WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa embasa secom bahia secom bahia secom bahia


abril 2015
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  






:: 7/abr/2015 . 14:27

Rui Costa interage com público sobre obras de mobilidade

As obras de mobilidade urbana de Salvador têm destaque no programa ‘Diga Aí, Governador!’ desta semana. Na edição, Rui Costa comenta sobre o metrô, as linhas Vermelha e Azul, além do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio Ferroviário ao interagir com o público.

Rui Costa_Digaí Governador_ Edmundo.

Rui Costa_Digaí Governador_ Edmundo.


“Esta cidade vai mudar completamente a forma de se locomover porque são as primeiras avenidas transversais, que ligam a Baía de Todos-os-Santos, a Orla do Subúrbio, até a Orla Atlântica. A primeira ligação foi batizada de Azul, que é a Gal Costa, que sai do Lobato e vai até a [Avenida] Pinto de Aguiar, até a Orla. A outra é de Paripe até a [Avenida] Orlando Gomes, até a Orla também, de Patamares, onde as pessoas terão 21 quilômetros nessa avenida para facilitar todo o tráfego”.

Rui divulga no programa – disponível no Blog do Programa Diga aí, Governador! – a entrega de mais uma estação do metrô nesta quinta-feira (9), com a presença do ministro das Cidades, Gilberto Kassab. “Eu vou estar com o ministro das Cidades fazendo a entrega de mais uma estação. É a Estação do Bom Juá. E no mês de junho, nós concluímos e entregamos a Estação de Pirajá”.

Ao comentar uma solicitação de informações do motorista Roseval dos Santos, o governador afirma que as obras das primeiras etapas do metrô serão concluídas nos próximos dois anos. “Devemos concluir essa etapa da linha 1 e da linha 2 até o ano de 2017. Nós vamos soltar mais uma licitação agora, que é de Pirajá até Águas Claras, e, no trecho da Avenida Paralela, ela está toda licitada”.

Ciclovias

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS / Transporte Público.

Rabat,

Bom dia!!!

O que mais estamos vendo noticiado em nosso município são ônibus com para-brisa trincado, quebrados, lotados, com portas caindo, com elevadores quebrados.

Segundo o Decreto 048/2014, são atribuições da Seção de Transportes Públicos da Superintendência de Transporte e Trânsito de Ilhéus.

Art 6º – São atribuições da Seção de Transportes Públicos:

I – Acompanhar e avaliar os dados do sistema de transportes urbanos, objetivando o aperfeiçoamento do modelo físico operacional;

II – Avaliar as probabilidades e a natureza dos impactos decorrentes das alternativas definidas para o sistema de transporte;

III – Monitorar o desempenho dos projetos implantados;

IV – Administrar os serviços de transportes coletivos urbanos prestados por concessionários e/ou entidades conveniados;

V – Disciplinar e fiscalizar o transporte individual de passageiros mediante aluguel;

VI – Estabelecer penalidades ao sistema de transportes urbanos no caso de infrações a legislação vigente, sugerindo inclusive a cassação de concessões/permissões/autorizações;

PARAGRAFO ÚNICO: Detalhar operacionalmente o sistema de transporte público de passageiros no Município, fixando itinerários, freqüência, lotação, equipamentos, turnos de trabalho; integração, locais e tempos de parada e critérios para atendimentos especiais;

VII – Estabelecer os esquemas operacionais para o serviço de táxi, definindo custos, equipamentos e locais de estacionamento;

VIII – Controlar a seleção de triagem das solicitações e reclamações verificando procedência, confiabilidade e encaminhamento as unidades competentes;

IX – Elaborar respostas às solicitações dos usuários, de entidades e outros órgãos;

X – Prestar atendimento às comunidades, diligenciando e intermediando ações, estudos e projetos, entre seus representantes e a Secretaria;

XI – Promover a divulgação e orientação técnica aos usuários das intervenções

e mudanças de tráfego e de transporte;

XII – Promover a elaboração e divulgação de projetos informativos sobre o sistema de transporte e suas campanhas educativas; Supervisionar e controlar

os transportes públicos;

XIII – Estabelecer e fiscalizar itinerários e pontos de ônibus urbanos, intermunicipais e interestaduais dentro da área do Município;

XIV – Manter a qualidade da prestação do serviço de transporte público;

XV – Fiscalizar segundo os parâmetros definidos, a operação e a exploração do

transporte público de passageiros por ônibus, por táxi e por transportes especiais, promovendo as correções, aplicando as penalidades regulamentares

nas infrações;

XVI – Formular planos e programas de treinamento dos agentes operadores do

sistema de trânsito;

XVII – Elaborar relatórios periódicos tendo por finalidade gerenciar e fiscalizar o transporte coletivo e outros meios de transporte público e particular, observada a legislação pertinente. Para tal tem as seguintes atribuições:

Segue mais um caso da “série” o transporte público de Ilhéus.

