresentado ao público é uma comédia fictícia cujo tema é a cpi da mentira. Inicialmente parecia que o circo iria superlotar diante das palhaçadas dos artistas principais denominados de Boi Bumbar Vermelho, Tonho da Lua e um circense do Acre denominado Zé Borboleta.

Na tentativa de atrair público os três patetas inventam historias fantasiosas convocando pessoas para darem seus depoimentos sobre um episodio que não houve, não aconteceu e que são forçados a depor contra o Mito Verde por ser valente, não ter rabo preso e ter o apoio do povo, os patetas não conseguem incriminar o Mito Verde.

O Boi Vermelho que responde processos na justiça me parece estar acuado, pois está no curral errado, deveria estar no matadouro para ser sacrificado e sua carne ser distribuída para a população em pagamento dos subornos que acometera anteriormente. Em vez de estar sendo incriminado ele está sendo o acusador. (Raposa tomando conta de galinheiro)

Tonho da Lua coitado está sendo escrachado por todos que são convocados para dar seus depoimentos e nada consegue tirar dos convocados pois eles revelam a verdade somente a verdade. Até mesmo seus colegas de palco chicaneiam de Tonho da Lua que está completamente desorientado, sem conteúdo para

acusar ninguém principalmente o Mito Verde que é líder e aclamado pelo público.

Por ultimo o Zé Borboleta lá do Acre vem fazer inferninho, inventando historias inverídicas,sem nexo e sem objetivo nenhum. O certo seria é que ele continuasse caçando borboletas para levar para o circo e servir de atração, pois como está o circo vai acabar de uma vez: sem público, sem objetivo e desmoralizado.

Em fim os três patetas Boi vermelho, Tonho da lua e Zé Borboleta não conseguiram inaugurar o cemitério das mentiras que tanto Odorico Paraguassu queria inaugurar.

O Mito Verde por sua vez continua em atividade, com o povo ao seu lado e livre de todas acusações que tentaram lhe incriminar, pois ele nunca teve rabo preso.

Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia