Brasil Post | De Grasielle Castro

 Publicado: 25/03/2015 21h47min BRT Atualizado: 25/03/2015 21h47min BRT

CACAU_LÍDICE DA MATA

CACAU_LÍDICE DA MATA

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) fez um apelo inusitado nesta quarta-feira (25). Na véspera de comemorar o Dia Nacional do Cacau, ela defendeu a aprovação do projeto de sua autoria que exige a fixação de um percentual mínimo de 35% de cacau puro nos chocolates vendidos no País, sejam produtos nacionais ou importados.

“Podemos produzir um chocolate original, fino, gourmet e premium com alto teor de cacau e elevado valor agregado. Assim, nosso projeto pretende estimular ainda mais a cacauicultura, beneficiar as 70 mil famílias que vivem da cultura do cacau ou dos serviços ambientais que esse cultivo propicia.”

A senadora destacou que, após um período de dificuldade por causa da praga da vassoura-de-bruxa, nos anos 1990, a cacauicultura vem se recuperando e explicou que aumentar a quantidade de cacau no chocolate é uma medida importante para que o produto brasileiro tenha mais espaço no mercado mundial.

Segundo Lídice da Mata, a cadeia produtiva do chocolate movimenta R$ 12 bilhões por ano, sendo o Brasil o terceiro maior consumidor e quinto maior produtor de cacau no mundo. Ela também fez uma advertência: para consolidar sua posição nesse mercado, o Brasil precisa superar alguns gargalos, como a falta de uma política setorial que garanta a viabilidade econômica da cacauicultura.

(Com Agência Senado)