Por iniciativa do Rotary Club de Ilhéus e o Rotary Club de Ilhéus Jorge Amado, foi realizado neste último sábado (25) o INTERCLUBS, um encontro de líderes rotarianos na Fazenda Caititu, situada na rodovia que liga Ilhéus à Itacaré, ocasião que proporcionou transmissão de conhecimentos sobre meio ambiente, interação com a natureza e trocas de ideias.

Concentração – Caminhada Ecológica.

Com o tema “Recursos Hídricos na Mata Atlântica da Costa do Cacau: patrimônio natural em meio à terceira maior biodiversidade do mundo”, o evento promoveu uma caminhada ecológica na mata com importantes explanações do professor e ambientalista Rui Rocha, Presidente do Instituto Floresta Viva, e do Biólogo Jomar Jardim. Foi abordado como os recursos naturais são importantes para o desenvolvimento econômico, sobretudo a água.

O acontecimento contou com a presença do Governador do Distrito 4550 de Rotary da Bahia, Danilo Santos, e sua esposa, Silvia Fernanda, assim como, além dos presidentes dos Clubes de Ilhéus e Ilhéus Jorge Amado, José Augusto e Maria Rosa, representantes do clube de Buerarema, Valdeci Pereira, e Governadores Assistentes, como Tarso Soares e Jefferson Brandolt, o Instrutor Regional Médio Sul, Luis Coelho, também estiveram presentes junto aos rotarianos de Ilhéus, empresários da região e intercambistas da Dinamarca, Estados Unidos e Alemanha.

No Interclubs foi realizado um momento para a reflexão ambiental, com o plantio de mudas, marcando, em uma atitude concreta, a necessidade do desenvolvimento sustentável. “Se você precisa cortar uma árvore na sua área, plante dez”, enfatizou o biólogo Jomar Jardim. Rotarianos realizaram esse momento sublime revelando o que uma vez Paul Haris, o fundador do Rotary, declarou: “A maior das conquistas é o resultado do esforço mútuo do coração, da mente e das mãos trabalhando em perfeita harmonia”.

Como forma de agradecimento, reconhecimento pelo trabalho ambiental e disponibilidade para transmitir conhecimentos ao Rotary na Fazenda Caititu, o rotariano de Mainz, Michael Eckes, presenteou Rui Rocha, que ficou muito grato pelas dádivas recebidas.

Biodiversidade

Na Fazenda Caititu, inserida na terceira maior biodiversidade do planeta, o professor Rui Rocha abordou, entre diversas e enriquecedoras explanações, como a preservação da fauna e flora da Mata Atlântica é fundamental para as chuvas na nossa região.

Além disso, o Biólogo Jomar, conduzindo os rotarianos para a caminhada no meio da mata, destacou a existência de diversas espécies endêmicas – aquelas peculiares em um único lugar do planeta – naquela localidade e a importância da biodiversidade para estudos e pesquisas realizados em todo o mundo. Ele também destacou que as espécies das plantas são inúmeras, e por serem praticamente incontáveis, são identificadas por sua morfologia, trazendo para o público presente informações valiosas sobre o patrimônio natural do Sul da Bahia.

Os rotarianos interagiram durante a caminhada e fizeram intervenções dialógicas e participativas, tornando o encontro muito agradável, que se estendeu com companheirismo e interatividade.

Para ver todas as fotos, clique aqui.