Ônibus quebrado, às 12.15h, na ladeira próximo ao Viaduto Catalão.

01

01

02

02

03

03

04

04

Abraço,
……………

RAÍZES E ORIGENS DA FRANCO-MAÇONARIA – PARTE VII

 Por José Everaldo Andrade Souza

Ir.’. Everaldo

Caríssimos seguidores do nosso R2CPRESS, poderosos Irmãos estudiosos da Arte Real e honrados simpatizantes e interessados na milenar história da Franco-Maçonaria.

Até o século XIV, há raras evidências de que os pedreiros britânicos fossem de alguma forma organizados ou de que mantivessem qualquer comunicação entre os de uma e outra parte do país. Contudo, cada novo estilo de construção se expandia em poucos anos depois de sua introdução. Cerca de 30 anos depois da Conquista Normanda, em 1066, foram construídas mais de 5 mil novas igrejas, sendo as do norte semelhantes em tamanho, proporção e disposição às do sul, com uma distância de 500 ou 600 quilômetros entre os dois polos. Para nós que vivemos atualmente no mundo da informação instantânea, essa não representa uma grande distância, mas há mil anos, o caso era bem diferente. A uniformidade da mudança na arquitetura das igrejas foi devida, provavelmente, aos construtores que viajavam de uma obra para outra levando consigo as novas ideias.

                   Os pedreiros operativos (homens que trabalhavam em igrejas e outras construções), ao contrário dos pedreiros eletivos (os que não construíam e que, mais tarde, foram aceitos nas Lojas), eram um grupo itinerante, que viajava de um lugar a outro em busca de trabalho.

                   De Winchester, ao sul, até Durham, ao norte da Inglaterra, gerações de artesãos trabalharam nas gloriosas construções que são, provavelmente, um dos grandes legados da Igreja Católica Romana medieval para as futuras gerações de ingleses.

 

:: LEIA MAIS »

VELHOS TEMPOS DE INFÂNCIA

O engenheiro-agrônomo Luiz Ferreira de Silva, ex- Diretor do CEPEC, além de pesquisador e especialista em Solos Tropicais, é escritor e acaba de lançar a sua 13ª obra, “Velhos Tempos de Infância”, onde retrata, de forma singular, a sua infância em Coruripe.

Muito mais do que um livro de memórias, seu relato é um regresso à infância de milhões de brasileiros, sem videogames, tablets, smartphones, WhatsApp…

Imperdível.

Você pode adquirir o seu exemplar entrando em contato direto com o escritor, através do e-mail luizferreira1937@gmail.com. O preço é de apenas R$ 30.00, já incluindo a postagem do correio – o livro será entregue na sua casa.

Toda a renda obtida será destinada à instituição de caridade Crianças da Casa Celina/Claudio.

Luiz Ferreira

Luiz Ferreira

No GOTAS DE PAZ

Ajudar sem humilhar

Há pessoas que se dizem sempre prontas a ajudar àqueles que necessitam. Não se cansam de fazer elogios a elas próprias, definindo-se como pessoas do bem, que se preocupam com o próximo. Não bastassem os louvores a elas mesmas, ainda criticam as atitudes e a situação daquele a quem ajudam. Espalham aos quatro cantos as dificuldades dos outros e a ajuda que deram, com uma pontinha de orgulho. São pessoas que ajudam e ao mesmo tempo humilham aqueles a quem ajudaram. Não há mérito em se praticar a caridade, ferindo a moral e a dignidade do outro. Jesus ajudou a muitos, curando, livrando-os de muitos males, mas jamais se exaltou, tampouco humilhou aqueles a quem socorreu nos momentos de dor e sofrimento por que passavam. Lembremo-nos dos exemplos de nosso Mestre Divino e de suas palavras: “Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita”. Aquele que deseja receber louvores na Terra, espalhando a notícia do suposto bem que haja feito já recebeu sua recompensa na Terra, como disse Jesus. Por isso, ajudemos, não para mostrar para os outros, mas pelo simples prazer de ajudar. Além disso, não nos esqueçamos de que o mais importante é que nosso Pai Celestial conhece intimamente os sentimentos que habitam nosso coração. Pense nisso!!!

GOTAS DE PAZ:

http://www.gotasdepaz.com.br/ajudar-sem-humilhar/?utm_source=Mensagem+07%2F04%2F2015&utm_medium=email&utm_campaign=Mensagem+07%2F04%2F2015





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia